História The Life is a Hell - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bring Me The Horizon
Exibições 13
Palavras 1.460
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 37 - Turnê


POV LOUISE:

Acordei dolorida e com uma perna de Oliver em cima de mim. Soltei um risinho baixo.
- Do que está rindo? Ele estava acordado?
- Nada. Me levantei da cama.
- Nossa, sua cintura está com marcas da minha mão. Falou e se levantou também.
- É. Olhei e estava muito marcado. - Me lembre de na próxima vez amarrar suas mãos. O olhei e sorri debochada.
- Você não vai fazer isso. Não se eu te amarrar antes. Me puxou pela cintura e eu ri.
- Tá doendo, me solta. Ele o fez.
Seguimos para o banho e descemos. Os caras estavam morgados no sofá.
- Bom dia. Falei indo pra cozinha. - Quem fez? Me referi a mesa do café já arrumada.
- Foi eu. Kean disse e eu o olhei pela porta da cozinha.
- Ta bom?
- É claro. Disse e gargalhamos.
- Ok.
Oliver veio e tomamos o café da manhã, realmente estava bom. Ouvi meu celular tocar loucamente.
- Sim?
- Ai que meigo. Era o Dave. Ri alto. - Tem ensaio. Vamos fazer turnê.
- Sério? Olhei para Oliver que me olhava rindo.
- Sim. Adivinha pra quem vamos abrir os shows?
- Não sei. Agora Oliver sorria. - Não acredito.
- Sim. Acredite. Vamos abrir pro BMTH!
- Eu vou esganar o Oliver! Falei e o mesmo saiu correndo da cozinha.
- Mas agora é sério. Vamos ensaiar a semana toda, e na próxima semana começaremos.
- Ok.
- Tchau.
- Tchau, meu bem. Ele riu e desligou.
- CADÊ O OLIVER? Gritei indo até a sala. Ele estava no meio dos caras. - Porque ninguém me contou?
- SURPRESA! Berraram juntos.
- Eu vou dar uma surpresa na cara de vocês! Rimos - Vamos tocar onde?
- Bélgica, Estados Unidos, México, França, Japão de novo, Brasil e outros países.
- Brasil e México? Olhei-os feito retardada. - Eu sou louca pra conhecer.
- Brasil já fomos. É bom.
- Falam que as mulheres de lá são bronzeadas e com bunda grande. Falei e me joguei neles.
- Vai ser a única branquela de lá. Lee disse.
- Seu anão estranho. Murmurei.
- Falou a gigante. Jordan murmurou.
- Jord, cala a boca! Você nunca falou e agora está se revelando?
- Sim. Sou assim, quando me sinto a vontade, começo a ficar insuportável! Disse e puxou de leve meu cabelo.
- Ai. Fiz bico.
- Awwn, que linda. Oliver me deu um selinho.
- Hoje tenho ensaio, mas antes preciso levar as crianças na rua. Falei. - Quem topa dar uma volta na parque? Me levantei indo pegar as guias do Jake e Snow.
- Snow anda na rua? Lee perguntou.
- Vou ensiná-lo.
- Então... Ok. Falou.
Saímos de casa e fomos pro parque. Snow parecia um cachorro! Corria atrás dos outros bichos e nós riamos da situação. Era muito engraçado.
- Meu Deus! Esse gato é louco! Nicholls gargalhou alto.
- Realmente. Lee disse vermelho de tanto rir.
- Então foi por isso que a moça me vendeu. Oliver me olhou.
- Nossa. Ri e me sentei entre as suas pernas.
Procurei Jake com o olhar e o encontrei de barriga pra cima para as crianças fazerem carinho nele.
- Jake é um bobão. Oliver disse rindo.
- Demais. Ri também. - Cadê o Snow?
- Serve aquele correndo feito louco? Apontou para a bola de pêlos brancos correndo pelo parque. Ri. - Espero que tenhamos filhos para correr por esse parque. O olhei sorrindo.
- Isso é uma proposta de casamento? Ele riu.
- Você já perguntou se vamos nos casar eu respondi que sim, mas agora tem que ter um pedido mesmo.
- Eu vou ter um troço. Me virei de frente pra ele. - Sério. Senti meus olhos arderem.
- Estamos juntos de verdade a pouco tempo, mas eu sei que vamos ficar juntos pra sempre. Somos loucos. Sorriu. - Casa comigo? Sorri com meu rosto molhado por causa as lágrimas. Olhei para os meninos, Lee e os outros estavam me gravando.
- Eu caso. Sussurrei e beijei seus lábios. - Eu aceito. O abracei e ele riu.
- Montinho!! Nicholls se jogou na gente e o resto fez o mesmo.
- Quero ser padrinho! Kean disse.
- Vocês e os meninos vão ser os padrinhos. Falei e sorri. - Ai meu Deus, eu amo vocês!
...
