História The Last - SasuSaku - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, Tsunade Senju
Tags The Last - Sasusaku
Visualizações 534
Palavras 1.877
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu estava há procura de uma história assim pra ler, e como não achei, resolvi escrever '-'

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction The Last - SasuSaku - Capítulo 1 - Prólogo

A vila estava mudada, e pra melhor. Kakashi como o atual Hokage havia feito um ótimo trabalho, não só na estrutura e prédios, como na segurança da vila. O que me faz pensar no porquê a minha viagem teve que acabar antes do tempo. Acabei de chegar na Vila, e como me pediram, segui direto para o prédio do Hokage, onde o mesmo já estava a minha espera. Dou duas leves batidas na porta e logo escuto um “entre”, e assim eu fiz. 

- Que bom que atendeu o meu pedido, Sasuke.

- Se for para o bem da vila, eu enfrento qualquer coisa – falei seguro de mim, afinal, eu só estava lá para proteger a vila.

- Entendo – seus cotovelos estavam apoiados a mesa e suas mãos cobriam metade de sua máscara – Há um mês algo muito estranho vem acontecendo, ninjas médicos estão perdendo com frequência seus chakras, ainda não consegui achar uma solução para isso.

- Perdendo chakra á toa? – achei isso tudo muito estranho, isso de cara percebe.

- Sim. Mas, com exceção de uma ninja médica que ainda não perdeu seu chakra – eu já até imaginava á quem ele se referia – Haruno Sakura ainda tem o total controle do seu chakra, acredito eu que seja pelo Byakugou, e ela sempre foi a melhor no quesito; controle de chakra.

- Hum – escutava com atenção cada palavra dita, pensava apenas em alguma solução.

- Mas não para por aí. Alguns moradores relataram terem visto alguns homens encapuzados aos arredores da vila, eu aumentei a segurança da vila e principalmente do Hospital que é onde se encontra a maioria dos ninjas médicos – fez uma pausa e respirou fundo – Acredito que a vila esteja mais segura com você por perto, Sasuke.

- Se for para o bem da vila... Eu ficarei.

Apesar da máscara em seu rosto, tive a impressão mínima de ver um sorriso brotar no rosto de Kakashi.

- A prótese artificial do seu braço está pronta, estão esperando você no Hospital, aproveite para fazer a segurança do local.

- Entendido!

Saí da sala do Hokage e passei a caminhar até o Hospital que não era tão longe. Olhares em cima de mim era inevitável, apesar disso, não sorri e nem cumprimentei ninguém.

Passei pela recepção do Hospital e pelo visto todos já aguardavam a minha presença ali. Reconheci a quinta Hokage vindo em minha direção, e apesar dos anos passados, ela continuava a mesma.

- Por aqui, Sasuke...

Ela me indicou o lugar e eu apenas a segui. Sentei em uma cama, logo vi outra mulher aparecer.

- Essa é Shizune, e ela vai me ajudar a pôr o seu braço – a loira falou mais uma vez e eu assenti.

Estava sendo um pouco dolorido aquele processo de pôr o braço artificial, devo está fazendo careta com a dor. Tsunade finalizou o selamento do braço com chakra.

- Veja se consegue mexer o braço.

Um pouco receoso, mexi os dedos artificiais, não demorou muito para eu levantar o braço, já sentia o meu chakra circular normalmente por aquela área. A tal Shizune pôs ataduras em todo o braço artificial. Fechei o punho e sabia que facilmente poderia acertar um soco com aquele novo braço. Já estava a ponto de botar minha camisa quando sou surpreendido pela porta ser aberta bruscamente.

Pela porta se passou Naruto e Sakura que pararam de correr assim que me viram. Naruto parecia continuar o mesmo idiota de sempre, com exceção de seu cabelo que estava mais curto e a bandana que agora parecia um elástico em sua testa. Já a Sakura, ela sim tinha mudado, aderiu um corpo mais sensual e com curvas, apesar de seu cabelo está no mesmo comprimento, acima do ombro, ele parecia está mais sedoso, a bandana continuava do jeito que eu me lembrava, ao topo de sua cabeça, e pelo visto ela ainda abusa das roupas vermelhas.

