História The Little Hero's - A História Se Repete - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Exibições 44
Palavras 1.396
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Magia, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii pessoas, tudo bem? Aqui mais um capítulo novinho pra vocês espero que gostem.
E pra quem não sabem, agora temos um grupo no whats, se alguém quiser entrar me avisa.
Beijos de Luz :*

Capítulo 7 - Cora Mills


FLASHBACK ON
Because Of You - Kelly Clarkson

Zelena: Mãe! - falou entrando na cripta onde Cora estava - eu sei que você está aqui Cora...

Cora: Olha quem está aqui a minha primogênita - sorriu.

Zelena: O que você pensa que estar fazendo?! - gritou.

Cora: O que exatamente estou fazendo? - falou irônica.

Zelena: Você não tem o direito de lançar essa maldição, você já não estragou a nossa vida o suficiente?

Cora: Tudo o que eu fiz, foi pra vocês terem uma chance melhor - falou.

Zelena: Não, não foi! Você me abandonou numa cesta no meio da floresta, eu era só um bebê! E sem contar o que você fez com a Regina, você nos separou quando eramos pequenas por egoísmo, matou a pessoa que Regina amava na frente dela, a obrigou a se casar com uma pessoa que ela não amava, só pra satisfazer o seu desejo. - falou enquanto chorava.

Cora: Regina deveria me agradecer ­- falou - Eu a transformei em uma rainha.

Zelena: Rainha?! Você a transformou em um monstro! Você ME transformou em um monstro Cora, você nunca pensou em mim ou na Regina você só viu a sua dor... E agora nós damos o nosso melhor pra não ser igual a você!

Cora: Olha só no que você se transformou - olhou para Zelena com desprezo - Você se apegou tanto nela que está fraca. O amor é uma fraqueza Zelena.

Zelena: Mãe você não pode fazer isso! - implorou - Não pode nos separar delas, ouça a sua consciência.

Cora: Sinto muito, um diz você vai me agradecer - falou sumindo em sua fumaça deixando Zelena sozinha.

FLASHBACK OFF

Neal: Fala Roland, quem é essa Cora e o que ela fez de tão ruim?

Roland: Bom, Cora é a mãe de Regina e de Zelena...

Alice e Robin: Nossa avó?!

Roland: Sim... Vocês já ouviram falar do conto: A Filha do Moleiro?

Robin: Não vai me dizer que é ela - falou.

Roland: Sim, Cora é a filha do moleiro, ela vivia com seu pai em um moinho onde ela era responsável por vender a farinha que seu pai moia, até que um dia ela foi entregar farinha no castelo e lá ela foi humilhada pela princesa Eva, e a princesa Eva é a mãe da Branca de Neve...

Katherine: Meu Deus que confusão - interrompeu.

Roland: Sim é uma confusão - falou rindo - Mas continuando, depois de ser humilhada Cora ficou muito revoltada... - ele contou a história de Cora, pelo o que ela tinha passado e também o que ela tinha feito com Regina e Zelena.

Lucas: Essa mulher é um monstro!

Roland: Pensamos que ela tivesse se arrependido e seguido em frente... Mas estávamos enganados ela voltou e houve uma luta, Emma junto com os outros conseguiram derrotar ela ou ao menos pensavam ter derrotado ela...

Alice: E não conseguiram? - Interrompeu.

Roland: Não, no dia em que estávamos comemorando, ela apareceu e ameaçou a todos, foi Cora, ela relançou a maldição das trevas... Ela nos separou de nossos pais.

Todos ficaram perplexos com a revelação, ficaram se perguntando como uma pessoa tinha coragem de fazer isso, se Cora teve coragem de amaldiçoar suas próprias filhas o que ela seria capaz de fazer com eles? É, eles se meteram em uma tremenda enrascada.

-x-

Roland acordou todos bem cedo, já que tinha os matriculado no colégio, disse que eles tinham que agir como adolescentes normais, mas definitivamente eles não eram adolescentes normais, eles levantaram contra a vontade, fizeram suas higiene matinal e colocaram os uniformes.

Robin: Ai, eu estou ridículaa - falou se olhando no espelho.

Katherine: Parece uma mocinhaa - zombou.

Robin: Cala a boca Katherine - falou jogando o travesseiro em Kath.

Alice: Eu gostei - falou terminando de arruma o cabelo e Robin revirou os olhos.

Desceram para a cozinha, tomaram café e Roland os deixou na escola.

Roland: Juízo, hein! - falou quando abaixou a janela do carro.

Alice: Okay, papai... - falou rindo. Roland deu partida e foi embora.

Eles entraram no colégio meio perdidos, não sabiam muito bem para onde ir, até um garoto, alto e magro se aproximou deles.

