História The Last (Os últimos) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Legião dos Super-Heróis, Supergirl
Personagens Alex Danvers, James "Jimmy" Olsen, Kara Zor-El (Supergirl), Mon-El / Valor, Winslow "Winn" Schott Jr.
Tags Kara, Mon-el
Exibições 65
Palavras 1.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Fantasia, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Super Power
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente novo capítulo de Kara e Mon-El, adoro! Espero que gostem

Capítulo 2 - Capítulo 2


Pov. Narradora

Kara: Conversar...sobre?

Mon: Kara...você sabe do eu estou falando – Kara ficou muito vermelha nessa hora

Kara: Podemos fazer isso em outro lugar... tipo em casa – Ela se deu conta do acabou de fazer – Quer disse ... conversar...só isso

Mon: Estão vamos – Eles voaram até o apartamento

Kara: Sua perna não estava machucada? – Disse cruzando os braços, ele que estava chegando não aguentou o peso do corpo e cai no chão

Mon: Ai! Eu ainda estou machucado – Kara corre para ajuda-lo

Kara: Então por que saiu de casa?

Mon: Eu tinha que falar com você

Kara: Muito obrigada por tentar se matar para falar comigo, não podia esperar?

Mon: Não – Ela o põe no sofá

Kara: Pronto, o que é tão importante?

Mon: É que... eu queira saber o que você sente por mim – Kara ficou parada olhando para Mon-EL

Kara: Como... perai por que?

Mon: Você sabe... a gente quase...

Kara: Isso foi só um beijo, Mon-El para ser sincera todos os relacionamentos que eu tentei foram completamente desastrosos, é o mínimo que eu posso falar sobre eles, eu não gostaria de arriscar nossa amizade assim

Mon: Você não sabe se vai dar certo até tentar

Kara: Eu não sei se quero tentar

Mon: Entendi – Fala em tom triste e vai até perto da janela, a abre olha uma última vez para Kara e sai voando pela janela, Kara corre para a janela e olha para o horizonte, ele não estava mais lá

Kara: O que eu fiz? – Disse para si mesma

No dia seguinte

Pov. Alex

 Eu estava no meu apartamento, quanto recebi uma mensagem do Winn

Mensagem:

Winn: Alex?

-Oi, que foi?

Winn: Eu queria saber por que a Kara não veio trabalhar aconteceu alguma coisa?

- Pera, ela não foi trabalhar?!, ela nunca faltou um dia

Winn: Por isso eu fiquei preocupado, eu mandei mensagem pra ela, só que ela não me responde

- Eu vou no apartamento dela ver o que aconteceu

Winn: Tá, mudando de assuntos, nós achamos uma possível aposta ilegal alienígena na cidade, te passo tudo quando você chegar

- Ok

Fui mudar de roupa, tomei café e peguei meu carro, que estranho a Kara não foi trabalhar, isso é novidade, comecei a ficar preocupada, o que será que tinha acontecido

Cheguei na porta do apartamento e abri, nenhuma resposta, mais uma vez, dessa vez bati com mais força, nada, fui até o tapete da porta e peguei a chave reversa, abri a porta, parecia vazio, só estava um pouco bagunçado, são as coisas de ontem, a janela estava aberta, fui até o quarto, e lá vejo Kara deitada, na cama, estava encolhida em baixo de lençóis, espera... ela está com os olhos vermelhos, eu me senti do seu lado

-Kara?

Kara: Alex, me deixa por favor...

- O que aconteceu

Kara: Nada...

- Eu acho que o “nada” não faria você ficar chorando na cama e faltar o trabalho

Kara: Eu não quero falar

-Kara... vamos eu sou sua irmã, me conta o que aconteceu – Ela se levantou e sentou na cama

Kara: Eu falei algo que me arrependi...

- O que?

Kara: Bom... o Mon-El, talvez eu tenha dito para ela ir embora... agora eu não sei onde ele está

- Por que você fez isso? – Disse tentando ser a mais compreensiva possível

Kara: Eu não sei, talvez insegurança?! Ou medo, não sei

- Podemos saber no DOE, mas antes se levanta – Disse estendendo a mão – Vai tomar banho e vista-se, porque essa cidade precisa da Supergirl

Kara: Você tem razão – Disse ficando em pé

- Eu tenho – Confirmei

Pov. Kara

 A Alex veio no meu apartamento tentar me animar, deu um pouco certo, eu já estava indo para a DOE, por mais que eu ame ser a Supergirl eu estava um pouco deprimida para ir para lá hoje, quando chego sou recepcionada por Winn e suas milhões de perguntas

Winn: Por que não foi pro trabalho hoje? Você está bem? Precisa de ajuda?

- Winn!

Winn: Sim?

- Pode ficar quieto por um minuto! – Eu não estava querendo ser grossa

Winn: Que bicho te mordeu hoje? Aiiii! Kriptonita vermelha?! – Fazendo cara de espanto

Alex: Não é nada disso, se chama “Coração partido” – Disse em tom de brincadeira

- Eu não achei graça

Winn: Pera não entendi

- Que bom

Hank: Então temos confirmação de que está tendo apostas ilegais

- Já estou indo – Saio voando e vou até o lugar de apostas, acabo descontando tudo nos alienígenas de lá, depois vou até a DOE de novo, onde eu e Winn ficamos monitorando as coisas pelos computadores – Parece que hoje eles tiraram o dia de folga

Winn: Verdade, então... você não vai me contar o que aconteceu hoje de manhã?

- Bem... e-eu... – Um dos computadores começa a falhar, depois todos já estavam tento falhas – O que é isso?

Cadmus: Olá! Supergirl

Winn: Problemas...!

Cadmus: Soube que hoje você estava triste, nem imagino o porquê, mas agora você vai ter motivo – Aparece a imagem de Mon-El amarrado em um lugar parecido com o lugar onde tínhamos ficado da última vez, só que agora ele estava mais ensanguentado – Mon-El ele não está nada... bem, talvez ele seja alérgico a chumbo, isso é muito ruim, muito mesmo já que nossas facas estão sendo feitas especialmente de chumbo, a e não vamos nos esquecer das de kriptonita, não quer deixa-lo sofre não é mesmo Supergirl, então venha pegá-lo ele vai sair... só não sei se vivo – E ela desliga

Kara: Eu tenho que ir!

Alex: Não você não vai a lugar nenhum, Kara é muito perigoso, é uma armadilha

Kara: Eu não ligo

Hank: Sinto muito, mas não vamos deixar você ir

Kara: E como vão me impedir

Hank: Desculpe.... Assim – E depois tudo fica escuro

Pov. Narradora

Hank havia deixado Kara desacordada

Alex: Serio... era mesmo preciso você desacordar a minha irmã?!

Hank: Não sei o que ela poderia fazer se saísse daqui desse jeito, alterada, olha eu não sou cego, sei que Mon-El é importante para ela, mas se ela sair ela vai pôr os sentimentos na frente da razão

Alex: Nessa parte você tem razão

Hank: Por isso eu sou o chefe


Notas Finais


Arraso, amei, próximo capitulo tem mais surpresas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...