- Sasuke!

Parei meus pensamentos com Naruto que pulou em cima de mim e me abraçou contra a minha vontade, usei meu novo braço para o afastar.

- Você continua o mesmo – falei para ele que soltou uma gargalhada.

- Seu braço é igual o meu – ele subiu a manga de sua blusa e me mostrou o seu braço artificial coberto de ataduras assim como o meu – No começo incomoda um pouco, mas logo você se acostuma.

Concordei.

Peguei minha blusa que estava ao lado, e quando eu ia vestir notei os olhares da Sakura sobre mim, ela ainda não tinha se aproximado e nem dito nada. Se fosse no tempo que éramos crianças ela já teria se jogado em meus braços, ela havia amadurecido. Terminei e vestir a blusa e a encarei.

- Sakura – falei, e vi seu rosto mudar de cor – Você... Foi a única dos ninjas médicos que não perdeu seu chakra?

- Sim, Sasuke-kun – sua voz saía trêmula, e eu não sabia o porquê – Acredito que tenha sido sorte.

- Não seja tão modesta, Sakura-chan – Naruto caminhou até ela é deu um leve tapinha em suas costas, vi o rosto dela mudar para furiosa – Todos sabem que você é a melhor ninja médica e, é por isso que não foi afetada.

- Não fale isso, Naruto! Existe muitos ninjas médicos bons na Vila – o olhar que ela lançou ao Naruto me assustou.

- Não tão bons quanto você – coçou a nuca e lançou aquele sorriso que ele dava quando criança, mas logo foi parado pelo soco potente que a Sakura deu em seu estômago.

- Não menospreze o trabalho dos outros!

Sobre dizer que a Sakura tinha amadurecido, eu retiro.

Devo admitir que foi muito nostálgico essa cena que presenciei, depois de tanto tempo, eu finalmente me senti em casa, com a minha família, com o time sete, com o Naruto e a Sakura...

[...]

Logo quando fiquei sabendo que o Sasuke-kun voltaria para a vila, devo admitir que não acreditei. Jurei pra mim mesmo que só iria acreditar quando o visse em minha frente. Por isso quando Naruto chegou correndo em minha casa dizendo que o Sasuke-kun estava de volta, não pensei duas vezes em correr até onde ele estava. E foi uma surpresa enorme o ver sentado ali em minha frente, e agora com o seu braço novo. Isso me deixa incrivelmente realizada, pôs eu me empenhei muito junto com Tsunade-sama para terminar o quanto antes a prótese artificial.

Sasuke-kun continuava incrivelmente lindo, a atadura que ele usava em volta da testa, o seu corpo ainda mais trabalhado, porém, a personalidade fria continuava a mesma, e eu já nem me surpreendo mais, contando que o nosso time esteja junto novamente.

- Então, é verdade que o Sasuke-kun voltou para a vila? – me assustei com Ino que havia me parado na rua.

- Sim, acabei de vim do Hospital, onde ele estava.

- Essa é a sua chance, garota! – Ino pôs as mãos em meu ombro e me encarou sorridente – Você precisa agarrar o Sasuke-kun de vez, Sakura!

Ela me olhava com uma determinação que eu nunca tinha visto antes nela.

- Por que está me dizendo isso? – tenho certeza que meu rosto mudou de cor.

- Nós mulheres precisamos ajudar umas as outras e você é a única que ainda está solteira, Sakura – Ino revirou os olhos - Sasuke-kun tem que ser seu, amiga!

- Bom, tente dizer isso á ele – falei não me importando muito, já tinha esperado tanto tempo que acho que tanto faz – Enquanto você sonha aí, eu vou para casa.

