História The Lost Daughter - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Barbara Palvin, Justin Bieber, Romance
Visualizações 62
Palavras 1.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OI,OI, GENTEE! TUDO COM VOCÊS??
EU ESTAVA COM TANTA SAUDADE DE ESCREVER, MEU DEUS.
Vou explicar meu sumiço. Eu estava muito enrolada com coisas da escola, tarefas extras e essas coisas, por isso me deu uma falta de ideia. Não conseguia escrever nada. Mas minhas ideias voltaram, estou com muitos planos. Até ideia de fanfic nova eu tive. Enfim, peço desculpas pela demora e se tiver erros no capítulo.
Boa Leitura!

Capítulo 26 - Adeus ano velho, feliz ano novo...


Fanfic / Fanfiction The Lost Daughter - Capítulo 26 - Adeus ano velho, feliz ano novo...

29 de outubro ás 13:00

Estavámos na casa da mamãe, iríamos gravar um vídeo especial de aniversário, já que dia 04 de novembro é aniversário da dona Kris.

Já tínhamos gravado a música, só íriamos gravar o clipe mesmo.

-Agora vocês vão gravar no carro, podem ir. -Disse o diretor.

Começamos a cantar e dançar em cima do carro, foi até divertido. Depois de ter gravado todo o vídeo, entramos para dentro de casa e fomos conversar.

-Será que a mãe vai ficar feliz com o clipe? -Kendall perguntou.

-Com toda certeza. -Respondi.

-Meninas, preciso falar com vocês. -Kylie disse.

-Pode falar. -Khloé falou.

-Terminei com Tyga. -Assim que ela disse isso, seus olhos se encheram de lágrimas.

-Como assim? -Kourtney perguntou sem acreditar.

-Nós terminamos, simples. -Respondeu tentando limpar as lágrimas.

-Como foi isso? -Perguntei.

-Nós já estavámos brigando muito e ontem brigamos muito feio, decidi terminar. -Ela deu de ombros.

-Se vocês estavam só brigando, era melhor terminar mesmo. Melhor do que namorar e ficar discutindo sempre. -Falei.

-Concordo com a Katy. -Kim disse.

-Chega, não quero mais falar desse assunto. Vou subir para o meu quarto, com licença. -Kylie disse limpando as lágrimas e saindo da cozinha.

-Acho que foi melhor para ela. -Kendall comentou depois de um tempo de silêncio.

-Também acho. -Minhas irmãs concordaram.

Ficamos por ali conversando por um bom tempo.

Era bom ficar assim com elas.

24 de dezembro ás 22:00

Tinha acabado de chegar na casa da minha mãe, era véspera de natal, por isso toda a família estava reunida na casa da Dona Kris.

-Filha, você está tão linda. -Papai disse me olhando.

-Obrigada, pai. O senhor também não está nada mal. -Falei arrancando uma risada sua.

-Isso vem de família. -Comentou me fazendo rir.

-Olá, senhor Celso. -Khloé disse chegando perto da gente.

-Olá, Khloé. -Eles se abraçaram. -Filha, vou deixar vocês conversarem e vou procurar minha mulher. -Avisou.

-Tudo bem, pai. Qualquer coisa é só me chamar. -Falei o vendo assentir. Logo saindo para ir atrás de Angelina.

-Cadê o Justin, mana? -Khloé perguntou bebendo seu drinque.

-Ele foi para o Canadá. -Respondi.

-Ele volta quando? -Ela perguntou.

-Dia 29. Justin disse que ia passar o Ano Novo com a gente. -Falei bebericando meu suco.

-Vai ser muito bom. -Minha irmã disse.

Continuamos conversando até que o resto das irmãs chegaram.

-Meninas, vamos tirar uma foto? -Pediu já pegando seu celular.

-Vamoos! -Gritamos juntas.

Fizemos algumas poses, dali saindo várias fotos, todas postadas no snap de Kylie.

-Katy, tira uma foto para postar no seu instagram. -Kourtney disse.

-Vamos. -Peguei meu celular. Coloquei na câmera, fizemos o típico carão e eu logo já tinha postado no instagram. A legenda era Sisters <3.

Pedi licença para as meninas e fui a parte onde estava as comidas, peguei um petisco que tinha por ali e logo comi. Caminhei até uma pilastra que tinha por ali e me escorei, vendo todas as minhas irmãs dançando de uma forma animada.

-Eu nem acredito que estou passando o natal com a família que pensei que nunca ia conhecer. -Murmurei.

-Também não acredito que esse dia chegou. O dia que minha caçulinha está passando seu primeiro natal comigo. -Minha mãe chegou do meu lado.

-Eu nunca nem pensei que fosse conhecer você. Até tinha esse sonho, mas ele parecia ser impossível. -Suspirei a olhando.

