História The Killer. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Zayn Malik
Tags Assassino, Barbara Palvin, Zayn Malik
Exibições 7
Palavras 1.399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, oi! Como você está, uh?

Não me segurei e publiquei outro capítulo! Já que vai demorar um pouco para sair o próximo publiquei esse logo hoje.

Capítulo 3 - Just true.


Fanfic / Fanfiction The Killer. - Capítulo 3 - Just true.

A semana de aula já se passou, finalmente. Agora só faltam mais um milhão de semanas para acabar o ano. Não é como se eu não gostasse da escola, só é muito cansativo, trabalho atrás de trabalho, muitos exercícios e muita matéria para estudar. 
Como de tradição, sempre que meus pais viajam junto com o Charlie, o Harry faz uma festa aqui em casa, e é aquelas festas enormes. O grande problema é quando meus pais descobrem, dão uma bronca daquelas no Harry, como se isso fizesse ele parar. Já estava tudo planejado, ele comprou as comidas, bebidas e essas coisas de festas. Essa com certeza seria a maior festa do Hazza, só espero não ter muita confusão.

No momento, eu estava sentada no sofá vendo algo desnecessário na televisão, na verdade eu nem estava prestando atenção naquilo, meus pensamentos estavam focados na festa; eu queria meus novos amigos aqui, ou até mesmo os antigos de Bloomsbury. 
Eu consegui fazer amizades essa semana, por incrível que pareça. Lexy foi o começo de tudo, ela me apresentou tantas pessoas depois do dia que nos conhecemos, e praticamente eu gostei de todos, principalmente de Niall, Louis e Liam, eles também são amigos do Harry. Tentei me aproximar mais do Todd, porém sem sucesso. Desde o dia que ele veio fazer trabalho aqui em casa ele não para de me encarar, e isso está me incomodando um pouco. 

Já eram cinco horas da tarde, a festa começaria as seis. Resolvi tomar coragem para me levantar e ir para o chuveiro tomar um banho e me vestir. Demorei uns vinte minutos no banho e fui até o meu quarto me trocar. Estava em dúvida do que usar, ou colocar uma calça como sempre ou um vestido, optei por um vestido mas meus tênis eu não abandonei, nem meu óculos já que eu não posso deixar de usa-lo. Me vesti (1) e desci as escadas, dando de cara com o Harry.
Harry também estava arrumado, e até que estava bonito (2). Não é muito fácil ver o Hazza arrumado, ele só se arruma para ocasiões especiais, no dia a dia ele usa aquelas roupas amarrotadas e largas, típico estilo do Harry. 

— Está bonito! — Sorri indo até ele, logo o abracei. 

— Se não fosse minha irmã, já teria ficado com você. — Nós dois rimos e fizemos uma careta de nojo. 

— Vamos, me dê alguma coisa para beber. — Disse esticando a minha mão. — Não sei se eu quero tá sóbria na festa.

— Uau, a inocente vai beber! — Ele colocou uísque em um copo e me deu. 

— Cala sua boca. — Ri e tomei tudo aqui em uma golada. Eu não sou o tipo de pessoa que bebe muito, mas hoje talvez seja o dia de me libertar mais. Em todas as festas do Harry eu fico na minha mexendo no celular, mas hoje eu quero aproveitar a festa o máximo que eu posso. — Acho que ouvi a campainha. 

— Eu atendo. — Ele me olhou e foi até a porta. 
Eu coloquei mais uísque no meu copo e me apoiei na bancada da cozinha, quando olhei para trás avistei Niall, Louis, Liam e... Todd? O que ele está fazendo aqui? O sacana do Harry deve ter convidado ele só para me sacanear, Harry é realmente um estúpido! 

— Oi... — Disse olhando para eles e mudando meu olhar para o Todd. 

— Carol! — Niall veio até mim com um sorriso enorme no rosto, ele é um amor de pessoa! Me seguro para não apertar a bochecha dele. — Mas já está bebendo?

— Pois é, ela não deveria! — Liam disse em quanto ia até mim. — Mas se ficar bêbada eu estarei sóbrio. 

— Então não tem problema eu beber! — Ri baixo. 

Os meninos estavam bonitos, Todd principalmente (3), sua camisa favorecia o seu rosto e seu cabelo continuava da mesma forma, um perfeito topete. Ele em alguns minutos passava a língua entre os lábios e aqui era como um tiro de perfeição para cima de mim! Seu olhar continuava focado em mim, algumas vezes ele desviava mas a maior parte do tempo ele me olhava. 

