História The Minamis Siblings - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Personagens Originais, Romance, Subaru, Subaru Sakamaki, The Minamis Siblings
Exibições 141
Palavras 1.062
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oeeeeeeee paçoquinhas! :3
É, mais uma Fic aqui (NÃO INTERATIVA, AMÉM SENHOR)!
Sem nada pra falar, entaum...

Aproveitem! ^-^

Capítulo 1 - Prologue


Fanfic / Fanfiction The Minamis Siblings - Capítulo 1 - Prologue

Era uma tarde chuvosa, com o céu totalmente cinza, as nuvens eram de um tom mais escuro. A menina loira estava em seu quarto, com a cabeça encostada na vidraça, observando as gotas que caiam pelo vidro. Yui ficava cada vez mais preocupada com os lobos, não por causa de si mesma, mas sim pelos vampiros que a protegiam. Se dependesse dela, ela se entregaria a Carla e Shin, para que não houvessem mais conflitos, mas se fosse fácil assim... Tanto os Mukami's e os Sakamaki's não permitem que a garota faça tal ato, se ela ao menos entendesse a situação... Yui suspirou pensando nisso. Sua mente estava embaralhada com tantas perguntas que ela não tinha nem coragem de comentar, por não saber a reação dos vampiros.

– Chichinashi – uma voz chamou a humana. 

Yui se virou para a porta de seu quarto rapidamente, levando um susto ao ver o ruivo parado lá. Ayato a encarava com os braços cruzados.

– A-Ayato-kun – ela se levantou, levando a mão ao peito. – Você me assustou...

– Reiji está chamando – Ayato virou o rosto para o lado. – É sobre o assunto com aqueles híbridos.

Yui engoliu em seco, depois de Ayato se retirar. Seu coração palpitava rápido, como algum tipo de ansiedade. Tratou logo de se arrumar, sabia que o moreno de óculos não gostava de atrasos. Ajeitou sua roupa, a mesma de sempre: a blusa rosa e seu shorts marrom. Depois disso, desceu as escadas apressadamente, indo de encontro aos vampiros.

***********

– Enfim, todos reunidos – Reiji ajeitou seus óculos.

Todos estavam juntos na sala de estar da mansão, Shu deitado em um dos sofás, Laito e Kanato no outro, Ayato estava em uma das poltronas, assim como Azusa e Ruki, este último estava lendo um livro qualquer. Yuma e Subaru estavam encostados em paredes opostas, enquanto Kou estava sentado de pernas cruzadas no chão e Reiji se encontrava de pé no meio da sala. Yui, que estava sentada entre Laito e Kanato, conseguiu reparar a tensão no ar, mesmo com todo aquele silêncio, ela pode sentir a ansiedade em cada um deles.

– No que está pensando, Bitch-chan? – Laito sorriu maliciosamente, e se aproximou da humana. – Você está bem pensativa esses dias...

– Laito – Reiji o repreendeu. – Não é um momento adequado. Tenha modos – o ruivo apenas deu um sorrisinho e voltou ao seu lugar.

– Por que chamou todos aqui? Já que é algo tão importante... – Kanato apertou suas mãos, já que agora seu amigo Teddy não estava mais ali, graças à Azusa.

– Recebi uma carta daquele cara – Reiji retirou do bolso um envelope com papel amarelado, deixando todos os Sakamaki’s quietos. – Ele nos contatou para dizer que temos que tomar providências para não perdermos a noiva de sangue para aqueles híbridos.

– Como se já não estivéssemos fazendo isso! – Ayato chiou e apontou para os Mukami’s. – Já temos eles como apoio, o que mais ele quer?!

– Contudo – Reiji continuou. – Ele disse para tentarmos achar mais alguém com experiência. Já está ciente que eles estão aqui – disse, se referindo aos outros irmãos.

– Experiência? – Yuma perguntou. – Ele tá querendo mesmo alguém pra proteger a Porca tanto assim?

– Eu não me importo, se for pela M Neko-chan – Kou sorriu, e deu uma piscada para Yui, que direcionou seu olhar para suas mãos apoiadas em suas pernas.

– Mas precisamos resolver quem é. Não podemos pegar qualquer amador por aí – Reiji se virou para o loiro, sem muito entusiasmo. – Shu, ele te contou mais alguma coisa?

Shu não se moveu e nem abriu os olhos. 

– Ele... Falou sobre aqueles dois gêmeos – disse por fim. – Disse que já tinha falado com eles, e poderiam chegar a qualquer momento. Apenas isso.

– Ah, então ele já chamou ajuda? – Kanato murmurou.

– G-Gêmeos? – Yui perguntou com certo receio.

– Tch, sabe que aqueles lá só dão trabalho no final. Principalmente a garota! – Subaru reclamou.

– Gêmeos... Seriam... Os Minami? – Azusa perguntou sem entusiamo.

– Conhecem eles? – Ayato perguntou.

– Ah sim! – Kou exclamou. – Faz um tempo que a gente não vê eles... Mas nos conhecemos sim.

Ruki fechou o livro com certa força. Todos os olhares se direcionaram a ele, que fechou os olhos e respirou fundo.

– É verdade que às vezes eles perdem o controle do poder – ele abriu os olhos novamente. – Mas creio que eles sejam a melhor escolha por agora. Pelo menos até a Lua de Sangue passar.

O silêncio pairou por alguns segundos, Yui estava nervosa, afinal, nunca tinha ouvido falar dos Minami’s. Ainda mais depois de saber que não seria a única garota na mansão, porém não poderia deixar de ficar atenta, já que, ainda assim, Yui seria a única humana entre os vampiros.

– Então, está decidido – Reiji finalizou. – Tentarei entrar em contato com eles de imediato. Estão dispensados.

Yui olhou em volta, e notou que quase todos os vampiros haviam sumido da sala, menos Ruki, Shu e Subaru. Este último parecia inquieto, mesmo que estivesse com a mesma expressão de sempre, a garota conseguiu notar diferença no seu olhar. Parecia um olhar preocupado ou... Ansiedade.

– Subaru-kun... – Yui perguntou receosa. – Está tudo... Bem?

– Tsc – o albino virou a cara e saiu andando pela mansão, sem dar resposta para a loira.

A garota suspirou e subiu as escadas novamente, indo em direção ao seu quarto. Resolveu que iria esperar lá até a hora do jantar, já que não queria causar problemas e nem esbarrar em um dos vampiros. 

– Minami’s... – ela sussurrou para si mesma, enquanto voltava ao mesmo lugar que estava antes, encarando a chuva fora do edifício. 

Estava ficando cada vez mais escuro lá fora, porém Yui ainda tinha visão das rosas brancas do jardim. Ela começou a observá-las até notar duas presenças na frente da casa. Duas figuras com capuzes cobrindo seus rostos estavam parados observando a grande porta dupla de madeira da mansão, um lugar de onde a garota tinha uma visão perfeita.

– Quem...? – Yui se perguntou, olhando as duas pessoas.

No momento, ela congelou. Uma delas, a de cabelos mais longos, estava a encarando. A loira não conseguia ver seus olhos, porém pôde perceber que estavam cravados nela. No desespero, Yui se afastou da janela, recuando até sua cama. Sentiu o coração acelerado, e respirou fundo.

A garota voltou até a janela, e viu dessa vez, Reiji estava de frente à aquelas pessoas, parecia inquieto. Comentou algumas palavras para os encapuzados e permitiu a entrada deles na mansão.

– São... Eles? – Yui perguntou para si mesma.

 

 


Notas Finais


Todas as imagens da Fic pertencem aos seus respectivos autores, eu apenas editei!

See you soon! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...