História The moon said - Larry Stylinson - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Abo, Alfa, Beta, Larry, Lua, Ômega, Romance
Exibições 100
Palavras 2.418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Magia, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiee BROTEEEEI sjaujauaj aí minha lua...
Eu não att antes pq é... bloqueio de criatividade, ressaca na segunda, ontem ajudei minha irmã q é artesã sjauhau essas coisas...
A fotinha do capi é meio "que??!"
O capítulo fico pequeno hehe bloqueios são foda...
Boa leitura sz (obg pelos favoritos amores) to super feliz hehe! Desculpem qualquer erro <3

Capítulo 18 - E se...


Fanfic / Fanfiction The moon said - Larry Stylinson - Capítulo 18 - E se...

Pov Harry

- Harry acorda -escutei a voz suave e de um modo quase improvável grossa de Louis e abri meus olhos lentamente, ainda embriagado pelos efeitos do sono interrompido.

Fiz uma expressão facial triste assim que minhas orbes focaram no rosto do meu marido e ele sorriu, tudo bem... não estou tão zangado mais, até por que como conseguir ficar bravo pela manhã quando se tem um Tomlinson te acordando com um sorriso desses.

- Levante seu preguiçoso, hoje é segunda, tem que ir a escola. -Louis disse abandonando a cama e o acompanhei, somente com minhas íris.

Louis fica bem até numa calça larga de moletom e em uma blusa de frio com uma estampa estranha junto com o logo da Adidas.

É melhor eu parar de o fitar e levantar, como ele mesmo disse é segunda e "blábláblá." Depois de um banho longo e de uma tentativa falha de prender meu cabelo em um coque finalmente desci para tomar o meu café atrasado.

Sentei na mesa ao lado de Felicite que ultimamente se sente envergonhada desde o meu quase cio, não a culpo de qualquer maneira alfas tem seus instintos não se pode controlá-los.

- Bom dia -sorri para a Fizz tentando passar naturalidade, a mesma já pediu desculpas algumas vezes e não entendi o pedido desde o primeiro.
- Bom -fizz sorriu de leve.
- Não está usando o colar que lhe deu ontem por quê? -louis perguntou deixando de lado seu jornal.
- Você quer que eu use aquele colar lindo pra ir a escola? -questionei e o vi concordar com a cabeça. - Enlouqueceu?
- Não, se o dei é porquê quero que o use -louis falou com um ar autoritário.
- Vou usar, numa boa ocasião -meu tom de voz saiu baixo e ouvi Louis bufar.
- Faça como quiser, vou trabalhar -louis levantou da cadeira e saiu do cômodo parecendo irritado.
- Ele acha que pode mandar no que as pessoas tem que fazer -lottie disse e ri baixinho.
- Acho que o Louis apenas queria que o Harry usasse o colar -jay falou olhando para mim de forma sugestiva.
- E vou usá-lo só não acho que combine com o ambiente escolar -dei de ombros e comecei a tomar o meu café.
- Pior que você tem razão -phoebe falou colocando café na sua xícara e depois na minha.

Depois de um café calmo, reparei quando estava saindo de casa que agora temos alguns seguranças pela casa, lottie falou que assim que descobrissem a nova moradia dos Tomlinson teríamos alguns só por segurança já que essa cidade apesar de grande é bastante pacata, consigo entender o motivo de não temos seguranças por um tempo, eles são intimidadores, entrei no carro junto com Felicite e Charlotte e fomos para o nosso inferno pessoal vulgo escola.
Algumas aulas chatas depois e de uma prova surpresa, fala sério quem é que acha legal fazer provas surpresas? Ao menos eu sabia a matéria.
O sinal bateu e finalmente todas as aulas chatas acabaram.

- Está meio quente hoje que tal irmos a uma sorveteria? -fitei Niall depois dessa frase e assenti com a cabeça.
- Vamos? -perguntei.
- Não eu preciso urgentemente dormir -fizz falou entrando no carro.
- Quero de flocos -charlotte disse começando a andar.
- Baunilha -melanie disse e segurou meu braço.
- "Ew" vou no chocolate -niall disse.
- Baunilha também -proferi rindo baixo.

