História The manager and the ace. - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Akashi Seijuro, Aomine Daiki, Hyuga Junpei, Kagami Taiga, Kise Ryouta, Kousuke Wakamatsu, Kuroko Tetsuya, Midorima Shintarou, Momoi Satsuki, Murasakibara Atsushi, Shoichi Imayoshi
Tags Adolescente, Akashi Seijuro, Aomine Daiki, Basquete, Kise Ryota, Kuroko No Basket, Kuroko Tetsuya, Midorima Shintaro, Momoi Satsuki, Murasakibara Atsushi, Romance, Teiko
Exibições 34
Palavras 2.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oláaaaa! Nesse cap, incluí todos da geração dos milagres porque estava com muita saudade! Me digam se gostaram ok? bjosss

Capítulo 16 - Encontros.


Fanfic / Fanfiction The manager and the ace. - Capítulo 16 - Encontros.


(Momoi)
        Finalmente, tudo calmo outra vez. Eu e o Aomine estávamos bem. O time da Touou estava jogando como nunca. E, agora, iríamos rever novamente nossos melhores amigos! Antes do Dai sair da minha casa ontem, recebeu uma ligação do Akashi-kun.
-Oe, Akashi! O que você quer? Sabia que está atrapalhando meu momento com a minha namorada? -ele enfatiza a palavra ''minha'', e coloca a ligação no viva-voz.
-Akashiiii-kun! Como vai?! -digo, me intrometendo na ligação dos dois.
-Hahaha, vejo que as coisas por aí estão muito bem. -ele diz em tom de brincadeira.
-Estão sim. -o Dai me dá um beijo rápido na testa- Mas então, o que te fez ligar pra mim?
-Chamei todos para passarem a tarde aqui na minha casa, amanhã. Quero saber se vocês irão comparecer.
-Claaaro! Sua casa tem piscina não tem?! Posso levar biquíni? -digo, me animando. Fazia um tempo que nós não víamos nossos antigos companheiros de time.
-Você vai levar um maiô e olhe lá, Satsuki! -Dai diz em tom de alerta- Nós iremos sim. Os outros caras confirmaram presença?
-Você sabe que ninguém me desobece, Daiki. -ele responde. O Akashi-kun era convincente. Suas ordens, como ele costumava dizer, eram absolutas.
-Então estaremos lá. Até mais! -Dai diz, desligando o celular.
-Então, tá animado?! Tô com saudade dos meninos! -digo, envolvendo meu namorado com meus braços.
-Animado pra ver você de biquíni. Mas confesso que vai ser bom me reunir com eles de novo. -ele diz, fazendo carinho na minha mão.
-Biquíni?! Então posso mesmo levar meu biquíni? -pergunto com animação.
-Eu não disse isso! -ele diz em um tom sério, mas ainda estava zoando comigo.- Preciso ir, Satsuki, está ficando tarde.
-Ah... -digo, fazendo beicinho com os lábios. Não queria que ele fosse embora.
-Pare com isso, minha garota. Você sabe que não resisto quando você me pede qualquer coisa. -ele se inclina pra me beijar. Um beijo como os nossos. Sua mão sobe até a minha nuca e me leva de encontro a sua língua apressada. A sua outra mão permanece na minha cintura. Até que ele para.
-O quê.. Porquê você parou? -digo, ainda meio ''bêbada'' por causa do beijo.
-Porquê isso iria terminar em você nua encima de mim. -ruborizo quando escuto o que ele diz.- Agora, preciso ir. Passo aqui pra que a gente possa ir pra a casa do Akashi.
-Tudo bem, eu te espero.
       Assim que nos despedimos, subo para o quarto para escolher o que vou levar amanhã. Protetor pra a minha pele, escova de cabelo, um vestido pra passar a tarde, e, finalmente, o biquini que o Dai tanto brigou. Rio quando observo o conjunto de banho. Não era provocador nem nada. Era rosa, com uns lacinhos na parte de baixo. O Dai iria gostar. Sorrio mais uma vez quando o imagino. Arrumo tudo em uma bolsa e pego o meu celular. Mensagem de quem eu menos queria receber.
-''Momoi, está aí?'' -pergunta Sakurai.
-''Estou.'' -respondo fria. Depois de toda a confusão esse cara ainda veio me pertubar?
-''Quero me desculpar pelo que fiz você passar ontem.''
-''Ok.'' -Rá! Com essa ele vai parar de escrever.
-''Mas ao mesmo tempo quero que saiba que tudo o que eu disse era verdade. Não vou desistir de você, e nem de abrir seus olhos para o que o Aomine é''. -Não parou de escrever ainda?!
-''Boa sorte com isso.'' -respondo e desligo de vez o celular. Não aguentava mais ler o que ele tinha a me dizer.
        Me deito e reflito sobre toda a história com o Sakurai. Ele nunca havia demonstrado o menor interesse em mim, mesmo quando eu só era amiga do Aomine. Era franzino, de cabelos castanhos, e ficava baixinho perto do meu namorado. Não tinha um talento especial que o destacasse no time, mas os seus rebotes eram tão consideráveis como os do Teppei da Seirin. Normalmente, ele recebia gritos de todos do time, por sempre se desculpar por tudo. Então de onde veio a coragem desse cara pra enfrentar o Aomine com raiva? Não entendo realmente. Meus pensamentos passam a ser neutros, e o sono começa a chegar. Durmo profundamente.
