História The jewel of the heart - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, TWICE
Personagens Baekhyun, Chaeyoung, Chanyeol, Chen, D.O, Dahyun, Jennie, J-hope, Jihyo, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Jungyeon, Kai, Kris Wu, Lay, Lisa, Lu Han, Mina, Momo, Nayeon, Rap Monster, Rosé, Sana, Sehun, Suga, Suho, Tao, Tzuyu, V, Xiumin
Tags Colegial, Descobertas, Fluffy, Hentai, Rivalidade, Romance, Segredos, Vampiros
Visualizações 6
Palavras 2.452
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, oi! Até que enfim a fic foi postada, fiquei sem internet 3 dias e isso contribuiu para mim escrevr mais e mais e ficar inspirada. Espero que gostem meus amores.

Capítulo 35 - Help!


Fanfic / Fanfiction The jewel of the heart - Capítulo 35 - Help!

Anteriormente....

- O vagabundo, quem é o moleque com a Jihyo? - Ele me olhou dando um gole na caipirinha. - Ela diz que é o noivo dela, pra que você quer saber, subúrbio? - Ele ficou me olhando de cima a baixo. - Olhei para eles e estavam corvesando. - Ele quer te roubar, isso sim. - ele ficou mechendo a caipirinha com o canudo.

- Ah você não presta pra conversar mesmo viu. - Bati na mesa. - Então vai se fuder. - Ele abaixou a cabeça. Fui no bar pegar um quentão pois estava esfriando.

- Essa pirua vai ver a piranha que existe nesse corpo aqui. Vadia.

******************************************

Ele me deu o quentão enquanto eu olhava a Jihyo, o Tae e aquele garoto que eu tinha impressão de ja ter visto. A música lenta começou e o Dj que por acaso era o Hoseok anunciou.

- Arranjem seus pares! - A música começou a a Jihyo caiu em cima do Tae de proposito e os dois começaram a dançar, Tae não estava gostando nada daquilo.

- Garçom! Me da uma vodka. - Deixei o quentão de lado e dei um gole no pequeno copo de vodka. Me levantei e fui até o grupinho, peguei a Jihyo pelo braço e desgrudei ela do Tae.

- Local errado. - Abracei o Tae e começamos a dançar. Jihyo e seu namoradinho foram para outro lado.

- Estou começando a acredita que ela quer algo a mais com voce. - Encostei minha cabeça no seu ombro, e fechei meus olhos inalando seu maravilhoso perfume. - Calma Jennie, por quê ela iria querer algo a mais se ela é minha prima? - Ele tirou sua mão esquerda da minha cintura e acariciou meus cabelos. - Nunca se sabe o incesto que ela imagina. - Ele riu e devolveu sua mão em minha cintura. Logo uma musica agitada começou. A Jihyo saiu da balada com o seu namoradinho, isso estava estranho e eu precisava segui-los para saber.

- Eu... ja volto. - Me retirei da balada e a segui descretamente. Fiz todo os passos dados por ela que deu no cinema, um lugar inteiramente excelente para um plano macabro. Fiquei atrás da porta ouvindo tudo.

- Olha Kang, é o seguinte. A Jennie é muito esperta, não sei se vamos conseguir acabar com ela. - Ela andava de um lado para o outro. - Cala sua boca, vadia! Eu sei que ela é esperta, essa garota é uma... aish! - Ele estava franzindo o cenho e apertando as mãos fechadas.

- Calma oppa, nós daremos um jeito de nos livrar deles para matá - la. - Ela chacoalhava ele. - Vai se fuder, eu que vou mandar a partir de agora, suas ideias são horríveis! - Ele a empurrou e apontou o dedo em sua cara. - Vamos logo, antes que eles desconfiem. - Assim que ele disse aquilo, sai correndo para a balada, entrei la e fui ao encontro de Tae. Ele estava bêbado, então eu resolvi pegar mais 2 copos de vodka. Ao chegar no bar eu olhava a balada pra ver se eu não achava a Rose, Jisoo e Lisa. Logo vieram elas e se sentaram comigo no bar.

