História The Letter - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Aposta, Clichê, Drama, Jikook, Namjin, Vhope
Visualizações 51
Palavras 2.261
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTEEEI COM MAIS UM CAPÍTULOOO
u amei escrever este capítulo, então espero que vcs tmb gostem! ♥

Capítulo 6 - Chapter 6


 

Aquela manhã para Taehyung estava péssima como qualquer outra. Ter que aguentar seu pai todos os dias falando sobre como ele era um ser nojento e repugnante o deixava irritado. Não chegava a odiar o seu pai como desejava, mas apenas odiava ser tratado tão friamente por parte de seu pai. Tudo que o acastanhado queria era que sua mãe se separa-se dele e irem morarem bem longe daquele bastardo.  

Mas claro, a mulher ainda amava aquele idiota que Taehyung tanto queria que estivesse desaparecido do mundo como um passe de mágicas. E seu único refúgio era Jungkook. Sabia que apenas com ele podia contar até os maiores segredos do mundo, ele era o seu irmão afinal de contas, mesmo não sendo de sangue.  

Ele cresceu sem amor aos pais, já que a mãe sempre esteve cega em relação ao marido e também não foi amada da maneira que pretendia, jogando assim a culpa em Taehyung, que no máximo que fazia, era apenas escutar aquelas palavras que tanto doíam.  

Apesar de que o garoto sofria dentro de sua casa, não levava isto em relação as pessoas ao seu redor. Ele era amável, brincalhão e infantil em várias horas. E isso lhe deixava feliz, saber que podia ser ele mesmo fora daquele lugar que para ele, não era a sua casa e sim o próprio inferno. Sempre se perguntou se ele havia feito algo de ruim em vidas passadas para ter que levar uma vida daquela, ele não merecia aquilo, aliás, ninguém merecia aquilo. 

Fazia um tempo desde a última vez que apanhou de seu pai que voltava bêbado de uma noitada em mais um de seus bares, estava bêbado, e nervoso por ter que gastar dinheiro em seus jogos podres, descontando sua raiva em seu único filho. O filho que para ele, era nojento.  

A única coisa que tirava um sorriso de seu rosto, era quando recebia mensagens de Hoseok ou conversava com o seu amigo por telefone. Hoseok principalmente conseguia tirar gargalhadas de si quando se sentia para baixo por mais palavras em que seu pai lhe ousou a usar.  

Levantou vagarosamente e desceu as grandes escadas de sua casa devagar, não tinha total certeza que estava sozinho, então todo cuidado é pouco. A casa se encontrava em completo silencio, onde só era possível escutar seus passos pela casa, deduzindo então, que estava sozinho.  

Começou a preparar uma leve refeição pela manhã, enquanto ligava para o seu amigo, talvez sair naquele dia não seria algo ruim, já que os dois nunca tinham tempo para estarem a sós e se divertirem como deveriam.   

- Alô? 

A voz saia abafada, como se estivesse acabado de acordar. 

- Você estava dormindo? 

- Taehyung? Ah, que droga. Se eu soubesse que era você não havia atendido, e respondendo sua pergunta, sim eu estava dormindo. – Taehyung gargalhou pela voz irritava e desesperada de seu amigo. – Para de rir e me diga logo o que você quer para ter atrapalhado minha noite de sono.  

- Hoje estou completamente sozinho, livre para fazer o que bem entender. Nada melhor para ter um dia inteirinho comigo, ne Kookie? 

- Antes de ficar se gabando existe várias coisas melhores do que olhar pra você.  

- Aish, você é muito chatinho!  

- Fala logo o que planeja fazer. 

- Eu também não sei. Mas bem que você poderia vir aqui, ne?  

- Taehyung... Imagina eu estiver ai e seu pai chegar? Você tem noção do que está dizendo? Você bebeu? 

- Não Jungkook, eu não bebi. Tudo bem, você tem razão... Então vamos para... aish, é tão difícil decidir. 

- Vamos para.... Ah espera, o Jimin está me ligando, já volto para falar com você, ok? 

- Jungkook... Não... Esper.... - ... – Não acredito que perdi meu melhor amigo pra aquele baixinho, e a culpa é toda minha.  

Taehyung suspirou derrotado, e foi até a sala central esparramando no grande sofá confortável no centro da sala. Perguntava-se como Hoseok estava agora, o que ele estava fazendo ou se estava bem. A maior parte de seus pensamentos, era centralizadas no mais velho. Ultimamente ambos estavam tão próximos, que Taehyung se perguntava inúmeras vezes se aquilo era real. Para alguém que ficava apenas o observando de longe, é algo incrível de se imaginar a maneira que conversavam atualmente.  

Quando finalmente seu olhar parou sobre a televisão, seu celular tocou. 

- Para tudo por que já temos lugar para ir.  

- E para onde nós iremos...?  

- Vamos a praia com o restante do pessoal.  

- Praia...? Não é um pouco longe daqui? 

- Sim, Jin irá nos levar no carro de seu pai. Ele disse que o carro é grande então caberá todos. Arruma logo suas coisas e vamos que estou te esperando aqui. 

