História The love of a psychopath - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Agustina, Bts, Drama, Psicopata, Psycho, Romance, Sadomasoquismo, Serial Killer, Yoongi, Yoongina
Visualizações 19
Palavras 586
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Era pra eu ter postado ontem, mas o sono falou mais alto.. Desculpem!

Espero que gostem!

Boa leitura!

Capítulo 3 - Three


Fanfic / Fanfiction The love of a psychopath - Capítulo 3 - Three

O sinal logo tocou, avisando que as aulas continuariam, e assim cada um foi para suas devidas classes. Eunjin e Jimin são da mesma turma, então foram juntos enquanto  conversavam.

– Não desanima com o que o hyung disse, Eun, afinal, você provavelmente terá um paciente com algum transtorno psicótico.

– Eu sei, mas.. - foi interrompida.

– Olha, sei o que o Hoseok falou mas é a profissão que você quer seguir! Entendo a preocupação dele, mas ele está exagerando sobre “proibir" você de estudar ou se envolver com pessoas que talvez sejam insanas! - disse sério, mas logo tratou de abrir o seu melhor sorriso.

– É, você tem razão.. - sorriu.- obrigado, Jimin.

– Disponha.- falou e deu passagem para a Kim entrar na sala de aula, e entrando logo em seguida.

A jovem agora estava mais contente! O que o Jimin disse era a mais pura verdade. Wonho é protetor demais e as vezes exagera quando o assunto é o bem-estar da menor. Uma hora ou outra ele terá que aceitar que a mesma não é nenhum bebezinho e que já tinha idade o suficiente para fazer suas próprias escolhas!

A professora de literatura apareceu e deu início a sua aula, que Eun tratou de prestar atenção, já que nas outras aulas estava meio avoada. Mas sentia uma sensação forte de está sendo observada, olhou discretamente ao seu redor e não viu ninguém que estivesse a vigiando. Então deu de ombros e apenas ignorou aquilo.

● ● ●

Quando o horário das aulas chegou ao fim, Eunjin se sentia mais leve, porém um pouco incomodada de ir para casa e ter que encontrar com o seu padastro.

– Srta.Kim Eunjin.- a menor desviou o seu olhar da mochila para o seu professor de inglês, Kim Namjoon, e apesar de ser bem jovem, era exclusivamente habilidoso na matéria que ensinava.- posso falar com você?

– C-claro, professor..

“Merda.. Será que fiz alguma coisa? Professor só chama atenção de aluno quando o mesmo faz besteira! Será que minhas notas abaixaram?"  E foi com esses pensamentos que Eun se aproximou da mesa de Namjoon.

– Eunjin, queria te pedir um favor.

Estranhou, mas ficou aliviada por não receber nenhuma bronca.

– Se eu puder ajudar.

– Bem, você é uma das minhas melhores alunas e gostaria de saber se poderia ajudar a Srta.Min Yoona no inglês. - a jovem arregalou os olhos. - temporariamente, claro. - sorriu expondo suas lindas covinhas.

Min Yoona era simplesmente a garota mais misteriosa do colégio. Tudo o que sabem sobre ela é que é órfã desdos 12 anos, mora com o irmão mais velho e ambas herdaram uma fortuna dos pais. Várias pessoas que tentaram se aproximar dela por interesse desapareceram misteriosamente, e algumas dessas pessoas foram achadas mortas com os corpos todos mutilados, o que gerou  falsos boatos que a mesma poderia ter matado ou ter mandado, já que a mesma tinha dinheiro o suficiente para isso.

– Eai, você aceita?

Eunjin ficou na duvida entre ajugar ou não, nunca tinha conversado com ela antes porque Wonho e Hyungwon tinham medo do que a Min era capaz de fazer contra a “bebezinha do grupo". Apesar do Hyungwon implicar um pouco com a menina, ele se importa muito com a mesma.

E no final, a Kim pensou:

“Ah, ela não deve ser tão perigosa como dizem, ela deve só ser mal compreendida. Ser anti-social não quer dizer que a pessoa seja psicopata." 

Abriu um pequeno sorriso ao acabar de pensar na proposta.

– Irei ajuda-la sim, professor, pode contar comigo.






Pobre Eunjin, mal sabia que essa escolha poderia mudar sua vida drasticamente...


Notas Finais


Desculpe pelos caps pequenos, pretendo fazer-los grandes futuramente!

Comentem se estiverem gostando, pois ainda não tenho uma bola de cristal para saber disso...

Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...