Uma caminhada rápida e estávamos na sorveteria, brincamos e talvez derrubamos sorvete na mesa e possivelmente recebemos um olhar severo da atendente por isso. Descobri que Melanie ama fotografar (como eu não soube disso antes) e que também a uma sala na nossa escola de fotografia e estou louco para ir nela agora, abracei a Mel e depois o Niall na hora de ir embora. Foi mais divertido do que imaginei, eu e Charlotte pegamos um táxi e chegamos em casa ainda estávamos cheios de piadas internas e rindo de qualquer coisa.

Coloquei minha mochila na cadeira que ficava na escrivaninha do quarto e suspirei, caminhei até o closet e selecionei uma bermuda bege e uma camisa do Louis, o cheiro dele sempre fica nas roupas mesmo elas lavadas, acho isso incrível e agradeço da uma sensação dele estar por perto. Procurei minha câmera digital em umas das caixas e a achei rapidamente.
Voltei para o quarto coloquei minha câmera descarregada e esquecida na escrivaninha e peguei meu celular troquei algumas mensagens com Gemma e Liam, sinto tanta saudade da minha família...

- Onde estava? Já que só chegou agora? -louis falou de repente, estava sério e tinha um olhar chateado, a propósito o terno dele dessa vez é verde escuro.
- Fui na sorveteria com alguns amigos e a Fizz -louis se aproximou de mim e cheirou meu pescoço.
- Você está com cheiro de alfa -ele disse e sorri.
- É lógico a camisa é sua -disse voltando a prestar atenção no celular.
- Não estou falando do meu cheiro, o do Niall está grudado em você -ele falou e o fitei, então eles realmente já se conhecem.
- É que ele foi -falei e quando respondia uma pergunta de Gemma no celular.
- Não gosto de sentir outro cheiro além do seu e o meu no seu corpo -louis parecia zangado.
- O Niall é só o meu amigo e me abraçou deve ser por isso que o cheiro ficou em mim, e na próxima eu tomo um banho assim que chegar da escola -falei baixo e Louis tirou meu celular da minha mão.
- Vai tomar um banho, agora -ele falou e abri minha boca em um círculo.

Quando é que ele vai parar de querer mandar em mim?

- Tá -disse irritado e caminhei ao closet pegando uma roupa qualquer e caminhando até o banheiro.

Tomei um banho longo, não acredito que estou fazendo o que ele quer, em falar no Louis... "Ah", não vou falar nada mas achei desnecessário.

Voltei para o quarto, limpo, cheiroso e mais bonito (quem sabe se eu exagerei não é) olhei para o Louis como se perguntasse "satisfeito?"
Ele deu de ombros como se não ligasse e bufei.

- Não vai trabalhar? -questionei sentando na cama.
- Está me expulsando? -ele perguntou e suspirei enquanto levantava.
- Não, acho que vou no quarto da Charlotte -falei caminhando até a porta mas senti uma mão no meu pulso.
- Fica aqui comigo -louis falou com a voz um pouco rouca.
- O clima está um pouco pesado não acha? -disse virando de frente para ele e me perdendo na imensidão azul de suas orbes.
- Acho mas quero você aqui nem que seja pra brigar -louis rosnou me fazendo arrepiar. - Porém prefiro fazer outra coisa.
- Faça -sussurei e sorri de lado.

Não acredito, de uma briga nós passamos para o flerte...

Fechei os olhos assim que senti a boca de Louis encostar na minha, ele tem lábios finos e macios, sem necessidade dele pedir passagem nossas línguas se entrelaçaram da maneira que conseguiram, minhas mãos foram para a sua nuca e as dele para a minha cintura, gemi no exato momento que ele sugou minha língua o que tornou o beijo afoito e mais quente, de línguas com movimentos calmos para línguas traçando um guerra pequena por liderança. Descolamos nossas bocas rapidamente apenas para pegar ar e iniciamos outro beijo.
As mãos de Louis desceram e foram na minha bunda a apertando de leve o que me fez arfar. Louis parece gostar de causar reações em mim.
Ele começou a andar pra frente fazendo com que eu caminhasse para trás e encostei na parede, ele parou o beijo e passou a observar cada detalhe em mim ou é só a minha imaginação dizendo que é isso que ele está a fazer.
Mordi meu lábio inferior envergonhado pela sua observação tão repentina e Louis pareceu voltar de Marte.

