História The Maid - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Joo Heon, Ki Hyun
Tags Jooheon, Kihyun, Monsta X, Treesome
Exibições 137
Palavras 1.371
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esse é meu primeiro final nessa conta, eu ia deixar mais tempo pra ter o mistério, mas confesso que fico ansiosa pra postar também, então aproveite o meu hentai.
Caso alguém queira um hentai por encomenda(hahaha), é só me mandar uma mensagem.
Enjoy ladys!

Capítulo 2 - Capitulo II


Então eu me rendo a cada palavra que você sussurra,
Cada passagem que você quiser eu vou te deixar entrar.

Faz dez minutos que aquela situação aconteceu e parece cruel, mas o senhor Kihyun fica chamando-me pra trazer coisas a todo instante e parece que só pra me constranger, o senhor Jooheon apenas sorri e sussurra desculpas, mas eu sentia-me completamente envergonhada.
_ Tara. Ouvi novamente a voz dele enquanto eu ajudava Tereza a preparar o almoço, ela me olhou e riu.
_ Hoje eles estão insuportável heim. Ela disse picando as cebolas e apenas concordei bufando. Soltei as cenouras e limpei as mãos voltando pra sala onde ambos me olhavam com um olhar cúmplice.
_ Senta aqui. Senhor Jooheon disse batendo no espaço entre os dois e ergui uma sobrancelha confusa, devagar e sem jeito eu atendi seu pedido.
_ Querem alguma coisas senhores? Disse com a cabeça baixa de vergonha e senti Kihyun envolver seus braços sobre meus ombros e Jooheon tocar minha coxa acariciando, estava sem entender o que aquilo queria dizer e meu constrangimento só aumentou.
_ Você é muito obediente, Tara... Senhor Jooheon subiu suas caricias erguendo meu vestido junto._ E por isso eu quero te pedir uma coisa, que deve ficar entre nós. Ele se aproximou do meu ouvido sussurrando.
_ Sim senhor. Disse em quase gemido e ouvi o senhor Kihyun sorrir.
_ T, você pode subir com a gente? Ele sussurrou novamente com um sorriso malicioso em meu ouvido me arrepiando e senti Kihyun aproximando os lábios do meu pescoço e era como se todo meu corpo estivesse em chamas.
_ Pode? Senhor Kihyun disse em um gemido e em seguida depositou um beijo em meu pescoço.
_ S-sim... Eles estavam fazendo com que eu sentisse minha intimidade pulsando de excitação apenas com seus sussurros e beijos, Deus se for errado me perdoe, mas como eu quero senti-los. O senhor Kihyun soltou uma risada próximo ao meu ouvido e todos os meus pêlos se arrepiaram.
O senhor Jooheon levantou e me estendeu a mão e logo a segurei, o senhor Kihyun levantou logo após e me abraçou por trás dando um beijo em minha nuca, podia sentir seu membro quente próximo a minha bunda e soltei um gemido que foi calado por um beijo de Jooheon, arfei sentindo as mãos de Kihyun passeando por baixo do meu vestido.
_ Vamos? Ele sussurrou de trás de mim e Jooheon parou o beijo esperando minha resposta, assenti e sabia de certa forma que estava sendo usada, mas não conseguia querer negar.
O ato de subir as escadas jamais foi tão excitante, sentia as mãos deles passeando por entre meu vestido e o caminho pra o quarto se tornou torturante, nunca fui de cultivar perversões, mas eles em minutos me faziam imaginar coisas provocantes. O senhor Jooheon abriu a porta me guiando até a cama e Kihyun segurou por meus cabelos puxando-os pra trás e segurando com posse minha cintura, ouvi o gemido baixo dele e senti seu membro explodindo no jeans. Jooheon ficou novamente em minha frente e beijou-me, sentia os lábios de Kihyun marcando meu pescoço com mordidas e beijos e a língua quente de Jooheon invadir minha boca, sentia-me molhada apenas com aquilo, mas como um teste ao quanto eu suportava as mãos de Jooheon desceram tocando sobre minha calcinha, ele se afastou sorrindo.
_ Você é tão boa menina. Ele deu um tapa fraco em meu rosto me deixando mais molhada._ Já ta até preparada pra mim. Ele gemeu próximo aos meus lábios e introduziu um dedo dentro de mim me fazendo gemer mais alto, ele fazia movimentos rápidos e sentia como se não pudesse controlar meus gemidos._ Realiza uma fantasia minha. Ele riu._ Geme meu nome. Seu sorriso era malicioso e muito sexy, eu não conseguiria negá-lo um pedido, pude ouvir Kihyun rindo atrás de mim e suas mãos desabotoando meu vestido o deixando cair pelo meu corpo, os beijos dele desceram pelas minhas costas e sentia seus lábios carnudos beijando minha bunda.
