História The Mistery Demon Inside Me - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~GamerTotality

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colégio, Escola, Incesto, Lucifer, Lutas, Magia, Máquinas, Nie, Nudez, Original, Suspense
Visualizações 5
Palavras 1.638
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mecha, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gamer: eae galera, to quase morrendo de sono aqui pq eu preciso levantar cedo e to escrevendo saporra aki mas é isso flws

Capítulo 6 - Missão da equipe O Despertar parte 2


APÓS A BATALHA DE KURUTEIO E MAHINA  

 

Kuruteio tinha acabado de fazer aquela chacina e ser parado por Mahina que estava assustada com tudo oque aconteceu mas estava tentando se manter focada no que importava, O estado de Kuruteio o estado dele não era grava mas também não estava muito boa, ela estava com Kuruteio em seu colo ela estava em olhando para o Kuruteio mas mesmo assim estava em alerta para caso algo os atacasse  ela viu que o Kuruteio estava começando a melhorar , ela ficou olhando para ele e sem perceber acabou adormecendo, após alguns minutos, 40 no maximo Kuruteio começa a abrir os olhos. 

-Ai, ai, ai, que porra de dor de cab-e-eç-ç-ça.-Gagueja após ver que Mahina tinha adormecido e por isso sua cabeça havia abaixado ao ponto de ficar muito perto da cabeça de Kuruteio que estava com o coração a mil, ele fingiu uma tosse e acordou Mahina após isso os dois ficaram ali por um tempo se recuperando até que tivessem energia suficiente para voltar para a academia . 

 

COM KATO E KARIN 

 

Kato tinha sentido que alguma coisa ruim aconteceu mas se concentrou na missão, ele era bem idiota mas quando ele levava algo a serio ele poderia ser uma pessoa que você não iria querer enfrentar, principalmente em uma luta, a missão dele era uma coisa não muito complicada apenas ir em uma floresta e achar monstros e fazer uma "faxina" por assim dizer por que dentro da floresta existia muitos minérios e também um lugar rico em frutas e recursos hídricos então era um lugar muito bom para o desenvolvimento e sobrevivência para as vilas próximas mas o problema era que dentro dessa floresta existiam monstros não eram muitos mas também não eram poucos, a missão na teoria seria simples, como eu disse "na teoria", eles acharam um lugar para se estabelecer e começaram a limpar a floresta dos monstros, obviamente o trabalho iria demorar já que se tratava de uma floresta mas o trabalho era apenas diminuir os números dos monstros, eles encontraram variados tipos de monstros lobo de um chifre e suas evoluções que eram a mesma cor apenas mudando a cor dos pelos o tamanho e o numero de chifres fora isso o lobo continuava a mesma coisa, o maior nível de chifres em um lobo encontrado até agora era de cinco, o risco desses lobos não era muito grande mas não deve os subestima-los já que sendo lobos eles geralmente estão em alcateias e isso os torna perigosos, quando Kato e Karin estavam matando mais um lobo junto de outros monstros eles ouvem um som, era meio que um grito mas não era humano eles foram ver oque era e se depararam com um ogro. 

-Um ogro?, aqui não era apenas monstros de pequenos?. Acho melhor nos chamarmos ajuda-Falou Karin para Kato mas o mesmo já não estava ali. 

-Mas ele estava aqui agora mesmo....Não me diga que....A meu Deus por favor que ele não esteja fazendo is.....-ela não terminou pós não acreditou no que viu, Kato olhando o ogro, obviamente que ela queria esganar ele pois ogros eram monstros fortes que poderiam dar trabalho até mesmo para um caçador de monstros, que eram especialistas em caçar todos os tipos de monstros, ai vem uma questão, por que os moradores das vilas não chamaram os caçadores então?. Simples, por causa do preço, caçadores não tem um preço barato e para vilas pobres como aquelas era impossível contratar um caçador. 

Enquanto Kato olhava para o ogro Karin chegava onde o ele estava,o ogro ao ver Kato tenta acerta-lo mais Kato desvia do e conjura uma magia de lava que cobre o chão completamente mais o ogro pula e vai para onde não tem lava Kurin usa um magia de raio que faz o ogro perder o equilíbrio assim Kato uma uma magia de explosão que faz o ogro cair na lava Kato usa uma magia de acido. 

Kato e Kurin olhavam o ogro já caido pensando que ele estava morto Karin baixa sua guarda e o ogro da um soco nela e a faz quase quebrar uma arvore ao bater dela Kato correndo em direção a Karin é pego pelo ogro e jogado para cima enquanto caia o ogro deu com soco no meio do corpo de Kato que fez ele cuspir sangue, Kato se levanta com dificuldade Kato então pega Karin enquanto o ogro estava distraído e sussurra em seu ouvido. 

Ao ver o ogro se aproximando pula e usa uma magia de lava que dessa vez acerta o ogro fazendo-o cair novamente com o corpo coberto por lava, Kato grita: 

-Agora Karin!! 