- Nossa a gente nem te viu direito. - Jisoo fez um sinal para o garçom trazer um drink. - Eu to desconfiando da Jihyo ser uma capanga do Eliot. Ela e aquele namoradinho estavam no cinema conversando sobre me matar e algo precioso. - O garçom me entregou a Vodka que depositei o copo nos meus lábios e virei o copo derramando todo o líquido, devolvi o copo na mesa e pedi mais um. - Jennie você não ta bêbada não? Ela tava aqui na balada agorinha. - Rose apontou para a porta que se abriu trazendo Jihyo e aquele babaca chamado Kang, reconheço esse nome de algum lugar, não sou idiota.

- Ah, Ok. - Rose abaixou o braço e a cabeça. - Realmente não fui com a cara dela, ela é meio coco e esconde alguma coisa. -Lisa colocou a mão na cintura e encarou Jihyo que estava sentada com o Tae. - Melhor você ir Jennie, ou ela vi roubar teu boy. - Lisa e as meninas riram. Dei um gole no ultimo copo de vodka e pedi mais um para o Tae. Peguei o copo e sei andando na direção deles rebolando a raba porquê né. Sentei no colo dele e dei a vodka pra ele, minha visão ja estava começando a embaraçar, na hora eu comecei a chorar sem motivos, virei minha cabeça e encostei no peito do TaeHyung.

Jennie POV's OFF

Taehyung POV's On

Jennie estava chorando sem motivos e estava com um cheiro de bebida, levantei a cabeça dela e perguntei o que houve mas ela so chorava.

- Aaaaah, eu quero chocolate. Huuum. - Acho que ela estava bêbada pois começou a rir logo depois. Dei um gole na caipirinha e pedi para o Chanyeol buscar uma caipirinha pra mim.

- Levantem do sofá e bora dançar! - Hoseok anunciou no microfone do Dj e logo começou a tocar Despacito. (Music On: Ouça com a musica se quiser mais emoção > https://youtu.be/kJQP7kiw5Fk) Chanyeol me trouxe a caipirinha e eu dividi com a Jennie, cada um deu um gole e levantamos para dançar. Puxei a mesma pela cintura colando o corpo dela no meu, como eu não sabia a coreografia eu iria me deixar levar pela música, eu adorava quando o corpo de Jennie se colava com o meu, suas mãos macias tocaram o meu rosto, logo começou a parte agitada na parte "Despacito", a segurei pela cintura e ela empurrou sua cintura par trás e voltou com a mesma batendo de leve em mim. Nós sabiamos poucas partes dao coreografia, então nós dançamos o que podíamos. Uma parte na balada ficava escuro e não dava pra ver nada, fui andando com Jennie até la e a preensei na parede, coloquei um fio de seus cabelos atrás da orelha e avancei nela num beijo demorado, ela colocou suas mãos em minha nuca e descia as mesmas até minha cintura, arrastei minha mão pelo seu corpo até sua bunda onde apertei a mesma fazendo ela arfar, de volta ao beijo, ela arranhava minhas costas por cima da camisa, ergui ela pela base da sua bunda e ela entrelaçou suas pernas em minha cintura. Caminhei a um sofá perto da li que não pegava luz, e a joguei no mesmo, tirei seus sapatos delicadamente e beijei suas pernas. Eu descia uma alça transparente de seu vestido e apertava os seios dela por cima do vestido. Ela se levantou e ordenou para mim deitar, fiz o que ela mandou e ela sentou em cima de meu membro e começou a rebolar no mesmo, ela voltou para minha boca e nós nos viramos de lado, eu apertava a bunda dela e ela arranhava minha nuca.