    

(Aomine)
         Confesso que, apesar de tudo, estava animado. Depois que saí da casa da Satsuki, fui pra casa e arrumei o que poderia levar pra a casa do Akashi. Um calção e uma roupa reserva. Fim. Depois disso, resolvi procurar alguma revista de basquete. Fazia um tempo que não lia nada. Encontrei a tal revista, mas também as revistas de meninas que eu costumava ter. Ri quando lembrei da Satsuki dizendo que iria queimar todas elas. Engraçado, depois que comecei a ter ela como namorada, parei completamente de ler esse tipo de coisa. Acho que uma menina pode mesmo mudar um cara. Deito e logo durmo. O dia amanhã vai ser longo.
         Quando acordei, ainda era cedo. Um domingo calmo. Sem barulhos externos. Checo meu celular esperando alguma mensagem da Satsuki ou dos caras. Nada. Acho que tudo continua de pé. Não demoro a chegar na casa da minha namorada. Ansioso pra ver o que ela iria vestir.
-Oe, Satsuki, vamos logo! Estou com sono. -digo sonolento.
-Espere, Aomine-kun! Estou indo! -ela responde.
        Logo aparece. Poxa, que menina linda. Estava com um vestido verde, de alças. O cabelo preso em um rabo de cavalo, mas com a franja solta. Me lembrou a forma como ela usava o cabelo na época da Teiko. O perfume doce, mas gostoso. Não aguentei e solto logo um comentário.
-Você não sabe como está linda. -digo, dando um beijo rápido em seus lábios.
-Obrigada, Dai. -ela diz, com as bochechas um pouco vermelhas. Como ainda pode ficar tímida comigo?
-Então, o maiô está ai nessa bolsa? -digo, apontando para a mochila que ela carregava.
-Não, seu chato! Eu trouxe um biquíni. -ela eleva o nariz, como se estivesse debochando. Essa garota me deixa louco.
-Teve coragem?! Não se preocupe quando ele desaparecer. -digo, em tom de brincadeira, levantando ela com meus braços.
-Dai, pare com isso! -ela não parava de rir.
          Quando a coloquei no chão, seguimos para a casa do Akashi. Achei que estávamos cedo, mas todos os meus antigos companheiros da Teiko já estavam no local. Murasakibara estava deitado no sofá, comendo salgadinhos. Midorima reclamava a falta de educação do gigante do nosso antigo time e sentava próximo a ele. Akashi estava concentrado assistindo um programa de televisão. Kise estava mexendo em seu celular. E por fim, onde estava o Kuroko?
-E aí, pessoal. Sentiram saudades? -digo.
-Gente! Senti a falta de vocês! -Satsuki deu um abraço bem grande no Midorima e no Murasakibara. Depois cumprimentou todos que estavam na sala.
-Chegou o convencido! Poderia ter trazido só a Momocchi! -diz Kise, em tom de brincadeira. Com certeza ele já sabe que eu e a Momoi fizemos as pazes. Ele era muito próximo dela.
-Rá! Não iria deixar minha garota com esses marmanjos. Mas, aonde está o Tetsu? -digo, olhando para os lados.
-Estou aqui. -ele aparece do meu lado como se sempre estivesse ali. Solto um grito instantaneo.
-DE ONDE VOCÊ SURGIU CARA? -digo, pulando com o susto.
-Aomine, como você é idiota. -diz Midorima, ajeitando seu óculos.
-Hum? O Kuroko não estava aí desde sempre? -diz Murasakibara, com a boca cheia de salgadinhos.
-Eu também não vi ele chegar. Mas sejam todos bem vindos, pessoal. -diz Akashi.
-Obrigada, Akashi-kun! A sua casa é bem grande. -diz Satuski, percorrendo todo o local com seus olhos rosados.
-Ela é bem espaçosa mesmo, Akashi. -digo, me sentando do lado da Momoi e a envolvendo com meus braços. Ela retribui colocando a cabeça no meu ombro.
-Muito bonita, admirável devo dizer. -Midorima comenta.
-Ok, ok. Muito bonita. Mas aonde está a piscina, Akashi? E vão vir, você sabe, meninas pra cá? -diz Kise brincando como sempre. Satsuki arregala seus olhos.
-N-não vão, Kise-kun! Isso aqui é só para os amigos, não é Akashi? -ela pergunta impaciente. Será que estava implicando com garotas que nem existiam?
-Você deveria pensar em algo a mais que garotas, Ryouta. -Akashi diz em tom de desaprovação. -Enfim, a piscina está lá nos fundos, não se preocupe Momoi, só vocês estão convidados.
-Kise! Vá pegar mais salgadinhos, estes pacotes acabaram. -diz Murasakibara, apontando para três sacos vazios de salgadinhos.
-COMO VOCÊ CONSEGUE COMER TANTO? -Kise diz surpreso.