Ainda ouvi uns resmungos da Ino, mas mesmo assim segui o caminho.

Andava pensativa pelas ruas que mal notei que mudei o caminho de casa. Meus instintos me levaram até a saída da vila, até aquele banco, o maldito banco que fiquei abandonada pelo Sasuke-kun. Apesar de sentir um pouco de dor ao me lembrar do ocorrido há anos ali, não me intimidei em sorrir, agora não era mais preciso lembrar de coisas tristes, o importante é que ele estava de volta. Sentei no banco e olhei para o céu que estava azul, e o sol iluminava bem o ambiente. Mas, de repente uma nuvem preta cobriu o sol e um vento gelado soprou forte, parecia que uma terrível tempestade se aproximava. Me levantei para ir embora, senti a presença de alguém, um chakra muito forte e jamais visto por mim, me virei mecanicamente já com a guarda armada, sabia que poderiam me atacar a qualquer momento.

O homem atrás de mim estava com uma capa preta que cobria todo o seu corpo e rosto e o chakra forte vinha dele.

- Quem é você? – falei seria, já na minha posição de ataque – Identifique-se!

Ainda de cabeça baixa escutei a risada diabólica vindo do homem, isso só fez me irritar, senti o sangue ferver.

- Do que está rindo? Vamos, identifique-se!

- Princesa... – a voz dele era extremamente grossa – Finalmente eu estou diante a você, princesa.

- Quem é você? – dessa vez eu falei mais baixo.

- Você finalmente cresceu, e se tornou uma bela mulher – eu ainda não podia ver seu rosto, mas a sua voz me arrepiava – Vim para te levar comigo!

- O quê?!

Ele levantou o rosto e me encarou. Pude ver claramente o Sharingan em seus olhos, isso fez eu recuar com um passo para trás e ele andou em minha direção.

- Chidori!

Foi tudo tão rápido, que mal pude acompanhar com os olhos. Quando eu vi, Sasuke-kun tinha atravessado o corpo do homem com o Chidori. Caiu pedaços de madeira para todo lado.

- Uma marionete? – questionei sem entender nada.

- Quem era ele? – me perguntou sério.

- Não sei, Sasuke-kun, ele apareceu do nada.

- Hum – ele olhou mais uma vez para os restos de marionete em sua frente – Deve tomar mais cuidado, nem sempre eu ou Naruto vamos está por perto para te proteger.

As palavras dele foram calmas, mas havia machucado.

- Eu não preciso de sua ajuda ou dá de Naruto, eu sei me defender sozinha! Não preciso de ninguém!

Gritei.

Pela primeira vez – Acredito eu – que eu tenha me estressado com o Sasuke-kun. Será que ele pensa que eu ainda sou aquela garotinha fútil? Ou, que eu preciso dá ajuda dele para me defender?

- Não foi o que eu vi, Sakura – ele andou sem nem mesmo me olhar – Você recuou e baixou sua guarda.

- Eu recuei, por que – lembrei que tinha visto o Sharingan na marionete. Pensei em contar, mas decidi deixar pra lá e resolver isso sozinha, sem a ajuda dele. Ele me olhava esperando uma resposta – Eu só recuei...

Ele arqueou uma sobrancelha, como se dissesse: “viu, eu disse que você não sabe se defender sozinha”

Não falou mais nada e saiu de lá, me deixando sozinha novamente naquele mesmo lugar.

Engoli o meu orgulho e voltei para casa.

Cheguei chutando tudo que eu via pela frente. Não era possível que Sasuke ainda tivesse esse pensamento ultrapassado sobre mim. Ele achava mesmo que eu ainda era a garotinha indefesa? Ele não sabe de nada, passou anos fora. E todo esse tempo eu me esforcei e treinei para alcançá-los.

Talvez ele fosse o único que não reconhecia isso.

Mas, eu vou provar pra ele, ele vai ver a ninja que eu me tornei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...