História The Killer » Kim Taehyung - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga, V
Visualizações 374
Palavras 859
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como muitas de vcs pediram eu fiz um esforço pra conseguir postar a fic aqui tbm mas lembrando que diferente de Psycho, essa obra não está finalizada ainda, ou seja, eu posso acabar demorando um pouco pra att mas não desistam Jimin ❤

Espero que gostem da obra e dêem amor a ela ^^

Capítulo 1 - Prólogo


A ala 12 estava escura e silenciosa, já passavam das duas da manhã então todos estavam dormindo incluindo Min JiYeon porém um toque leve e carinhoso em sua bochecha acabou por despertar a jovem.

Ao abrir os olhos a mesma se deparou com um belo par de olhos castanhos escuros a observando bem de perto.

Ela poderia ter se assustado, gritado ou até mesmo desmaiado como na primeira vez em que ele fez isso mas não, apenas um sorriso se formou em seus lábios e algumas lágrimas de felicidade surgiram no cantinho dos seus olhos pois Min Yoongi estava ali, ele havia voltado por ela, estava ali pra salvá-la dali.

— Yoongi veio pela Yeon. – ele disse baixinho.

— Eu sabia que viria.

Ele selou os lábios da mais nova brevemente fazendo o coração de ambos aquecerem.

— Vem, Yoongi vai tirar Yeon daqui.

A Min assentiu e saiu debaixo do cobertor quentinho revelando sua barriga avantajada de nove meses, Yoongi franziu o cenho ao ver mas não teve tempo de questionar pois o alarme soou por todo o hospital psiquiátrico. Ele segurou a mão de JiYeon e os dois saíram apressados pela ala 12 mas foram barrados por três seguranças.

Yoongi rapidamente pôs sua prima atrás de si e encarou os três homens que pareciam ter o dobro do seu tamanho, ele precisava pensar em uma forma de matá-los.

— Solte a paciente. – um deles disse se aproximando com cautela.

O Min olhou para a arma de choque que havia na mão do mesmo, ele levantou as mãos em sinal de rendição o que deixou JiYeon confusa mas assim que o homem se aproximou o suficiente, Yoongi segurou seu pulso e o levou até o pescoço do mesmo fazendo o segurança desmaiar em seguida por conta da forte carga elétrica que a arma possuía.

Os outros dois atacaram Yoongi mas Yeon ficou a sua frente.

Ela sabia que eles não teriam coragem de atacá-la por a mesma está grávida aproveitando a situação, o Min usou a mais nova como como refém para sair dali.

Ao conseguirem sair do manicômio, Yoongi guiou a mais nova até um carro estacionado atrás do mesmo mas no meio do caminho a Min sentiu um líquido escorrer pelas suas pernas e fortes contrações.

O bebê iria nascer.

Os seguranças haviam chamado reforços e estavam se aproximando deles novamente, Yoongi puxou JiYeon pela mão pra que eles continuassem e a mesma  se esforçou para continuar em meio as dores.

Ao chegarem no carro a Min viu uma garota e franziu o cenho.

— Ela ajuda Yoongi. – o mais velho disse.

JiYeon apenas assentiu brevemente e começou a soltar gemidos de do chamando a atenção de Ga-Yoon, a mesma olhou pra trás e abriu a boca em surpresa, ela não esperava que a Min estivesse grávida.

O som de uma sirene chamou a atenção dos três, era polícia e ela estava perto.

Ga-Yoon ligou o carro e pisou fundo no acelerador, a última coisa que a Jung queria era ser presa novamente no hospital psiquiátrico ainda mais por causa de Min JiYeon.

— Yoongi... O nosso...– Yeon disse com dificuldade e logo foi interrompida por um gritinho de dor.

— Yeon vai ficar bem, Yoongi tá aqui. – ele tentou tranquilizá-la.

— A polícia... está nos alcançando, e-eu não quero que tirem... O meu bebê de mim.

— Não vão.

— Promete?

Ele assentiu e em seguida olhou para trás vendo a polícia quase os alcançando. Ga-Yoon ao olhar pelo retrovisor do carro viu algo que nunca tinha visto nos olhos do mais velho.

Desespero.

Ele estava de fato desesperado por não poder fazer nada naquele momento, e ao perceber isso a Jung teve uma ideia. A mesma abriu o porta luvas do carro e tirou de lá uma arma que ela havia roubado antes deles irem até o manicômio.

Ela entrou em uma rua esquisita e  parou o carro, Yoongi a olhou confuso mas ela apenas sorriu.

— Salve o seu filho. – ela disse entregando a arma a ele e destravando o carro em seguida. — Eu irei despistá-los.

Yoongi assentiu e pegou a arma pondo atrás de si e logo desceu do carro pegando JiYeon com dificuldade em seu colo, após se curvar brevemente ele a viu partir.

As viaturas da polícia seguiram o carro onde a Jung estava.

Yoongi ficou olhando o mesmo se afastar e desejando que Ga-Yoon ficasse bem, mas foi tirado dos seus pensamentos com mais um gritinho de dor da garota em seus braços. Ele não sabia o que fazer, o Min não tinha ideia de como ajudar a mais nova então quando o seu olhar caiu na primeira casa da rua ele seguiu até ela.

O Min bateu desesperadamente na porta até um homem abrir a mesma.

— Ajuda!

— E-entrem! – o homem disse  dando espaço pra que eles entrassem ao percebe o estado de JiYeon.

O Min entrou com a mais nova nos braços e a deitou no sofá.

O homem chamou a esposa que por sorte era enfermeira e acabou ajudando a fazer o parto da Min.

JiYeon gritava pondo força para o seu filho vir ao mundo e quando um som de um choro de bebê se fez presente na casa, todos olharam maravilhados para o menino cujo será o foco principal desta história



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...