* QDT *

Taehyung POV's OFF

Hoseok POV's

- Amanheceu *

Ja estava dia, e eu estava muito cansado. Minha dor de cabeça atacou, não conseguia nem me mexer direito. Tirei as cobertas de cima de mim e me sentei na cama, esfreguei meus olhos e peguei meu celular na cômoda. Liguei o mesmo e olhei as horas, porra, ja era 10:00! Me joguei para tras e cai na cama, larguei meu celular. Novamente levantei e sentei na cama, resolvi me espreguiçar e levantei da cama indo em direção a porta, abri a mesma saindo do quarto e deixando a porta aberta. Desci as escadas até o 1 andar, sai para fora para ver se eu tinha esquecido meus fones de ouvido na caminhei até a porta e a abri, Jennie e TaeHyung estavam dormindo abraçados, fui no bar e peguei uma garrafa e wisky e uma colher, bati a coler na garrafa fazendo um barulho alto, Tae acordou no pulo e caiu do sofá.

- Que isso? - Jennie dizia sonolenta e com a voz meio rouca. - Vocês não tem quarto não? - Coloquei a garrafa e a colher sobre o balcão. Eles acordaram e se espriguiçaram. Jennie estralou a boca igual a um bebê e ficou olhando para o nada.

- To com fome. - Ela olhava fixamente e literalmente para o nada. - Vou pegar um lanche pra você. - Eu estava saindo do bar mas quando eu pudesse sair da balada ela me segurou pelo pulso. - Não é esse tipo de fome, eu quero... sangue. Entende? - Fiquei espantado, fazia muito tempo que a Jennie não pedia por sangue. Taehyung se levantou e se sentou deixando seu pescoço a amostra para ela.

- Tae, eu não... - Ela parecia não querer morde-lo. - Morde logo Jennie, não me importo. - Ele fechou os olhos espremendo os mesmo, Jennie tirou um pouco do cabelo que havia no pescoço dele e logo suas presas cresceram e seus olhos mudaram a coloração para roxo, eu achava que era vermelho. Isso era estranho, a coloração normal desse processo é o vermelho mas não era o ocorrido ali, ela se aproximou cuidadosamente do pescoço de Taehyung numa mordida lenta. Acho que para ele a dor era insuportável, as presas dela pareciam estar mais grossas e maiores. Alguns minutos depois a Jennie soltou o pescoço dele e suas presas grandes e grossas foram ficando finas e pequenas, seus olhos voltaram a o castanho e ela jogou sua cabeça no braço do sofá como se estivesse aliviada.

- Vamos, aqui não é lugar de dormir seus caralhos. - Chamei eles e eles se levantaram, deixei eles sairem primeiro e depois fechei a porta. Andamos pela grama e ela parecia estar molhada, Jennie abriu a porta de blindex na maior preguiça do mundo, como eu fui o ultimo eu fechei a porta. Todos estavam reunidos na sala assistindo TV.

Hoseok POV's off

Jennie  POV's

Eu estava muito cansada, creio que a ressaca atacou hoje. Fiquei em pé esperando Tae sentar para mim sentar em seu colo, fechei meus olhos e por um momento voz fez eco na minha cabeça dizendo "Muito cuidado Jennie Kim. " Abri meus olhos rapidamente olhando ao redor, a voz era igual a da Jihyo, olhei para ela e ela me encarava com um sorriso diabólico no rosto.

- Tudo bem Jennie? - Tae me olhou espantado. - Sim. Tudo bem. - Novamente tentei dormir e essas palavras atormentavam minha cabeça. Por mais que eu tente eu não consigo, fechei meus olhos e a mesma frase ecoou na minha cabeça, abri meus olhos assustada e ofegante.

