História The Key Against Evil - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo, The Vampire Diaries
Personagens Bella Swan, Damon Salvatore, Edward Cullen, Elena Gilbert
Tags Beward, Delena
Visualizações 347
Palavras 1.424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Ficção, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Descobrindo a rival


Fanfic / Fanfiction The Key Against Evil - Capítulo 23 - Descobrindo a rival

Bonnie estava furiosa por estar a vários dias sem saber de Damon e dos Cullen. A última visita que lhes tinha feito não saia de sua cabeça pois ainda estava surpresa de ter encontrado uma humana na casa deles que não era de socializar com ninguém. A mãe ao ver que ela não sossegava quis saber o motivo e ao escutar o nome Elena Gilbert olhou com desgosto para a filha.

-- Como pode ser tão burra? – Perguntou Abby. Elas não tinham um bom relacionamento de mãe e filha – Será que não percebeu que essa garota é a filha de John com Isobel. Aquela humana imprestável que o roubou de mim.

Bonnie sentiu-se uma idiota depois de escutar a mãe. Ela mesma tinha contado parte da história devido ao sobrenome Gilbert e não tinha ligado os pontos.

-- Você não sentiu uma energia diferente vindo dela? – Bonnie negou com a cabeça – Essa garota foi concebida quando John ainda era um deus por isso tem poderes especiais, ela é uma semideusa, logo uma imortal. Me admira você uma bruxa poderosa não ter percebido nada.

-- O que ela fazia na casa dos Cullen? – Perguntou Bonnie mais para si mas mamãe respondeu

-- Se ela for que nem a mãe deve estar querendo ficar com o que não lhe pertence. – O nome de Damon suou na mente dela. – Tome cuidado para que a história não se repita.

-- Não irei cometer o mesmo erro que a senhora. – Abby olhou-me espantada – Se ela se atravessar no meu caminho passarei por cima dela pois ninguém toca no que é meu.

Bonnie agora sabia que tinha uma potencial rival mas antes de a confrontar iria descobrir mais sobre ela. Naquele momento amaldiçoou-se por ter estragado a “amizade” que tinha com Caroline pois a loira sempre sabia de tudo e lhe seria útil.

Abby sorriu pois não seria má ideia a sua filha terminar com a filha da humana que roubou o homem que amava. Seria a vingança perfeita.

Para felicidade de Alice que não aguentava mais a curiosidade de saber o que estava a acontecer no quarto de Damon, este e Elena desceram para a sala. A baixinha olhou os dois atentamente e percebeu que algo estava fora do lugar trocando um olhar rápido com Edward que fazia uma careta.

-- Vai proteger a mente do Damon de mim para sempre Elena? - A morena olhou-o surpresa

-- Eu não estou fazendo isso. – Todos prestavam atenção – Tirei o escudo de cima dele assim que deixamos o quarto. – Explicou e viu Klaus sorrir

-- Então porque não consigo ler a mente dele? – Perguntou Edward intrigado

-- Porque o Damon não quer. – Disse Klaus – Ele quem esta a bloquear os seus poderes e não a Elena. – O moreno olhou o loiro sem entender

-- O que você está a dizer não tem sentido. Como eu faria isso? – Perguntou o moreno irritado

-- Tem certeza que não aconteceu nada estranho no seu quarto? – Perguntou Klaus e Elena corou lembrando da troca de sangue

-- Falei que ela era sua companheira Damon. – Gritou Emmett

-- Cala a boca que não aconteceu o que você está a pensar. – Emmett perdeu o sorriso

-- Continua o mesmo veado. – Zombou e antes de Damon reagir escutaram uma voz

-- Será que não posso ficar longe de você por uma semana Elena? – Todos olharam para o garoto que estava na porta da sala deles – Já arruma confusão. – Ela sorriu

-- Kai. – Chamou o nome dele e correu ao seu encontro. Os dois abraçaram-se e Damon não estava a gostar nada daquela intimidade toda, a raiva estava cada vez mais forte e alguns objetos começaram a explodir assustando todos.

-- Não olhem para mim que não fiz nada desta vez. – Disse Elena. Ela não sabia o que estava a acontecer

-- Pelo menos diretamente Lena. – Disse Kai e ela olhou-o estranho – Isso é consequência de você e o Damon fizeram mais cedo. – Ela olhou-o em choque – Vocês trocaram sangue.

-- O quê? – Perguntaram os Cullen chocados com a informação.

-- Você fez de minha irmã um lanche? – Perguntou Jer irritado

-- Calma Jer que fui eu quem ofereceu o meu sangue.

