História The Music Between Us - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Kris Wu, Musica
Visualizações 18
Palavras 4.623
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais uma short fic(talvez longfic) pra vcs
Bom primeiro vamos esclarecer

O que é esquizofrenia?
A esquizofrenia é uma doença psiquiatrica conhecida pelos sintomas de ouvir e ver coisas que, a esquizofrenia é uma perda de contato com a realidade e, basicamente, quem tem essa doença apresenta alucinações e delírios, que são construções de ideias falsas sobre a realidade
Bom acho ter exclarecido pra voces, se nao entenderam me chamem nos comentarios que eu vou adorar esclarecer as coisas para voces

É isso, boa leitura

~BongBong
<3

Capítulo 1 - The Beginning Of The Beginning I


Fanfic / Fanfiction The Music Between Us - Capítulo 1 - The Beginning Of The Beginning I

Mais uma vez Kris tinha ido a uma turne, uma turne de dois meses, aquilo chegava a ser tortura para (S/n), depois da turne iria ganhar um prêmio, nisso tudo ficariam dois meses e uma semana separados, os dois odiavam aquilo, desde quando eram adolescentes.

 

Os dois se conheceram no sétimo ano do ensino fundamental, os dois eram novos na escola, tinham várias coisas em comum, mas nunca se falavam, só pequenas vezes quando falam "bom dia" só por educação. Os dois eram solitários, Kris tinha um amigo, LuHan, um garoto chinês transferido, ele nunca entenderá o porque de ter sido transferido e nessas conversas viraram amigos, mas seu amigo sempre estava com outros amigos que sinceramente não interessavam para o garoto.

 

Já a garota era completamente solitária, não só na escola, em casa também, ela sofria uma profunda depressão silenciosa, ninguém, nem mesmo seus pais sabiam, ela fingia ser feliz, queria ver as pessoas ao seu redor felizes, fingia não saber de seus problemas, muitas vezes deixava as coisas passarem. Ela se sentia incompleta, ela nunca chegou a se cortar, também nunca chorava, ela sabia que aquelas coisas não melhorariam o que sentia, obviamente ela não aguentava às vezes e chorava, chorava com se fosse inundar seu quarto, mas chorava baixinho, pra ninguém saber. Até que ela começou a ver coisas, ela dizia que estava bem, mas estava à beira da loucura, e seus pais a forçaram a ir num psiquiatra. 

 

Byun Baekhyun foi a pessoa que a puxou da beira do abismo, a garota com treze anos sofrerá depressão e esquizofrenia, ela descrevia as coisas que via e seu psiquiatra era sincero consigo, ela tomava remédios controlados, mas isso não a impedia de ter crises, a realidade de (S/n) era que ela enlouqueceu por falta de atenção, então as coisas que viam era um refúgio para ela, ela tinha atenção quando estava em meio à loucura, a cada crise de histeria a garota ia até seu psiquiatra imediatamente, ele era seu refúgio.

 

Até que as pessoas na escola descobriram, isso foi uma brecha pra um bullying que era ignorado pela mesma, seu melhor amigo, Byun Baekhyun, seu psiquiatra, lhe disse que qualquer pessoa pode ser louca então perceber e que (S/n) poderia ser esquizofrênica mas lúcida o suficiente. Mais lúcida que muitas pessoas que não tem problemas por aí. 

 

E foi em uma dessas ocasiões de bullying que os dois solitários se conheceram, Kris, ou melhor YiFan seu nome de verdade, o garoto via aquilo e achou que era apenas brincadeira, uma brincadeira muito estupida, e a garota olhava as pessoas sorrindo em quanto elas a provocavam, meus seus olhos não mentiam, não para YiFan, ele via que a garota sofrera com aquilo. Até que ele não aguentou ao ver uma garota dando lhe um tapa enquanto falava "Você não passa de uma tampinha louca, fale alguma coisa, não sabe se defender?" 

