História The jewel of the heart - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, TWICE
Personagens Baekhyun, Chaeyoung, Chanyeol, Chen, D.O, Dahyun, Jennie, J-hope, Jihyo, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Jungyeon, Kai, Kris Wu, Lay, Lisa, Lu Han, Mina, Momo, Nayeon, Rap Monster, Rosé, Sana, Sehun, Suga, Suho, Tao, Tzuyu, V, Xiumin
Tags Colegial, Descobertas, Fluffy, Hentai, Rivalidade, Romance, Segredos, Vampiros
Visualizações 6
Palavras 1.965
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


YAAAH! Eternidade pra postar ne? Maaaaas.... SAAAAAIUUU!

Capítulo 34 - Contract done! / The party


Fanfic / Fanfiction The jewel of the heart - Capítulo 34 - Contract done! / The party

O rapaz caminhou pela casa e a gente apenas seguiu o mesmo, subimos a enorme escada para o 2 andar onde ficava o escritório.

- Entrem por favor. - Ele abriu a porta e segurou a mesma, nós entramos e nos sentamos em 2 poltronas. Ele entrou e fechou a porta, se sentou e colocou a maleta preta ao seu lado no chão.

- Bom Sr. Taehyung e Sra.Jennie, vamos conversar sobre alguns porens (ta certo?) da casa. - Ele abriu a maleta e pegou alguns papeis e colocou sobre a mesa analisando-os.

- Bom, a casa contém 8 quartos, 3 no segundo andar, 3 no terceiro andar e 2 no primeiro. Ambos os quartos são de casais e tem 1 quarto de visita no primero andar, e os 7 quartos são suíte e apenas o de visita não é. A casa contém Sala no 1 andar, Sala de espera no 1 Andar, Cozinha no 1 andar, Cinema no 2 andar, Sala de jantar ao lado da cozinha no 1 andar, Uma salinha para pets no 1 andar mas creio eu que vocês não tem animais. - Ele parou de analisar os papeis e nos olhou esperando resposta. - Nós temos sim. - Tae assentiu com a cabeça.

- Ok, prosseguindo. Garagem, 5 banheiros 2 no primeiro andar para visitantes ou moradores mesmo, Piscina nos fundos com área de lazer, uma balda nos fundos também que é separada da área de lazer e da piscina, e no quintal tem um pequeno local para seus bichinhos. Tem tambem um jardim de inverno que se localiza do lado da casa coberto por um vidro com teto solar, uma dispensa na cozinha, e... - ele arrumou seu óculos enquanto mexia nas papelada. De repente meu celular toca com uma chamada do Sr. Yang

- Com licença. - Peguei meu celular e me retirei da sala.

- Alô?!

-Olá Jennie, tudo bem?

- Tudo sim, e o senhor?

- Ótimo, você pode falar agora?

- Sim, claro.

- Bom, sei que ainda é o Pré - Debut de vocês mas vocês ja tem show marcado. Vai para o dia 6/8/17 as 15:30.

- Aah que maravilha mas... preciso desligar pois estou terminando o contrato da minha casa.

- Ah, sem problemas. Até amanha.

O telefone desligou, entrei na sala me sentando novamente na poltrona.

- Muito obrigado Sr. Taehyung e Sra. Jennie. - Ele se levantou e apertou a mão de Tae e a minha. Nós nos levantamos e acompanhamos ele até a porta. - Obrigado, aparece ai qualquer dia desses. - Tae convidou o mesmo enquanto ele entrava no seu carro. Ele deu partida e saiu, eu mal podia explicar minha felicidade! Entramos para dentro e ele fechou na porta, na hora todos pularam de alegria, Tae me pegou pela cintura e me abraçou por trás, todos vieram a nosso encontro dizendo "Agora o quê faremos?" " só isso e chega?"

- Vamos fazer uma festa. Isso! Uma festa bem maneira na balada. - eu balaçava as mãos explicando de uma forma oculta. - Gostei da idéia, muito boa! Eu me ofereço para ajudar! - Jin saiu do meio da multidão.