Enquanto Esme pensava que mais uma vez tinha de decorar a sua sala, Damon contou o que aconteceu no quarto dele com Elena deixando todos surpresos.

-- Quer dizer que vocês mudaram de dimensão? – Perguntou Emmett – Brutal. – Ele estava bem animado

-- Porque vocês não estão surpresos? – Perguntou Edward a Klaus e Caroline

-- Estamos neste mundo há muito tempo Edward e sabemos que os dois estão ligados. – Respondeu a loira. – Pelo menos é o que a profecia mais antiga diz

-- Estou mais confuso que o costume. Qual profecia? – Sussurrou Emmett mas todos escutaram e Kai decidiu chegar-se a frente e contar o que sabia

-- A muitos séculos atrás foi descoberta uma profecia onde era relatado que um dos Deuses do Olimpo se envolveria com uma humana e que desse relacionamento nasceria a chave contra o mal. A criança com o poder de exterminar com a maldade do mundo sobrenatural seria uma menina e o seu caminho estava ligado a um dos membros da linhagem Salvatore.

-- Damon não é o único Salvatore. – Disse Rosalie ácida – Ela pode estar ligada a Stefan.

-- Se esse fosse o caso durante a troca de sangue deles não teriam ido ter a uma outra realidade e muito menos absorvido os poderes um do outro. – Disse Klaus

-- Como assim? – Perguntou Damon

-- Também estou curioso. Ele ficara com os mesmo poderes da Lena? – Perguntou Jer

-- Não Jeremy. – Respondeu Kai – Os dois trocaram uma quantidade de sangue mínima. Os poderes que absorveram um do outro são temporários, logo desaparecem.

-- Isso quer dizer que agora tenho o poder da hipnose e controlo dos sonhos? – Perguntou Elena já que estes eram os poderes de Damon

-- Por um tempo sim. – Respondeu Car – A medida que vocês dois se aproximam e vivenciam experiências novas a ligação fica mais forte e isso é bom pois pode fazer com que Elena alcance o nível ómega dos seus poderes.

Damon e Elena estavam confusos com as revelações e olhavam-se intensamente. A morena saiu da sala pois Kai queria conversar com ela a sós e os outros pensavam no que poderia acontecer no dia seguinte na faculdade já que Forks estava cheio de seres sobrenaturais querendo matar a morena.

Elena e Kai estavam no jardim da casa dos Cullen. Ele explicava a morena que tinha vindo mais cedo para Forks porque as coisas estavam um pouco descontroladas.

-- Jamais pensamos que fossem descobrir tão rápido que estava aqui. – Dizia ele – O apartamento em que mora com Jer não é mais seguro.

-- O que faremos? – Perguntou a morena e antes do amigo responder escutaram a voz de Carlisle

- Vocês virão viver aqui connosco. – Elena e Kai olharam-no e perceberam que todos os haviam escutado

-- Quando se vive perto de vampiros se não colocar um escudo é difícil ter privacidade. – Disse Bella sorrindo

-- Esta casa é uma fortaleza para você, Elena pois minha irmã jogou um feitiço poderoso que impede os que te querem morta de entrar aqui. – Explicou Klaus

-- Freya esteve aqui? – Perguntou Kai surpreso e o loiro assentiu – Uma pena não a ter encontrado. – Lamentou

-- Aceita nossa hospitalidade Elena? – Perguntou Esme – Seu irmão não parece incomodado em vir viver aqui. – A morena olhou Jeremy que sorria de algo que Nessie lhe contava

-- Quando nos mudamos? – Perguntou com um sorriso

-- Deixe tudo comigo querida. – Disse Caroline e saiu puxando Klaus

Jeremy ao saber que dormiria no quarto ao lado de Nessie ficou bem animado para desgosto de Edward que temia que sua filha se apaixonasse por ele. Kai não ficaria com eles pois disse que estava ali de passagem mas que em breve voltaria e sugeriu que Elena e Damon dividissem o mesmo quarto para fortalecerem os laços entre eles.

Elena inicialmente não sabia o que dizer mas só de pensar em ficar longe dele algo doía que aceitou. Os dois foram para o quarto e quando ela acabou de fechar a porta e se virou para encarar Damon foi surpreendida por um beijo dele. Damon havia colado os seus lábios nos dela e iniciado um beijo calmo, pediu permissão com a língua para explorar a boca dela e foi-lhe dada prontamente. O beijo que inicialmente era calmo começou a ficar mais veloz e os dois sentiam um calor estranho passar por todos os poros do corpo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...