_ Awn... J-Jooheon... Gemi e ele alargou seu sorriso e retirou seus dedos de mim, senti Kihyun me curvando e vi Jooheon abrindo suas calças. Kihyun abriu minha bunda e senti sua respiração próxima a minha intimidade e logo sua língua macia passando por ela, gemi alto sentindo espasmos involuntários de prazer. Jooheon abaixou a sua cueca e começou a masturbar seu membro olhando fixo pra mim, ele segurou pelos meus cabelos e puxou meu rosto pra o seu membro que pulsava e me sentia muito bem em saber que era por mim.
_ Chupa! Ele sorria de canto me observando, sentia a língua de Kihyun entrar dentro de mim e era como um frenesi de sensações. Aproximei meus lábios do membro de Jooheon sentindo ele quente em minha língua, o ouvi gemer alto e puxar-me pelo cabelo pra mais perto, Kihyun havia se afastado e senti falta de sua língua, mas logo um arrepio percorreu todo meu corpo quando seu membro estava próximo à minha entrada.
_ Empina pra mim. Ouvi Kihyun dizer baixo em um quase gemido e obedeci e senti-o segurar pelo meu quadril se encaixando. Ele estava em chamas dentro de mim, eu queria gritar de prazer, mas não podia, pois estava com o membro de Jooheon duro em minha boca, apenas chupei-o mais forte arrancando um gemido delicioso dele
_ Eu posso fazer uma coisa? Jooheon passou a língua em seu lábio inferior mordendo-os.
_ Awn... O-o que... Quiser senhor. Disse com dificuldade entre gemidos sentindo Kihyun acelerar seus movimentos atrás de mim.
_ Você é uma ótima menina. Ele deu outro tapa em meu rosto e fez um sinal pra Kihyun que suspirou retirando devagar seu membro de mim e se deitou fazendo sinal pra que eu sentasse sobre ele e acatei a ordem confusa com que Jooheon faria. Senti Kihyun entrar novamente em mim e gemi alto, Kihyun segurava pelos meus seios e podia vê-lo mordendo os lábios com os olhos fechados, era torturantemente sexy, curvei meu corpo beijando-o e pude sentir Jooheon atrás de mim, olhei rápido e ele estava segurando por minha cintura, ele sorriu e abriu um pouco a minha bunda, senti seu membro massageando minha parte de trás e meu coração gelou um pouco, eu nunca havia feito aquilo.
_ Senhor eu nunca... Ele me interrompeu.
_ Eu vou fazer com carinho, agora seja uma boa menina e empina pra mim. Ele piscou sorrindo e mesmo receosa obedeci. Ele se encaixou devagar, eu estava explodindo com as estocadas de Kihyun, era viciante e rebolei devagar desfrutando dos dois membros dentro de mim. Jooheon começou a acelerar e eu não sabia o quanto era bom, estava enlouquecida, estocadas fortes atrás e fundas na frente, Kihyun me apertava gemendo baixo e Jooheon gemia alto dando tapas em minha bunda. Jooheon puxou por meu cabelo aproximando seus lábios do meu ouvido e riu baixo.
_ Sempre quis gozar dentro de você. Ele gemeu e um arrepio passou por todo meu corpo, Kihyun socava forte gemendo um pouco mais alto e eu estava sentindo meu coração acelerar, a estática percorria cada parte do meu corpo era mais do que prazeroso tê-los, eu iria explodir a qualquer momento, senti Kihyun engrossando dentro de mim e aquilo estava me matando, gemi mais alto apertando pelos ombros dele e senti meu corpo relaxar sobre ele, o mesmo estocou mais forte e tirou rápido de dentro de mim, Jooheon acelerou e começou a gemer próximo ao meu ouvido, sentia o coração dele acelerado em minhas costas, ele apertou meus seios e puxou mais meus cabelos, agora eu senti-a apenas ele, estava um pouco fraca, mas continuei rebolando eu seu membro que começou a engrossar dentro de mim, gemi mais alto e ouvi a risada dele atrás de mim, ele começou a aumentar os movimentos e logo senti ele parando e um liquido quente descendo por minhas pernas, eu estava exausta e fraca, meu coração estava a mil e podia ter a vista privilegiada de Kihyun mordendo os lábios e ouvia o arfar de Jooheon em meu ouvido, ele me abraçou por trás.
_ Você foi uma boa menina. Ele gemeu próximo ao meu ouvido.

 


Notas Finais


E ai?
Bom?
Excitante?
Críticas?
Então esse é um adeus, a quem ler até aqui, obrigado!!
Até a proxima one, true, treeshot!!
;3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...