História The mermaid - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Colegial, Drama, Sobrenatural
Exibições 972
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Fantasia, Ficção Científica, Hentai, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Lembrando que serão capítulos pequenos enquanto eu estou sem pc :/
fiz esse um pouco maior que o outro
desculpem

ps: mudei o user do tt, não exclui gente, agora é @sugaodioso.

Capítulo 17 - Chantilly


Fanfic / Fanfiction The mermaid - Capítulo 17 - Chantilly

— Só não me diz que o piquenique vai ser na floresta porque sempre que vou 'pra lá algua acaba brigando — Falei enquanto Jimin me puxava pela mão. Ele me olhou e sorriu em resposta.

— Não! Vai ser em um lugar que acho que não conhece.

Entramos nos corredores da escola e subimos as escadas onde paravam nas salas de aula. Não entendia o caminho porém apenas o acompanhei. Eu tinha tomado banho e colocado uma blusa é uma saia simples, já que fazia calor. Ele forçou uma porta grande de metal, que tinha uma placa escrita "saída" e a mesma abriu, revelando um terraço.

Ele soltou minha mão e olhei em volta, vendo o sol se escondendo e deixando o céu em tons de laranja e rosa. Sorri e respirei fundo, sentindo o vento bater em meu rosto. Assim que abri os olhos vi Jungkook sentado em uma toalha com o brasão da escola. Ele se apoiava nas mãos jogado para trás e suas pernas ocupavam metade da toalha. Jimin estava sentado em cima das pernas dobradas e colocava algumas comidas em cima do pano.

— Jungkook-ah!! Tire as pernas de cima. Aigo!

— O pano é pra sentar ou pra apoiar comida? — O lobo disse roubando uma fruta e comendo.

Me aproximei deles rindo e Jungkook não olhou pra mim, virando o rosto enquanto eu me sentava em um canto da toalha.

— Jiminie, onde conseguiu tanta comida? — Perguntei vendo um bolo, sanduíches e várias frutas.

— Bom, as frutas no clube de jardinagem e o bolo eu fui na cozinha e fiz junto com os sanduíches.

— Vou provar então — Falei comendo enquanto Jungkook enviava dois sanduíches na boca.

— Tá muito bom — Ele disse de boca cheia e nós fizemos careta.

— Quando vão me contar o porque estão com o rosto cheio de cortes e machucados, uh? — Falei e dei uma mordida no sanduíche.

— Não sei, quando vai me contar porque Yoongi sabe de tudo e eu não sei de nada? — Jungkook falou me provocando e eu ignorei.

— Jungkook estava me treinando. Ele me ensinou a lutar — Jimin disse respondendo minha pergunta.

— A se defender, explica — Ele disse se servindo de suco.

— Como assim? — Falei juntando as sobrancelhas um pouco irritada — Jungkook, você BATEU no Jimin? — Como alguém em sã consciência conseguia bater no Jimin?

— Orra. Engraçado você falar isso mas olha 'pra minha cara, ele também me bateu — Jungkook apontou para o olho.

— Você o forçou!

— Amih, não foi bem assim...Eu deixei depois — Jimin disse balançando as mãos tentando explicar.

— Depois de levar uma surra! — Falei e olhei para Jungkook — Porque faz isso? Você quer sempre descontar sua raiva nos outros.

— O que? — Ele riu — Jimin explica pra ela! Você ficou mais forte não ficou?

— Eu... — Jimin falou e eu o cortei.

— Qual o seu problema, Jungkook? — Falei e ele bufou, largando o copo em cima da toalha e se levantando.

— Você é meu problema, Amih. Não vê? — Ele juntou o casaco e me olhou, dando as costas.

— Você quer um pedaço de bolo, Jungkookie? — Jimin disse e Jungkook o olhou feio, fazendo o menor se encolher.

Cruzei os braços indignada e Jimin ficou em silêncio, ouvimos a porta bater com força e eu revirei os olhos.

— Jungkook às vezes deixa seu lado animal tomar conta! Ninguém merece — Falei voltando a comer.

— Não se preocupe, Amih, como ele disse foi um aprendizado de certa forma. Do jeito dele é claro, mas...Pela primeira vez me senti capaz de fazer alguma coisa, de me defender.

— Tem muitas outras formas de melhorar sua confiança, Jimin — Falei e ele riu.

— É mas...Acho que eu estava precisando — Ele disse e eu sorri.

— Que bom então, eu não quero que ninguém te machuque. Você não merece, Jimin.

— Olha só... — Jimin pegou minhas mãos e colocou no seu rosto. Pisquei algumas vezes sem entender e ele fechou os olhos. Minhas mãos começaram a formigar e eu vi seu rosto voltar a ficar na tonalidade normal, limpo e sem nenhuma marca. Ele abriu os olhos cinzas e eles ainda brilhavam, sorrindo um pouco — Viu só? Tudo bem agora.

— Aish, que bom... — Falei animada e soltou minhas mãos.

— Agora coma — Ele disse cortando um pedaço de bolo. Ri baixinho e ele me olhou — O que foi?

— Onde aprendeu a cozinhar? — Falei e ele sorriu, colocando em um prato e me entregando.

— Anjos aprendem muitas coisas, principalmente na adolescência. Meu mentor sempre me dizia que quanto mais mantínhamos a mente ocupada, menos pensávamos em coisas ruins — Concordei com a cabeça e provei o bolo.

— Humm, está uma delícia — Falei e ele sorriu animado. O bolo era bom, doce. Exageradamente coberto de chantilly o que deixava ele com gosto de açúcar. Não poderia ser feito por outra pessoa que não fosse Jimin — Sabe, você não pensa às vezes em coisas ruins? Eu fico pensando...Te admiro muito por ser tão puro.

— Não, Amih...— Ele disse sorrindo de canto — As vezes eu penso em fazer coisas erradas, tipo agora, mas eu penso, vale a pena? Ou...Será que é tão errado assim?

Lambi o chantilly dos dedos e levantei os ombros, como se não soubesse a resposta. Jimin veio em minha direção e depositou um selinho em minha boca.

Fiquei corada e o olhei, enquanto ele mantinha o rosto perto do meu. Olhei para sua boca e ele se aproximou novamente, tocando os lábios nos meus e iniciando um beijo.

Me deixei levar pelo momento, apenas acariciando seu rosto e sentindo seus lábios cheios contornarem os meus em um beijo gostoso com sabor de chantilly.

Toquei em seu ombro e o afastei devagar, até ele terminar o beijo e me olhar. Seu rosto estava super vermelho o que me fez rir.

— Eu...Er... — Ele falou apavorado e eu toquei em seu joelho.

— Tá tudo bem, Jimin — Falei e ele sorriu fraco.

— Eu quis fazer então fiz. Sei que não gosta de mim.

— Ah Jimin, você é muito fofo e beijável. É claro que eu gosto de você. Mas você sabe...O professor Min...

— É, eu sei — Ele disse e eu segurei seu rosto, dando um selinho em seus lábios.

— Você merece alguém muito melhor que eu, ouviu? — Falei e ele sorriu, ainda corado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...