História The Letter - Jikook - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 22
Palavras 1.534
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Anteriormente em The Letter
Não é anteriormente nessa porra
Tá, anteriormente nessa porra

Capítulo 2 - A Ideia


Fanfic / Fanfiction The Letter - Jikook - Capítulo 2 - A Ideia

''E lá estava eu, em mais um típico final de tarde, ficar horas nessa mesma praça apenas observando os diversos artistas ainda não reconhecidos que passam por aqui acabou virando uma rotina.

Esperava na fila para comprar um saco de pipoca, enquanto escutava uma melodia maravilhosa, era por isso que eu simplesmente amava esse lugar.

Assim que chegou minha vez, pedi um saquinho pequeno de pipoca com sal; me foi entregue o saquinho, assim como pedi, e junto um papel, cheio de palavras escritas.

Olhei em volta, procurando qualquer vestígio da pessoa que poderia ter me mandado aquilo, mas nada.

Apenas agradeci uma última vez o homem e criei a coragem de ler o que estava escrito.

Apenas um dia, que eu possa estar com você

Apenas um dia, que eu possa segurar sua mão

Apenas um dia, que eu possa estar com você

Apenas um dia 

Se nós só podemos ficar juntos

Você pode por favor ficar comigo?

Abri um sorriso involuntário, e, na esperança de encontrar algo, virei o papel, encontrando iniciais: J.J e um número de telefone. Bem, o que pode dar de errado se eu chamar a pessoa mais tarde?''

 

Acordei assustado, devo ter dormido, quando eu não sei, mas não fiquei muito surpreso, costumo ter sono depois de chorar. O sonho foi inesperado, e posso dizer que nesse momento quero me jogar embaixo das cobertas, enquanto escuto a música que Jungkook gravou para mim e choro até morrer.

Mas isso não irá trazê-lo de volta. Nosso relacionamento começou com um pedaço de papel, e eu não permitirei que termine da mesma maneira.

Levantei e tateei o sofá em busca do meu celular, assim que o encontrei procurei seu número. Mordi meu lábio, ele queria desaparecer, não iria manter o mesmo número.

Cedi, ligando mesmo assim, como eu imaginei, o número não existia mais. Bufei, claro que não seria assim tão fácil. Bem, Jimin, acho melhor se preparar para os tapas.

Liguei novamente, dessa vez para outro número, e depois de uns cinco toques pude escutar a voz irritada de Seokjin do outro lado da linha.

- Qual seu problema em me ligar às cinco da madrugada Park Jimin? - Cinco da madrugada? O.k. talvez eu não tenha dormido tanto assim

- Imagino que o Jungkook não esteja aí então certo? - Pergunto desanimado

- Não por que? Ele não está aí? Park Jimin é melhor você me explicar isso agora! - Aumentou o tom de voz, e eu soube que estava fodido 

- Apenas venha logo para cá. - Peço, e ele fica em silêncio

- Espero que seja algo sério, porque se me fizer levantar às cinco da manhã por nada.. 

- Apenas venha logo. - O cortei, logo finalizando a ligação

Mentalmente visualizei todo o mapa da Coreia do Sul, imaginando onde o meu pequeno poderia ter ido. Fazem apenas algumas horas então por sorte ele não deve estar tão longe.

Passei as mãos pelos cabelos nervoso, não devem fazer nem cinco horas que Jungkook desapareceu e eu já sinto um vazio gigantesco.

Nunca fui o tipo de pessoa que ansiava o amor, que queria construir uma família com alguém, na verdade acho que era o completo oposto.

Isso foi antes daquele pedaço de papel. Daquele trecho de música. Foi antes de vê-lo, tão inocente, apenas mais uma pessoa cantando naquela praça, mas que foi capaz de chamar minha atenção e de fazer meu coração palpitar, naquele dia senti algo que nunca cheguei a sentir em toda a minha vida.

Jeon Jungkook foi a melhor coisa que já me aconteceu, e ele foi embora, levando todo o meu coração consigo.

- Jimin tá um frio do caralho aqui fora abre isso! - A voz de Namjoon fez um eco por toda a casa, sempre tão delicado

Caminhei até a porta e a destranquei, deixando que vissem não só o meu estado, como o da casa também. Ambos se entreolharam assustados antes de Jin ter coragem de falar alguma coisa. 

- Meu Deus você está horrível. - Disse passando a mão no meu rosto - O que aconteceu? E onde está o Jungkook?

Sabia que iria desabar em lágrimas novamente se explicasse a situação então apenas joguei a carta nas mãos de Namjoon e esperei pelos tapas.

- Eu vou matar você, e depois vou matar o Jungkook também. - Jin disse após terminar de ler, com raiva

- Ele pode estar com Hoseok e Taehyung. - Namjoon sugeriu, tentando apartar a situação

- Acho bem improvável, já que os dois estão em Gwangju agora. - Suspiro já pronto para proteger meu rosto

- Talvez esteja na de Yoongi. - Disse novamente desesperado, ao ver que Jin estava prestes a me tacar um vaso

- Faça uma chamada no Skype, agora. - Mandou, a fúria estava óbvia em seu tom de voz

Encarei Namjoon, que balançou a cabeça desesperadamente, mandando que eu fizesse isso logo. Peguei meu celular e fiz a chamada. Yoongi deve estar no quinto sono, então acho bem improvável que atenda.