 

E YiFan segurou a mão da garota quando lhe preparava pra lhe dar outro tapa arrancando a atenção da duas, (S/n) tinha visto aquele garoto milhares de vezes, nem amigos eram mas ele a protegeu, a tirou dali, seu mundo começou a ganhar cor apartir do momento que o garoto a protegeu. Pensou que era mais uma coisa da sua cabeça, sua crise a atacando novamente, mas não, ele parecia muito real, suas mãos tinham calor humano, seu jeito de agir era como alguém da sua cabeça, um alguém que tinha inventado.

 

"Você está bem?" O garoto lhe perguntou em chinês por impulso, perguntou novamente só que em coreano, e a garota concordou com a cabeça e ele sorriu.

 

"Por que você me protegeu?" ela perguntou baixinho e o garoto não sabia como lhe responder.

 

"Apenas vi que aquilo era errado, você nem provocou ela e ela já partiu pra agressão, falando barbaridades." O garoto tinha se irritado de verdade com aquilo.

 

"Mas ela disse verdade, não é mentira que eu sou louca, mas eu sou lúcida o suficiente pra saber que eu não preciso revidar, não é assim que funciona, e chega a ser divertido ver elas se imaginando ignoradas." Ela fala sendo sincera e vê o garoto rir baixo. 

 

"Você não é louca, não se rebaixe assim." Ele fala também sendo sincero "Sempre que tiver vontade provoque elas, eu te ajudo se quiser." O garoto fala e ela se surpreende e pensa novamente se não er

Coisa da sua cabeça. 

 

"Você é real?" Ela fala parando de andar e tocando no rosto do garoto, tentando ver se era mesmo calor humano o que sentia e ele se mantinha intacto. "Você não parece ser coisa da minha cabeça, não sou tão criativa assim." Ela fala Ainda tocando no corpo do garoto procurando alguma falha. 

 

"Eu sou real." Ele fala calmo e ela para arregalando os olhos. 

 

"Desculpa! Eu só... não é normal as pessoa me protegerem, pensei que era mais uma criação minha." Ela fala envergonhava olhando para seus pés e o garoto sorri. 

 

"Eu estou aqui pra te proteger agora. Eu não vou sumir como as coisas que passam na sua cabeça." Ele fala sorrindo e pela primeira vez em meses ela sorriu. 

 

"Somos amigos agora?" A garota pergunta e o garoto passa seu braço pela sua cintura a abraçando e fazendo ela se assustar com tal calor que sentia. 

 

"Somos, eu não vou te soltar." Ela fala e ela sorri novamente e abraçando encaixando sua cabeça na curvatura do corpo pequeno que a abraçava. 

 

Anos se passaram, e realmente YiFan nunca a soltará, eram melhores amigos, quando contou ao seu psiquiatra nunca o viu tão feliz com alguma coisa que acontecera com a sua paciente favorita. Apos um tempo SUA esquizofrenia quase sumira, de vez em nunca ela tinha alguma crise, mas continua passando na casa de Byun para lhe mostrar como ela estava bem, como aquele garota a fazia bem. 

 

Baekhyun acreditava que o que tivera a curado era seu novo melhor amigo, que pelo o que sua paciente, o garoto até mesmo participava de suas loucuras, se ela dizia que estava vendo algo o garoto lhe perguntava com era tentando imaginar e não lhe criticar ou falar "só você vê isso você é louca". 

 

Os dois amigos descobriram coisas que tinham em comum, os dois adoravam musica, YiFan disse queria do crescesse viveria de música e a partir do primeiro ano do ensino médio ele começou a escrever musicas, assim como a garota, os dois vivem de música e da amizade que mantinham, era no segundo ano do ensino médio que a garota começou a sentir coisas estranhas quando estava com seu melhor amigo, ela até falou para seu psiquiatra e ele lhe falará "Você está apaixonada pequena, é normal se apaixonar por alguém próximo." Ele lhe falara e explicara para a garota que concluiu que sim, estava apaixonada pelo seu melhor amigo.

