História The Marriage - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Candice Swanepoel, Justin Bieber
Tags Candice Swanepoel, Contrato De Casamento, Violencia
Exibições 434
Palavras 1.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - Tears on the anniversary


 

Eu deitei na cama e suspirei, eu não podia chorar por culpa dele ,abracei ao travesseiro e queria agarrar no sono.

 

No dia seguinte...

 

Acordei com um barulho de motor de carro ao lado de fora da casa, cocei os olhos e me despreguicei, ele tinha chegado , levantei da cama e peguei meu celular,sai do quarto e nos demos de cara na escada, ele não parecia estar bêbado , estava com uma sacola de floricultura na mão,ele deu um meio sorriso.

 

- Cansou das suas vadias ? – Continuei descendo as escadas.

 

- Vadias ? Como assim ? – Ele era tão cara de pau.

 

- Eu sei onde passei a noite, com outras companhias, gostou da sua noite ?

 

- Não , eu passei na casa do Ryan. – Mentiu.

 

- Mentiroso ! Você passou a noite em uma boate, transando com uma puta de quinta.

 

Ele ficou imobilizado, revirei os olhos e fui para a cozinha, eu estava mais do que decidida não ligar pra o que ele faz.

 

- Mandy, eu... Eu já tava me corroendo por dentro, tinha muito tempo sem relação sexuais.  – Ele tentou se explicar e se aproximou de mim, mas eu me afastei.

 

- Eu não to nem ai, eu não sou sua esposa de verdade , não mando no que você faz ou deixa de fazer, você é dono do seu próprio nariz.

 

- Como assim ?

 

- Você ainda pergunta ? Como você disse no inicio do nosso ‘’casamento’’, eu não irei mandar em você, fazer nada relacionado á você ,então , foda-se o que faz ou deixa de fazer.

 

Sua reação estava mudando, ele se estressava com poucas palavras, sua cabeça balançou negativamente e ele subiu as escadas, eu suspirei , eu me sentia traída, com o coração destruído, eu não entendia aquilo, eu não sinto nada por aquele canalha.

 

Ele vive a vida dele do jeito que quiser, mas ele quer controlar a minha e eu não vou permitir isso, nem permitir que eu mesma tenha sentimentos por ele,me apaixonar por ele seria a maior burrice da minha vida.

 

 

(...)

 

Ouvi a campainha tocando, corri e atendi, era toda minha família, estavam com balões, sorrindo , minha mãe segurava um bolo enorme na mão.

 

- FELIZ ANIVERSÁRIO MADISON ! – Todos gritaram de uma vez.

 

Meus olhos marejaram de alegria, eu tinha esquecido completamente que hoje era meu aniversário, abri espaço para todos entrarem,meus tios, Pattie, Jeremy e os irmãos de Justin também estavam lá.

 

- Feliz aniversário minha querida. – Minha mãe me abraçou com forte.

 

- Obrigada mãe, fizemos isso pra mim ?

 

- Sim, tudo por você. – Ela sorriu.

 

- Mandy, acho que não conheceu nossos outros dois tesouros. – Pattie sorriu. – Esses são Jaxon e Jazmyn, irmãos de Justin.

 

- Olá – Me agachei até eles – Eu sou Madison, mas podem me chamarem de Mandy. – Sorri.

 

- Oi – Jaxon, um garotinho loiro e tímido, me respondeu.

 

- Você é a esposa do meu irmão ? – Jazzy perguntou.

 

- É... exato.

 

- Você é bonita,gostei dos seus olhos azuis, me lembram o mar. – Ela sorriu.

 

- Obrigada Jazzy, você também é muito bonita.

 

- Mandy – Jaxon chamou pelo meu nome, eu olhei para ele e sorri – Pode nos levar até o meu irmão ?

 

- Claro. – Minha reação mudou, eu estava séria.

 

Suspirei e peguei na mão de ambos, subindo as escadas e entrando pelo corredor, ele estaria no quarto, bati na porta.

 

- Entra. – Ele respondeu.

 

Rodei a maçaneta e entrei, ele se espantou quando viu as crianças, elas correndo e subiram na cama, o abraçando.

 

- O que estão fazendo aqui ?  - Justin perguntou sorridente, abraçando os dois.

