História The memories - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Orfã
Tags Romence
Visualizações 3
Palavras 988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha eu aqui de novo já é tarde mais foi só agora que a preguiça não me atormentou

Capítulo 12 - More lies


Quanto virei a esquina, percebi estar sendo seguido

Comecei a acelerar o passo, com essa ato cheguei rápido, entrei no estabelecimento e fui fazer os pedidos para acabar bem rapido

Fiz os pedidos e já que estava vazio foi ate rápido, esperei apenas 5 minutos e já peguei os pedidos, iumy ama de paixão frapuccino de brigadeiro ou churros, peguei um frapuccino de churros e um expresso para mim

Sai de lá em passos rápidos pois a sensação de estar sendo perseguido não foi em bora

/\ IUMY on /\

Estava sentada pensando em oque Yato havia me dito, ele não era assim, fiquei meio chateada pela ação dele

Ele nunca me tratou assim, mesmo com a maior raiva possível

Derrepente sinto uma grande vontade enorme de chorar mas não tinha motivo para isso, minha cabeça doía e a imagem de Yato veio a minha mente........o pai de Yato voltou, o encontrou e Yato chorando sozinho........sai da cama do em um pulo, Yato estava em perigo

Eu não sei oque me deu mais quando a imagem do Yato veio a minha mente, não me senti nada confortável, e me senti na vontade enorme de ir até ele

Sai às pressas do hospital correndo e nem ligando para os diversos olharem direcionados a mim, só queria ver Yato agora mesmo!

Corri e cheguei a entrada, abri as portas do hospital e sai pelas ruas, não sabia exatamente onde iria mas segui sem rumo

/\ YATO on /\

Eu estava quase chegando quando vi iumy na esquina, mas antes dela chegar se quer perto de mim a mesma cai, droga ela desmaiou, sai correndo em sua direção cheguei perto dela os cafés estavam no chão que larguei ao seu lado, facilitou porque estávamos perto do hospital, peguei ela no meu colo e corri em direção ao hospital chegando no mesmo rápido e já sendo atendido

/\ IUMY on /\

Quando estava na esquina avistei o Yato e corri mais ainda, mas na hora senti uma dor na barriga muito grande e depois só vi a escuridão

Acordei na maçã do hospital, eu acho que amo acordar em hospital, não é possível

Dou uma risada de meus pensamentos

Yato: meu Deus, essa é louca de acordar já rindo

- Yato, oque aconteceu?

Yato: vc saiu do hospital correndo e desmaiou no caminho, te levei para cá e mais uma vez está aqui no hospital

- devia me acostumar a acordar em hospital já?

Yato: olha... Eu acho que já.........iumy, pq saiu do hospital correndo?

- eu esqueci....LEMBREI!!!! - dei um pulo na maca e centro na ponta

Yato: então fale!

- eu fiquei com um sentimento ruim é então fui atrás de vc, e depois bumm apaguei

Yato: vc fala como se fosse a coisa mais natural do mundo...

- mas foi isso aí - volto a me deitar mas fico de lado, encarando ele - que horas são?

Yato: 22:16

- vc deveria ir para casa já

Yato: eu adoraria mas tenho que ficar aqui, evitar de vc colocar fogo no hospital, ou coisa do tipo

- bulrtaorone para vc Yato ( hehehe)

Yato: eu tenho que ficar aqui baixinha

- falo nada

Yato: obrigado, o silêncio me agrada

- sua presença não me agrada

Yato: oque?

- nada, se o silêncio te agrada irei ficar calada não se preocupe

Yato: quer café?

- oque? Como assim quer café?

Yato: sério, quer café?

- quero

Yato: tô - ele me entrega um frapuccino de churros

- da onde tu tirou esse frapuccino?

Yato: eu tinha comprado antes

- uuh tá com café?

Yato: lógico

- obrigado

Começo a tomar meu frapuccino em silêncio só pensando no que aconteceu,

Porque aquelas meninas sempre me batem? Oque eu fiz para elas??!! Não sei, mas não vou falar para o Yato

Yato: no que tanto pensa?

- nada não

Yato: porque vc adora mentir para mim?

- tô mentindo não

Yato: não vai me falar a verdade sobre seus ferimentos?

- Yato vc ganhou o prémio de a pessoa mais insistente do mundo, e olha que eu achei que não tinha gente pior que eu

Yato: obrigado pelo prêmio eu realmente sou muito insistente, agora fala

- eu já disse, fui embora, subi a escada fiquei tonta e cai, só

Yato: iumy o médico disse que a pancada de uma escada não iria causar um grande ferimento em seu estômago

- como assim grande ferimento?

Yato: iumy, o médico disse que algo bateu com muito força no estômago, assim causando seus desmaios

- oque o estômago tem haver com os desmaios

Yato: o médico disse que afetou muito seu estômago e assim com a dor vc desmaia, é tipo quando vc sente dor, vc não aguenta e acaba desmaiando

- ataa

Yato: isso não foi causado por uma queda de escadas! Iumy!!! Me fala a verdade de uma vez!!

- essa é a verdade, olha, eu estava no último degrau, lá em cima, a queda foi forte

Yato: desisto! Vou dormir

- nesse sofasinho aí?

Yato: é uma poltrona

- tanto faz

Yato: sim vou dormir aqui!

- ok....eu vou beber água

Yato: deixa que eu vou pegar para vc

- não! Tá tudo bem, eu vou e já volto

Yato: só não coloca fogo no hospital ou nem foge dele ok?

- nossa até parece que eu ia fazer isso né

Yato: aaahh e nem mata ninguém, obrigado

- poxa, ok

Ele dá uma risada e eu saio, falo para ele se deitar na maca ele disse que não, fui andando devagar, Abri a porta e olhei de um lado para o outro e não avia ninguém

Andei um pouco até chegar em um corredor perto do bebedouro, andei até lá

Quando cheguei perto meu estômago começou a doer oque me fez me apoia na parede

Senti uma mão no meu ombro, me assustei e olhei para o lado encontrando uma menina aproximadamente uns 15 anos

×××: tá tudo bem com vc?

- Ah sim está tudo bem sim

×××: quer sentar um pouco? - ela aponta para os bancos perto dos bebedouros

- pode ser - me sentei com dificuldade em um dos bancos e a menina senta ao meu lado

×××: está sentindo dor aonde?

- no estômago, mas está tudo bem

×××: aah desculpa, meu nome é Sky, e o seu?

- iumy, prazer Sky


Notas Finais


Eu queria falar que eu tô bem

Até
(^^)😘🌈



Se gosta de enigmas, revolva os meus...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...