História The Last Escape - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Debrah, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya, Viktor Chavalier
Exibições 150
Palavras 1.811
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente,MIL DESCULPAS PELA DEMORA
Fiquem com o cap
Boa Leitura ❤

Capítulo 42 - Castiel...


The Last Escape - 2 Temp. Cap 15

 

 O Viktor me beijava tão...intensamente.Era inevitável que uma pequena onda de calor e arrepios passasse pelo meu corpo enquanto ele tocava a minha pele.Eu passei as minhas duas mãos pelo seu cabelo para aprofundar ainda mais o beijo,mas ele se afastou um pouco de mim de repente.

 - Ei... - Ele disse pegando as minhas mãos e colocando uma de cada lado da minha cabeça. - Só eu posso te tocar... - Ele disse passando os seus lábios quentes e molhados do meu ombro até a minha mandíbula. - Mas você não pode me tocar. - Ele sorriu.

 - Então me toque. - Disse sorrindo.

 Ele me olhou por alguns instantes sorrindo e depois tomou posse novamente dos meus lábios.Para nos deixar ainda com os corpos mais colados,ele passou uma de suas pernas no meio das minhas.Eu me deixei levar,por completo.

 Ele passou a mão por de baixo da minha camisa e apertou a minha cintura,mas eu ignorei e deixei que ele fizesse o que quisesse comigo.Senti que a sua mão começou a subir para as minhas costas,mas em nenhum momento sequer eu hesitei.Ele desviou os seus lábios dos meus e foi descendo os beijos para o meu pescoço.De repente,ele desceu os beijos para os meus seios e,alguns segundos depois,ele se afastou,de novo.

 - Ah,merda.Me desculpe por isso Luna...

 - Han?O que?

 - É que...sabe,eu não quero me aproveitar dessa situação.

 - Ah...

 - Bom,eu vou indo. - Ele segurou o meu rosto com as duas mãos e depositou um beijo delicado na minha testa. - Até amanhã?

 - Sim,até... - Ele sorriu para mim e saiu pela porta.Bufei.

 Merda,por que ele tinha que sair logo agora?

 Me joguei no sofá e fitei o teto.Bom,o que me resta agora é ficar o resto do dia comendo besteiras e assistindo televisão.

 

(...)

 

 Eu estava comendo pipoca e vendo o meu filme de terror favorito quando alguém bateu na porta desesperadamente.Ignorei e continuei a ver o meu filme.

 - Luna?Sou eu,o Lysandre.Eu vim com a Rosa e o meu irmão.Poderia abrir a porta? - Levantei resmungando e fui até a porta,a abrindo em seguida. - Oi...eu tive que pular o portão,então... - Ele me olhou da cabeça aos pés.

 - O-Oi... - Eu olhei para a minha roupa e notei que estava de pijama,mas naquele momento eu preferi ignorar aquilo. - É...algum problema?

 - Na verdade,sim.

 - E o que é?

 - É o Castiel... - Bufei.

 - O que?Ele fez outra burrada de novo?

 - Infelizmente sim.

 - Ah,então o que é desta vez? - Me encostei na porta,olhando desanimada para o chão.

 - Ele...ele está metido nas drogas e agora está em uma festa.

 - Desculpe Lysandre,mas eu não posso ajuda-lo com isso.Sinto muito. - Eu ia fechar a porta,mas ele colocou o pé na frente.

 - Podemos tira-lo de lá,juntos.

 - Por que você não vai com a Agatha?Ela é bem mais próxima dele do que eu agora.

 - Porque eu não sei aonde ela está e também ela não é a melhor pessoa do mundo para essa situação.

 - Então a procure.

 - Mesmo que eu a achasse,ela iria na onda do Castiel e provavelmente o levaria para algo pior. - Eu cruzei os braços e olhei para ele,impaciente. - Olha,eu realmente não sei o que o Castiel viu na Agatha,mas você é uma das poucas pessoas que ele escuta.

 - Eu tenho certeza de que ele não vai querer me ouvir completamente.

