História The jealous and the possessive! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Styles, Ian Somerhalder, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Martin Garrix, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Ian Somerhalder, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Martin Garrix, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Ciumes, Harry Styles, Larry, Larry Stylinson, Louis Tomlinson, Possessivo
Visualizações 58
Palavras 2.092
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sorry os erros, não revisei ainda!
Essa pode parecer no começo, mais não é uma fanfic fofa ou romântica!
Leiam...

Capítulo 1 - Magret de canard...


E um dos cantores mais famoso do mundo foi visto na festa de comemoração da vitória do campeonato de futebol da Espanha com o atacante do time, Louis Tomlinson. O cantor estava com uma camisa do Barcelona com seu nome e o numero do jogador, os dois tiraram uma foto juntos aonde o jogador postou em seu Instagram minutos depois e na legenda o jogador falou auê estava feliz que um dos seus cantores preferidos é seu fã...

E Niall delisgou a televisão que estávamos assistindo e ouvindo a reporte de algum programa de fofoca falar sobre algo que aconteceu a dois dias. Parecer até auê o mundo vai explodir por que eu conhecer Louis Tomlinson e estávamos juntos na festa de comemoração.

- isso é uma porcaria! Como ainda assiste isso? Essas pessoas são patéticas - reclamou Niall se levantando do sofá da minha sala e indo provavelmente para a cozinha pega mais pipoca e refrigerante.

Niall odeia canais, sites, revista ou qualquer outro meio de comunicação que possa expor a vida pessoal de um famoso, apesar de que Niall Horan é um ator de cinema. Mais o loirinho não suporta paparazzi assim como não suporta entrevista aonde tem que responder sobre sua vida pessoal, mais quando se é famoso esse é o preço a pagar pela fama. Eu em particular aprender a não me importa com o que falam sobre mim na mídia, por que independentemente de auê eu fava algo ou não, sempre a um jeito de auê o fotógrafo arrume um ângulo ótimo para parecer ser o que ele quer que seja, e eu aprendir isso com Liam Payne que faz minhas fotos e de Niall quando precisamos e ele acabou virando um amigo.

- que dia você vai viajar? - perguntou Niall se jogando ao meu lado e enchendo a mão de pipoca levando a boca.

Uma coisa curiosa sobre Niall é que ele pode comer mais que o normal que ainda sim vai esta com fome!

- daqui a dois dias! Vou para Los Angeles ficar uma semana no Late Late Show - disse e peguei pipoca do balde do mesmo recebendo um olhar reprovador.

- posso dormi aqui hoje? - perguntou o loirinho fazendo cara de cachorrinho perdido. Confesso que ve-lo assim faria qualquer pessoa entregar até o mundo para ele se o mesmo pedisse.

- não! Você vai para o seu apartamento e me deixarar dormi em paz se que eu tenha que acorda de manhã e descobrir que toda a comida que eu tinha na geladeira sumiu - disse revirando os olhos e me levantando do sofá para pegar meu celular que passou a vibrar e acender a tela avisando uma notificação de mensagem.

Não podia evitar sorrir quando visualizei de quem era a mensagem. Quando fui a festa do time depois do jogo não imaginei que Louis iria falar comigo e passar a noite inteira ao meu lado conversando e fazendo piadas sobre seus amigos bêbados. O castanho realmente me encantou e me fez ter vontade de conhece-lo para quem sabe termos uma amizade agradável, mais assumo que não esperava que o mesmo fosse em seu perfil no Instagram e postasse uma foto nossa e me marcasse, aquilo foi uma surpresa pra mim e para muitas pessoas, não que eu tenha achado ruim só não achei mesmo que ele iria fazer aquilo sem ao menos avisar.

Podemos jantar hoje? Tem um restaurante francês que estou louco para conhecer e achei que seria uma boa ideia irmos juntos! Já que não podemos realmente se conhecer na festa passada.

Agora seria mais um motivo para Niall não dormi aqui. Apesar de esta morrendo de sono por ter passado quase a noite inteira criando uma nova música por causa de um som que escutei enquanto tomava banho, eu ainda sim prefiro ter uma noite agradável em um restaurante francês com a companhia de Louis que se pareceu ser uma pessoa legal na festa. Responde que sim e ele me passou aonde ficava o restaurante e marcamos as 20:00p.m por que ele sairia as 18:00p.m do treino.

