História The Killing Joke - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida, Gotham
Personagens Barbara Gordon, Bruce Wayne (Batman), Comissário James "Jim" Gordon, Coringa (Jack Napier), Dr. Jonathan Crane (Espantalho), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Oswald Chesterfield Cobblepot (Pinguim), Pamela Lillian Isley / Poison Ivy (Hera Venenosa)
Tags Arlequina, Batman, Coringa, Esquadrão Suicida, Gotham, Harley Quinn, Jared Leto, Margot Robbie
Visualizações 191
Palavras 1.124
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Infelizmente chegamos ao nosso ultimo capitulo. Eu amei demais escrever essa historia. Agradeço de coração todos aqueles que leram e favoritaram, voces são incriveis. Nesse capitulo tem uma surprise, como a maioria tinha dito que o coringa é o personagem preferido, resolvi fazer um pensamento on dele. Espero que gostem. Como voces podem perceber eu nao coloquei que a historia esta acabada, pois como falei eu vou fazer uma segunda temporada, então vou vir avisa-los quando postarei a próxima temporada. :)
Boa leitura

Capítulo 35 - Every King Needs A Queen


Fanfic / Fanfiction The Killing Joke - Capítulo 35 - Every King Needs A Queen

Sobre tudo que conheço na Harley, tenho apenas uma dúvida. Como é que ela se encaixou em meus planos de uma forma tão imprevisível e rápida assim?

Eu não consegui me livrar dela, assim que sai do Arkham. Na primeira vez eu tentei ignorar sua existência, mas nós encontramos, e de novo e de novo e de novo. Talvez uma parte de mim a quisesse vê-la, uma pequena parte. Eu tive tantas chances para mata-la, imaginei as mais deliciosas possíveis, eu iria a adorar acabar com ela, me sujar com seu sangue, fazer ela sofrer em minhas mãos. Eu não consegui, podem chamar isso de paixão, mas eu chamo de fraqueza. Eu tinha motivos para não a matar até certo ponto, foi difícil a manipular, mas foi mais difícil ainda colocar medo.

Harley, é diferente de todas, ela nunca desistia, ela insistia em me conhecer e entender apenas o meu lado. Eu a estraguei completamente e não me sinto nem um pouco incomodado. Eu fiz dela uma pessoa pior. Ela fez tudo por mim. Deu tudo de si. Ela acreditou e alimentou esperanças de um amor inexistente, ela é incrível. Porém tão iludida. Ela me provou inúmeras coisas. Mesmo desacreditado em tudo, eu sabia que podia confiar nela, ela foi feita para mim.

Ela tem tudo para ser uma cópia feminina perfeita de mim. Até que enfim o destino acertou alguma coisa. Mas eu não queria ela. Não quero ter alguém que pode atrapalhar meu planos, não quero ter alguém para me preocupar. Eu tive que colocar minha vingança em prática contra ela, pensei que poderia a matar com os choques elétricos, bem. Poderia. Eu poderia continuar, mas não quis. Aquilo foi o suficiente pra saber que ela me deixaria em paz, então hoje ela me deu mais uma prova, nada do que eu fizesse a mudaria. Ela é realmente muito chata. Insistente.

Eu não podia matar a única pessoa capaz de me amar, capaz de dar sua vida por mim. Isso é inacreditável, as pessoas são tão tolas por se preocuparem com as outras, acham que elas recebem algo em troca. No mundo em que vivemos, nada é de graça.

Eu tinha que saber mais sobre ela, entrar no seu quarto e roubar alguns formulários escondidos na sua sala não foi uma boa ideia. Eu tinha dado esperança a ela. Tão inocente quanto uma criança chorona. Foi comovente a observar, como é que um demônio olha para um anjo sem acabar fazendo nada de mal? Ah, isso está me dando nojo.

Eu não acreditei quando ela se jogou daqui de cima para borbulhantes ácidos lá em baixo. Eu falo, e ela vai e faz muito melhor do que o esperado. Ela me surpreende a cada dia que passa, por que não existe pessoas complexas como nos? Seria um mundo muito melhor. Eu admiro o que ela faz por mim, mas é apenas isso, ela será útil com todas suas habilidades e inteligência. O que? Eu posso estar apaixonado por ela? Hahaha. Isso é que faz o mundo ser tão engraçado. O amor pode existir, para poucos. Harley é um desses poucos, eu não. É claro que ela não seria tão perfeita assim acreditando nessa de "Amor", mas vai me servir.

