História The Last Deal - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Wanna One
Personagens Daehwi, Jihoon, Jinyoung, Kang Daniel, Sungwoon
Visualizações 23
Palavras 226
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drabs, Ficção, Poesias, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus bolinhos (:3, então, devo deixar claro que essa drabble é totalmente inspirada no poema do poeta, romancista, músico e dramaturgo, Rabindranath Tagore, intitulada em português como: O Último Negócio.

O poema me chamou a atenção, e quando vi, precisei mostrar um pouco. Ele foi modificado, é claro. E deixo os créditos pro jazido autor e o link da versão original traduzida no fim. Boa leitura ♡

Capítulo 1 - Amei-moi!



Em uma certa manhã 

DaeHwi ia pela estrada de terra,
quando de espada desembainhada, chegou Kang Daniel, o Rei, em seu cavalo
DaeHwi gritou: Aime-moi!
O Rei Daniel tomou-lhe pela mão e disse: Sou poderoso, posso amar-te
Mas de nada serviu-lhe o seu poder
E montou em seu cavalo sem DaeHwi


As casas da vila estavam fechadas
ao sol do meio dia,
e DaeHwi vagueava por um beco tortuoso quando o vigarista Bae JinYoung
com um saco de ouro às costas saiu de encontro a ele
Hesitou, mas levantou o olhar e disse:
Posso amar-te.
Uma a uma contou as suas moedas de ouro.
Mas DaeHwi voltou-lhe as costas e foi-se embora.



Anoitecia e a sebe do jardim público estava toda florida.
O gentil rapaz Ha SungWoon apareceu diante de DaeHwi e disse:
Amo-te com o meu sorriso.
Mas o sorriso empalideceu
e apagou-se nas suas lágrimas.
E este regressou outra vez à sombra, sozinho.


O sol de fim de tarde faiscava na areia e as ondas do mar
quebravam-se caprichosamente.
Um menino de cabelos queimados estava sentado na praia brincando com as conchas, era Park JiHoon
Levantou a cabeça
e como se conhecesse o garoto diante de si, disse:
Posso amar-te, mas não garanto-te poder, riquezas ou beleza. Nada mais além do meu amor.


Desde que fez este negócio a brincar, DaeHwi é livre, feliz e amado.


Notas Finais


Desculpa jovem JinYoung, mas você me pareceu ótimo pro papel de vigarista. E oh, "Aime-moi!" é "Ame-me!" em francês.

Como prometido, o link:

http://www.citador.pt/poemas/o-ultimo-negocio-rabindranath-tagore


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...