- por que esta sorrindo? - perguntou Niall sorrindo pra mim. O loiro falso não podia ver ninguém sorrindo que o mesmo não conseguia se segurar, as vezes isso o prejudica um pouco. Como na vez em que um cara sorriu pra ele de forma maliciosa enquanto estávamos em um bar com Liam e o mesmo automaticamente sorriu largo até que ele dispensou o cara dizendo auê era hétero ainda sorrindo, pelo menos rendeu boas gargalhadas vinda de mim e Liam.

- por que você precisar ir embora! Tchau Nialler - disse fechando a cara e me virando para subir as escada e logo entrar em meu quarto.

Estou nervoso por sair com Louis. Não é como se tivéssemos marcando um encontro, é apenas um jantar entre dois homens que são fãs um do outro e estão se conhecendo... Mais a ideia de sair com Louis apenas nós dois me  deixa apavorado! Como me comporta perto de uma estrela do futebol? Eu sou um cantor famoso, mais o meu comportamento não se limitar a certos tipos de " comportamentos " em público, e quando eu digo isso me refiro ao modo de agir com qualquer pessoa. Mais é uma pressão em tanto ter a castanho em um jantar e não se perguntar qual impressão passar para o baixinho ou o público.

As 06:30p.m resolver tomar banho ora me arrumar, apesar de não demorar tanto eu prefiro não chegar atrasado ou esquecer algo por conta dos minutos em cima da hora. Coloquei uma calça jeans justa, uma bota marrom, uma camisa branca de botões lisa - com os três primeiros botões abertos e as mangas arregaçadas - e meus anéis nos dedos. Sequei meus cabelos no secador e eles ficaram finos e volumosos, passei meu perfume amadeirado e sair do quarto colocando o celular no bolso, peguei minha carteira e chaves  na sala colocando no outro bolso. Ainda são apenas 19:15p.m e tenho um bom tempo até sair de casa.

Liguei a televisão e fiquei cassando algum canal para me distrair mais a sensação de nervoso que dá na barriga me faz achar que nada presta e que os minutos passam devagar demais aumento mais ainda o nervoso. As 07:30p.m sair de casa em meu carro preto, Ranger Rover.

Cheguei ao restaurante no centro da cidade e bem luxuoso mais aconchegante, falei para o atendente da entrada que iria jantar com Louis Tomlinson e ele sorriu chamando um cara pra me acompanhar até a mesa aonde um Louis de moletom branco e vans preto me esperava mexendo em seu celular. O mesmo levantou a cabeça e assim que me viu sorriu e se levantou.

- hey, tudo bem? - disse Louis pousando uma mão nas minhas costa e beijando minha bochecha me fazendo corar com o gesto.

- sim, e com você? - disse sorrindo com covinhas e me sentando a sua frente.

- estou bem, obrigado! Eu pedir um vinho, mais não entendo muito sobre vinhos então não me culpe caso o gosto seja horrível - disse Louis apontando um dedo pra mim e eu sorri em resposta.

- qualquer coisa posso derrubar a taça sem querer fazendo o líquido não poder ser ingerido - disse brincalhão e o mesmo deu uma gargalhada baixa.

- isso não é uma coisa muito educado, Styles - disse Louis ainda com um sorriso largo no rosto.

- minha mãe não foi tão boa assim - levantei as mãos em sinal de rendição o fazendo rir novamente - como foi o treino?

- rotineiro e cansativo, pretendo domir até a semana que vem - disse relaxando na cadeira.

- confesso que pretendia passar a noite dormindo, mais ao receber sua mensagem achei melhor adiar meu planos para minha noite. Estou exausto - disse e encarei o garçon que trouxe duas taças com uma garrafa de vinho no balde de gelo.

- deseja mais alguma coisa, senhores? - preguntou o garçon perguntando pra mim.

- não, já pode ir - respondeu Louis com talvez um pouco fe desdém na voz fazendo o garoto o olhar e sair tímido pelo tom do castanho.

- o santo não bateu com o do garoto? - perguntei divertido.