Ah, droga. Eu acabei de confirmar que essa merda existe. Esse assunto me cansa, mas ela não. Ambos conseguimos o que queríamos, ela provou seu amor por mim e eu consegui acabar com ela com facilidade.

Era isso que eu queria? Me questionei. Eu já havia dado as costas, ignorado o seu fim, ela iria morrer em paz.

Mas as minhas pernas travaram. O que Diabos eu estava pensando em fazer. Eu só posso estar drogado. Fechei meus olhos pensando bem no que eu faria, procurei relaxar por um instante e mexi minha cabeça afastando qualquer coisa positiva em relação a ela. Ah, cupcake. Eu queria tanto que você evaporasse da minha vida, mas não precisa ser necessariamente hoje.

Hoje eu tinha vontade de salvar uma pessoa, eu também poderia ser a sua salvação. Para tudo há uma primeira vez, huh? Vamos lá, Jack... Jack... Joker. Eu posso me divertir um pouco com ela até eu me cansar.

Tirei meu blazer, jogando ele brutalmente para qualquer canto. Dei passos rápidos ate a sua direção. Eu estava decidido em te-la comigo até que a morte nos separe. Saltei por espontânea vontade, para o tonel em que ela estava afogada. Senti os ácidos batendo contra a minha vontade, e senti um déjà vu.

Os grandes traíras estavam fugindo, porra! Eles vão mesmo me deixar aqui? Olhei ao redor, eu estava sem nenhuma saída, olhei para baixo vendo aqueles químicos.

- Não pense em fazer isso. - Uma voz grossa surgiu atrás de mim e eu olhei. Ah, merda! Batman me encontrou, olha só.

- O que? Acha mesmo que vou me suicidar? - Eu ri. Tirei uma arma da minha calça, e vi Batman avançar para cima de mim. Ah, não, não pense que irá me pegar Morcego idiota. Com o susto eu cai lá em baixo, não tendo tempo para atirar no mascarado em preto. Ele estava assistindo a minha morte? Ele é um super-heroi, não quer a morte, quer a justiça. Meu corpo caiu nos ácidos, me queimando por completo, era uma tremenda sorte estar com um capacete vermelho. Eu tinha minha chance de sobrevivência.

Procurei ela em meio todo aquele verde, estiquei minhas mãos e a puxei. Não é hoje que você teria uma dia ruim, princesinha. Papai está aqui. Juntei seu corpo junto com o meu e encontrei rapidamente a superfície, trouxe ela junto comigo em meus braços. Ela estava desacordada, olhei para ela, e vi os químicos escorrendo pelo seu rosto, eles estavam acabando com nossas roupas. Avancei para seus lábios fazendo uma rápida respiração boca a boca, mas pensei na possibilidade de transformar num belo beijo entre nós dois. Segurei sua cabeça com uma das mãos e suas costas com a outra. Desfrutei de seu sabor maravilhoso. E então encerrei aquilo.

Ela retomou o oxigênio que precisava e abriu os olhos no mesmo momento olhando para mim. Surpresa.

Ela sorriu e colocou as mãos no meu rosto puxando para um verdadeiro beijo quente entre nós dois. Eu cedi ao que ela quis, eu também precisava disso, ela é uma mulher completa que pertence a mim. Eu vou apresentar ela ao mundo, e vou apresentar o mundo a ela. Todos saberão quem é Harley Quinn como sabem quem é The Joker. Espero que Batsy esteja bem preparado, meu império agora tem uma imperatriz.

Encerrei nosso beijo com uma risada fatal. Isso era tão engraçado, minha dama me acompanhou me envolvendo com sua loucura também.

Todo Rei precisa de uma Rainha.


Notas Finais


Foi um little capitulo, pois eu havia separado o capitulo anterior e esse em duas partes.
Espero que voces leiam a segunda temporada, acho que voces vão gostar, eu prometo que terá a primeira vez de joker e harley como alguns me pediram. Eu estava pensando em fazer três etapas.
Etapa Harleen Quinzel - 1 temporada
Etapa Harley Quinn - 2 temporada
Etapa Arlequina - 3 temporada.
Acho que vão gostar. Então, até a proxima meu amores, não é um adeus.
Amo voces. All love.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...