História The Morning (Camren G!P) - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Personagens Originais
Tags Camila, Camila Cabello, Camren, Camren G!p, Fifth Harmony, Lauren, Lauren Jauregui, Lesbians, Lesbicas, Romance, Tragedia, Yuri
Visualizações 227
Palavras 754
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii dnv, X.O

Capítulo 25 - Eu prometo.


Fanfic / Fanfiction The Morning (Camren G!P) - Capítulo 25 - Eu prometo.

Essa pose de durona, esse olhar que te fuzila, os óculos, as tatuagens, o mistério. Eu adoraria ver ela em jogo, eu adoraria ver seu mistério de perto.

P.O.V LAUREN
Tive o melhor dia da minha vida com a Camila. Nós fodemos. Nós fodemos muito! E isso era incrível. Apesar de tudo, nós éramos doces juntas. Doces e safadas ao mesmo tempo, a medida certa.
Já era 6 da manhã e eu estava preocupada, ás 9 Cara chegaria. Eu decidi ir embora da casa da Camila por um tempo, eu precisava resolver aquilo tudo. Cada minuto perto da pequena eram arriscados, eu não poderia colocar a vida dela e da Sinu em risco. Eu não me perdoaria nunca.
- Olhei para o lado e vi Camila dormindo.
Tão doce, tão linda..
Ela não sabia que eu iria embora em algumas horas, provavelmente ficaria triste e daria seus ataques de bebê. Meu coração vai partir em vários pedaços, mas é o necessário.
(Quebra de tempo)
Arrumei minhas coisas e esperei até que a Camila acordasse. Já era 8:30 e logo Cara chegaria.
- Lolo... - Ouvi sua voz doce sonolenta.
- Oi meu amor.. - Aquilo seria difícil.
- Onde você vai? - Ela disse se levantando da cama com os cabelos bagunçados, minha Camz.
- A Cara..vai me buscar daqui a pouco.
- Vocês vão sair? Eu vou me arrumar também. - Tentou se levantar então eu a segurei pelo braço.
- Olha Camz..eu vou embora.
- Como assim embora Lolo? - Disse com uma voz de choro.
- Eu disse que precisava resolver as coisas com a Cara. Nós precisamos. Eu não posso ficar perto de você nesse tempo Camz..
- Lauren..não! Só pode ser brincadeira, Lauren eu preciso de você! - A pequena se levantou e ficou andando de um lado para o outro.
- Eu também preciso de você, mas é perigoso Camila! É perigoso para você e para a Sinu. Eu não posso machucar vocês, Sinu é minha familia! Você é minha garota Camila..
Ela parou de andar e me encarou, seus olhos encheram de lagrimas e ela me abraçou com cuidado, chorando em meus ombros.
- Me desculpa Camz...me desculpa por isso. - Eu sentiria a falta do cheiro do seu cabelo, do seu abraço, da sua boca.
Beijei a pequena com calma e delicadeza. Com amor. Paramos por um tempo e ficamos apenas caladas, olhando uma a outra. Eu amava Camila.
- Você volta? Promete que volta Lauren?!! - Passou suas mãos em meu rosto.
- Eu volto pra você Camila..eu sempre vou voltar, eu prometo.
- De dedinho? - Me mostrou seu pequeno dedo como confirmação.
- De dedinho pequena. - Juntei nossos dedos e dei um beijo em sua testa.
Eu voltaria para Camila, quantas vezes fosse preciso.
(Quebra de tempo)
Cara já estava no portão me esperando, Camila não parava de chorar.
- Eu preciso ir agora bebê...
A pequena me abraçou forte e me deu um ultimo beijo. Ela estava soluçando de tanto chorar, partiu meu coração.
- Eu te ligo quando puder, Cara me comprou um celular. Esse é o número. - Entreguei o papel para a menor.
- Eu te amo Camila.
Dei meu ultimo abraço na pequena e sai pela porta.
Entrei no carro da Cara.
- Bom te ver Lauren. - Cara disse me entregando um óculos preto.
- Bom te ver Cara.
- Abre aí no meio.
- Onde? - Falei procurando.
- Ta vendo o copo? Tira ele e puxa, tem um compartimento.
Tirei o copo e abri, incrível.
- É oque você precisa.
- Uau..Se superou Cara.
- Lá atrás tem umas mais pesadas para nós.
Agora estava feito. E eu faria por Camila. Pra voltar para ela, eu não poderia morrer. Eu resolveria tudo e acabaria com aqueles filhos da puta.
- Como vamos começar? - Perguntei.
- Vamos precisar ir em Puerto Vallarta, El Jefe é de lá. Matando ele, conseguimos chegar fácil nos que trabalham para ele aqui em L.A, e acabamos com isso. Matando El Jefe, ninguém mais te procura. É arriscado e prepotente. Mas sei que temos talento. Nós vamos com esse carro até a fronteira, chegando lá tem um Mustang 67 nos esperando. Colocamos as armas no carro e vamos até El Jefe. Tenho tudo em mãos. Já ia me esquecendo. - Me entregou o celular. Toma cuidado com quem fala nele, tem tudo que precisamos aí, os nossos contatos e as locais que precisamos ir. Agora está feito Lauren, começou.



Notas Finais


Agora começou. Até pessoas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...