 

JÁ ele sabia a muito tempo, ele amava sua melhor amiga, a amava, amava seu jeito, amava suas loucura, amava lhe proteger, amava quando chegava uma mensagem de madrugada da mesma falando que não conseguia dormir por que queria sair com ele, ele a achava tão pura, tão pura quanto água, e ele amava aquilo. Não falaria para sua amiga, não queria que se afastassem se ela não correspondesse, a amizade deles era demais pra si, já tinham dormido juntos, abraçado tantas vezes que perdera as contas, saído tantas vezes, idos a shows de ídolos que gostavam, ele já tinha recebido beijos na bochecha de sua melhor amiga, e lhe dado beijos em sua testa. Ele adorava quando essas coisas aconteciam, ele se sentia completo com sua amiga. Luhan lhe enchia o saco, ele também tinha se tornado amigo da garota, ele sempre que podia falar bem perto deles que shippava eles, e o garoto ficava nervoso.

 

Mais alguns anos se passaram, os três vivendo de música, todos cantores solos, na mesma empresa, tinham talento, eles acreditavam que tinham.

 

 

[��] Dias de hoje [��]

 

 

"Vocês precisam ir mesmo?" A garota falou abraçando seu melhor amigo enquanto seu outro melhor amigo também os abraçava. 

 

"Vamos voltar logo pequena, nem sentirá falta de tão rápido que será." Kris falou e Luhan concordou. 

 

"Já voltaremos, é pouco tempo, já que você esta de ferias depois da sua turne, quando voltarmos todos iremos viajar que tal?" Luhan deu a ideia fazendo seus amigos concordarem e a chamada do aero porto toca os chamando para o voo.

 

"Vou sentir sua falta Kris." Ela sussurra para seu amigo enquanto o abraçará forte.

 

"Eu também vou, você não faz ideia de como eu vou sentir sua falta." Ele sussurra em resposta dando um beijo na testa de sua amiga que a olhava fazendo bico. 

 

"Eu também quero abraço." Luhan diz manhoso e a garota o abraça forte também.

 

"Também vou sentir sua falta Luhannie." Ela fala em seu ouvido e Luhan a aperta no abraço.

 

"Iremos voltar logo, fique bem, nos ligaremos quando chegarmos okay?" Ele fala se separando e ela da um beijo na bochecha de cada um que começaram a embarcar acenando para a garota. 

 

[��]

 

Um mês se passou, a garota teve mais crises do que o esperado, até mesmo dormiu na casa de Baekhyun por que dissera que alguém estava lhe esperando do lado de fora, Baek nunca tinha passado tanto tempo com a garota, ele tinha medo de deixar ela sozinha então em vez de eles dormirem na sua casa dormiram no dormitório de (S/n), dormitou que compartilha com seus dois amigos. 

 

"Pequena tome seus remédios, vamos para a minha casa tenho um paciente hoje, lá você dorme um pouquinho mais Huh?" Ele fala fazendo carinho na cabeça da menor. 

 

Para o mais velho ela era como uma Irma mais nova, queria proteger ela, mesmo saindo da zona profissional, eles eram família, a garota se levantou pegando os remédios e os tomando com um copo de água, ela sorriu para Byun que sorriu de volta se levantando e os dois foram, ela nem tirara a roupa que tinha dormido, eles apenas foram, na hora que chegam (S/n) corre até o quarto de Baekhyun ligando o ar-condicionado deixando o ambiente quentinho e se enfiando em sua cama. O maior não ligou, era bom que ela descansasse, as crises tiravam energia demais dela, queria que ela descansasse.

 

Quando se deitou seu celular vibrou e ela o pegou desanimo, era uma foto, uma foto de Kris, ela abriu rapidamente vendo a foto, ele com seus cabelos bagunçados como se estivessem dormido muito. Ela leu a mensagem que tinha chegado. 