- Tem certeza que você está bem? - Tae alisou meu cabelo com as mãos franzindo o cenho. - Eu vou preparar uma água com açúcar para ela se acalmar. - Jihyo se levantou e foi até a cozinha, eu sabia que isso era coisa dela mas algo não me permitia dizer não. Logo ela trouxe o copo com água e açúcar e me deu, queria eu não ter pegado mas eu estava igual a uma marionete. Infelizmente peguei copo d'água e bebi, o gosto estava normal mas era estranho, por quê logo ela foi pegar a agua? Minha cabeça começou a doer mais do que ja estava, não consegui me mexer direito e... nem falar. Eu tentava avisar o Tae de que algo estava errado mas não dava certo, eu esta muda! Jihyo foi na cozinha e demorou um pouco, voltou para a sala e disse.

- Gente, não tem comida para o almoço! - Todos olharam espantados. - Acho melhor nós irmos no mercado. - Suga girava a chave do carro em seus dedos. - Podem ir, eu cuido da Jennie. - Ela se sentou ao meu lado, e Tae me pegou no colo e novamente me colocou no sofá e se retirou da sala. A carteira dele estava no braço do sofá e eu peguei a mesma e coloquei em baixo de mim, eles sairam para ir ai mercado e Jihyo me olhava com um sorriso falso. Eles sairam e fecharam a porta, Jihyo se e me pegou pelo pulso me me levantando, eu tentei me segurar no sofá mas ela era mais forte. Ela me arrastou até a piscina e pegou 2 cordas que haviam la, eu estava me debatendo para ela não me amarrar mas ela me segurou e amarrou meus pés juntos e minhas mãos também, comecei a chorar muito e não podia gritar ja que ela me impossibilitou, não sei como mas eu não conseguia dizer nada.

- Diga adeus Jennie Kim. - Ela se levantou e me empurrou com o pé, eu tentava tirar uma das minhas mãos que estavam amarradas, e consegui tirar. Ela me pegou pelos cabelos em baixo da agua e me empurrou pro meio da piscina com os pés, ela estava de 4 no chão e estava apenas rindo. Eu não tinha mais o que fazer, apenas parei de me debater, eu iria morrer e eu tinha que aceitar, as vezes meu corpo boiava e eu conseguia respirar mas ela me afundava denovo. So o que me resta era dizer um adeus em silêncio e esperar minha morte.

Jennie POV's off

Taehyung POV's

Nós estavamos chegando no meio do caminho e eu percebi que minha carteira não estava la.

- O Jin, volta la em casa, minha carteira não ta aqui não. - Bati no banco dele e ele assentiu com a cabeça. Logo Jin deu uma volta na quadra e voltou para casa, ele estacionou em frente em casa e eu desci do carro, abri a porta e Jennie e nem a Jihyo estava mais la.

- SOCORRO TAE, A JENNIE TA SE AFOGANDO! - a voz parecia ser da Jihyo, logo corri para o carro para avisar eles.

- A JENNIE... *ofegante* AFOGANDO! - Corri para dentro denovo e eles desceram do carro correndo, corri até a porta de blindex e escancarei ela, corri na piscina e pulei logo no meio, coloquei meus braços em baixo dos dela e segurei por trás, comecei a nadar para cima achando que ja não tinha mais esperanças dela sobreviver, nadei até a borda da piscina e levantei ela para o Hoseok pega-la, ele a pegou e a colocou na grama, ela estava amarrada e suas mãos tinham ficado roxas e com marcas de cordas. Hoseok tentou tirar a água do pulmão fazendo massagem cardíaca, ele fez umas 5 vezes e não dava certo. me aproximei dela e fiz respiração boca a boca e não funcionou, meus olhos enchiam de lágrimas e minhas esperanças foram embora, tentei pela última vez e ela começou a tossir e a agua do pulmão dela foi retirada aos poucos.

- Jennie fala comigo! - Seus olhos abriam lentamente e ela tossia. - Jennie! - Ela ficava muda, ela começou a chorar mas não falava nada. Ergui sua  cabeça e a abracei.

CONTINUA...


Notas Finais


Gostou? Compartilhe com os amigo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...