História The Losers. - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~sdbvic

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Colegial, Romance
Exibições 1
Palavras 714
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oooooi, capitulo 4!
Boa leitura, espero que goste.

Capítulo 4 - A carta


P.O.V Lucas Harper

John e eu estávamos no nosso quarto, eu praticamente quase dando uma voadora nele, pois estava me obrigando a entregar uma maldita carta para Emma.

- John, não, sem chance, vai você! – Falei bufando.

- Ahh! Por favor, cara! Pensa sua mula, a Katherine vai estar lá. – Falou implorando quase de joelhos.

Katy. Ela meche comigo, desde a primeira vez que a vi... PERAI QUÊ?! Desde quando eu to pensando assim dela?! Balancei a cabeça para afastar meus pensamentos

- Aff! Tá bom! Você me paga seu idiota! Qual é o quarto? – Falei bufando e pegando a carta da mão dele.

- 37, valeu cara, sabe que te amo né. – Falou me agradecendo e se curvando. John nasceu nos Estados Unidos, mas sua família é de Taiwan, então tinha esses hábitos.

Sai do quarto e por um segundo sabia que John estava comemorando, aff.

Sai do prédio do dormitório masculino e caminhei em direção ao feminino e entrei no mesmo. No corredor havia muitas garotas, umas indo pro quarto de outras, outras de toalha, umas me encarando espantadas e outras maliciosas. Essas meninas nem chegam perto de Katherine, ela sim é linda, fofa e aquele jeito meigo... me fascina.
Me peguei pensando nela de novo e afastei meus pensamentos ouvindo uma conversa do suposto quarto e Katy e Emy.

- Do Lucas... – Parecia que Katherine tinha acabado a frase só que com o meu nome, ué, o que eu fiz, meu Deus?

- O que tem eu? – Perguntei confuso entrando no quarto, já que a porta estava entreaberta.

- O QUE VOCÊ TA FAZENDO AQUI?! – Gritou Katy corada e também espantadas como Emma e Eduarda.

- Vim entregar uma carta do John para a Emy, ai eu ouvi meu nome e entrei. – Falei.

Emma estava com um sorriso abobado no roso, É... John conseguiu conquistá-la.

- Você... ouviu? – Perguntou Katy meio nervosa enquanto as garotas me encaravam.

- O quê? – Perguntei novamente confuso.

- Ah.... Nada não. Esquece. – Falou sorrindo amarelo parecendo estar aliviada, devolvi um sorriso ainda curioso por saber o que tanto falavam.

- Bom, vou indo meninas, qualquer coisa e só aparecer. Falei virando os calcanhares e saindo do quarto.

No meio do corredor encontrei Estefany, minha ex. Ela parecia com muito ódio mais não liguei muito. Finalmente sai do dormitório feminino e fui ao masculino novamente entrando em meu quarto onde Guilherme e John conversavam animadamente, me joguei na minha cama e eles me fitaram com as sobrancelhas arqueadas.

- Que foi? Sou tão bonito assim? – Falei erguendo a cabeça do travesseiro e pude os ver melhor em meu campo de visão.

- Eai? Entregou a carta para Emy? – Perguntou John curioso.

- Entreguei sim, senhor apaixonado! – Falei revirando os olhos.

- Ava, não é só o John que ta apaixonadinho por aqui, Harper. – Disse Guilherme zoando.

- Ah, cale a boca, Guilherme! – Falei dando o dedo do meio para o Guilherme.

- Ah, qual é Lucas, ta na cara, colega! Seus olhinhos brilhando mais que dois faróis, principalmente quando ouve o nome dela. – Disse John sendo irônico.

Será que era verdade? Tava muito na cara? Eu to apaixonado? Argh, muitas perguntas e nenhuma resposta. Eu não posso estar apaixonado por uma novata, eu sempre ficava com as lideres de torcida mas... nenhuma me deu esse sentimento que tenho pela Katherine. Quando a vejo sinto cócegas no meu coração.

- Lucas, Lucaaas, LUCAAS! – gritou John e Guilherme no meu ouvido.

- O que é caramba?! – Perguntei saindo do transe.

- Cara, você ficou uns 5 minutos moscando ai. – Falou John rindo.

- O que o amor não faz né? Isso meu amigo, se chama paixonite aguda. – Falou Guilherme zombando, revirei os olhos e fui dormir.

P.O.V Katherine

- Ufa, por pouco ele não descobre meu amor platônico. – Falei aliviada.

- Uma hora ele vai ter que descobrir, Katy. – Disse Emy quase pulando de alegria com a carta nas mãos.

- É amiga, você não pode ficar sem fazer nada, você tem que ir atrás do seu boy-magia.

- Aff, ta bom vai. Eai Emy, o que diz a carta? – Perguntei tentando fugir do assunto e realmente deu certo.

Eu e Duda juntamos na cama em tumulto com Emy a esperando ler a carta.

- Diz o seguinte...


Notas Finais


Espero que tenha gostado.
Beijooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...