História The Lost Princess - BaekHyun - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Byun Baekhyun, Exo, Vampiros
Visualizações 175
Palavras 1.435
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AVISO: Voltei amores!!! Mil desculpas por ficar tanto tempo sem postar... Estava viajando e não tive tempo para escrever... ;-; Mas agora estou de volta... Uhuuuuu!!! #Saudades

Boa Leitura!!! <3

Capítulo 14 - 13


Fanfic / Fanfiction The Lost Princess - BaekHyun - Capítulo 14 - 13

Yujin P.O.V’s

     Uma semana depois tivemos que retornar a Seul, meus sócios convocaram minha presença para a inauguração de mais uma de nossas empresas. Meu irmão foi à frente e junto com Minseok fizeram minha segurança. Até então estava tudo em sua perfeita ordem, nenhum capanga de Kyungsoo a vista, eles pareceram recuar diante de um problema, ou só estão ganhando tempo para colocar a estratégia de jogo. Baekhyun não voltou a me procurar, nem mesmo trocamos beijos, acho que o mais velho se sentiu desconfortável com nossa seção de filmes, até mesmo eu me senti, depois de me comportar como uma prostituta.

     Estava em meu quarto me arrumando para a tal inauguração, ou melhor, no quarto que Baekhyun separou para mim, já que voltar para minha casa estava fora de cogitação, minha secretária que esta tomando conta do apartamento. Optei por uma roupa mais formal, apesar de ser uma festa, ainda trataríamos de negócios. Uma blusa social estampada fez conjunto com uma saia preta de cós alto, e em meus pés um par de meus saltos mais caros, deixei o cabelo solto, e fiz uma maquiagem nem tão marcante, dando destaque apenas ao batom vermelho que eu insistia em não abandonar.

     -Yujin! Está pro... –Baekhyun travou no lugar quando me viu. –Wow! Você está linda. Quer dizer... Ainda mais linda.

     -Obrigada, Byun. –Lhe lancei um pequeno sorriso, ainda tinha duvidas sobre sua presença ali. –Mas cuidado com a baba, pode escorregar nela.

     -Desculpe. –Ele levantou o olhar para me encarar.

     -Estava brincando. –Dei uma leve risada de sua confusão. –O que veio procurar?

     -Posso te acompanhar a esta festa? Afinal, sou um dos sócios da empresa em questão. –Baekhyun ainda evitava manter o olhar preso ao meu.

     -Bom, acho que por mim tudo bem. –Lhe lancei outro sorriso, vendo o mesmo se aliviar um pouco. –Meu irmão vai estar ocupado de qualquer forma.

     -Já estou arrumado, quando estiver pronta, estarei esperando na sala. –O mais velho ia saindo, quando me lembrei de algo.

     -Oppa! –Baekhyun voltou à atenção para onde eu estava. –Pode me ajudar com as jóias, coloque o colar em meu pescoço. –Estendi o conjunto de brilhantes para o mesmo.

      O homem se aproximou um pouco receoso, não estava acostumado a me ver tão calma, até mesmo eu me sentia estranha, a presença de Baekhyun estava me fazendo cada vez melhor. Fiquei encarando o espelho, enquanto sentia a corrente delicada escorregar por meu pescoço, assim que o colar foi abotoado, o garoto ainda permaneceu atrás de meu corpo, me virei de frente, para encará-lo melhor, e tentar decifrar um pouco sua confusão mental.

      Baekhyun se assustou ao sentir minhas mãos apoiarem em seus ombros, mas estava apenas tentando equilibrar meu peso, para fazer algo que queria há alguns dias. Aproximei nossos lábios, os encostando levemente, senti o mesmo recuar em um pulo, mas em seguida entendeu minha atitude e colou nossos lábios de vez. Uma de suas mãos foi para minha cintura, e a outra para minha bochecha. Um beijo romântico, que ambos queríamos, um beijo que acalmava os dois. Como pode um simples beijo ligar dois seres desta forma? O que JunMyeon disse é a mais pura verdade, Baekhyun e eu, nascemos um para o outro.

     -Maninha, você... Opa! –Junhoe saiu o mais rápido possível, ainda bem, pois estava prestes a jogar minha maquiagem inteira em sua cabeça.

     -Desculpe. –Baekhyun se afastou segurando em minha cintura.

     -Não se desculpe por algo que eu também queria. –O garoto ergueu o olhar, me encarando de forma surpresa. –Não me pergunte o motivo, mas estou começando a gostar de você.

      -Isso é bom? –Ele perguntou com um pequeno sorriso.

      -Não! Estou me viciando em seus beijos. –Falei gargalhando. –Não gosto de depender dos outros como estou dependendo de você.

     -Não seja por isso. –Ele voltou a selar nossos lábios. –Vamos.

     -Sem abusos, Baekhyun. –Gargalhei segurando em sua mão. –Não pense em tirar proveito da situação.

