História The killer of my life - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Avril Lavigne, One Direction, Zayn Malik
Personagens Avril Lavigne, Personagens Originais, Zayn Malik
Exibições 8
Palavras 1.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tradução do capítulo "A noite é uma criança"
Espero que gostem, se tiver erros perdoe-me corrigirei quando tiver tempo sobrando e BOOA LEEITTTURRAA

Capítulo 4 - The night is young


P.O.V Morgana

    Sinto uma mão fazendo um leve carinho em meu cabelo e sorrio de leve sentindo seu aroma inconfundível. Suas mãos macias faziam um leve carinho no meu coro cabeludo, acho que vou ficar mal acostumada. Me remexo em cima de seu peito e sóentão ele percebe que estou acordada.

- Desculpa, eu não queria te acordar.

- Fica tranquilo. Acho melhor vestirmos uma roupa ,já já a doida da minha amiga - Sou interrompida com ela gritando por mim-

- MORGANA KUMMER LAVIGNE, VOCÊ NÃO SABE QUEM ME... - Ela para de falar olhando para nós- PORRA LAVIGNE NO MEU CARPETE? VAI TOMA NO CÚ

- Não seja mal educada florzinha, e dá um oizinho para o meu convidado - Reviro os olhos ouvido Zayn rir fracamente-

- Affs - Ela olha ele- Puta que pariu em? escolheu bem o alvo - Dou uma olhada mortal para ela-

- Alvo? - Ele pergunta totalmente confuso-

- Esquece ela é louca. Ashley vaza daqui

- Sim senhora - Ela rir saindo em seguida-

    Reviro os olhos para ela saindo, me lembrem de dá um tiro no meio da testa daquela garota. Começo a me vestir, prendo meu cabelo em um coque frouxo e o olho, sua expressão era confusa, rio com a situação e me sento no seu colo

- Me explica essa história direito - Ele não é de esquecer as coisas-

- Malik, minha amiga é doida não sabe o que fala.

- Quero te pedir uma coisa - Ele me encara sério-

- Pois peça

- Não saia de casa á noite e muito menos sozinha - Rio alto achando que era alguma palhaçada, mas sua expressão era séria-

- E por qual motivo eu não sairia?

- Porque eu não posso perder você também - Como assim? O que ele queria dizer com isso-

- Você não vai. Mas me explica essa história direito não estou entendendo porra nenhuma

- Eu trabalho para o FBI, sou um agente contratado para prender uma pessoa que anda botando o terror pelo mundo a fora, e no momento ela está aqui, em Londres, ela matou a única pessoa que eu amava, minha irmã, que também foi sua única vítima mulher. - Não conseguia pensar em mais nada, puta que pariu, o homem que por um motivo desconhecido por mim não consigo matar, é alguém que sem pensar duas vezes me mataria. Mas uma coisa me chamou atenção, em tudo que ele disse. Ela.-

- Ela? Então é uma mulher?

- Tudo indica que sim.

- M-mas, meu Deus isso é terrível. Não consigo acreditar logo Londres - Então é isso?, eu me envolvi com alguém que quer me matar?-

- Por isso, me prometa que não sairá sozinha?

- S-sim, eu prometo

- Gosto muito de você e perder você seria muito doloroso

- Relaxa gato - O selo e saio do seu colo em seguida- vamos comer?

- Claro - Ele se veste e pega em minha mão, olho Ashley que me olha com uma cara nada boa, e eu sei que a vadia ouviu toda a conversa-

    Tomamos nosso café e logo ele alega que tem que ir embora, assinto e o puxo para um beijo quente que é interrompido pela vadia da Ashley.

