História The Monsters Live's in Your Mind - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 12
Palavras 880
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esta é uma pequena história que tenta mostrar uma perspectiva sobre a vida.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction The Monsters Live's in Your Mind - Capítulo 1 - Capítulo Único

- The Monsters Live’s in Your Mind -

Os monstros estão vivos em sua mente

Fernando Carvalho

 

 

Quando eu era pequeno meus amigos costumavam dizer que os monstros viviam debaixo da minha cama. Perdi a conta de quantos pesadelos tive por conta disso. Então eu cresci, o que eu pude notar é que o que eles diziam não era uma verdade. O terror dos monstros não se resume unicamente a cama de um quarto...

            Este sou eu, um homem que entrou para a vida adulta. E com isto, a dor do trabalho e das responsabilidades surgiram. Lembro que quando eu era pequeno eu costumava olhar para os adultos e me perguntava o porquê de eles estarem tão sérios e nunca terem tempo de fazer coisas divertidas. Quando eu vejo uma criança olhando para mim com a mesma expressão que eu tinha quando via os adultos, eu começo a me perguntar o porquê de eu ter deixado de ser uma criança.

            Conforme o tempo vai passando, você nota que os monstros debaixo de sua cama, ainda existem, eles na realidade, são os problemas que você encontra em algumas situações, mas estes monstros, eles não te perseguem por algum motivo que eu não sei. Então desde que você não esteja no seu quarto, eles não irão te atormentar.

            Um pequeno relato de minha vida. Ao primeiro dia em que eu fui trabalhar, lá foi possível encontrar muitas pessoas que eu não conhecia. E eu via o quanto eles se dedicavam no trabalho. E eu pensava “Um dia poderei ser assim”. Com o tempo, eu notei que aquele esforço estava decaindo da parte dos meus companheiros. Então após 1 ano trabalhando no mesmo local, eu notei que aquelas pessoas assim como eu, eram novatas. Elas acreditavam que quanto mais esforço tivessem, mais seriam recompensadas. Mas parece que a vida não funciona desse jeito. Conforme o tempo ia passando, eu pude notar que eles estavam acumulando monstros dentro de si mesmo. E depois de tudo isso, eu vi que eles estavam tão sobrecarregados e indiferentes, que não pareciam mais serem humanos. Bem, essa história que acabei de contar, é algo que não aconteceu apenas com os meus companheiros, é algo que aconteceu comigo também.

            E depois de 17 anos que me contaram que os monstros viviam debaixo da minha cama, eu notei que as coisas eram um pouco diferentes. Eu notei que o mundo não se resumia apenas a um quarto, ou a um conto de colegas de classe.

            Muita gente diz que quanto mais você cresce, mais você começa a entender o mundo e as coisas a sua volta. Mas posso dizer que não é exatamente assim. Eu posso afirmar que o universo de uma criança de 10 anos é muito maior que o de um adulto como eu, de 27 anos. Hoje eu vejo aquele quarto como apenas uma parte de uma casa maior. Mas quando criança, eu via aquilo como uma espécie de reino, um império somente meu. Onde tudo que estava ali dentro era minha propriedade.

            E o motivo de eu ter tantos pesadelos com o conto dos monstros, é que acreditava que um dia meu grande império poderia ser destruído por eles. Por conta disso tudo, eu posso dizer que quanto mais eu cresço, mais eu vejo que antes eu era melhor.

            Mas sabe, eu acho que quando os monstros viviam debaixo da minha cama era muito melhor. Assim, bastasse que eu dormisse em outro lugar que eles não estariam ali. Falando nisso, dentre todos os lugares em que eu me escondia dos monstros, o meu favorito sempre foi com os meus pais. Apesar de tudo, eles simplesmente não reclamavam por eu acreditar neste conto. E isso realmente me deixava feliz. É como se eu houvesse feito uma espécie de trato com outro reino e este reino sempre estivesse de braços abertos para me receber. Confesso que quase todas minhas noites se resumiam a dormir com os meus pais.

            Eu ainda me lembro quando parei para me questionar a autenticidade desta história. Eu acho que eu tinha uns 12 anos, e quando eu parei para pensar, eu comecei a rir de mim mesmo e voltei a me perguntar como eu acreditava em algo assim... Bem, quando eu tinha esta idade eu comecei a ver meu quarto como uma parte da casa e não mais como meu reino. Acho que a partir deste momento, os monstros realmente saíram de baixo da minha cama e começaram a me seguir.

            Bem, desde aquele tempo, os monstros começaram a habitar aqui, na minha cabeça. E não importa o quanto tente, eles não sairão se eu simplesmente pedir. Eu sinceramente preferia muito mais o tempo em que eles viviam pacificamente debaixo de uma cama em um simples quarto de um garoto de 10 anos.

            Então, com isto eu resolvi jogar todos eles de volta ao lugar de onde vieram. Eu voltei a acreditar que os monstros vivem debaixo da minha cama. A realidade, é que eles não são do tipo que mudem de ideia muito facilmente. Hahahaha. Ainda existem monstros que me perseguem, e acho que já estou aprendendo a conviver com eles. Até porque não importa o quanto eu tente fugir da realidade, pois os monstros na realidade sempre viveram na minha cabeça.


Notas Finais


Lembrando que isso se trata de uma fic. Isso em momento nenhum remete a realidade.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...