A ligação se encerrará minutos depois, e pode assim abrir um sorriso aberto. Fazia tempos desde que foi à praia com a sua mãe, se recordava que adorava brincar na areia e fazer vários castelinhos na mesma. Mas os dias sempre terminavam em algo ruim, era sempre surpreendido quando sua mãe sempre lhe chamava de forma rude para voltarem para a casa.  

Terminou logo de arrumar as suas coisas, e partiu para casa do amigo que já o esperava impaciente. 

- Você é mesmo enrolado. – Resmungou Jungkook. 

O moreno, para a visão de Taehyung, estava incrivelmente gostoso com aquela bermuda rasgada, e uma regata mostrando um pouco seus músculos, e os óculos escuros combinando profundamente com a roupa. 

- Uol, Jungkookie, você está perfeito! – Disse abrindo o maior sorriso que podia.  

- Eu? Nem tanto. – Jungkook sorriu e bagunçou o cabelo de Tae. 

Sem mais delongas, partiram para o encontro do restante da turma. Já era visível todos os cinco se divertindo e já gargalhando antes mesmo de chegarem á praia.  

- Ai meu Deus! – Gritou Yoongi assustando todos ali presente. – Jungkook você está terrivelmente gostoso. 

A fala de Yoongi surpreendeu todos ali, inclusive o moreno, que abaixou a cabeça e ruborizou. Não era acostumado por elogios, se envergonhava muito fácil com tais situações.  

- Cala a boca, idiota. – Jimin deu um soco no ombro do platinado. – Vamos logo. 

(...) 

O caminho até a praia foi um pouco longe, mas isso não impedia de todos irem a fazer uma bagunça pelo carro. Todos iam cantando músicas, gritando, e tentando dançar. Uma completa bagunça dentro de um carro.  

- Finalmente! – Disse Taehyung assim que desceu do carro, jogando seus belos cabelos para atrás, sentindo logo o cheiro da maresia atingir-lhe. 

Jungkook não era muito fã de praias, mas desde que tivesse algo para fazer naquela tarde tediosa, era lucro. Ainda mais quando uma tarde se encontraria com Jimin. 

- O que vamos fazer agora? – Perguntou Hoseok. 

- Eu quero nadar. – Taehyung levantou os braços animado, pronto para tirar sua camisa quando foi impedido por Jin. 

- Calma! – Jin pegou no braço do mesmo, dando risada. – Vamos procurar algum lugar para nos sentar.  

Os sete amigos andavam para algum lado mais ‘’ confortável’’ da praia para se acomodarem. Conseguiram um lugar menos cheio, e por ali ficaram sentados na areia quentinha conversando sobre assuntos aleatórios. Alguns já se encontrava brincando pela água, alguns sentados, e outros jogando vôlei.  

- Jin, deixa eu passar protetor solar em você? – Perguntou Namjoon, com uma cara nada inocente e que de longe tinha como ver o tom de malicia em sua voz, fazendo as bochechas de Jin ficarem rubras. 

- Não. – Disse simplista observando Yoongi e Jungkook jogando bola. 

- Mas... 

- Vai, passa. Sei que vai ficar insistindo. – Jin se deixou levar, tendo um Namjoon sorridente ao seu lado.  

- Você acha que essa aposta do Hoseok e Jimin irão dar certo? – Perguntou Jin. 

- Creio que sim, não é tão difícil. – Respondeu Namjoon, passando delicadamente o protetor solar nas costas do moreno.  

- Mas e quando eles finalmente tiverem ‘’ vencido’’ essa aposta ridícula. Tae e Jungkook ficaram extremamente chateados. Não acha muita maldade?  

- Eu também não concordo, e você sabe disso. Mas se eles aceitaram, vamos ver no que tudo isso vai dar. – Namjoon franziu o lábio, encarando Jungkook rapidamente, este que jogava e tinha um sorriso infantil enorme no rosto, fazendo simultaneamente Namjoon rir também. – Vai ser doloroso ver aqueles garotos tristes. 

- Exatamente! – Jin fez um bico. – Quer saber? Eu não vou deixar. Eu irei fazer com que Hoseok e Jimin se apaixonem por estes dois, e que está aposta não seja algo inútil.  

- Estou junto nesta! – Namjoon sorriu junto com Jin.  

  

Logo na água bem gelada encontrava-se Jimin, Hoseok e Taehyung, brincando e conversando sobre coisas que vinha em suas cabeças. Taehyung sempre tinha um sorriso infantil no rosto, que não se passou despercebido ao ver de Hoseok, que sempre estava encarando aquele belo rosto. Jimin logo percebeu que a ‘’ aposta’’ entre Hoseok já não podia contar, já que o Jung parecia completamente encantando pelo acastanhado.  

- Jimin por que você não pegou a bola? – Perguntou Hoseok, vendo que já estava ficando tedioso aquela conversa. 

- Por que ela já está sendo ocupada. – Jimin disse fraco e rude, olhando de relance para Jungkook e Yoongi, que brincava animadamente na areia. 

- Por que está com ciúmes? – Perguntou Taehyung. 

