História The Liar - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~iLikePastel

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Bottom!taehyung, Taekook, Vkook
Visualizações 53
Palavras 1.278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


PASTEL AQUI, ORRA!

JA FAZEM 84 ANOS QUE THE LIAR NÃO TEM ATUALIZAÇÃO, EU SEI! (sorry ;^;)
Tô até com medo de voltar a postar nessa fic djdnejdn bem, voltei a escrever nesta lindja história então sem mais enrolação, vamos pro novo capítulo quentinho e.e'

Ahh, só mais uma coisa, o capítulo vai ter uma música que é romendada ser escutada para dar o climinha e tals, link estará nas notas finais.

Capítulo 4 - 'Cause my heart is where I shake


Fanfic / Fanfiction The Liar - Capítulo 4 - 'Cause my heart is where I shake

Eu via as luzes dos carros passando como borrões brilhantes pelas ruas, pessoas andando para irem aos seus respectivos destinos e tinha aqueles que estavam como eu: perdidos e sem um lugar específico para ir.

Minha cabeça dói como o inferno, eu quero fazer parar mas não consigo de forma alguma. Talvez conviver com a dor seja minha melhor opção no momento. Desde pequeno eu sempre me perguntei o porquê de Kim Taehyung fazer da minha vida algo como um circo em que eu sou a atração e ele é o público. 

– Você vai cair daí se não tomar cuidado, Kook. – Uma voz naturalmente rouca disse, me assustando.

 Eu reconheceria essa voz em qualquer lugar, já que ela aparece frequentemente em meus pesadelos reais e imaginários. 

 – O que está fazendo aqui, Kim Taehyung? – me virei para o jovem atrás de mim. 

 – Eu achava que já teriamos intimidade o suficiente para você me chamar somente pelo meu primeiro nome. 

 – Ainda não respondeu minha pergunta. – bufei, irritado.

 Taehyung me observava atentamente, era visível em seus olhos que ele não queria brigas ou coisa do tipo. 

 – Você saiu de lá em pedaços, Jeon. Eu posso agir como um babaca frequentemente, porém eu tenho sentimentos. – ele disse, olhando para o mesmo lugar onde eu observava anteriormente.

 Se eu estava desconfiando da repentina atitude de Tae? Estava, com certeza estava. 

 – Como me achou? – perguntei, o encarando. 

 – Eu te segui. Fui o único que conseguiu fazer tal ato. 

 – Você me seguiu por todo esse tempo? 

 – Aham. 

 Ok, isso não é uma atitude normal do Taehyung que eu conheço. Ele está tão diferente, eu acho que gosto dessa versão mais humana dele. 

 – Por que está fazendo tudo isso? – perguntei, buscando por respostas. 

– Eu... Eu não sei. Algo dentro de mim disse que eu precisava ver como você estava, ok? Eu sei que não faz o menor sentido, eu mesmo não achando a razão mas... Ah, me perdi. – ele riu e franziu o cenho. 

Devo dizer que essa atitude foi fofa?

 – Minha mente está em completa confusão, me desculpe. Sabe Jeon, nós nunca conhecemos o verdadeiro eu dos outros, todos temos segredos, mistérios e critérios. – ele continuou. – eu tenho algo a te propor, certo? Você pode aceitar ou negar.

 – O que seria essa proposta? – perguntei curioso. 

 – Bom... Já que temos que nos casar de qualquer forma e tecnicamente você é MEU, nós poderiamos propor uma paz? Porque eu não quero me casar no meio de uma guerra que não tem data ou hora para acabar. 

 A simples menção do casamento faz o oxigênio se esvaziar dos meus pulmões. 

 – Ehr... Eu acho que te entendo, bem, podemos tentar. Mas isso não significa que eu confio em você totalmente ou algo do tipo, ainda tenho um pé atrás com você. 

 – Entendo. De certa forma já é um passo dado. – Ele suspirou.

 Não sabia reconhecer se ele estava tenso, assustado ou até mesmo aliviado. Taehyung é um quebra cabeça que possuí peças faltando. Ele é um mistério e parece que coloca uma máscara em sua face para se esconder dos seus demônios. 

