História Dentro do espelho - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizades, Aventura, Drama
Exibições 11
Palavras 875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Depois de ler esse capítulo, me diga quem leu minha dica nas estrelinhas.

Capítulo 8 - Reflexo sombrio


Fanfic / Fanfiction Dentro do espelho - Capítulo 8 - Reflexo sombrio

‘’ Há muitos anos quando todos os reinos ainda estavam unidos, existiu o mais poderoso feiticeiro que já existiu. O influente Grande Feiticeiro que a maioria sequer sabia o nome verdadeiro. ’’

Livro de história

Amy tinha péssimo pressentimento sobre Alexei e ninguém fazia o mínimo esforço para provar que seus instintos estavam errados. É Dmitri ansioso pro um lado, Axel temeroso do outro e ela ouve murmúrios na cozinha.

Cerca de quarenta minutos depois do comunicado chega o rei, provavelmente usando alguma mágica. Magia pode tornar as coisas tão fáceis.

Alexei é lindo, uma beleza de tirar o fôlego, embora Amy não possa ver todos os detalhes, pois Axel está na sua frente. Sendo uma espécie de escudo, como se sua presença fosse impedir de algo acontecer.

― Olá irmãozinho, há quanto tempo. ―Essa é a primeira frase que o rei diz e a garota logo pode entender o medo. Só a voz já lhe provoca arrepios.

―Realmente, fazes algum tempo que nos vemos. ―Fala Axel com a voz entrecortada. Era estranho para ruiva ver um homem como esse aparentar ter tanto medo assim. Dmitri não era surpreendente, ele parecia covarde.

― Parece que tens visitante. ― Olhos estreitados e cenho franzido. ―Quem é?

― Alexei, essa é Lady Amy.

 Axel saiu da frente de Amy e a apresentou ao governante que a olhou intensamente. ‘’Será que quer me fuzilar?’’

― Onde arranjaras essa moça? ― Havia um brilho odioso nos olhos de Alexei

― Uma órfã que me ajudou em minha missão. ― Seu protetor estava tão tenso. ― Não implique com ela, meu irmão.

Em questão de segundos, Amy sentiu unhas cavando em seu queixo e se viu obrigada a encarar o rei. Estava tão perto que ela podia sentir a respiração dele.

―Linda! ― Disse ele antes de levar a boca a orelha de Amy e sussurrar. ― Tome muito cuidado... Eu não confio em você!

Depois a soltou brusco e virou-se para Axel sorrindo ferozmente.

―Não vou ganhar nem um abraço?

 

O ar em torno da mesa estava tenso, embora Alexei parecesse nem notar. Um óbvio fingimento.

Lá estava Amy bebendo um pouco de vinho quando de repente o soberano falou.

―Diz a verdade Axel, quem é ela? E não me venha com ‘’ajudou em minha missão’’, vários te ajudaram e você nunca os trouxe a sua casa.

Axel endureceu e franziu a testa. A garota até podia ver a sua cabeça girando, tentando encontrar uma saída.

―Ela não é daqui. ― Admitiu por fim.

Cadeira no chão, olhos inundados pela fúria e o ar gelado.

― VOCÊ TROUXE UMA INIMIGA? ― Gritou enlouquecido. ― O que você está pensando Axel?

Axel se levantou rapidamente e foi conter o irmão.

― Não é assim, Alex. Ela não é desse mundo. ― Isso acalmou o rei que substitui o a ira por uma expressão confusa.

―Como?

O príncipe explicou para o mais velho toda a situação. Do lado, Amy se sentia deslocada e insegura, ela olha para Dmitri e ver que ele está incrédulo. O servo tinha ficado tão quieto que ela havia se esquecido dele.

― Porque não me contaram antes? Impediria suposições erradas de minha parte.

―Pensávamos que não acreditaria. ― Respondeu a única mulher (garota) da sala. Ela estava cansada de parecer uma boneca, apenas de enfeite e sem nada a opinar.

―Eu nunca duvidaria de algo dito pelo meu irmão. O conheço tão bem que sei quando mente ou fala a verdade. ― ‘’E eu achando que minha irmã era grudenta’’ Pensa Amy enquanto comemora a sorte de não ter tido um Alexei na vida.

―Ela veio do mundo real. ― Diz Alexei parecendo admirado.

 ―Mundo real? ― Pergunta Axel.

― Sim. Há anos atrás tudo que conhecemos foi enfeitiçado e obrigado a residir em uma dimensão extra.

―Uou! Isso está começando a ficar cada vez mais doido. ― Comenta Amy incapaz de se controlar.

― Fique quieta e deixe os adultos conversar. ―Ordenou o rei.

― Eu não sou uma criança! ― Diz a garota indignada.

―Axel, se ela falar mais alguma coisa eu vou embora e não explico.

Seu amigo a puxa para o lado e sussurra ― Fique calada.

― Pois bem como dizia, estamos presos em outra dimensão e espelhos são um portal para cá. Outras pessoas já atravessaram, mas não tenho conhecimento de que conseguiram retornar.

―Como você sabe de tudo isso, irmão?

―Eu sou o rei, tenho que saber. ― Alexei ri. ― Esse segredo é contado em famílias de tradições antiga e minha mãe também veio do mundo real.

― A falecida rainha Julie é que nem a Amy? ―Indaga Axel surpreso.

― Uhum! Como disse não sei de ninguém que tenha saído.

Isso era triste! Amy ia ter que ficar aqui o resto de sua vida. A adolescente está desesperada e só segura as lágrimas porque não quer dá prazer a Dmitri e Alexei em vê-la humilhada.

― Nem uma pessoa?

― Nem uma. Porém, vocês podem tentar com algum feiticeiro principal, eles tem os mais diversos conhecimentos.

― Estás certo, irmão.

Depois dessa conversa Alexei deu adeus e saiu em um passe de mágica pelo ar. No lugar em que estava ficou apenas uma crosta de gelo.

Continua...


Notas Finais


Eu admito amar Alexei, embora ele tenha feito e vai fazer umas coisas bem erradas. No futuro vocês irão entender e simpatizar com o medo de Axel.
Seu irmão não é confiável!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...