 

"Cancelaram o resto da turne, estou indo para o aeroporto. •3•"

 

Isso foi o bastante para a garota sorrir depois de um mês cheia de crises, ela sorriu se arrumando na cama e tentando dormir, queria dormir para o tempo passar rápido, e quando acordasse queria que ele já estivesse ali. 

 

[��]

 

A garota dormiu, e como dormiu, o voo que demoraria seis horas foi o tempo que a garota dormiu, ela acordou indo até o banheiro e foi até Baekhyun. 

 

"Oppa, você tem alguma roupa pra me emprestar? O Kris vai chegar daqui a pouco e eu não tenho tempo pra ir no dormitório." Ela pediu e o mais velho a olhou concordando com um sorriso e indo até seu quarto sendo seguido por ela. 

 

"Pode usar essas." Ele falou dando uma calço preta social, que ela tinha certeza que ficaria apertada, e uma camisa de botões branca, e uma blusa fechada de lã listrada em preto e azul bebe. 

 

"Valeu Oppa." Ela fala dando um beijo na bochecha de Baek que sorri saindo pro quarto deixando a garota se vestir. 

 

Ela tomou um banho rápido, se vestiu vendo que a calça era apertada mesmo,mas não ligou, em sua opinião não tinha nada pra esconder, nem para mostrar, a camisa tinha ficado solta e ela colocou a blusa com um sobretudo creme que tinha vestido pra vir, colocou seus crocs creme com rosa e pegou seu celular antes arrumando a cama e descendo. 

 

"Eu te levo, não tenho nenhum paciente." Baekhyun disse pegando suas chaves do carro e foram até a porta e um home parará na frente deles surpreso. 

 

"Baek..." o homem mais alto que Byun e (S/n) falou e Baekhyun o olhou um tanto surpreso. 

 

"(S/a) esse é Chanyeol, Chan ela é a (S/n), minha paciente irmazinha." Ele fala e a garota se curva em respeito ao homem alto. 

 

"Por que não me atende?" Chanyeol pergunta e todos ficam em silêncio. 

 

"Depois falamos disso, fique aqui, eu apenas levarei ela até o aeroporto pra ficar com seus amigo." O homem mais baixo falou e o mais alto concordou apenas acenando com a cabeça. 

 

A garota sabia bem quem ele era, muito bem, era o namorado de seu Oppa, eles tinham brigado, como ela sabia? Já conhecia Byun o bastante, sabia que estava sorrindo apenas pra lhe acalmar, na realidade ele não queria sorrir. 

 

Os dois entraram no carro, sentados na frente em silêncio, ela queria perguntar se estava tudo bem mas ela decidiu ficar quieta, aquela pergunta era tão vazia, as maiores mentiras são usadas nessa pergunta, mesmo sabendo que ele não mentiria para si, estavam no meio do caminho e ela resolve quebrar o clima. 

 

"Oppa, vamos colocar música?" Ela perguntou juntando as mãos implorando para o mais velho que sorriu e ligou o rádio. 

 

"Você está tão ansiosa que esqueceu sua máscara, Ainda bem que eu peguei ela é um boné, não quero que você cause um tumulto." Ele fala pegando no bolso do seu sobretudo um boné rosa bebê e uma máscara branca.

 

"Obrigada." Ela falou pegando e colocando o boné enquanto se olhava no espelho e colocando a máscara e chegam na frente do aeroporto e ele também coloca uma mascara e boné, só que pretos. 

 

"Vamos eu deixo você lá dentro depois eu tenho que voltar tá?" Ele fala e a garota concorda e eles entram, ele a segurava pelo ombro deixando seus corpos perto pra que nenhum se perdesse. 

 

Logo ela avista seus amigos, de máscara boné e óculos de sol, ela sabia quem era cada um, eles olhavam para os lados procurando algo, não algo, e sim alguém, (S/n), que quando avistara eles foi até eles calmamente. 