- Casal, por favor não quero presenciar a cena de vocês dois se comendo - Rio baixinho com seu comentário e o selo mais uma vez-

- Até mais tarde baby - Ele diz sorrindo- se quiser chamar a doida da sua amiga também

- Eu ouvir em - Ela resmunga-

- Cala a porra da boca Benson, e eu a chamarei sim - Sorrio e mais uma vez nus beijamos- Até - Ele faz bico e eu quase que não o deixo ir embora, que filho da puta-

- Apaixonada por um policial? Acho que tem alguém que não vai gostar de saber disso - Eu a encaro-

- Você é uma vadia Ash, eu não estou apaixonada por ninguém  e você também não vai contar nada a ninguém.

- 600 dólares pelo meu silêncio - Reviro os olhos irritada -

- Você é uma vadia muito cara sabia?

- Sabia. Agora passa a grana - Ela estende a mão e eu a entrego-

- Okay sua puta traidora - Faço drama a entregando o dinheiro-

 - Ui te amo vadia

- Vamos ao shopping, precisamos de roupas para hoje a noite

- Onde vamos - Pergunta ela com um sorriso malicioso no rosto-

- Encontrar os amigos dele em um bar

- Daqui a pouco ele vai apresentar para a família

- Não, eu matei o único membro da família dele - Dou de ombros indiferente- Lembra da menina que matamos por saber demais?

- É a irmã dele. - Ela afirma-

- Isso ai. - Sorrio e pego minha bolsa saindo de casa acompanhada por ela-

    Andamos até minha Ferrari e adentramos a mesma, sai cantando pneu dali e em menos de 15 minutos chegamos no shopping, olhei Ashley que digitava algo em seu celular, sorrio já sabendo o que ela estava fazendo. Tirando meu rastro dos radares de Londres.

    Cinco horas exata no shopping, arrumamos o cabelo, as unhas e principalmente nossas roupas eram incríveis, confesso que se eu fosse homem me pegaria. Chegamos em casa exausta, a noite já havia caído e daqui algumas horas meu amorzinho chegaria.

[...]

  Já estava pronta com meu vestido preto que ia até a metade das coxas, ele era perfeitamente colado, destacando minhas curvas, o decote que tinha o formato de um V. Meu cabelo estava jogado de lado com as pontas cacheadas com uma maquiagem que realçava meu olhar e um batom vermelho sangue e usava um salto scarpin preto, me deixava lindamente sexy

    Ashley usava um vestido aberto nas costas, muito pouco decotado e que ia um pouco abaixo de sua bunda seu salto alto preto, seu cabelo totalmente cacheado jogado de lado, sua maquiagem a deixava muito sexy, seu batom preto dava um ar de puta cara. E acredite isso para ela era um elogio.

 - Tá gostosa Srta. Lavigne - Sorrio maliciosa-

- Faço da suas palavras a minha Ash delícia. - Lasco um tapa na sua bunda- gostosa

    Gargalhamos e ouvimos a campainha ser tocada, arrumo meu cabelo e vou atender, mordo meus lábios ao ver MEU homem, todo sexy na minha frente.

- Você está muito gata Morgana - O puxo para o beijo-

- Você também Zayn, está um puto de um gostoso - Falo entre o beijo, suas mãos escorregam para minha bunda a apertando em seguida-

- Quando terminarmos no bar, vou te levar para minha casa e te foder até você perder os sentidos Lavigne - Me excito com suas palavras, porra já estava molhada-

- Estou ansiosa  Malik - Aperto seu pau o fazendo gemer baixinho, mas antes que ele pudesse dizer algo somos interrompidos por uma gritaria-

- QUE PORRA CASAL DEIXEM PRA FODER MAIS TARDE - Essa não era a voz da minha amiga e sim de vários homens-

- Atrapalhou meu momento. Esses são meus amigos Harry, Louis, Liam e Niall - De acordo com os nomes falados ele apontava para cada um, comprimento a todos com um beijinho no rosto e observo Ash se jogando para cima do tal de Niall, rio por dentro e sinto Zayn apertar minha bunda- Mais tarde continuamos - Ele sussurra no meu ouvido me fazendo arrepiar inteira.

A noite só está começando.


Notas Finais


Espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...