História The Letter - Vkook/TaeKook - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Bts, Kookv, Taekook, Vkook
Exibições 146
Palavras 987
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello, hello amores ❤ passando por aqui apenas para desejar uma boa leitura ^^

Capítulo 9 - Chapter 8


Fanfic / Fanfiction The Letter - Vkook/TaeKook - Capítulo 9 - Chapter 8

P.O.V TaeHyung

Em meio a soluços, me pego relembrando o passado, me lembro de tudo exatamente.

Era uma sexta-feira, estávamos caminhando como sempre fazíamos de manhã, meu MinJae gostava de sempre manter a boa forma, ele chamava atenção de muitas mulheres, assim como de homens também. MinJae era aquele tipo de namorado perfeito, sempre me fazia sorrir, me encantava mesmo quando fazia suas birras, naquele dia me afastei um pouco para comprar uma garrafa de água; quando voltei havia um rapaz dando encima dele e o mesmo parecia sorrir com a situação, fui então tomado pelos ciúmes; esperei o tal rapaz que xinguei pelo pensamento de todos os nomes possíveis se afastar e voltei, chegando ao lado de MinJae o interroguei sobre a cena anterior e ele tentava me convencer de que era um amigo do colegial, eu tinha medo de perdê-lo e eu nunca fui do tipo de pessoa de medir palavras falava o que me viesse a cabeça, tivemos uma pequena discussão e MinJae saiu transtornado disse que devia controlar os meus ciúmes ou o perderia. Num descuido ao atravessar a rua um carro o acertou em cheio, apenas ouvi seu corpo retumbar no chão, juro que naquele instante meu mundo caiu, MinJae foi a terceira pessoa que mais amei em minha vida, depois que perdi meus país eu passei a viver com os meus tios eu não posso dizer que foi uma época perfeita pois eles cuidavam de mim não como pais e sim por obrigação; já que não havia mais ninguém com quem eu pudesse ficar, pelo fato de ser homossexual meu tio não passava muito tempo comigo, foi questão de alguns meses após isso que conheci MinJae éramos bons amigos o mesmo namorava na época, ele me ajudou a superar e a reencarnar o sentimento que havia morrido dentro de mim, o amor. Conseguem então perceber o quanto me doeu perder-lo ? Eu já morava com ele depois disso fiquei sozinho novamente; com uma pequena depressão e criando um vício para controlar o nervosismo que criei por conta dos comentários que faziam sobre eu amar e sofrer por um homem, eu só pensava que eu poderia ter evitado, se eu não tivesse lhe dito aquelas coisas ele estaria comigo, sofri muito, doeu muito, sei que não posso viver preso ao passado para sempre eu gostaria de conseguir seguir em frente...

Eu sentia uma leve dor de cabeça por conta do choro, já eram dez da noite e acabei adormecendo.

P.O.V JungKook

Acabo de chegar em casa, a caminhada não era tão longa assim no máximo eram uns cinqüenta minutos, mas vim andando lentamente, decidi pensar e apreciar as paisagens, abrindo a porta de casa noto minha mãe dormindo no sofá enquanto segura o controle da televisão, tomo então o maior cuidado ao fechar a porta; caminho até o quarto abro o armário e pego um cobertor. Volto a sala e cubro-a, a mesma se aconchega mesmo sendo um espaço pequeno que o sofá contém e dorme profundamente, chega até a ressonar.

Vou em direção ao meu quarto, chegando tiro meus sapatos e me jogo na cama, na hora exata que pego o celular recebo uma chamada do Hoseok.

[ Chamada On ]

- JungKook-ah.. tenho novidades.

Pode dizer -

Respondi com a voz cansada.

- Vamos nos apresentar - Gritou Yoongi.

- Poxa Yoongi estragou a surpresa, mas bem onde andou Kook ? passei em sua casa e você não estava, não me diga que ainda está indo atrás daquilo..

Eu.. N-Não.. Fui a casa do meu pai. -

- Você tem pai ? Nossa - Sorriu debochando.

Tenho né.. que pergunta Hoseok -

- Eu sei, só nunca o vi; mas bem vim lhe informar sobre a apresentação, será daqui uma semana temos que ensaiar, quando estiver livre me ligue, espero que seja o mais rapido possível.

Certo, vou ir descansar um pouco nos vemos logo.

- Bye bye Kookie - Disse num tom doce.

[ Chamada Off ]


Me levanto e caminho até o interruptor para apagar a luz, na verdade quase rastejo; me deito e adormeço.


Na manhã seguinte..

Acordo com os raios de sol em meu rosto, levo um tempo para conseguir abrir os olhos por conta da claridade, me espreguiço e caminho em direção ao banheiro; faço minhas higienes matinais, tomo um banho rápido visto uma calça preta, uma blusa longa preta também, um tênis preto com cinza e deixo meus cabelos secarem naturalmente. Coloco um perfume que uso em ocasiões especiais, eu não entendia o porque estava me arrumando tanto mas sentia que precisava fazer isso. Eram oito da manhã, minha mãe ainda dormia, abri a porta lentamente e parti em direção ao hospital, acordei disposto a isso. Chegando lá Jisoo estava sentada em uma poltrona tomando uma xícara de café enquanto admirava a rua pelas paredes de vidro do hospital.

- Doutora.. Bom dia.. - Dizia enquanto me aproximava.

- Ah.. Bom dia, JungKook.. é esse o seu nome né ? - Disse ela sorrindo.

- Sim isso mesmo, posso visitá-lo ? - Disse sendo direto.

- Claro, claro. Só acho que ele ainda está dormindo, mas tudo bem pode ir e esperar ele acordar, quer que te acompanhe ?

- Não é necessário, já sei em qual quarto ele se encontra - Sorri em agradecimento.

- Tudo bem então, depois passo por lá

Aguardei o elevador chegar ao térreo, logo ouvi o "plim" alertando a chegada do mesmo enquanto as portas se abriam, adentrei a caixa de metal e cliquei no pequeno botão redondo que indicava o terceiro andar, quando cheguei ao terceiro andar sai do mesmo e fui em direção ao quarto, abri a porta lentamente e vi Kim TaeHyung dormindo, era uma bela visão parecia um anjo, me sentei na poltrona que ficava de frente para sua cama e fiquei observando-o.


P.O.V TaeHyung

Acordei com o som de um pigarro, eu tinha um sono muito leve, ainda com a visão um pouco embaçada fitei a silhueta em minha frente.

- V-Hyung.. desculpe, não queria te acordar..


Notas Finais


Foi isso desculpem qualquer erro ❤
Espero que gostem ❤
Até o próximo capítulo ❤
Beijão da Gridi 💋❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...