Karin então usa uma magia de agua que faz a lava resfriar e virar pedra prendendo e matando assim o monstro. É oque eles pensavam pois enquanto Kato andava tranquilamente em direção a Karin o ogro se solta e derruba Kato e perfura seu peito. 

Karin chocada com isso fica paralisada olhando Kato morto no chão é então atingida pelo ogro e desmaia. O ogro começou a rir maleficamente. 

-Mais duas presas fáceis haha.- era isso oque ele pensava, o ogro começou a andar em direção a Karin e a jogou no ombro e ia fazer o mesmo com Kato so que um momento antes do ogro encostar em Kato um som de carne sem arrancado brutalmente é ouvida e o ogro ainda olhava o lugar que a um segundo atrás estava Kato que agora tinha sumido da vista do ogro, o ogro demorou a perceber que Kato estava em uma arvore segurando alguma, o ogro prestou mais um pouco de atenção e  percebeu ser alguma coisa feita de carne. Eram dedos, os seus dedos  para ser mais exato. O ogro após perceber isso começou a rugir rugir e rugir como se pedisse por ajuda mas mesmo assim o os monstros que passavam perto apenas eram mortos de formas brutais mutilados, fatiados, tendo pedaços do corpo arrancados como cabeça, braços, pernas, pedaços de órgãos de seus interiores. E a cada vez que isso acontecia mais sangue aparecia em Kato aquilo já era bizarro o ogro, um monstro terrível e sanguinário pela primeira vez sentiu algo, MEDO, isso era exatamente oque ele sentia, um extremo medo, a vontade de matar era evidente, e toda essa vontade de matar que parecia interminável vinha de uma simples pessoa, Kato, mas ele tinha mudado, ele tinha um enorme sorriso macabro em seu rosto um pedaço de intestino em sua boca, provavelmente retirado de algum monstro que estava por ali e foi morto fazendo suas tripas servirem de alimento para Kato, que comia lentamente e continuava com um sorriso macabro tudo isso enquanto em cima da árvore com uma sombra cobrindo seu rosto deixando apenas o sorriso estampado e os olhos,(Gamer: vou deixar um link desse sorriso amigo do Kato nas notas blz flws) como se estivesse olhando para alguém fazendo algo muito engraçado, o ogro tentou fugir mas sua tentativa foi falha seus pés  foram cortados, não foram cortados fora mas aparentemente nos músculos fazendo o movimento dos pés impossível, após cair no chão sem poder usar os pés o ogro começou a rastejar nesse momento o sorriso de Kato aumentava a cada grito como se pedisse ajuda, parecia que ele gostava de ver o ogro sofrer, após o ogro rastejar por metros Kato desce da arvore e começa a lentamente caminhar até o ogro que se desespera ainda mais e começa a gritar freneticamente, de nada adiantou, logo Kato estava em frente ao ogro, ele pega em sua unha e passa uma faca que ele carrega na em um bolso e começa a torturar o ogro, arrancando as unhas após ele arrancar todas as unhas do ogro ele começa a lentamente cortar os dedos do ogro fatia por fatia sem nenhuma pressa, assim se passou por 5 minutos até que já não tinha mais nenhuma unha na pele do ogro e o mesmo não tinha dedos, Kato estava se cansado já, ele tem uma ideia que faria um pouco de "sujeira". 

Hm, pode ser interessante, para min rsrsrsrs- ele fala isso e solta uma leve risada, após isso prepara sua magia, ao mesmo tempo em que ele tinha formulado essa ideia Karin tinha começado a recobrar a consciência, mas acho que ela desejaria ficar desacordada se soubesse oque veria a seguir. 

-É uma coisa que eu acabei de desenvolver então não sei se sairá como eu planejo mas o fim é o mesmo então vamos apostar.- ele fala isso e coloca seus dedos na testa do ogro, e o mesmo fecha os olhos apenas esperando a morte, mas nada acontece, após isso ele vê Kato saindo de perto dele. 

Eu não sei se você consegue me entender ogro mas, uma coisa me veio a mente, e eu vou fazer um pedido a você, imagine um balão... imaginou? Certo, os balões tem um certo limite para o quanto de ar que você pode colocar neles mas o que acontece quando nos colocamos mais ar do que ele suporta?.. Isso mesmo o balão explode.... agora eu me pergunto, sera que o mesmo poderia acontecer com um ser vivo? Hehe é para isso que estamos aqui, para um pequeno teste, então agora,.... me mostre o resultado- Kato fala isso e estala os dedos então o ogro começa a inflar como se fosse um balão até que não aguenta e explode fazendo tripas, sangue, até pedaços de carne voarem , Kato estende a mão e na sua mão cai o olho do ogro, ele apenas esmaga como se fosse normal, após isso começa a fitar o céu e sua transformação começa a se desfazer e seu cabelo começa a voltar a sua coloração avermelhada de sempre, após um tempo ele simplesmente desmaia, e Karin que observava tudo ficou pasma..... 

 

Continua 


Notas Finais


o sorrisinho maroto do Kato rsrsrs durmão bem rsrsrs: https://i.ytimg.com/vi/u2K5I3NJtiQ/hqdefault.jpg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...