Algum tempo depois a chamada foi atendida, e como imaginei, Yoongi não estava nela.

- Vocês tem problema? Fala sério que parte do 'não incomodem a lua-de-mel' não entenderam? - Tae perguntou irritado

- Só cale a boca e escuta. - Nam falou e eu já estava me preparando novamente para os tapas

- Quem foi o desgraçado que começou essa chamada de vídeo só pra saber mesmo? - Yoongi se pronunciou finalmente 

Eu realmente tenho amigos muito simpáticos e amáveis.

- Ótimo, agora que todos estão aqui, Jimin explique o porquê disso. - Seokjin disse, me mandando um olhar assustador

Fiz o resumo do resumo, me esforçando para não chorar novamente. No final, agradeci por estarmos conversando via Skype, pois Hoseok estava literalmente tentando atravessar a tela de tanta raiva.

- Você vai ser agredido, tipo muito. - Falou irritado

- Infelizmente ele não está aqui. - Yoongi disse, e essa foi uma das únicas vezes em anos de amizade que o vi preocupado 

- E nem aqui. - Taehyung finalmente se pronunciou e eu suspirei

Claro que não estava lá, porque comecei essa chamada de vídeo mesmo? Ah, é mesmo, para ficar ainda mais preocupado e arrependido do que já estou.

E bem, depois de ouvir os maiores xingamentos possíveis calado, acabei ficando irritado. 

- O.k. já chega! - Gritei - Eu chamei vocês pois pensei que me ajudariam com isso! Aparentemente estava errado.

Meu tom de voz ficava cada vez mais alto enquanto sentia que meus olhos iriam marejar se continuasse a falar.

- Calma.. - Jin tentou falar, mas eu acabei o cortando involuntariamente 

- Calma? Como você pode me pedir isso?! Jeon Jungkook desapareceu por minha culpa e quer que eu fique calmo?! - Gritei novamente, agora sim meus olhos marejaram

- Porra é o Jungkook! Eu não sei onde ele está, mas ao menos quero encontrá-lo. Se ele estiver na Coreia do Norte agora, irei invadir aquele lugar, tudo para tê-lo de volta, e sinceramente não sei onde estava com a cabeça quando achei que me ajudariam com isso. 

Depois de dize aquilo eu apenas me joguei na poltrona e apoiei minha cabeça nos joelhos, passando as mãos pelo cabelo.

Ele foi embora, o meu maior pesadelo se concretizou, e o que eu estou fazendo? Chorando. Porque claro, até nisso consigo ser um inútil. Talvez seja realmente um bolinho, como Jungkook costumava dizer, mas agora não o tenho mais para me proteger.

- Bem, com certeza ele não está na casa dos pais, seria muito óbvio. - Tae fala, e levanto minha cabeça, limpando uma lágrima com as costas da mão

- Olha, ninguém faz ideia de onde ele pode estar, mas vamos descobrir e se precisar invadir a Coreia do Norte, então ótimo, nós vamos com você. - Namjoon tenta me reconfortar, colocando a mão em meu ombro

- É afinal, temos o Yoongi, podemos invadir qualquer lugar. - Hoseok diz e solto uma risada fraca, só ele para me fazer rir nessa situação

- Então, nós vamos fazer o seguinte: pegaremos um carro, depois o Yoongi caso precisemos invadir algum lugar, e por último, aqueles dois ali. - Jin apontou para Hoseok e Tae antes de continuar - Aí sim, iremos achar Jungkook para que eu possa agredi-lo.

- Isso é uma ideia de como encontrá-lo? - Perguntei, franzindo o cenho

- Você por acaso tem alguma melhor? - Fechou a cara, realmente, não tinha nada melhor em mente

- Parem de conversar e entrem no carro de uma vez. - Yoongi reclamou, enquanto se levantava, provavelmente iria fazer suas malas

- Eu e o Nam vamos resolver isso, apenas arrumem a mala. - Jin disse, já puxando o namorado pela gola

- Sério que vamos? - Perguntou desanimado

- Sim, nós vamos. - Dito isso os dois saíram da casa e eu desliguei a chamada de vídeo

Coloquei o celular para carregar, e subi para arrumar minhas coisas. O quarto ficou tão vazio sem sua presença, mesmo que o seu cheiro esteja em todo o lugar.

- Eu irei te encontrar Jeon Jungkook. - Repeti aquela frase novamente, como um mantra, enquanto procurava uma mochila


Notas Finais


oi vocês tem algum problema cardíaco?
só pra saber mesmo, qualquer coisa mandem a conta do hospital que eu pago
não pera
tem show
esquece não pago não


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...