 

- É o aniversário da Mandy. – Jazzy respondeu animada e me chamou com a mão.

 

Eu fui até lá e encarei o Justin, as duas crianças tinham um sorriso no rosto,animados.

 

- Merda. – Justin sussurrou.

 

- Eu já vou descer, podem conversar com o Justin, se divirtam. – Sorri e suspirei, indo em direção á porta.

 

- Mandy. – Ouvi a voz de Jaxon me chamar, me virei para eles – Fica com a gente.

 

Eu não resisti ao seu olhar, eu voltei e fiquei próxima deles, mas Pattie e Jeremy entraram no quarto e me abraçaram.

 

- Parabéns querida. – Pattie falou me dando um aperto.

 

- Obrigada Pattie.

 

- Meu filho cuidou bem de você esses dias ? Se sente bem ? – Jeremy perguntou curioso.

 

- Sim – Menti – Ele é um ótimo marido.

 

- Álias, parabéns Mandy. – Ele me abraçou.

 

- Obrigada Jeremy.

 

 Ambos sorrimos e eles foram falar com Justin, encarei o chão e voltei para a sala, meus pais estavam colocando o bolo no balcão da cozinha.

 

- Parabéns minha princesinha – Meu pai me apertou contra ele, eu retribui.

 

- Obrigada pai, onde está o Matheus ? – Perguntei.

 

- Foi á casa da namorada dele.

 

- Namorada ?  - Perguntei surpresa.

 

- Sim, está namorando com uma menina chamada Carrie, nome parecido com a ... namorada falecida de Justin – Minha mãe sussurrou.

 

- Sim, parecido.

 

 Era estranho, aquele nome não era muito usado por aqui, balancei a cabeça e vi todos descendo as escadas, Justin vinha sorrindo, o que era um milagre.

 

- Temos uma surpresa para vocês. – Pattie falou animada.

 

 Jeremy tirou um envelope na bolsa de Pattie, o entregando na minha mão, mordi os lábios e tirei o lacre, puxando o tinha dentro, tinha duas passagens, eu fiquei paralisada.

 

- MIAMI BEACH ? – Falei animada.

 

- SIM ! – Ela me abraçou – Essas passagens são para vocês dois, Justin concordou da idéia, é para daqui á três dias, consegui uma antes.

 

- Obrigada mesmo, de coração. – Falei animada.

 

- Agora vamos comer o bolo ?! – Minha mãe falou sorrindo, as crianças correram até lá.

 

Falei com meus tios e em seguida conferi meu celular, tinha várias mensagens dos meus amigos me desejando feliz aniversário, eu sentia falta deles, eu sentia falta de tudo, observei a cozinha, estavam todos conversando, subi ao meu quarto, eu queria um tempo sozinha, me sentei em frente do espelho e me encarei, por que ele me fez perder tudo ? Por que ele não me faz feliz ? Por que ele não me deixa viver minha vida como eu quero ?

 

Era tudo culpa dele, minha vida tinha virado de cabeça para baixo,eu desabei em choros,coloquei minha cabeça entre os meus braços.

 

- Mandy ? – Seu tom rouco, eu conhecia bem aquela voz, olhei no espelho e era ele, ele estava parado na porta.

 

- O que você quer ?

 

- Eu vim ver se está bem, você sumiu do nada. – Ele falou como se fosse normal, ele adentrou no quarto.

 

- Veio aqui para me insultar ? Me bater ? O que você quer de mim agora ? – Falei encarando seu reflexo no espelho.

 

- Como assim ? Por que estava chorando ?

 

- Desde quando você se importa ? Você só destruiu minha vida até agora. – Aquilo saia aleatoriamente, chega de agüentar as palavras.

 

- Destruí ? – Ele falou desentendido – Eu sei que a gente teve nossos desentendimentos, é normal,eu perco o controle.

 

- Normal ? Acha que agredir uma mulher é normal ? – Me virei para ele – Você é tão idiota.

 

- Aonde você quer chegar com isso ?

 

- Eu só quero tirar minhas duvidas , por que mudou tão de repente ?

 

Ele ficou quieto, eu continuei o observando , sequei as lágrimas que caiam sobre minha bochecha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...