- Fico impressionado com o que você consegue fazer comigo -ele falou com o rosto na curva do meu pescoço, depositou um beijo ali, deu um leve mordida no meu pescoço e gemi baixinho, droga por que sou tão sensível aos seus toques?

Sua boca voltou para a minha e outro gemido meu baixo saiu de meus lábios. Louis puxou meu corpo para frente o juntando com o seu, e respirei fundo sentido a nossa mistura de cheiro, pra mim é a melhor fragrância a partir de hoje.

- L-louis -gemi em seus lábios e ele rosnou. Estávamos perdendo o controle totalmente.

Ele voltou a encostar meu corpo na parede só que dessa vez com força e não sei como bati a minha cabeça na parede. O fitei fazendo o biquinho e coloquei minha mão a minha cabeça. Comecei a rir e ele fez o mesmo enquanto me puxava para a cama e sentei ao seu lado. Coloquei minhas pernas sobre uma das suas como sempre vejo os casais fazendo e deixei minha cabeça no seu ombro.

- Está doendo? Quer gelo? -ele questionou e o olhei negando. O dei um selinho rápido e voltei a me aconchegar nele. Faço isso bastante.
- Você é um desastre Louis -brinquei e ele entrelaçou nossas mãos que tem as alianças.
- Quem bateu a porra da cabeça na parede foi você -como ele é grosso...
- Não teve cuidado na hora de jogar meu corpinho na parede -o encarei e ele ergueu uma das sobrancelhas.
- Corpinho? -ele lançou um sorriso de lado.
- É -minhas bochechas esquentaram.
- Da próxima vez vou ter cuidado com seu corpinho -ele separou as nossas mãos e levou a mesma para o meu rosto o levantando e me fazendo o olhar.
- Acho bom -sussurei e seu polegar fez um carinho rápido no meu rosto.
- Voltou a fotografar? Não o vi tirar fotos desde a nossa lua de mel -ele falou olhando para a escrivaninha.
- Tinha esquecido da minha câmera mas hoje entrei no assunto com a Melanie e deu vontade de tirar fotos.
- Te entendo, eu tirava fotos quando era mais novo -ele contou e sorri.
- Qual era a sua câmera? -beijei sua bochecha o dando total atenção.
- Era uma Polaroid, vou pedir para uma das empregadas procurar ela pra você -louis disse ainda com sua mão quentinha no meu rosto. 
- Vou usar ela pra tirar fotos nossas -escondi meu rosto no seu ombro e ele riu.
- Até que não vai ser ruim ter fotos nossas espalhadas pelas paredes desse quarto -ele disse e sorri grande.
- Você acha? -questionei um pouco inseguro das minhas habilidades de fotografia.
- Tenho certeza.

E novamente estamos a beijar, sua língua parece ser o par perfeito da minha, o que gosto bastante. Alguns beijinhos e carinhos depois ele teve que voltar para o trabalho.

Devo estar deitado nessa cama a algumas horas, somente refletindo e inevitavelmente pensando nele, no seu cheiro o seu rosnado, seu toque... é tudo tão bom.

Uma música começou a tocar do meu celular e o peguei, atendi a ligação e esqueci de olhar quem era antes.

"Oi" -soou mais como uma pergunta.
"Olá querido te acordei?"

Sentei na cama e sorri.

"Mãe, não acordou só estou um pouco lerdo" disse levantando e começando a caminhar pelo quarto.

"O meu amor, como estão as coisas por ai?" -que saudade dela, mesmo que ela tenha ligado a poucos dias.

"Bem, como você o papai e a Gems estão?"