-Pare de comer, Murasakibara! Você sozinho vai acabar com toda a nossa comida. -briga Midorima.
-Hahaha, deixem o cara! Então, não sei vocês, mas eu estou com calor. -digo, levantando do sofá e tirando a blusa que estava vestindo. Já estava com calção de banho. -Satsuki, vamos pra piscina comigo? -volto meu olhar pra minha rosada.
-Vamos! Eu só preciso me trocar, pode ir na frente. Akashi-kun, aonde fica o banheiro? -ela responde.
-Naquele cômodo ali, Momoi. -ele aponta para o banheiro e a Satsuki se dirige até ele.
-Bem, se não importam, vou indo dar o primeiro pulo naquela piscina. Saio correndo e pulo na água. Estava morna. A piscina era bem grande, com lados fundos e outros mais rasos.
-Exibido. -diz Midorima em desaprovação.
-Eu não estou com vontade de entrar na água hoje. -Murasakibara responde sonolento.
-Vocês são muito moles! Também já vou indo pra a piscina. Vamos, Kurokocchi! -ele chama Kuroko com os braços e pula na piscina.
-Vamos, eu só estou com um pouco de frio. -Kuroko entra na água lentamente. Era o mais contido de todos os caras.
-Se bagunçarem a minha casa, eu vou matar todos vocês.- Akashi diz sério, já entrando na piscina.
-Hahahah, relaxa aí Akashi! Não vamos quebrar nada! -digo, mergulhando e jogando água no ouvido do Midorima, que tinha acabado de entrar.
-AOMINE SEU IDIOTA! Meu horóscopo me disse que devo ficar perto de água hoje, mas não tão perto! -ele responde batendo no seu ouvido para que a água saia.
-Hum? Vocês já estão brigando? -diz Murasakibara se aproximando da piscina. Com o pulo que ele deu, a água fez uma onda imensa e molhou todos nós. Que cara grande!
-Oe, Murasakibara! Pule com cuidado! Quase me afoguei aqui! -digo, brigando.
-Hahahah, você parece um rinoceronte nadando. -diz Kise, provocando Murasakibara.
-Vocês não podem ficar na água como pessoas normais? -Akashi pergunta.
-Eu também quase me afoguei. Murasakibara, agradeço se não pular mais na piscina. -Kuroko diz com o cabelo encharcado de água.
-VOCÊ VAI ACABAR MATANDO ALGUÉM! -briga Midorima.
      Paro de prestar atenção em toda a conversa deles quando vi a minha garota sair da sala. Ela estava simplesmente... linda! O corpo da Momoi sempre me chamou a atenção, mas ela de biquíni era novidade. A cintura parecia um violão. Me segurei para não encarar os seus peitos, não queria que ela achasse que sou um pervertido. Mas estava tão... Uau! Me aproximo da beira da piscina para recebê-la, nenhum dos outros caras parecia ter notado que ela estava prestes a entrar na água.
-Quer ajuda, minha linda? -digo, oferecendo meu braço.
-Dai-chan, pare com isso! Não está tão funda, eu consigo entrar. -ela diz, colocando lentamente seu pé na piscina.
-Ok, ok. Mas entre logo, estou com saudades.
         Quando ela entra na piscina, eu a agarro com meus braços e a puxo pra perto. Ela ri com a minha atitude. Nos aproximamos da parte da piscina em que os outros estavam.
-Momocchi! Achei que não iria mais vir! -diz Kise, batendo na cabeça do Midorima.
-Fique longe de mim, Kise! -diz Midorima, se afastando.
-Momoi, você demorou. Teve problemas pra encontrar o banheiro? -diz Kuroko, atencioso como sempre.
-Hum, Momoi! Você poderia ter trazido alguma comida. -diz Murasikabara boiando na água. Como ele conseguia boiar com aquele peso todo?
-NÃO COMAM NA MINHA PISCINA! -diz Akashi, afogando o gigante com as mãos.
-Hahahaha, boa Akashi! -diz Kise, rindo da atitude do antigo capitão do nosso time.
-Notaram que ninguém mexeu ainda com o Kuroko? -diz Midorima, como se quisesse transferir a atenção para o Tetsu.
-Ah, tem razão. Você deve saber se afogar muito bem, Kuroko. -diz Akashi se aproximando.
-Hahahah, eu ajudo! -Kise se junta.
-Pelo menos vão me deixar boiar em paz. -diz Murasakibara voltando a sua posição inicial.
-PESSOAL! -Kuroko briga, mas é inútil. Logo os caras o puxam para a brincadeira.
-Ei, Satsuki, vamos pra aquele canto da piscina. -eu a puxo lentamente, com medo de que ela possa se afogar.
-Dai-chan, estou tão feliz! Aqui é muito lindo! -ela diz.
-É, eu concordo. Escuta, você está linda como nunca sabia? -digo, encarando seus olhos e chegando perto de sua boca.
-Obrigada, Dai. Assim você me deixa com vergonha. -ela diz, ruborizando.
-Então espere pra ver o que eu vou fazer agora. -a beijei, e ficamos ali. Como eu queria que essa tarde não acabasse...
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...