História The Murder Of Rachel Valories - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Assassinato, Assassino, Chase, Chase Knight, Drama, Knight, Laurie, Laurie Mayo, Mayo, Quem Matou?, Rachel, Rachel Valories, Sexo, Suspense, Valories, Violencia
Visualizações 3
Palavras 985
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem,e me perdoem por não saber fazer capa direito.

Capítulo 1 - Se quer algo bem feito faça você mesmo


Sexta-Feira,Dia Dezenove De Maio de Dois Mil e Dezessete,22:57.

 A garota andava pela rua deserta,parecia assustada.
Seus longos cabelos pretos estavam bagunçados,os olhos,cor de esmeralda pareciam cansados,estava pálida,deveria ter entre seus 16 e 18 anos.
 De repente um grito se ouve,os moradores do bairro,assustados,saem para averiguar o ocorrido.
 No chão,a menina agonizava,na poça de seu próprio sangue,um buraco na sua roupa denunciava oque tinha acontecido,havia sido esfaqueada.
 No seu último suspiro,a adolescente pronunciou
 -Rachel Valories.

Domingo,Dia Vinte e Um De Maio de Dois Mil e Dezessete,10:50

 Um casal chorava sobre o túmulo de sua filha,a mulher,tinha grande semelhança com a falecida,cabelos escuros como a noite,pele branca como um lençol e lindos olhos verdes,o pai entretanto,nada com a menina parecia,cabelos ruivos como o fogo e olhos castanhos claros,ao lado dos casados,uma menininha chorava junto,com curtos cabelos pretos e olhos marrons como terra,era a irmã da garota no túmulo.
 Longe uma pessoa olhava para a familia,com cabelos claros como o sol,e olhos da cor de rios,seu nome?
 Laurie Mayo é claro,filha dos donos da melhor cafeteria da cidade de Hidden Acres,a finada era Rachel Valories,sua melhor amiga desde dos 7 anos,que foi brutalmente assassinada a dois dias atrás,a adolescente não conseguia pensar em quem faria isso a Rachel,sempre foi tão doce(de um jeito que Laurie nunca iria compreender),conquistava todos ao seu redor,sempre repreendendo a amiga quando a mesma,tirava notas baixas ou fingia estar doente para não ir a escola.
"- Você não pode fazer isso Layo,é errado,seus pais vão se preocupar"
Riu se lembrando do apelido que Rachel lhe dera,Layo era a junção de seu nome e sobrenome.
 Seu coração estava cheio de raiva,a policia não havia encontrado o culpado,e não duvidava de que quando o encontrassem ele acabasse solto ou pegasse no maximo 5 anos de prisão.
 Seus pensamentos foram acabados quando ouviu passos,um homem tinha entrado no cemitério,não se via suas características pois usava um capuz.
O estranho foi em direção ao túmulo de Rachel.
 -Com licença você era amigo de nossa filha?
 Grace,a mãe de Rachel disse para o rapaz
-tenha que nos perdoar,não conhecemos muito os colegas de nossa menina,só ela ali.
 John,pai de Rachel,falou,com o dedo apontado para Laurie.
 -Eu sou novo na cidade,meu nome é Chase Knight
 O homem misterioso pronunciou,indo embora sem explicações do porquê tinha ido ao velório.

Segunda,Vinte e Dois De Maio De Dois Mil e Dezessete,7:15

-Minha nossa Laurie!,acordada antes da 8:00?,nunca vi você acordar antes disso!.
 Dona Marie exclamou em um tom de humor,surpresa com a filha,já que a mesma odiava acordar cedo.
 -Que seja.
 Responde a menina,sem se importar muito com a mãe,se sentando logo depois,seus olhos tinham profundas olheiras,além de estarem vermelhos,demonstrando que Laurie provavelmente passou a noite a chorar.
 Marie se entristeceu,odiava ver a primogênita sofrer.
 -Então Lau,último mês de aula hein,deve estar empolgada para as férias,eu estava pensando em toda a família viajar mês que vem,com tudo que aconteceu seria bom se distrair um pouco não é?
 Disse Norman,seu pai,numa falha tentativa de quebrar o clima de tristeza no ar.
 -eu vou pra escola.
 Laurie ditou,se levantando da mesa e indo para a porta.
 -mas querida você nem comeu e ainda são 7:20
 -Eu não ligo.
Falou fechando a porta com força.