- Ok, vocês todos vão se arrumar e eu e o Jin damos um jeito. - Todos correram para escolhe os quartos, e malditamente eu na maioria das vezes tenho controle da multidão que acontece na nossa "familia", agora quem vai dar conta é o Tae. Eu e Jin fomos no quintal e vimos um lugar preto e fechado, era grande e tinha uns adesivos. Entramos la e parecia aquelas ultra baladas, meu deus aquela merda era quase de 2 andares! Será que esse Michael não é o Riquinho? Liguei as luzes normais (pois tinha umas luzes coloridas e mais algumas outras ) abri umas cortinas pretas e abri as janelas.

- Isso aqui ta uma bosta, a quanto tempo essa casa não é limpa por inteiro? - Ele passou o dedo indicador em uma mesa. - Acho que as empregadas fugiram dessa casa depois de ver por dentro o tamanho disso aqui. - Ele riu.

- Acho que em equipe todos nós podemos limpar aqui, tem elevador, não sei se você notou mas podemos colocar os produtos de limpeza la dentro. - Jin caçava os lixos e colocava dentro da sacola, tinha bastante lixo espalhados por ali. - Elevador? Não fiquei sabendo de elevador nenhum! - Olhei pra ele franzindo o cenho - É... deixa pra la... - Puta merda! Por que o carinha la não falou de elevador? Filho da puta.

*QDT*

Terminamos, glória Deus! me estirei no sofá preto que me afundou nele, estava morta de cansada. A porta se abriu e o Tae apareceu comuma touca na cabeça, comecei a rir do nada e o Jin segurava a risada.

- Que foi? - Tae me olhou sem entender. - Ta parei... vai pintar o cabelo? - Cocei minha cabeça arrumando meu cabelo. Ele assentiu sério.

- Ta, mas... me faz um favor bebê? - fechei meus olhos lentamente e virei minha cabeça para o lado. - Bebê? Se ta me tirando né, Jennie? Ta mas, fala ai. - Ele me olhou sério.

- Me traz um remédio pra dor de cabeça porquê eu to morta. - Fiz um coração com as mãos e e ele se retirou da balada. - Essa limpeza melhorou muito meu jeito de olhar para esse ambiente. - Jin olhava ao redor enquanto dava um gole na garrafa d'água . - É. Nada mal para 2 pessoas. - Eu ri.

- Você ta muito engraçadinha pro meu gosto! - Ele fechava a garrafa d'água. - Desculpa meu amor!!! - Mandei um beijinho pra ele enquanto eu ria. A porta se abriu e o Hoseok entrou trazendo uma cartela de remédio e um copo d'água. Me sentei no sofá e ele se sentou do meu lado e me deu o remédio.

- Nossa, muito massa essa balada. - Ele olhou sorrindo. - Uhum... - Eu bebia a água trincando de gelada. - Jennie, a Jihyo chegou, você não vai cumprimentar ela? - A vadia? Ah vo sim. Pode deixar. - Me deitei novamente no sofá e coloquei minhas pernas no colo do hoseok. - Mas é cumprimentar e não provocar. Diferencia essas coisas ai, please. - Ele empurrou minha perna me fazendo cair do sofá.

- Tá, tá! Vamo porra. - Ele me ajudou a levantar, Jin abriu a porta e nós saímos de la. Abri a grande porta de blindex e dei de cara com a cara de bunda. Passei por ela e trompei nela de propósito, nem falei oi e nem nada, apenas fui pra sala.

- Ai que sem educação. - Ouvi a vozinha irritante dela vindo da cozinha. - IGUALMENTE! - Gritei da sala e dei um sorriso. Suga estava vindo do banheiro e se sentou do meu lado na sala, ele secava o cabelos bagunçando eles.

- Ai porra, que isso? - Eu encoli minhas pernas enquanto pingos de água pingavam em mim. - É água, você é cega? - Eu e o Suga brigavamos mas as vezes nos eramos um amorzinho um com o outro, tipo irmãos. - Então vai secar seu cabelo na casa do Carvalho. - Me ajoelhei no sofá de frente pra ele. Ele esfregou o cabelo em mim e balançou a cabeça.

- Pelo jeito você e a Jihyo são duas cobras, uma mais venenosa que a outra. - Ele arrumava seu cabelo para o lado. - Fala isso pra ela, aquela ali é o corpo e a alma composta de veneno. - Realmente. Não fui com a cara dela. Descansa ai vadia. - Ele acariciou minha cabeça. Passou-se minutos eu adormeci...

Jennie POV's Off

TaeHyung POV'S

Realmente a Jennie odeia minha prima, queria muito saber o motivo.