Pass time...

A festa já estava rolando, havia chegado muita gente, muita mesmo! A minha casa estava lotada, quase não dava para andar direito. Os meninos já tinham sumido dentro da casa, provavelmente estavam bebendo ou ficando com alguma garota. Eu estava ao lado da Lexy e Katherine (uma amiga que fiz em Oxford), as duas praticamente estavam tomando conta de mim já que a bebida havia feito a minha cabeça, eu não estava mais sóbria. 
Por algum motivo resolvi ir atrás de um garoto, eu não sei oque deu em mim mas eu só queria ter os lábios de alguém junto ao meu. A minha vista já estava meio embaçada e eu cambaleava a todo segundo então eu poderia ficar com o garoto mais feio da festa, sem nem ao menos perceber. Dançava ao som alto da festa a procura de alguém, até que esbarrei no sofá e caí no chão, rapidamente alguém me levantou me olhando, porém a minha vista embaçada impediu que eu descobrisse quem era. 

— Deveria ter mais cuidado. — Era uma voz masculina, e uma bela voz. — Vou te levar até o seu quarto. — Antes de conseguir dizer algo, a minha visão ficou escura, eu desmaiei nos braços daquele garoto.

Z A Y N  M A L I K. 

Carolina desmaiou em meus braços, eu poderia dizer que era uma visão bela se ela estivesse dormindo. Aquela poderia ser a oportunidade perfeita de mata-la, porém eu já desisti desse plano. A semana toda me peguei fitando ela com meus olhos, não é como se eu estivesse apaixonado por ela, era uma atração carnal. Seu corpo poderia até não ter muitas curvas mas era perfeito, porém nada me impedia de ter uma grande atração por esse corpo. 

Eu a levei até o quarto e coloquei-a na cama, onde durante um tempo fiquei observando em quanto estava desmaiada, não durou muito tempo já que ela acordou rapidamente. Posso dizer que não foi algo que me agradou, a visão que eu estava tendo dela era maravilhosa, talvez agora que ela esteja acordada mais ainda. 

— Todd? — Ela coçou o olho tentando me enxergar melhor. 

— Zayn. — Falar o meu nome poderia ser meu maior arrependimento, mas como ela estava bêbada nem me importei, no dia seguinte ela iria esquecer tudo. 

— Zayn Malik... — Me olhou com um sorriso de canto. — Finalmente sei quem é você... — Antes mesmo de eu falar algo ela apagou novamente. 
A frase que ela ditou me questionou, como assim? Ela deveria querer descobrir quem eu sou como muitas outras pessoas, o meu maior medo agora é que ela saiba quem eu sou realmente quando estiver sóbria. Nunca mais poderei chegar perto dela, ou algo assim. Ela não pode descobrir, não mesmo. 

Passei algumas horas pensando em que fazer se a Carolina descobrisse quem eu sou, provavelmente teria que mata-la mas não é oque eu planejo fazer. O sono chegava e eu não me contive ao não ser me deitar junto de Carolina e dormir ali mesmo, penso oque ela irá fazer quando me acordar. Me expulsar. Sem nem ao menos pensar eu me deitei ali junto a ela e dormir. 

C A R O L I N A  S T Y L E S. 

Já fazia alguns minutos que eu acordei e me lembro de algumas coisas de ontem, dentre elas me lembro das palavras de Todd ou melhor, Zayn. Todd é Zayn Malik o assassino que foi solto. Como eu não percebi antes? O seu olhar penetrando olhando para mim e o seu jeito sombrio, eu fui mesmo uma idiota. O mais difícil de imaginar é que acordei ao lado dele, eu não quero imaginar no que aconteceu. 
Desci correndo até a cozinha e peguei uma faca e o meu celular que também estava na cozinha, se Zayn fizesse algo eu poderia me defender com a faca e depois ligar para a polícia. Parando para pensar não iria adiantar nada já que ele estava solto. Fui até o quarto novamente e vi que ele já estava acordado.

— Zayn Malik. — Olhei para ele e engoli seco.

— Carolina, abaixa essa faca. — Sua voz estava calma e seu olhar bajulador para cima de mim. Ele ficou me encarando durante um tempo até deixei a faca no criado mudo, mas o celular eu não larguei. — Muito bem... Agora podemos conversar. 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...