 

"Será que ela veio mesmo?" Ouviu a voz de Luhan abafada pela máscara.

 

"Cadê a (s/a)?" Kris fala olhando e a garota lhe abraça por traz de seu melhor amigo. 

 

"Serve essa?" Ela fala pra eles ouvirem e eles se viram para a mesma sorrindo e a abraçando. 

 

"A gente sentiu tanta a sua falta!" Kris fala  apertando a menor que sorria. 

 

"Lu? Você sentiu minha falta?" Ela se virando para o garoto que sorria debaixo da máscara. 

 

"Lógico né?" Ele fala abraçando a menor e a levantando em seus braço e Kris a puxa mostrando a língua pra Luhan que fez um bico embaixo da máscara. 

 

"Vai ficar dando em cima aquela sua fã!" Ele fala e Luhan bufa. 

 

"Que garota?" (S/n) fala sorrindo debaixo da máscara, sempre quisera ver Luhan acompanhado, se fosse uma pessoa que ele gostasse ela gostaria dela tambem.

 

"Uma fã, ele veio falando dela o caminho todo! Ele está gamado naquela chinesa!" Kris fala fazendo a garota rir. 

 

"Qual é o nome dela?" A garota pergunta fala curiosa e o manager deles começa a os empurrar e eles vão para a vã conversando. 

 

"Qual é o nome da garota merda?!" Ela gritara já que seu amigo enrolava pra falar e ela pegava seu celular pra procurar um Instagram ou facebook. 

 

"Yoo Jeong..." ele fala e rapidamente a garota digita no search achando uma garota. E abre o perfil vendo a garota super bonita.

 

"Nossa até eu pegava ela, nossa." Ela fala vendo as fotos da garota de cabelo cinza. 

 

"Você não pode pegar ela, e o Kris como vai ficar?" Luhan fala fazendo a garota corar e levar um tapa do seu amigo. 

 

"Deixa eu ver ela." Kris fala e ela mostra seu celular "Foi ela! Ela me deu um negocio lá, pra te dar. Pera eu vou pegar." Ele fala abrindo a mochila e tirando da bolsa um vidrinho com um líquido marrom dentro.

 

"O que é isso?" Ela fala e ele abre e o carro fica com cheiro de canela. 

 

"Canela?" Luhan pergunta e a garota pega feliz aquele presente. 

 

"Wa! É tão bom!" Ela fala cheirando e fechando o frasco. E ela começa digitar.

 

"O que voce esta fazendo?" Luhan pergunta e ela mostra seu celular. 

 

"Agradecendo, ela foi muito legal em me dar isso, vou falar pra ela que você já podem se casar que eu deixo." Ela fala digitando e Luhan se desespera.

 

"Não! Por favor não!" Ele fala e ela ri mandando a mensagem pra sua fã. 

 

"Nî haō! Eu acabei de ganhar o aromatizador! Obrigada! Eu gostei muito! Obrigada mesmo! Espero te ver em um fansing na proxima turne pra Osaska. Ah sobre o Luhan, aproveita por que você é muito bonita, e ele Gama fácil. Rs. Beijos da sua Unnie, até a próxima! <3" ela fala o que escreveu fazendo Kris rir e Luhan fazer bico. 

 

"Vê pelo lado bom Lu, ela também deve ser gamada em você." Kris fala fazendo ela rir e fazer de emburrado e (S/n) se levanta indo pra o seu lado. 

 

"Você sabe que eu te amo né Oppa?" Ela fala fofa e Luhan a olha. 

 

"Não vale!" Ele fala e ela sorri. 

 

"Me perdoa? Você me perdoa né?" Ela fala juntando suas mãos e ele sorri alisando seus cabelos. 

 

"Tá, se ela vier falando comigo eu não sei oq eu vou fazer." Ele fala e a garota sorri sentando no seu lugar pegando seu celular vendo que a fã tinha respondido. 