-Não foi impossível. Olha onde está agora. -Ela disse passando a mão em meu cabelo. -Filha, eu fico tão feliz de ter te conhecido. Fico feliz que você se entrosou com as meninas, com seu irmão, com a família em geral. Meu medo era você chegar aqui e ficar isolada.

-Mãe, eu amo a todos eles. E vocês me acolheram tão bem, não tinha motivo de me isolar. -A respondi.

-Eu amo você, Katy. Nunca me abandone. - Ela disse me abraçando.

-Eu também amo você, mãe. E nunca, nunca vou te abandonar. -A abraçei de volta.

Como é bom ter uma mãe.

31 de Dezembro ás 19:00

Eu estava sentada em uma poltrona enquanto Kylie me maquiava, ela já estava finalizando.

-Pronto, mana. Você está linda. -Elogiou-me.

-Obrigada, Kylie. Ficou lindo mesmo. -Comentei me olhando no espelho.

-O meu cunhado já chegou? -Ela perguntou enquanto guardava sua maquiagem.

-Acho que sim. -Peguei meu celular e vi que tinha uma mensagem dele. -Ele me mandou mensagem.

"Amor, acabei de chegar. Estou aqui conversando com o seu pai. "

-Ele chegou faz uns cinco minutos. -Avisei. -Vamos descer?

-Vamos. -Ela pegou seu celular e logo descemos para área onde ocorria a festa.
 

Horas depois...

Faltava dez minutos para que o ano de 2015 acabasse, me sentia muito feliz. Estavámos na casa da minha mãe, lugar onde ocorria todas as festas, mas dessa vez Justin veio passar a festa de ano novo comigo. Isso me faz ainda mais feliz.

-O que tanto minha namorada pensa? -Justin perguntou me abraçando por trás.

-O quanto estou feliz. -Me virei de frente para ele, abraçando seu pescoço.

-Feliz? Posso saber o motivo? -Perguntou curioso.

-Porque meu namorado lindo está aqui comigo. -Selei rapidamente nossos lábios.

-Humm. Gostei. -Sua boca veio de encontro com a minha novamente, iniciando um beijo gostoso. Mas como tudo que é bom dura pouco, fomos interrompidos por Rob.

-Vocês podem parar de se pegar? -Disse nos separando.

-Ei, Rob. Nos deixe namorar. -Falei abraçando Justin de lado.

-Eu estou de olho em vocês. Estão muito saidinhos para o meu gosto. -Ele estreitou os olhos.

-Deixa os dois, Rob. Gente, mamãe está chamando para irmos para a piscina, já vai dar meia-noite. -Kendall disse chegando perto da gente.

-Vamos, gente. Sabemos o quanto a dona Kris ficaria brava se nos atrasarmos. -Justin falou nos puxando. Ouvindo algumas reclamações, é claro.

Ficamos conversando em volta da piscina com o resto dos convidados. Quando começou a contagem regressiva.

-10...9...8...7...6...5...4...3...2...1...FELIZ ANO NOVOOO!! -Gritamos juntos.

Logo abracei Justin que já estava do meu lado.

-Feliz ano novo, meu amor. Amo você. -Ele disse no meu ouvido.

-Feliz ano novo. Também amo você. -Disse logo partindo para um beijo, que óbviamente foi interrompido pelas minhas irmãs.

-FELIZ ANO NOVO! -Gritaram juntas.

Nos abraçamos, elas abraçaram o Justin e enquanto isso acontecia, fui abraçar meu pai e Angelina.

-Feliz ano novo, meus amores. -Os abraçei.

-Feliz ano novo, filha. Nós te amamos. -Papai disse.

-Também amo vocês. -Beijei o rosto dos dois.

-Já falou com sua mãe? -Angelina perguntou.

-Não, sabe aonde ela está? -Perguntei.

Ela se virou e apontou para minha mãe, que abraçava seus netos.

-Vou ir lá agora. -Disse.  Comecei a caminhar em sua direção, parando logo ao seu lado. -Mãe? -Ela me olhou.

-Filha, meu amor. -Ela se levantou, logo me abraçando. -Feliz ano novo.

-Feliz ano novo, mãe. -A abraçei de volta.

-Que o ano de 2016 seja tão bom quanto o de 2015. -Ela disse.

-Igualmente. -A olhei e beijei seu rosto.

-Eu amo você, amor. -Ela falou retribuindo meu beijo.

-Também amo você. -Falei sorrindo.

Algumas pessoas vieram falar com minha mãe e eu me distanciei um pouco, ficando no cantinho da área. Fechei meus olhos e agradeci.

-Obrigada, Deus. Que o 2016 seja tão bom quanto esse ano que passou. -Falei.

Seja bem-vindo 2016!


Notas Finais


Eu espero que vocês tenham gostado. Comentem, favoritem e essas coisas, eu iria amar!
Até o próximo capítulo e a tia ama vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...