Conversar com a minha mãe me dá o efeito de ficar sorrindo e isso é tão bom.

"Estamos ótimos, com saudade de você pra ser sincera" -ela soltou uma risada tentando aliviar a frase proferida.
"Também estou, quero muito ver vocês" -contei nostálgico.
"Quem sabe daqui uns dias você vem, tem alguma novidade?"
"Tenho eu acho, porém já contei que o Louis me levou para um jantar de negócios e que ganhei uma amiga lá e um colar"
"Isso eu já sei, quero ver o colar depois"

Sorri assentindo com a cabeça mesmo que ela não pudesse ver.

"Vou enviar uma foto dele pra Gems e ela te mostra"
"Seu tom de voz mostra que aconteceu mais coisas" -ela gargalhou e minhas bochechas esquentaram.
"Como você sabe?" -questionei baixinho.
"Sou sua mãe querido, conte tudo"
"Dona Anne você é demais, hoje eu fui em uma sorveteria com alguns amigos e com a Charlotte e quando voltei o Louis meio que brigou comigo porque o cheiro do Niall ficou em mim" -ocultei certas partes e espero que ela não perceba.
"É normal, ele é o seu alfa vai ficar zangado quando sentir o perfume de outro em você mesmo sendo ele seu amigo"
"É mas achei a atitude dele desnecessária"
"Como a que você teve sobre a Eleanor" -bufei alto, tenho que me lembrar de não contar tudo a ela por mensagens...
"É diferente mãe"
"Sei, agora conte o resto" -já falei a mim mesmo que a risada da minha mãe é uns dos melhores sons?
"Não tem mais nada"
"Harry"
"Anne" -a imitei.
"Estou esperando"
"Tudo bem, a gente estava meio que discutido e a gente começou a namorar e"
"Transaram?" -anne perguntou interrompendo a minha fala, quis me esconder de baixo de algum móvel.
"N-não, acidentalmente bati a cabeça na parede e a gente parou" -contei envergonhado e a minha mãe riu baixinho. "Só não brigo com você porquê a gente também riu" -bufei baixinho.
"É que isso foi tão engraçado e fofo,  não se preocupe querido, esses momentos tendem a ser naturais, você vai entender quando for o momento apesar que hoje podia ter sido"
"Mãe" -ri baixinho.
"É sério pelo que me conta o Louis vai fazer a sua primeira vez ser especial mas fica ciente que o primeiro sexo não é muito bom" -isso eu já sabia porém é bom ser lembrado.
"Tudo bem dona Anne não vou me preocupar tanto com isso"
"Esse é o meu garotinho, ah, o Louis não foi possessivo se é o que pensou, foi a mesma coisa que você fez com a ômega com voz irritante"

Ciúmes de mim com o Niall?

"Será?" -até me esqueci de negar a parte que ela fala que tenho ciúmes.
"Com certeza querido"

Já passou pela minha mente que ele tem ciúmes de mim mas alguém falar que ele tem é muito melhor, nós sentimos ciúmes de quem gostamos certo?
Parei de refletir sobre isso por esse momento e continuei a conversar com a minha mãe assuntos mais aleatórios.


Notas Finais


Aaah, agr vou ler fanfics hehehe
PERDOA EU Q N SEI ESCREVER PEGAÇÃO!!!
Espero que estejam gostando e história e foquem nos "novos" detalhes okay.
Uma leitora me disse que está tendo errinhos e peço desculpa por ele mas eu sempre deixo eles passarem...
A capa nova da fic fico legal pra vcs? (EU AMEI ESSE LOBINHO ELE É TÃO NHONHO E TA NA FORMA DA LUA PELA AMORDBJDJSJ)
Queria contar mesmo hj sendo quinta q no domingo eu estava mt linda atraindo olhares naquela festa q bebi tanto e fiquei de boa rs, sério eu tá fenomenal...
Okay, um beijinho na bochecha e n demoro a att o próximo capítulo vai ter ajuda da minha mãe hshshaj (quem leu minha primeira fic sabe mt bem em q parte ela ajuda)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...