História The Love Is Beautiful - Capítulo 59


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Diabolik Lovers
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Amor Doce, Casamento, Hentai, Irmãos, Namoro, Vampiros, Vida
Exibições 9
Palavras 636
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu sei que eu demorei tah?
Mas assim, a criatividade não colabora neh ;-;

Capítulo 59 - Não tinha como ficar pior...


~Lary On

“Mais um dia de escola” - Pensei

Estranho que Kirsty e seu irmão não tenham ido á escola esses últimos dias, sem falar que eu tenho que aturar pessoas irritantes todos os dias, acho que isso nunca iria acabar, a tia Nayara tem vários amigos que já são da idade dela e que são professores na escola, me pergunto como seria a vida da titia no passado, ela sempre foge do assunto que se refira á “passado” talvez não tivesse sido como ela esperava que fosse, aliás, fiquei sabendo por ela mesma um dia desses que dois amores da vida dela morreram, um por que queria protegê-la e o outro por ódio, papai disse que ela queria se mudar para cá por que queria ver os amigos e por que queria sair daquele sofrimento, digamos que isso é sobre a família Mukanami na qual eles sempre hesitam em falar pra mim, Kirsty, Thales e Arthur sempre souberam de tudo...

“Teria sido mais fácil se enturmar com os outros se você tivesse esse dom”

Foram as últimas palavras de Kirsty ao mostrar seu olho vermelho como quem queria me matar, mas sabia que ela não faria isso...

°Na escola

Era... Bem... Digamos que confuso demais, todos olhavam para mim quando cheguei, ou pra detrás de mim, não sei, olhavam com uma cara de quem não estaria entendendo o que acontecera, só sei que eu andei até a multidão e virei, adivinha, Kirsty, Arthur e outro homem ai que por acaso me parece um pouco familiar, é a cara do tio Laito, após toda essa multidão ficar olhando pro “homem lindão” que as meninas comentaram, eu percebi uma coisa de diferente na Kirsty e no Arthur, eles estavam perto demais um do outro, desci meu olhar mais pra baixo e eles estavam de mãos dadas...

“Acabou com minhas chances...” - Pensei

Acho que desde a primeira vez que vi Arthur na casa da tia Nay senti uma coisa estranha, mas tenho certeza que não era ódio ou algo assim, era diferente...

- Vc viu Lary? - Perguntou uma garota que eu não lembrara do nome

- Vi o que? - Perguntei

- O homem lindo e maravilhoso que é amigo da sua prima? - A garota pergunta novamente

“Acho que todo mundo viu neh” - Pensei, mas respondi como um simples e adorável “sim”

~Lary Off - Narradora On

Após á aula de Artes com Violette, Lary foi dar uma passeada pelo pátio e acabou se encontrando com Thales que sorriu levemente, mas depois desviou o olhar pois estara ocupado na hora, a garota apenas sorriu, engoliu em seco, mas por dentro seu coração se despedaçara ainda mais a cada vez que respirara então, ela saberia quem era a melhor pessoa a ajudara nessa hora, apesar de ser mãe de sua digamos que “arqui-inimiga” ela não se importara que fosse, apenas gostara sempre de desabafar tudo com Nayara, era a melhor pessoa com quem poderia contar, sua mãe era boa as vezes, mas tímida demais para explicar as coisas que precisara saber...

Não pensou duas vezes e correu em direção a casa de sua tia, passou por Kirsty e Arthur que a olhavam de um jeito estranho, talvez pensara que essa garota era doida, ou sei lá...

Lary saberia que sua mãe iria brigar com ela por causa disso, mas Omo sempre ela não ligara, esbarrou em alguém no caminho, olhou para cima e era Subaru...

- Cuidado!! - Falou ele graciosamente, a ajudou á se levantar e seguiu em frente como se nada tivesse acontecido

Lary estranhou seu ato, ele nunca era assim... Tão calmo... Ela continuou parada ali, em pé, Subaru parou e de costas mesmo falou...

- Ela não estara em casa - Ele disse

“O dia poderia ficar pior?”

Se perguntava voltando...


Notas Finais


Falo nada...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...