História The Last-NaruSaku - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Kibahina, Narusaku, Sasukarin
Exibições 362
Palavras 1.554
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - Capítulo XVII


Fanfic / Fanfiction The Last-NaruSaku - Capítulo 18 - Capítulo XVII

Ela respirou resignada , Sasuke iria a perdoar pelo desastre do dia seguinte, havia preparado a comida preferida do moreno e agora caminhava determinada em direção ao distrito Uchiha, a cada passo o sorriso se alargava ao imaginar a feição satisfeita de Sasuke. 

 Virou a esquina que dava para o distrito e o que viu fez seu coração palpitar de insegurança, Karin Uzumaki, a antiga companheira de time de Sasuke estava parada em frente aos grandes portões de ferro,ela sorria satisfeita enquanto passava seu batom vermelho , pelo pequeno espelho portátil Karin viu a rosada parada e se virou pra ela. Sakura não deixou se intimidar pelo olhar triunfante de Karin e seguiu seu caminho.

-Ola Sakura!- Karin cumprimentou antes que a rosada entrasse no distrito.

-Boa noite!- respondeu sem querer olha lá .

-Veio ver o Sasuke?- Karin gostava daquilo, gostava de ver a insegurança de Sakura aflorando em seu par de olhos verdes. Sakura voltou alguns passos ficando frente à frente com a membro do clã Uzumaki.

-Sim, por quê?- e de repente Karin tremeu ao se lembrar que Sakura era bem mais perigosa do que aparentava.-Quer me falar alguma coisa?- Sakura falou ríspida.

Karin engoliu em seco e tentou não parecer preocupada com o fato de ter a melhor ninja de Konoha contra ela. Karin tirou os óculos do rosto despreocupada e começou a andar.

-Não...-Sakura a ouviu falar.-So queria avisar que talvez ele esteja muito cansado pra te dar atenção!- e sumiu virando a esquina.

 Sakura mordeu os lábios com tanta força que jurou que poderia feri los, mas não poderia, sua raiva agora estava concentrada em uma única pessoa...Karin Uzumaki, a pequena cobra que havia despencado em Konoha como algum tipo de bomba.

Entrou no distrito que a essas horas da noite estava sem nenhuma alma viva, os pedreiros já haviam dado seu turno como terminado e a aquela hora o clã Uchiha parecia mais um cenário de filme de terror. Entrou na casa principal e subiu ate o pequeno quartinho que fora levada no dia anterior e bateu na porta algumas vezes.

-Sasuke-kun?-ouviu o barulho de água do outro lado e abriu a porta, como pensara Sasuke tomava banho. Serviu o jantar em cima ds mesinha que tinha ali e sentou na beirada da cama esperando que o moreno aparecesse.-Trouxe seu jantar,Sasuke-kun!- afirmou sem obter resposta. E ela se sentiu sozinha, apenas o barulho de sua respiração e da água do chuveiro, nada mais que isso, e ela se recordou de Naruto ,os dois no dia anterior rindo juntos enquanto o loiro contava piadas sobre uma missão que ele havia feito sozinho. Involuntariamente ela sorriu e o coração se aqueceu a deixando confortável naquele silêncio.

"-Sakura-chan é tão incrível, não esperaria menos da mulher que eu escolhi pra mim!"- e aquela lembrança de muitos anos a fez corar, Naruto era realmente um bobo.

-Não lembro de te lá chamado!- se assustou e olhou para Sasuke que vestia apenas uma calça negra,deixando seus músculos abdominais a mostra.

-...Ah...Não chamou...Achei que gostaria de jantar ,então eu...-ele sentou na pequena mesinha e começou a comer sem expressão.-Quando passei em frente ao restaurante lembrei que sua comida...-e ele não tinha nenhum interesse em saber em como o menor dos detalhes que ela via o fazia lembrar dele, ele não tinha interesse em saber o quanto ela implorou para que o cozinheiro do restaurante  que fizesse uma salada de tomates para completar a refeição, e ela viu isso e se calou.

-Quando deixará seu cabelo crescer?- e ele quebrou o silêncio assustando a mesma, Sakura levou a mão aos cabelos curtos que já tocavam seus ombros.-Gosto de cabelos longos...

-É mais fácil cuidar deles quando estão curtos, fazer missões e cuidar de cabelo é realmente um problema...Hehe...

-Espero que eles cresçam logo!- e de novo aquele silêncio se formou.

-Vi sua amiga Karin na esquina, ela veio te ver?- ela se aproximou dele para lhe servir o chá.-Ela parecia muito feliz,estavam conversando sobre o quê?- ele não olhou pra ela,continuou a comer como se ela não existisse.-Ela disse que você talvez estaria cansado...

-Cabelos longos são realmente bonitos, garotas de cabelos curtos não me atraem!- Sakura pegou uma mecha do cabelo e examinou o cabelo rosado.-Se deixar que eles fiquem longos sua testa parecerá menor, não é isso que Ino te disse uma vez?- e ela ficou enfurecida , tão enfurecida que sorriu zombateira.

-Sasuke-kun gosta de cabelos longos?- ele confirmou com um manear de cabeça apesar de ter achado a pergunta realmente desnecessária já que ele já havia afirmado isso.-Como os de Karin?- e ele parou de comer e a olhou com raiva.-Por que é claro,se você gosta de garotas com cabelos longos é óbvio que Karin te atrai!O que ela estava fazendo aqui exatamente?