- Louise! Tá atrasada! Ouvi a voz de Dave.
- Eu sei. Falei e logo ele entrou no quarto.
- Perdeu algo?
- Meu celular. Eu não me lembro onde coloquei.- Depois você vê isso. Vamos logo.
- Ok. Falei.
Fomos pra casa de Chris para ensaiar. Demos um tempo depois de tocar algumas músicas.
- E você e o Oliver? Gus se sentou.
- Estamos bem e tenho novidades. Sorri.
- Hm? Murmuraram juntos.
- Querem ser padrinhos do meu casamento?
- VOCÊ VAI CASAR? Flor brotou do inferno com Owen e Jessy.
- Sim. Sorri mais.
- Ai meu Deus! Vem cá. Me abraçou. - Parabéns.
- Obrigada. Sorri. - Mas e então, aceitam? Você também Owen.
- Sim. Falaram e pularam em cima de mim.
- E espero que você e Jessy aceitem ser as madrinhas.
- Mas é claro que sim. Falaram juntas.
Eu e Jessy começamos a nos dar bem. Ela era legal.
- Tenho que falar com a Amanda, Melissa e Carol. Olhei para Chris quando mencionei o nome da última.
- Nós não temos nada. Falou e eu ri alto.
- E eu falei que vocês tinham algo? Ele corou. O CHRIS COROU! - Ai que fofinho. Apertei suas bochechas.
- Olha, é bom continuarem esse ensaio, eu não vim até a Alemanha por nada. Vi o ser de cabelos brancos brotar (também do inferno). Era o Andre.
- Caralho, seu filho da puta! Dave pulou nele.
- Ai seu viado. Você é pesado. Andre reclamou e eu ri. Dave o soltou e ele veio até a mim. - Hey, como vai? Me abraçou e eu retribuí. - Ouvi sobre o casamento.
- Estou bem e você? Beijei sua bochecha. - E sim, vou casar.
- Estou bem e parabéns. Sorri.
- Gostei do seu cabelo. Ele sorriu.
- Mas então, voltem pro ensaio porque eu quero ver a Louise cantando. Ri.
Voltamos ao ensaio e quando acabou, voltei pra casa. Assim que passei pela porta, senti o cheiro de queimado. Puta que pariu, esses caras estão colocando fogo na minha casa?
- MINHA CASA TA PEGANDO FOGO? Berrei e logo Snow e Jake vieram correndo da cozinha. Quando chegueu na mesma, tinha fumaça pra todos os lados e os risos altos qe era de Lee, Oliver e Nicholls.
- Caralho, ela chegou. Lee disse ainda rindo.
- Eu vou matar vocês! Disse tossindo.
- A gente tava tentando fazer algo pra você, ué. Nicholls disse.
- Ah claro. E quase colocaram fogo na minha casa.
- Foi mal.
- Arrumem isso. Vou tomar banho e já desço.
- Ok. Falaram juntos. Acabei rindo. E se eles colocassem fogo na casa? Teríamos que morar na rua, porque né...
Tomei banho, coloquei uma roupa qualquer e desci pra ficar com os meninos.
...
- Está tudo na mala? Oliver perguntou e eu assenti.
- Estou esquecendo de fazer algo. Olhei pra Oliver. - CARALHO! E o Snow e Jake?
- Porra. Murmurou.
- Acho que vou pedir pro porteiro vir aqui colocar comida e água pra eles.  Eu não sei com quem deixar.
- É... Pode ser.
- Ok. Vou falar com ele.
Desci as escadas correndo e quase rolando por elas, pois estava super atrasada.
- Seu Sid. Cheguei quase morrendo.
- Sim, querida.
Já falei o quanto gosto desse senhor? Ele parece ser meu pai. Sempre me chama de querida.
- Então, preciso de um favorzão. Ele riu.
- Pode falar.
- O senhor pode dar uma olhada no Snow e Jake durante esse mês que estarei fora? Tudo o que eles irão precisar está lá e...
- Claro. E pelo visto está atrasada como sempre, né? Rimos juntos. - Pode ir sem se preocupar.
- Ok. Obrigada. Puxei seu rosto lhe dando um beijo na bochecha. - Depois eu te pago.
- Não precisa.
- Precisa sim.
- Ok.
Vi Oliver descer com as malas pelo elevador.
- Vamos?
- Vamos. E mais uma vez, obrigada. Falei com o porteiro.
- De nada. Falou.
Fomos pro aeroporto e chegamos rápido. Fizemos o check-in e de longe eu via Chris e Lee quase arrancando os cabelos.
- Cheguei. Vamos? Falei.
- NÓS ESTAVAMOS NA MESMA CASA! COMO CONSEGUIU DEMORAR? Lee fez um escandalo.
- Foi mal. Revirei os olhos.
- Tá, vamos logo.
Logo embarcamos. Primeira parada: Estados Unidos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...