 - Vale a pena tentar,não?E tem mais,ele te ama,eu sei disso,mesmo que seja no fundo do coração...ele te ama e está usando a Agatha como uma "distracao" para o que ele está sentindo agora.Ele está tentando fugir,mas não cosegue.Ele mesmo está se confundindo,mas está se corrompendo.

 - Lysandre...

 - E eu também sei que você o ama.Muito.Se não quiser ajuda-lo só por que eu estou pedindo,faz por ele.Faz pela toda história maravilhosa que vocês dois passaram juntos durante esses meses. - Ok,ele ganhou.Eu vou parar de ficar na defensiva.

 - Ok...eu vou colocar uma roupa. - Disse subindo rapidamente para o meu quarto.Coloquei uma roupa qualquer e desci correndo as escadas.Avistei o Lysandre parado na frente do portão do lado de dentro da minha casa.Fechei a porta de casa e me aproximei dele.

 - E então?Vamos rápido?

 - Vamos acabar logo com isso. - Eu abri o portão e dei passagem para o Lysandre passar antes de mim.Fechei o portão e corri para dentro do carro. - É...Lysandre? 

 - Sim? - Ele me olhou.

 - Você sabe em qual festa ele está?

 - Em uma festa de um "amigo" dele.Um pouco longe daqui,mas conseguimos chegar em mais ou menos uns 30 minutos.

 - Fica tranquila amiga... - Disse a Rosa segurando forte a minha mão. - Nós estamos com você. - Ela sorriu. - E sabe...depois que isso acabar,eu gostaria de acabar com a raça do Castiel de uma vez por todas. - Ela riu.

 - Ok... - Sorri. - Fique a vontade.Saiba que eu não irei te impedir em nunhum momento.

 A trajetória foi longa.Em todo momento eu pensava que eu estaria melhor em casa.

 - Chegamos. - Disse o Leigh estacionando o carro.

 - Vamos Luna? - Disse o Lysandre saindo do carro.

 - Vamos. - Ele abriu a porta para mim e eu saí,o agradeçendo em seguida.

 - Tem um segurança ali na entrada central,mas talvez podemos entrar em uma das portas do fundo.

 - Ok,vamos fazer isso. - Ele me puxou pela mão e me levou com ele.Do lado de fora,o volume era alto e mal se dava para ouvir os girtos abafados,mas quando entramos,tive um concepção diferente.O som da música estava alto,muito alto mesmo.As pessoas estavam se esfregando umas nas outras junto com a batida da música,elas gritavam,dançavam,se beijavam,algumas estavam transando ali mesmo e todas estavam suadas.Perceber o cheiro de maconha no ar era inevitável.

 - Luna? - Falou o Lysandre alto no meu ouvido. - O Castiel está logo ali. - Ele apontou na direção do mesmo.Respirei fundo e olhei para ele.Pude ver o mesmo sob o efeito de drogas. - Luna...temos que ir até ele. - Eu asenti.

 Caminhei com firmeza no andar até a direção do Castiel.Ele estava com uma mulher loira,com os seios a mostra e somente com um shorts curto,sentada em seu colo rebolando em cima do seu membro.

 - Castiel? - Gritei o seu nome e o mesmo me olhou.Parecia estar surpreso.

 - Oi,Luna... - Ele disse com uma voz rouca,irônica.

 - Castiel,eu e a Luna viemos te ajudar.

 - Eu não preciso da ajuda de vocês. - Ele riu entre soluços e começou a beijar aquela mulher loira bem na nossa frente.Contraí os músculos da mandíbula e tentei olhar para o lado.Foi quando o Lysandre avançou na direção do Castiel e retirou as forças a mulher que estava em seu colo,fazendo-a cair bruscamente no chão.

 - Cale a boca! - Ele disse puxando o Castiel pelo braço. - Eu sei que você está na pior agora.É por isso que eu e a Luna viemos,cara.Para te ajudar.

 - Luna? - Ele riu sarcasticamente. - Ela me deixou hoje. - Ele apontou para mim. - Ela é uma vadia arrombada. - Naquele exato momento,o Lysandre deu um soco forte no rosto do Castiel. - Ai!Doeu cara!