-Devia ir embora!- e ele ficou surpreendido quando ela se levantou sem tentar fazer lo mudar de ideia.

-Tem razão!- ela endireitou o vestido vermelho justo e antes  que pudesse tocar a maçaneta Sasuke apareceu a sua frente. Ele puxou sua cintura e juntou seus corpos, encostou seus lábios na testa dela.

-Pode dormir aqui!- lhe deu um selinho como se dr alguma forma aquilo fosse um prêmio por ela não ter descoberto o que ele e Karin faziam mais cedo .

-Estou indo pra casa...

-Não convidarei de novo!- e ela sentiu aquela vontade imensa de pertencer a ele, de conseguir chegar no coração dele, vontade de ser a única a ter algo que vinha de Sasuke.

-Eu posso comprar uma sobremesa se quiser!- abriu um sorriso.- ela sorriu e beijou os lábios do homem.

-Hum.

-Voltarei logo,Sasuke-kun!

 E as pressas ela saiu do distrito com o objetivo de encontrar o doce perfeito, esbarrou com um casal quando entrou na rua principal e sorriu se desculpando.

-Des-cu-culpe!-gaguejou Hinata agarrada ao braço de Kiba.

-Oi pessoal, desculpe ,estou com pressa!- Sakura se curvou.-Voces estão juntos?- os dois coraram e olharam para o chão.

-Es-Estamos indo co-mer yakiso-ba, qu-quer ir conosco?- com os olhos Kiba pediu que a Haruno não aceitasse, Sakura riu e negou com a cabeça, se despediu de ambos .

 Chegou a doceria e pediu um doce que achou que Sasuke iria gostar,ficou esperando enquanto o doce era feito.

-Hey,Sakura-chan?!- olhou para trás e encontrou Naruto e Shikamaru,os dois pareciam estar exaustos ostentando uma expressão derrotada.

-Naruto,Shikamaru ... também gostam de doces?

-Naruto viu você do lado de fora e quis entrar!- disse Shikamaru cansado.-Tenho que encontrar Temari! Até logo !- e saiu da doceria deixando apenas o casal. Eles se olharam e sorriram.

-Que tal eu te pagar um doce?- ela sorriu e confirmou com a cabeça, ambos se sentaram em uma mesa de canto,Naruto pediu dois doces e disse que Sakura iria adorar. Os dois conversavam animados, um garçom trouxe a sobremesa que ela havia pedido para Sasuke, mas ela estava muito imersa na conversa para se lembrar de qualquer coisa que fosse. O garçom serviu as sobremesas dos dois.-Vamos lá, sei que vai adorar!- e ele esperou que ela desce a primeira colherada para se deliciar com sua expressão sonhadora.

-...Ah... é tão gostoso...

E ela foi arrancada da mesa por um puxão forte em seu braço,seus olhos se arregalaram em surpresa e perguntando para Naruto o que aconteciam ,olhou para seu braço e encontrou a mão enluvada de Sasuke.

-Que diabos está fazendo?Disse que voltava logo!- ele estava enfurecido, ele pegou a sacola sobre a mesa e saiu carregando Sakura pelo braço sem se importar se ela cambaleava pela falta de equilíbrio.

Queria chegar em casa e mata lá por deixa lo esperando. Quem ela pensava que era? Ela devia obedece lo, era a única coisa que ele exigia dela. Tinha que ser ele, aquele loiro dos deabos, Sakura era dele, Naruto deveria entender isso.

-Pare agora,Sasuke!- e Sasuke parou, já estavam em frente à loja, Sakura olhando para ele sem entender e em um puxão Naruto a retirou de seus braços,e ele o odiou.-Voce está bem,Sakura-chan?- ela não afirmou e nem negou, estava ocupada demais tentando entender que droga acontecia ali.

-Vamos agora. -e ela fez menção de obedece lo, e aquilo enfureceu o Uzumaki que se perguntava que tipo de cachorro Sakura havia se tornado. Naruto a prendeu a si e quando ela se conformou com sua situação o ódio que emanou dos olhos de Sasuke foi quase palpável.  O último Uchiha atirou os doces que carregava no chão com toda a força e saiu andando para longe da dupla.

(...)

Estavam calados,ambos lado a lado e perdidos em seus próprios conflitos internos. Naruto pensando nela e ela pensando em Sasuke, seria pra sempre assim?seria sempre esse triângulo amoroso masoquista? E de novo Naruto sentiu vontade xingar aquela divindade maldita que havia tirado dela as lembranças da missão,todos aqueles eu te amo,os beijos,ele não poderia esquecer aquilo nunca, e talvez esse seja seu fardo, o peso de ter tido algo e perder era mais pesado do que o fardo de nunca ter tido.

-Lutamos tanto pra trazer lo de volta e quando conseguimos...

Ele permaneceu calado enquanto ela se lamentava.

-Viu como ele te tratou?Acho que não ...Nunca pensei que fosse tão ...

-Estou apaixonada!

-NÃO POR ELE!- Naruto gritou segurando os ombros dela.-Você é...Eu...Como pode se esquecer?!- e ele chorou, lágrimas pesadas decendo sobre suas bochechas bronzeadas, os olhos suplicando por algo que não era escolha de Sakura dar.-Você tem que se lembrar!- ele praticamente implorava .

-Me lembrar de quê?- e em um minuto ele estava ali e no outro não estava,um jutsu de teletransporte .

Sakura olhou para o céu...E ela quis...se lembrar




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...