     Caminhamos até o carro, deixei o mesmo dirigir depois de tanta insistência. ChoHee só faltou me atirar fogo quando me viu de mãos dadas com o mais velho, para provocá-la ainda mais, me aproximei deixando um selar no canto da boca de Baekhyun, e rindo por conta da pequena mancha de batom que ficou em sua pele clara. Quando chegamos ao local da festa, Byun entregou a chave ao manobrista, e fez questão de abrir a porta para mim, prato cheio para os repórteres de plantão, os dois maiores acionistas andando como um casal.

     -Senhor Byun, os rumores são reais, estão mesmo juntos? –Uma jornalista da KBS perguntou, com um enorme sorriso no rosto.

      -Se você disse sócio, sim. Mas se quer dizer algo a mais, ainda não sei. –O mais velho deixou a resposta como uma dúvida, e caminhou me puxando para dentro do salão.

      -O que quis dizer com o “ainda não sei”? –Perguntei o encarando, ele parecia sério diante de todos.

      -Bom, você não aceitou ser minha noiva, então creio que isso não responderia a pergunta da jornalista. –Fiquei surpresa com sua resposta, ele ainda mantinha a idéia de noivado em sua mente.

      -Eu aceito. –Falei parando no lugar.

      -O que disse? Pode repetir, por favor? –Baekhyun se virou para me encarar.

     -Sim, eu aceito ser sua noiva. –Estava convicta em minha decisão, nem mesmo sei de onde veio tanta coragem.

     -Está falando sério? –Ele ergueu uma sobrancelha para fitar melhor meu rosto.

     -Nunca falei tão sério. –Sorri pensando que o mesmo fosse me beijar, mas apenas me abraçou, me puxando logo em seguida para o meio dos convidados.

     Passei a maior parte do tempo confusa, tentando entender à reação do mais velho. Pensei que ele havia desistido de mim, também depois de tanto tempo fazendo doce isso não seria surpresa, ainda sim achei que ele fosse me beijar, e gritar ali em meio a todos os convidados, mas Baekhyun estava se comportando como um Lorde, como alguém que não faz escândalos.

     A festa durou pela madrugada, todos os convidado bebendo e brindando com as bebidas mais caras, uma festa organizada por minha equipe nunca deixou a desejar, os presentes nem se importavam pelo fato de Baekhyun e eu não estarmos bebendo, mas ainda sim mantendo as taças em mãos para segurar as aparências. Então chegou a hora que eu mais amava, a hora do discurso, onde os sócios deixariam um breve texto e a sócia majoritária, encerraria o mesmo, cortando a faixa de entrada.

     Cada um dos velhos babões falaram suas bobagens, e mesmo ao lado de suas esposas, não pouparam elogios a minha pessoa, muitas delas me encaravam com certo ódio estampado. Baekhyun deixou seu discurso, algo breve, mas que serviu para agradecer a sua entrada no grupo de acionistas. Logo foi o meu, deixei algumas palavras de agradecimento a maravilhosa equipe que me cercava, todo o meu lucro devo a cada um dos meus excelentes funcionários. 

     -Antes que eu perca a chance, a senhorita Lee e eu temos um anuncio importante a fazer. –Sabia do que se tratava, e realmente fiquei feliz em saber que o mesmo resolveu comunicar a toda empresa de uma só vez.

     Flashes vinham de todas as partes, essa foi à hora em que abrimos a festa para a entrada dos repórteres e fotógrafos de plantão. Baekhyun me puxou para seu lado, mantendo minhas mãos presas as suas, seu eu ainda fosse humana, poderia jurar que minhas mãos estavam suando frio, e que minhas bochechas estariam feito tomate.

     -Senhoras e Senhores, anuncio aqui o meu noivado com a senhorita Lee Bona. –Ele ainda usou meu nome de disfarce, se lembrou pelo menos.

     -Noivado, mas desde quando vocês namoram? –Uma repórter perguntou, sabia que viria este tipo de questionamento.

     -Procuramos manter nossa vida a mais privada possível senhorita, mas decidimos anunciar o noivado, já que não será fácil continuar com disfarces. –Respondi recebendo um pequeno aperto de mão do homem ao meu lado.

     -Parabéns pelo noivado, e boa sorte ao casal. –A mesma repórter respondeu com um pequeno sorriso.

     Assim que descemos do local onde foi feito o anúncio, todos os sócios vieram nos parabenizar, e dizer que estavam felizes com a possível junção das duas maiores companhias da Ásia. Baekhyun sorria atoa, e as esposas dos velhos passaram a me olhar como uma aliada, não como uma possível ameaça.

     -Bom, já que estamos reunidos, vou apresentar a vocês o nosso mais novo investidor. –Senhor Im se virou para chamar um homem, então senti Baekhyun apertar minha mão, mas de nervoso. –Senhor Byun, Senhorita Lee. Eu lhes apresento Do Kyungsoo.

     -Olá sócios. –O homem disse com um sorriso completamente sombrio. 


Notas Finais


Eita... Agora ficou sério... O.o

O que estão achando?

Beijos e até o próximo capítulo!!! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...