- Ai Tata, sua namorada é tão temperamental e sem educação. Você, um rapaz tão lindo consegueria muita mulher e melhor que ela. - Porra, por quê ela insiste nisso? - Porque eu amo ela, Jihyo. - Já comecei a me estressar. Ela não tem o direito de se meter na minha vida. E nem com a minha namorada. - Que tal irmos assistir TV? - tentei mudar o rumo do assunto. - Vamos. - Me levantei e fui até a sala, ela apenas me seguiu. Cheguei la e a Jennie estava no sofá dormindo.

- Ah, pelo amor de Deus. Ocupando todo o espaço dos visitantes, aff. - Que coisa mais chata viu.

- Mas ela trabalhou a tarde inteira. - Dei um selar na testa da Jennie.

* QDT *

Ja era 17:00 da tarde e fazia 4hrs que a Jennie tava dormindo, então resolvi acorda-la.

- Boa tade flor da tarde, acordemos? -Sacudi ela de leve.

- Ham? - Ela abria as pálpebras lentamente e revelando um belo sorriso. Ela me puxou pelo pescoço me dando um beijo não muito demorado. Ela se levantou e sentou-se no sofá, seu cabelo parecia uma vassoura.

- Ja estão todos arrumados? - ela esfregava o olhos. - Sim, so falta você. - ajudei ela a levantar e ela foi para o banheiro.

Taehyung POV's Off

Jennie POV's

Energias carregadas, hora da festa! Fui super animada para o banheiro, lavei meu cabelo e comecei a dançar de tanta alegria. Depois do banho, sequei meu cabelo com a toalha e me enrolei nela, fui para o quarto.

- Essa é a chance Jennie, esfrega na cara da Jihyo quem você é garota. - Peguei um vestido preto estilo tubinho, ele tinha brilho e Apertava bem a cintura. Peguei minha maleta de maquiagem e fiz uma make não tão escura e nem tão clara, passei meu batom matte cor vinho, penteei meu cabelo e arrumei ele. Sequei meu cabelo com o secador e apenas reforcei meu cabelo ondulado com o baby liss. Pegue meu salto alto preto e um cintinho de por na coxa, procurei minha gargantilha preta e coloquei a mesma. Me olhe no espelho e confesso, nada mal!

- Você é gostosona viu Jennie. - Abri a porta e desci as escadas. So deu pra ouvir o som tocando Kehlani, estava pronta para arrasar. Abri a porta e blindex e aquela casinha preta estava toda colorida com as luzes. Abri a porta da balada e me revelou aquela multidão, Jihyo estava com um garoto que ficou me olhando de boca aberta e de cima a baixo. Tae veio ao meu encontro e me pegou pela cintura colando meu corpo no dele.

- Você está maravilhosa. - Sua testa colada na minha e sua respiração acelerada. - E você esta lindo. - O cabelo dele estava... Loiro? Eu nem tinha notado isso quando ele me acordou. Jihyo veio até nós com seu namorado que ficou me encarando.

- Oiii Jeje, você ta linda, hein! - Ela entrelaçou seus dedos na mão do seu namorado, amante, ficante, sei la. - Obrigado. - Mandei um beijinho de provocação para ela. - Você não vai dizer "IGUALMENTE"? - Ela fez uma cara de nojo. - Não, aliás você não merece o meu "igualmente". - Tae apertou minha cintura.

- Igualmente. - Ela abriu um sorriso de piranha, revirei os olhos e soltei a mão do Tae da minha cintura. - Vou pegar um drink. - Eu vi o Suga bebendo na mesa e me sentei com ele.

- O vagabundo, quem é o moleque com a Jihyo? - Ele me olhou dando um gole na caipirinha. - Ela diz que é o noivo dela, pra que você quer saber, subúrbio? - Ele ficou me olhando de cima a baixo. - Olhei para eles e estavam corvesando. - Ele quer te roubar, isso sim. - ele ficou mechendo a caipirinha com o canudo.

- Ah você não presta pra conversar mesmo viu. - Bati na mesa. - Então vai se fuder. - Ele abaixou a cabeça. Fui no bar pegar um quentão pois estava esfriando.

- Essa pirua vai ver a piranha que existe nesse corpo aqui. Vadia.


CONTINUA...


Notas Finais


Gostou? Compartilhe com os amigos!
Bora crescer as visualizações meu povo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...