***: Alunos novos?

Alice: Sim...

***: Meu nome é Henry, prazer conhecê-los. - estendeu a mão para cumprimentá-los.

Katherine: Prazer em conhecê-lo, Henry - o cumprimentou e os outros fizeram, o mesmo, eles não podiam acreditar, estavam falando com o menino que tem o coração do verdadeiro crédulo, com o filho da salvadora, com o irmão de Kath.

Neal: Então Henry pode nos ajudar?

Henry: Claro! Me acompanhem. - eles seguiram Henry até a sala da diretora da escola. - Senhorita Mills, esses são alunos novos. ­- quando Alice ouviu o nome seu coração quase parou de bater.

Regina: Obrigado Henry, agora vá para a classe. - Henry assentiu e saiu da sala. - Bom Dia, meu nome é Regina Mills, sou a diretora dessa escola e você são...?

Katherine: Eu sou Katherine, Katherine Morgan.

Robin: Robin Lancaster.

Lucas: Lucas Parker.

Neal: Neal Jackson.

Alice: Eu sou Alice... Alice Cooper.

Regina: Alice... Nome bonito. - sorriu. ­- Bom, olhando aqui a ficha de vocês, vocês foram colocados na turma da Senhorita Blanchard. - agora foi a vez do coração de Neal, quase parar - A turma dela é a turma 2, Zelena irá levar você até lá - Okay agora Robin começou a sentir um pequeno começo de infarto, eles estavam encontrando os pais deles e estavam nervosos. Zelena adentrou a sala e os guiou até a sala de Mary Margaret.

Zelena: Senhorita Blanchard?

Mary: Sim? - falou interrompendo a explicação.

Zelena: Desculpe interromper, aqui estão seus novos alunos - ela falou e eles entraram.

Mary: Sejam muito bem vindos, sentem. - falou simpática.

Zelena: Com licença. - falou e se retirou. Eles procuraram lugares perto um dos outros e se acomodaram.

Mary: Bom turma temos alunos novos, de onde vocês são?

Katherine: Somos de Boston.

Mary: Humm, bom esperamos que gostem da nossa cidade ­- sorriu e continuou a explicação de matemática.

-x-

Quando a aula terminou Roland foi busca-los e os levou para o Granny's, eles sentaram nas mesas de fora e Roland foi para dentro do estabelecimento para fazer os pedidos.

Ruby: O que vai querer? - Roland fez os pedidos e Ruby foi buscá-los, enquanto esperava uma pessoa conhecida se aproximou dele.

***: Olha só como o garotinho da floresta cresceu.. - Roland parou.

Roland: Cora... - se virou

Cora: Acertou queridinho, o que foi? Não vai dar um abraço na vovó - falou sarcástica.

Roland: O que você quer?

Cora: Olha garoto eu vou te dar um aviso: não fique no meu caminho se não quiser ter o mesmo destino de seu pai, não se meta a herói, pois nós dois sabem que você não é... Ou já se esqueceu do que você fez?

Roland: Como você sabe? - se espantou.

Cora: Eu sei de tudo querido, não ouse me desafiar - falou e saiu.

Logo depois Ruby chegou com os pedidos e Roland levou até os outros, sentou e  ficou pensando no que Cora havia, dito, ele não podia deixar que os outros soubessem o que ele havia feito, eles notaram que Roland estava quieto mas não questionaram, terminaram e voltaram para casa.

Roland continuava quieto e isso estava incomodando eles.

Neal: O que você tem cara? - perguntou.

Roland: Encontrei a Cora hoje.

Robin: E o que ela disse?

Roland: Disse para não nos metermos nos plano dela.

Robin: E é por isso que está assim? Não vamos recuar, vamos enfrentá-la.

Roland: Não é simples assim...

Katherine: Nós sabemos, mas estamos juntos nessa e não vamos desistir..

Roland: É, vocês estão certos, não vamos recuar - sorriu - Vamos jantar...

-x-

Cora estava na prefeitura andando de um lado para o outro, esperava uma pessoa. Até que a pessoa chegou.

***: Cora, querida o que você queria me dizer - entrou e se sentou na cadeira a frente de Cora.

Cora: Os salvadores estão na cidade - falou de uma vez só.

***: O que?! Pensei que tinha se livrado deles - se exaltou.

Cora: E eu me livrei, mas aquele garoto, filho do ladrão os encontrou e os trouxe aqui.

***: Então, temos que nos livrar deles...

Cora: Mas Como?

***: Você vai saber - sorriu perverso.


Notas Finais


Cora é realmente a vilã? O que será que Roland fez?
Beijos de Luz :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...