História The Liar - Capítulo 2


Escrita por: ~, ~estranharmy e ~Alien_Exo-L

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Kim Nam-joon / Rap Monster
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Advogado, Bangtan, Bts, Fanfic, Namjoon, Taekook
Visualizações 12
Palavras 1.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIII
Eu sou a @estranharmy uma das autoras
E hoje meus queridos amigos, o capítulo foi escrito pela minha pessoa ♡
Eu espero que gostem e descupa qualquer erro de gramática e me descupem também pela edição bosta da capa do capítulo, mas eu fiz de ultima hora ^//^

Ps: esse negócio aqui "×.×" é tipo uma quebra de tempo, Okay? Okay!

BOA LEITURA ^-^

Capítulo 2 - As escadas do sucesso


Fanfic / Fanfiction The Liar - Capítulo 2 - As escadas do sucesso

É isso eu estava em coma


E é a única explicação por ter dormido a tarde toda, acontece né?


Depois de ter esbarrado naquele poste de terno ontem eu voltei para o escritório e Mi Cha ficou me importunando a manhã toda. Quando deu o meu horário eu fui conversar com Hoseok e depois de um tempo fui para casa, comi, deitei e dormi o resto da tarde inteira.


PORÉM, um seguidor de satanás, resolveu que seria uma boa ideia, parar na frente da minha casa e ficar apertando a campainha até eu me levantar da minha querida caminha, pegar um taco de Baseball e atender só para bater aquele taco na cara deste demônio.


- O QUE É? – Abri a porta com tudo dando de cara com Kim Taehyung, a pessoa mais fofinha que eu conheço – o que não combina nem um pouco com a sua voz maravilhosa –, meio encolhido pelo meu grito – Ai desculpa TaeTae, é que eu estou meio estressada hoje.


- Não tem problema, você só me assustou um pouco – EU NÃO AGUENTO ESSE SORRISO KIM TAEHYUNG – eu vim aqui por que eu acho que o Gukkie quer me matar.


Eu franzi o cenho, esses dois são mais grudados do que chiclete no cabelo, é estranho quando eles brigam.


- Por quê o Jungkook quer te matar Bebê? – Sim, eu trato ele como um neném. Por que? Porque ele é um bebezinho grande que precisa de cuidados.


- Porque eu coloquei laxante no suco de laranja dele – fez uma voz fofa e uma cara de santo, quem olha nem percebe o capiroto que essa criatura é.


- ... E POR QUE VOCÊ FEZ ISSO? – Gritei mesmo. Ele fez uma cara de bravo enquanto pensava, que fofo, nem parece que caga.


- Porque hoje é sábado – acho que ele percebeu a minha cara de “E o que isso tem haver?” e continuou – é que todos os sábados nós dois passamos o dia assistindo filme e comendo porcaria, mas ele resolveu que iria a um encontro com uma vagabunda logo hoje.


Uma coisa que eu acho que esqueci de falar, é que o Taehyung é muito ciumento e possessivo com os amigos, principalmente o Jungkook e eu. Ele continuou dando chilique e xingando a garota de tudo quanto é nome, eu até fiquei com um pouco de dó da garota, tenho certeza que depois de hoje ela tá amaldiçoada pelo Taehyung.


- Mas TaeTae o Jungkook precisa arrumar uma namorada, assim como eu também preciso arrumar um namorado – ele estava de costa para a porta ainda xingando a menina e o Jungkook, mas quando eu falei isso ele virou a cabeça para mim igual a Anabelle, e franziu o cenho, Jesus Cristo tenha piedade de mim.


- ELE NÃO PRECISA DE UMA NAMORADA, ELE JÁ TEM A MINHA COMPANHIA – Gente, tô começando a achar que o ciúmes do Taehyung não é só de amigo – DO MESMO JEITO QUE VOCÊ NÃO PRECISA DE UM NAMORADO PRA FICAR COÇANDO O SACO SENTADO NO SOFÁ PEDINDO COMIDA – deixa pra lá é só de amigo mesmo.


- ......Taehyung pelo amor de deus, entra – falei dando um espaço para ele passar pela porta, quando ele entrou se sentou no sofá com uma cara emburrada e um biquinho – Tae, você tem que aceitar que uma hora , eu ou o Jungkook vamos ter um namorado ou uma namorada, você também vai ter um namorada, e ela vai ser muito fofa e carinhosa que nem você, bebê.


- Eu não quero ter uma namorada – fez cara de choro, AI que vontade de por num potinho e proteger para sempre – por que ela tentaria me controlar para me afastar de você e do Gukkie e eu não quero ficar longe de vocês.


- Vamos deixar essa assunto para lá TaeTae? – ele mexeu a cabeça concordando – eu vou fazer a janta e você fica assistindo Cocoricó, Okay? – liguei a televisão e deixei ele assistindo Cocoricó


                              ×.×


Depois de que nós jantamos fomos dormir, e no meio da noite a criatura me acorda perguntando se o um ursinho dele até então sem nome estava aqui, eu falei para ele onde estava, ele pegou falou algo como “jsjsbehsbhd” porque eu realmente não entendi nada daquele novo dialeto que o Taehyung criou.


....No outro dia....


Os sol batia leve mente em meu rosto me fazendo despertar aos poucos e me espreguiçar ainda deitada em minha cama, enquanto eu ouvia o canto dos pássaros lá fora que faziam eu me sentir bem....


Não, não foi assim que aconteceu, se você acorda desse jeito às 7 da manhã, tu precisa ir ao médico, por que você está doente meu querido ou querida.


Eu acordei, na verdade, com o capiroto cantando o hino do inferno ao meu lado, mais conhecido como despertador que eu quase, quase, taquei ele na parede, SE eu não tivesse lembrado que ele é o meu celular e eu não gostaria de comprar outro e ficar pagando por 84 anos, por isso eu apenas tolerei aquele desacato ao meu sono da beleza e finalmente desliguei aquela coisa.


Eu me levantei, fiz minha higiene pessoal e fui para a cozinha comer e ir trabalhar – infelizmente –, sai de casa e fui para a empresa andando mesmo porque, meu dinheiro para ônibus acabou, só tenho notas altas na minha carteira neste momento, beijos na bunda.


Quando cheguei dei de cara com Mi Cha, a cumprimentei vendo ela babar na minha tão amada bolsa da Gucci e segui meu caminho pisando nas recalcadas para as escadas do sucesso – Hiray, menos, bem menos tá?


Beleza, cheguei no meu andar e fui para a minha sala dando um ‘Oi’ para Hoseok que sorriu para mim, o cara bonito do cão, nossa Senhora Aparecida, amém. Abri a porta, vi uma pilha de papéis em cima da minha mesa e fiz uma careta, Deus amado, só pode ser coisa do tio LuLu – Lúcifer para quem não entendeu – mais conhecido como Mi Cha, vacilão morre cedo queridinha. Vingativa? Eu? Nem um pouco.


Sentei na cadeira e bufei, vai ser um longo dia.



Notas Finais


Espero que tenham gostado e obrigada por terem lido, na verdade se você conseguiu chegar até aqui sem morrer de vergonha alheia, parabéns você com certeza vai vencer na vida

Até o próximo capítulo e tchau
:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...