- E-Eu? Não sei aonde você está vendo ciúmes. – Respondeu desviando o olhar para qualquer pessoa que estivesse por perto. 

Taehyung riu soprado e encarou Hoseok ao seu lado que também desconfiou da feição de Jimin.  

- Vejo alguém apaixonado! – Hoseok brincou, salpicando água para o lado de Jimin. 

- Eu também vejo alguém apaixonado. Vejo dois! – Jimin passou o olhar para os dois que se entreolharam envergonhados e desviaram o olhar na mesma hora. – Eu vou tomar algo. 

Jimin deixou os dois pombinhos sozinhos, não queria segurar mais vela do que já estava segurando. Seguiu o caminho até alguma barraca por perto para comprar algo. Mas por alguma razão desconhecida a barraca mais próxima era onde Jungkook e Yoongi brincavam animadamente com a bola, sem se importar com quem estivesse passando por perto. 

- Eles se derem bem! – Murmurou Jimin ao passar pelos dois. 

Comprou qualquer coisa gelada que pudesse tirar o gosto salgado da boca. Enquanto bebia de sua água, encarava descaradamente os dois ‘’ amiguinhos’’ se divertindo em sua frente. Como se ele não existisse ali. Então... Jimin decidiu agir.  

- Jungkook. – Chamou Jimin tendo atenção do moreno para si. – Vamos dar um passeio?  

- Não. Ele vai ficar jogando comigo. – Disse Yoongi, abrindo seu típico sorriso galanteador. 

- Não, ele irá comigo e pronto final. – Jimin disse grosseiro assustando Jungkook, e antes do moreno proferir alguma coisa, o ruivo pegou em seu pulso lhe arrastando dali obrigatoriamente.  

- Por que ficou grosso com o Yoongi Hyung? – Perguntou Jungkook tentando disfarçar a vergonha de se estar perto de um Park Jimin sem camisa e molhado.  

- Eu fiquei? - Jimin deu risada. – Não me lembro. 

Jungkook deu risada e encarou toda a extensão de mar a sua frente, não importava quantas vezes já tenha ido a praia sempre irá achar o oceano uma das coisas mais lindas que já presenciou na vida. Como a água azul ficava extremamente bonita com a luz solar que refletia em si, e todo aquele brilho era algo para se apreciar. Perguntava-se como seria aquele lugar ao pôr-do-sol.  

- Jiminnie? – Chamou Jungkook. – Podemos ficar para ver o pôr-do-sol?  

- Podemos! – Jimin abriu um sorriso ao ver o sorriso nos lábios finos do moreno. – Jungkook, você ainda não entrou? – Jimin se referia a água, e então o moreno negou.  

Antes que Jungkook pudesse dizer algo, foi surpreendido por Jimin o pegando no colo – em estilo noiva -, e o encarando com um sorriso travesso no rosto.  

- O-O que está fazendo? – Jungkook corou por aquele aperto em suas coxas. 

- Irei fazer você entrar na água comigo. – Jimin sorriu e caminhou até a água, enquanto Jungkook se encolhia entre seus braços. Apesar de amar a praia, sempre cogitou a ideia de entrar na água, já que sempre teve medo absurdo de se afogar.  

- Ji-Jimin, eu... Eu tenho medo. Me tire daqui! – Jungkook dizia olhando fixamente para onde Jimin ia cada vez mais fundo.  

- Você está comigo, por que teria medo? – Jimin deu risada e depositou um simples selar na bochecha do moreno, que ruborizou com o simples ato.  

Com um tempo, Jimin ia conversando com Jungkook fazendo o mesmo esquecer que estava em um nível fundo junto do ruivo, mas pela simples presença dele, Jungkook preferiu confiar no mesmo. A cada conversa, sorrisos e olhares Jimin sentia-se hipnotizado por Jungkook, algo no moreno lhe atraia de uma maneira incrível.  

- Eu quero te beijar. – Soltou Jimin, encarando a boca bem delineada do moreno.  

Jungkook ruborizou com as palavras que escutou, se encolheu entre seus braços e sussurrou: 

- Então beije.  

Jimin se aproximou de seu rosto colocando a mão gelada e molhada nas bochechas de Jungkook deixando um carinho castro enquanto se aproximava. Se encaravam fixamente até que estivessem em uma distância em que fecharam seus olhos e seus lábios se encontraram.  Mesmo que estejam dentro da água gelada, se encontravam quentes como se pudessem pegar fogo. Se entregaram no sentimento que tinha aqueles lábios, e deixaram-se levar por aquele ósculo delicioso. 

As mãos de Jimin apertavam a cintura do moreno enquanto os braços deste estava ao redor de seu pescoço puxando alguns cabelos da nuca tornando o beijo ainda mais intenso.  

Tudo ao redor dos dois parou, como se estivesse só os dois naquele belo lugar apenas escutando as ondas e a gritaria do povo de longe...


Notas Finais


E finalmente os jikook se beijaraaam.
E oq vcs acham sobre esta aposta? Oq será que irá acontecer?
rsrsrs amoo vcs! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...