 • Play This City – Alok & Stonefox • 

Yeah natures pretty (Sim, a natureza é linda)

But so is this city (Mas esssa cidade também é)

So don't dance (Então não dance)


Till they do (Até eles dançarem)


And if they're calling shots (E se eles estão sedentos por drinks)

Well don't drink up (É melhor não beber)

They'll walk (Eles irão caminhar)

All over you (Sobre você)

O silêncio reinou entre nós, a única coisa que dava para se escutar era o barulho dos carros que iam e vinham. Era de certa forma confortável. Pela primeira vez em anos nós dois estavamos no mesmo ambiente sem brigar ou discutir, era um total silêncio puro e inocente.

Cause theres only one thing (Porque há apenas uma coisa)

I've learned (Que eu aprendi)

After leaving home with no words (Depois de deixar minha casa sem dizer uma palavra)

And that one thing (E essa coisa)

Got lost in the waves (Se perdeu dentre as ondas)


Got lost in the (Se perdeu nas)


– Taehyung. – falei baixo, o chamando. 

– Fale. – ele disse, porém continuou olhando para os carros. 


I'll never go home in the summer (Eu nunca irei embora no verão)

Yeah that is what we used to say (Sim, isso é o que nós acostumamos dizer)

I'll never be cold with a lover (Eu nunca passarei frio com quem eu amo)

Cause my heart is where I shake (Porque meu coração está onde eu me divirto)


– Por que você sempre me tratou mal desde criança? – perguntei, como se estivesse tirando um peso dos meus ombros. 

Ele me encarou e e ficou em silêncio novamente. Ele abria e fechava seus lábios esperando que algo saísse sobre eles e então, saiu. 

– Desde criança, eu aprendi que no mundo em que vivemos é necessário deixar o sentimentos em digamos que num lugar onde só você mesmo pode ter acesso, pois suas fraquezas e medos estão lá. – ele apontou o dedo para o meu coração e continuou, – As pessoas passam por cima de nós se não soubermos como lidar com a pressão... Meu pai sempre me disse: "Se eles estão sedentos por suas fraquezas, não as demonstre e mostre que é mais forte e poderoso que eles". Eu sempre vivi em um ambiente em que o poder e dinheiro valem mais que qualquer coisa, ao contrário de você. Quando eu vi o doce e frágil garoto que você era, eu não sei direito mas eu tinha inveja e sim, usei o que haviam me ensinado para destruir seu pobre coração, que não tinha culpa das minhas maldades.

Ele terminou e me encarou, era visível que ele estava envergonhado e abalado. 

Bem, se me perguntassem como eu estou me sentindo agora, eu diria que confuso e dolorido, como se facas tivessem me cortado. 


I'll never go home in the summer (Eu nunca irei embora no verão)

Yeah that is what we used to say (Sim, isso é o que nós acostumamos dizer)

I'll never be cold with a lover (Eu nunca passarei frio com quem eu amo)

Cause my heart is where I shake (Porque meu coração está onde eu me divirto)


I'll never go home in the summer(Eu nunca irei embora no verão)

Yeah that is what we used to say (Sim, isso é o que nós acostumamos dizer)

I'll never be cold with a lover (Eu nunca passarei frio com quem eu amo)

Cause my heart is where I shake (Porque meu coração está onde eu me divirto)


– Jeon, me perdoe, por favor. Eu sei que pedir não irá apagar os anos dolorosos que lhe causei mas eu prometo que irei tentar não te machucar mais. 

– Eu ehr... Eu acho que te perdoo, eu preciso de um tempo, ok? Eu preciso processar as informações falarei com você. 

– Certo, obrigado pela nova chance. – ele sorriu e pela primeira vez em anos, eu o vi dando um sorriso de verdade.

– Eu preciso ir, adeus Tae. – falei, descendo da escada do telhado de onde eu estava. – E ah, minha vó costumava me dizer que sua mente irá estar onde seu coração quiser estar e bem, está na hora de você começar a escutar seu coração, pois lá irá estar sua verdadeira felicidade, Kim Taehyung. 


– Eu acho que já estou o escutando...  O garoto disse baixo.

– O que disse? – perguntei alto, pois não entendi o que o rapaz disse.

– Nada! – Ele gritou, corado. 


I'll never go home in the summer (Eu nunca irei embora no verão) 

 Yeah that is what we used to say (Sim, isso é o que nós acostumamos dizer) 

 I'll never be cold with a lover (Eu nunca passarei frio com quem eu amo) 

Cause my heart is where I shake (Porque meu coração está onde eu me divirto)  


Notas Finais


QUE CAPÍTULO FOFIS, EU SEI! Isso é resultado da minha linda pessoa + sertanejo udndjdndj

Link da música: https://youtu.be/xlHxZfIDw-Y


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...