História The Love game - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 7
Palavras 904
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo 2-Yugyeom


Eu não tenho nenhuma porra de ideia de quem é essa garota que está pendurada no meu braço. Eu tenho certeza que eu nunca tinha visto ela na minha vida, mas ela é meio quente com seios bonitos, então eu acho que ela pode ficar um pouco. Ela não é quente o suficiente para foder, então ela não vai ficar por perto por muito tempo.

A loira pressiona os lábios contra meu ouvido, e eu escondo meu desgosto, olhando ao redor da casa da fraternidade. Meus olhos encontram Maddie Stevens - Princesa da Universidade da Califórnia, em Berkeley.

Ela está sentada no bar com aquela garota bi. Merda, qual é o nome dela? Oh, não importa. Megan e Lila estão sentadas com ela, e eu vejo como elas batem de volta dose após dose de tudo o que Kyle está jogando goela abaixo esta noite. Ela sacode os cabelos ruivos e a bi a puxa.

Meus olhos varrem o corpo dela, e eu estou vagamente consciente da loira que agora está sentada em meu colo. Dois globos rígidos pressionados contra o meu peito, e eu sei instantaneamente que ela tem peitos falsos. Eles eram muito bons para ser verdade.

Megan pega a mão de Maddie, e ela sorri, quase timidamente. Ela começa a mover-se ao ritmo da música e foda-se, não há nada tímido sobre isso. Ela coloca a mão livre nos cabelos, olha para o chão e seus quadris se movem perfeitamente no ritmo. Ela olha para cima através de seus cílios e sorri de novo, mais confiança nele neste momento.

— Ela é tão gostosa, — diz bambam , aparecendo ao meu lado. Mark passa atrás dele.

 — Maddie? —, eu pergunto meus olhos ainda em seu corpo em movimento.

— Quem é Maddie? — A loira ronrona. Foda-se, ela ainda está aqui?

Maddie olha para cima, seus olhos verdes brilhantes pousando na loira e em mim. Contrai o lábio em desgosto, e ela se vira.

— Ninguém que você deva se preocupar, querida. — Eu tiro ela de cima de mim. — Seja uma boneca e vá me pegar uma cerveja. — Ela vibra os cílios endurecidos de rímel. 

— É claro. — Ela pula de cima de mim e eu bato na bunda dela, voltando minha atenção para os caras.

 —Quem era? — mark pergunta.

— Boa pergunta, cara. — Eu dou de ombros. — Alguma garota.

Avisto Maddie abrindo caminho através da multidão, Megan, Lila, e a menina bissexual seguindo.

— Ei, será que as meninas ficariam chateadas se eu perseguisse- a? —bambam pergunta, seguindo-a com os olhos.

— Megan iria bater a merda fora de você. —mark cutuca ele e inclina-se contra o braço do sofá. — Lila e Kay, também, na verdade. 

Kay. Essa é a garota bissexual.

— Maddie provavelmente iria chutar a minha bunda também, — acrescento eu, olhando para eles. — Você tem de colocar a menina no corredor antes que ela baixe as calças para você.

— Casamento? Foda-se. — bambam balança a cabeça. — Eu sou muito quente para essa merda, cara.

Ele não está longe, pelo menos não aos olhos das meninas aqui.bEle nunca tem mais que uma ou duas rapidinhas de fim de semana.

— Casamento? — Repete mark — Não, você apenas tem que fazer a garota se apaixonar por você. Fazê-la cair no amor e bam, aí está. Pedaço de bunda, e um quente, também.

Eu inclino a minha cabeça um pouco, estudando ambos. — Ela é como uma boneca de foder chinesa, no entanto. Se você fizer isso muito difícil, ela iria quebrar.

— Eu quebraria isso, — diz o bambam. — Apenas sem a merda do amor.

— Eu acho que você poderia fazê-lo. — mark toma um gole de cerveja e olha para mim. — Uma semana? — bambam bate o queixo.

— Não, — eu digo.

— Um mês, — mark diz com determinação. — Ela não vai ser fácil de quebrar, mas ela cederia a ele em um mês. Você poderia fazê-lo, yugyeom.

— Cara, você percebe que ela é amiga da sua namorada? Você está me pedindo para levá-la a se apaixonar por mim, fode-la, então despejá-la. — Não que eu não me importasse de ter a chance de foder Maddie Stevens. Na verdade, eu pagaria por esse maldito acaso.

Marm encolhe os ombros. — Como se Lila alguma vez fosse descobrir. Esta merda permanece entre nós três. Kim yugyeom  seduzir uma garota não é exatamente uma novidade, não é?

— Faça isso. — bambam sorri. — Faça-a se apaixonar por você. Se alguém pode, você pode.

 — Não sei. — Eu me inclino para trás e olho para a pista de dança. Ela está de volta - todas as quatro estão.

Ela está fazendo a coisa com o quadril novamente, balançando-os de um lado para outro. Ela sacode os cabelos e ri. Lila exagera uma piscadela para Mark, e ele sorri. Lila se vira e diz algo, fazendo com que Maddie olhe por cima do ombro. Seus olhos verdes encontram os meus.

Eu sorrio lentamente, o sorriso que me faz conseguir tudo. Eu pisco. Um lado de sua boca rosa brilhante enrola, e ela olha para o lado novamente, o cabelo dela sacudindo com o movimento da cabeça.

— Bem? — Mark cutuca minha cabeça. — Você vai fazer isso?

— Desafio aceito, meninos, — eu digo, descansando os braços atrás da minha cabeça. — Um mês a partir de agora, Maddie Stevens vai estar apaixonada por mim e na minha cama. Você pode contar com essa merda.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...