- nenhum pouco! Acho que vou pedir para outro garçon nós atender - disse molhando os lábios e olhando para o garoto até alguma mesa ao nosso lado. Não entender muito bem isso mais resolver não falar disso, acho que nem Louis iria querer me explica a implicância sem motivo que acabou de ter pelo garçon.

- eu vou logo avisar que não sei nada sobre comida francesa - disse abrindo o cardápio e olhando os pratos na lista - mais eu acho que quero um gratin dauphinois - disse pronunciando o nome do prato com um pouco de difuldade na falação correta.

- sério? Batata e queijo? - perguntou Louis com uma sombrancelha arqueada colocando sua taça na mesa que tinha acabado de levar a boca. 

- sim... Não que eu seja vegetariano, mais eu nunca provei algo assim e parece que é maravilhoso o sabor - disse fechando o cardápio e o colocando na mesa novamente - e achei que estaria vindo aqui pela primeira vez!

- e estou... Mais um dos meus hobbies e degustar vários sabores diferenciados - disse Louis e chamou um garçon com o gesto de mão - um gratin dauphinois e - olhou novamente o cardápio - um magret de canard.

O garçon assentiu e recolheu os cardápios se retirando.

- o que exatamente você pediu? - perguntei sorrindo envergonhado por não saber e bebi um pouco do vinho que confesso esta até que... Doce.

- filé de pato crocante por fora e rosa por dentro, basicamente - Louis parece ter gostado de explicar o seu prato, um sorriso satisfeito surgiu em seus lábios quando assento dizendo que havia entendido - quando será seu próximo show aqui?

- não sei ao certo, por que? Você quer ir? - disse sorrindo convencido - posso deixar você entra no camarim para tirar uma foto, sou muito amigo do cantor que vai fazer o show - ele deu uma gargalhada e eu uma risadinha.

- com certeza quero ir ao camarim tirar uma foto, Harry - disse Louis sorrindo de lado.

Nosso jantar foi sevirdo alguns minutos depois. O gratin dauphinois é realmente maravilhoso, não consigo explica o sabor da mistura do queijo com a batata, mais é excelente. E a noite foi realmente boa, passar um tempo com Louis e animado que deixa minhas bochechas doendo pelo sorriso estampado em meu rosto ora por vergonha, ora por divertimento. O castanho tem uma face de fofo mal humorado, que me rendeu alguns sorrisos por apenas apreciar suas expressões em relação a conversa ou a comida, ele esta me encantando de uma forma boa.

- você tem namorada, Harry? - perguntou Louis depois que o garçon veio busca nossos pratos e ao levar a taça de vinho a boca - realmente gostei desse vinho! - fez uma careta engraçada olhando para a taça o que me rendeu uma risadinha abafada.

- não, Louis. E você? Tem namorada? - disse Louis apoiando os cotovelos na mesa e o queixo nas mãos juntas em cima da mesa me olhando curioso.

- não - responder piscando duas vezes e olhando para baixos logo encarando seu rosto vendo um enorme sorriso se instalar ali. Louis é indecifrável - por que esta sorrindo assim? Não tem orgulho de esta solteiro como também não tenho de estar namorando, não é algo engraçado ou encantado, Louis.

- ok, senhor estressadinho. Apenas sorrir por adimira-lo - disse Louis e deu de ombros abrindo as mãos e fazendo uma cara de " só falando ".

- tem uma coisa que eu achei engraçado em você... Assistir em um programa de fofocas - disse me aconchegando na cadeira e tomando um pouco do vinho em minha taça - de todos os jogadores você é o que vai menos em festa, pod que? - ele deu de ombros fazendo um bico nos lábios.

- não é muito a minha praia, como falei, prefiro degustá sabores diferenciados - disse com um sorriso de lado - mais as vezes dou algumas festa em minha casa com o pessoal do time e alguns amigos, mais a festa que eu realmente vou são as de famílias.

- você é gay? - perguntei e ele arregalou os olhos rapidamente engolindo em seco - não vai me dizer que não gosta de ter relações com alguém - disse revirando os olhos - com mulheres bonitas e famosas!

- oh... Sim, mais não acho que preciso ir a festa pra isso - disse bebendo um pouco do seu vinho e suspirando.





Notas Finais


Ta curto o capítulo, mais é o primeiro!
Relevem...
Essa não uma fic fofinha e nem nada! Mais também não é tão depravada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...