História The Magic Never Ends - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Harry Potter
Exibições 6
Palavras 938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 1 - A descoberta e o Expresso de Hogwarts


 Oi, eu me chamo Ezra Pollipuff, eu sou branco, cabelos castanhos, olhos azuis claros e tenho 11 anos. Eu moro só com a minha mãe, porque meu pai está preso por tentar assassinar a minha mãe, isso aconteceu a 3 anos atrás, mas eu não gosto de comentar sobre esse assunto. Eram 9:40 da manhã e eu estava sentado na mesa tomando meu café da manhã, minha mãe estava na cozinha lavando pratos, estava distraído em meus pensamentos até que escuto o barulho da porta sendo batida. Me levanto e vou até a porta, abrindo-a, percebo que não tinha ninguém lá, só uma coruja parada no quintal, olho para baixo e vejo uma carta, pego ela e vou para dentro de casa.

-Mãe, você conhece uma tal de Hogwarts? - Perguntei para a minha mãe, que estava sentada na mesa tomando café.

 Percebo que Audrey, minha mãe, estava com um sorriso gigante no rosto

- Leia a carta, querido - Ela diz enquanto olhava para mim

 " Presado sr. Pollipuff

 Temos o prazer da falar que o senhor Ezra Pollipuff foi aceito na escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts

 Os materiais necessarios são:

 Uniforme
1. Três conjuntos de vestes comuns de trabalho (pretas)
2. Um chapéu pontudo simples (preto) para uso diário
3. Um par de luvas protetoras (couro de dragão ou similar)
4. Uma capa de inverno (preto com fechos prateados)

Livros:
O Livro Padrão de Feitiços (1ª série), de Miranda Goshwak
História da Magia, de Batilda Bagshot
Teoria da Magia, de Adalberto Waffling
Guia de Transfiguração para Iniciantes, de Emerico Switch
Mil Ervas e Fungos Mágicos, de Fílida Spore
Bebidas e Poções Mágicas, de Arsênio Jigger
Animais Fantásticos e onde Habitam, de Newt Scamander
As Forças das Trevas: Um Guia de Autoproteção, de Quintino Trimble

Outros equipamentos:
1 varinha mágica
1 caldeirão 
1 conjunto de frascos
1 telescópio
1 balança de latão

  Os alunos podem ter uma coruja, um gato ou um sapo.

Atenciosamente

Minerva McGonagall, diretora de Hogwarts"

-Espera, bruxaria? - Pergunto confuso para minha mãe.
-Filho, precisamos conversar - Ela disse enquanto acenava para eu me sentar ao lado dela. - Existem vários bruxos, eu sou um deles, você também. Ao mesmo tempo que tem os bruxos, tem os trouxas, trouxas são aqueles que não conseguem fazer magia.

-Mãe, eu adorei - Digo sorrindo e minha mãe retribuiu o sorriso.

-Você é um mestiço filho. - Minha mãe diz

- o que é isso? - eu pergunto

-Mestiços são quem tem o pai ou a mãe bruxo, e o outro é trouxa. - Minha mãe explica - No caso, eu sou uma bruxa e o seu pai é um trouxa

-Entendi, mãe, os trouxas sabem que os bruxos existem? - Pergunto e ela fica com uma cara séria

- Não, nenhum trouxa pode saber que nós existimos - Ela diz um pouco triste - quando seu pai soube que eu era uma bruxa, ele enlouqueceu e tentou me matar.

 Eu abraço a minha mãe e mudamos de assunto.

-Vem, vamos comprar seus materiais - minha mãe fala sorrindo e se levanta

 1 hora depois

-Onde estamos mesmo, mãe? - Pergunto olhando em direção a minha mãe.

-Estamos no caldeirão furado, mas não é aqui que compraremos os materiais - ela disse enquanto me levava para um beco.

 Ela bateu em uns tijolo em uma ordem, e espera, OS TIJOLOS SE MEXERAM??? Uau.  Eles ficaram se mexendo até abrir uma passagem para um lugar 

- Filho, bem vindo ao Beco Diagonal. Aqui, vamos comprar os seus materiais. - minha mãe disse sorrindo

 Algum tempo depois.

Entramos na estação King's Cross, pelo o que eu entendi, minha varia tem núcleo de Fênix e tem flexibilidade sólida, foi isso que eu entendi. E eu to muito feliz, eu ganhei uma coruja! Ele é branco e tem olhos amarelos, o nome dele Krave, eu sei que é um nome estranho, mas eu gosto desse nome.

-Filho, nó vamos para a Plataforma 9 3/4 - Minha mãe disse

-Mas mãe, não existe essa plataforma - Eu disse

Ela apontou para uma parede que tinha uma plaquinha com o numero dez do lado esquerdo e do lado direito uma outra plaquinha com o numero nove

- Eu sei que parece estranho, mas você deve passar por aquela parede. - Ela disse e eu me assustei - É assim filho.

Ela foi andando em direção a parede e a atravessou... QUE. Eu peguei o meu carrinho e fiz o mesmo que ela, atravessar essa parede foi estranho, mas ao mesmo tempo legal.

-Estamos na plataforma 9 3/4 - Minha mãe disse olhando para mim. - Está vendo aquele trem? Então, ele é o Expresso de Hogwarts, você vai usar ele para poder ir para Hogwarts.

 Eu fui em direção ao Expresso e entrei nele, o trem começou a andar e eu me despedi da minha mãe. 
Todas as cabines onde os alunos se sentavam estavam cheias, menos uma, nela tinha um menino e uma menina

-Com licença, eu posso ficar ai? Todos os outros estão cheios. - Eu pergunto para os dois que estavam ali.

-Claro, senta ai - Um menino de cabelo preto e olhos verdes falou.

-Eu me chamo Ezra, Ezra Pollipuff. E vocês? - Eu pergunto olhando para eles.

-Eu sou Anthony Wright - O menino de cabelo preto fala, ele aponta para a menina que está ao lado dele - Essa é minha irmã Emma.

Emma era menor que o Anthony, ela tinha olhos verdes, assim como o irmão, só que seu cabelo era castanho

-Prazer Ezra, acho que vamos ser grandes amigos - Emma disse.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...