 - Luna,me ajuda? - Ele disse pegando o Castiel pelo braço.Eu fiz o mesmo.

 - Não!Me soltem!Eu ainda não terminei de usar a cocaína ali em cima da mesa. - O Castiel estava,basicamente,se arrastando pelo chão daquela casa enquanto o Lysandre o puxava as forças.Aquela cena fazia o meu coração se apertar.

 - Você já usou isso demais por hoje Castiel.Deixa a gente te ajudar.

 - Cala a boca Luna.

 - Castiel,não fala assim com ela.

 - Deixa ele Lysandre... - Falei baixo.

 - O que?Vocês estão me levando para a saída! - Ele se debatia e eu acabei levando um soco na cara por causa daquilo.

 - Luna,pode ir na frente.Eu cuido dele. - Eu olhei para o Lysandre e asenti,em seguida.Saí pela porta com passos firmes,mas com o coração apertado.

 - Ué?Cadê o Castiel? - Disse a Rosalya se aproximando rapidamente de mim,me abraçando.

 - Está com o Lysandre. - Ela retirou os braços da minha volta e me olhou preocupada.

 - Eu sinto muito que você tenha que passar por isso.

 - Não,tudo bem.No final de tudo isso,eu fui inútil neste plano. - Disse entrando dentro do carro.

 - Luna... - Rosa se juntou a mim e me abraçou de lado. - O Lysandre com o Castiel já estão vindo. - Eu olhei para frente e avistei o Lysandre com o Castiel nos braços.Logo depois ele abriu a porta do meu lado e o colocou sentado. 

 Engoli o seco.

 - Luna? - Disse o Castiel. - Por que você está aqui?

 - Eu estou aqui por você.Por sua causa.

 - Voltou para dormir comigo de novo?

 - Castiel,você fica melhor quieto,não acha? - Disse o Lysandre.

 - Não... - Ele resmungou.

 O caminho de volta foi uma explosão para a minha mente.O Castiel não parava de tagarelar várias bobagens.Ele estava em um estado tão ruim.

 - Luna,nós vamos passar primeiro na casa dele,está bem?

 - Ok,está. 

 Respirei fundo.

 - Você não vai ir para minha casa e se aproveitar de mim,não é?

 - Não seja besta,Castiel!

 - Olha aqui,não me chama de besta. - Ele disse segurando forte o meu punho.

 - Castiel larga ela! - Disse a Rosalya,distribundo vários tapas nos braços dele.

 Senti o carro parar e a porta sendo fechada com força.Era o Lysandre.

 - Venha,nós vamos te colocar para dormir cara. - Disse o Lysandre abrindo a porta e puxando o Castiel para fora nem um pouco delicadamente.

 - Eu não quero dormir.Eu quero festejar.Me leva de volta para lá. - Bufei revirando os olhos.Saí do carro e fui na direção do Lysandre.

 - Cadê a chave?

 - Está no meu da calça bolso de trás. - Eu fui tentar pegar,mas ele recuou. - Opa... - Ele disse rindo. - Que apressada você,hein? - Ele gargalhou feito uma hiena com voz rouca.

 - Castiel. - O repreendi e peguei a chave rapidamente do seu bolso,abrindo a porta. - Vamos logo.

 - Nossa,você está linda hoje,gatinha. - Disse o Castiel me olhando. - Será que rola um beijinho? - Vi o Lysandre o empurrar com força contra a escada,o fazendo subir rapidamente.

 - E será que rola você ir para a cama e dormir logo? - Disse.

 - Abre a porta do quarto,por favor Luna? - Asenti e fiz. - Obrigado. - Ele caminhou mais um pouco e colocou o Castiel na cama. - Pode ir Luna,se quiser.

 - Ok... 

 Eu saí daquele quarto totalmente abatida.Vê-lo naquele estado não me fez bem algum.

 Eu neguei a carona da Rosalya,mesmo com ela insistindo.Eu só queria ficar sozinha...


Notas Finais


QUEM VIU O EP 32 DO AD HOJE?GENTE,QUE SAFADEZAS FORAM AQUELAS?TO ADORANDO ❤
E só passei aqui para avisar que esse é o penúltimo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...