Segunda,Vinte e Dois De Maio De Dois Mil e Dezessete,8:20.

Laurie estava na frente de seu armário,com o celular na mão,vendo vídeos,fotos e conversas que teve com Valories.

"Eu estou te dizendo Laurie,Jonathan Brooks me convidou para o baile de formatura."

"Mas ele não tem namorada?"

 "Eu não entendo esse garoto,ele acha mesmo que a namorada não ia perceber que ele estava com outra garota no baile?"

 


"Realmente"

Passando das conversas,clicou em um video.

"Férias em Harbour Falls"

-Ok,eu realmente não te entendo Layo,primeiro você diz que odeia nadar e agora pula dentro de um rio?,e ainda quer que eu vá junt...

Rachel não conseguiu terminar a frase pois foi puxada por Laurie para o rio.

-Eu vou te matar,sério.

Falou para a amiga.

Não conseguindo segurar as lágrimas,a loira começou a chorar,mesmo estando na escola.

-ei,garota.

Ouviu uma voz a chamar,seguindo a origem do barulho deu de cara com um menino.
 Ele tinha cabelos claros,como Laurie,seus olhos também eram da mesma cor da garota,porém tinha uma diferença,uma pequena parte de um de seus olhos eram castanhos.

-Você é Laurie,melhor amiga de Rachel.

 Falou,não como pergunta mas sim como afirmação,como se tivesse certeza.

-Sim,sou eu,oque você quer?

-Se quer saber quem a matou deveria procurar você mesma.

-Como assim?

-Os policiais não irão achar,ou não querem.

-Olha eu não tenho tempo para essas brincadeiras,isso é sério,minha melhor amiga morreu e você está fazendo piada,vai embora,não fala comigo.

-tudo bem,mas daqui a dois meses você vai entender,e quando isso ocorrer,me liga,sou Chase Knight.

Disse a entregando a Laurie um papel com seu número.

Então era ele no funeral,pensou a adolescente.
Apesar de negar o que Chase a havia dito,Laurie,não parava de pensar nisso,até cogitou tentar resolver o caso sozinha,mas logo desistiu da idéia,ela podia confiar nos policiais não é?,e também não é como se uma garota de 16 anos pudesse resolver um assassinato.

Quarta-Feira,Dezenove de Julho de Dois Mil e Dezessete,17:40


Hoje fazia dois meses desde o assassinato de Rachel,o caso acabou sendo arquivado,mas Laurie não aceitava,o responsável deveria ser punido.
Como sempre toda vez que completava um mês,Laurie visitava o túmulo,colocando uma rosa sobre ele,não segurou as lágrimas denovo,por que com Rachel?,por que alguém queria matar ela?,ela era tão gentil,e o pior desistiram de procurar o culpado,as vezes ela pensava,será que Chase estava certo?,ela mesma deveria procurar?
 Ela não sabia oque fazer,mas então,Laurie olhou a foto de sua amiga em cima do túmulo,decidiu então que já que os policiais não fazem nada,ela mesma iria fazer,quer algo bem feito?,faça você mesmo.
  Correu para casa,e procurou em toda ela o número de Chase,quando o achou,debaixo do sofá,se apressou para discar o número no telefone.
 
-Você estava certo,eu mesma vou procurar por Rachel.








  

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Essa é uma das minhas primeiras fanfics,ainda estou aprendendo,espero que tenham gostado,beijinhos❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...