 

"Ela respondeu, wa, ela escreve na velocidade da luz." Ela fala abrindo a conversa.

 

"Lê" Kris pede e ela começa a ler.

 

"Nî haō Unnie! Você me notou! Eu estou tão... aaaaaaa, eu não consegui comprar um ingresso pro seu fansing, entao eu comprei pra ir no do Luhan Oppa, e do Kris Oppa, em um outro fansing eu gostaria de te ver de perto, você é muito talentosa, mesmo com seus problemas, para mim você é perfeita, muito mais lúcida do que eu -qq, sobre o Luhan Oppa, ele é muito lindo, quem não gosta de Luhan meu deus, ele é o meu Oppa eterno e saber que ele me notou me deixa caida no chão, literalmente, bom, aaaa eu tô pirando... fico feliz de ter gostado, até a próxima. Nî Haō!" Ela le começando a rir e vê os olhos de Lu brilhar. 

 

"Wa!" Ele fala colocando as mãos no rosto enquanto Kris ria. 

 

"Eu disse que ela era gamada em você!" Kris fala e Luhan ri. 

 

"Ela mandou uma foto! Ela está, literalmente, jogada no chão, olha" ela fala mostrando para os garotos que riem. 

 

"JeongHan! Shippo!" Kris fala e e a garota ri e eles chegam no dormitório e Kris pega seu caderno.

 

No caderno ele escrevia suas musicas, assim como seus amigos, ele estava escrevendo uma nova música desde que ela tinha voltado da turne. E Luhan também estava escrevendo uma música desde o dia anterior, ele disse que seria um dos hits mais escutados no mundo em poucas horas. Já Kris demorava um pouco mais, queria uma música perfeita, perfeita assim como sua inspiração, sua amiga sempre fora sua inspiração, desde as musicas mais sujas até às mais românticas. Aquela música não teria inspiração diferente. Em poucas horas ele terminou a música mando para o CEO da empresa que simplesmente adorou e disse que em pouco tempo gravaria a música, até melodia ele tinha posto, a música estava pronta só falta o clipe. 

 

"(S/a) vem aqui!" Ele chamou sua amiga a seu quarto e ela foi tirada do seu cochilo indo até ele. 

 

"Tudo bem?" Ela fala sentando na cama do seu amigo e ele a olha sorrindo. 

 

"Você sentiu a minha falta nesse tempo que eu trabalhei?" Ele pergunta com um sorriso no rosto e sua amiga vai até a cadeira de rodinhas no qual ele estava sentado.

 

"Claro que sim Oppa." Ela fala abraçando seu amigo que também a abraçava sentado enquanto sorria bobo. 

 

"Eu senti sua falta pequena." Ele fala e ela sorri boba "senti muita falta." Ele fala e ela da um beijo no topo da sua cabeça. 

 

"Eu também senti Yi, eu tive até que dormir na casa de Byun, eu sentia pessoas me persiguindo." Ela fala e ele se solta a olhando preocupado. 

 

"Você teve crises?" Ele pergunta e ela concorda e sorri fraco "Eu estou aqui pra te proteger agora, eu não vou embora." Ele fala a abraçando e ela o abraça também. 

 

"Eu sei que você está, sei que você quer me ver bem." Ela fala baixinho e ele olha para o computador sendo acompanhado pela mais nova. 

 

"Eu fiz outra musica, vem ver." Ele fala dando o fone para a mesma que põe escutando a melodia começando.

 

 

I've been looking for a reason
To have you in my arms where you wanna be
Never had a woman so pure
Glad to have you right where you wanna be

Eu estive procurando por uma razão

Para ter você em meus braços onde você quer estar

Nunca tive uma mulher tão pura

Fico feliz em ter você exatamente onde você quer estar

 

Talk until the mornin' we don't need any sleep

I hate it when you go to work

Lay under the sun and it feels like a dream

I hate it when we go to work

 

Conversar até de manhã, nos não precisamos dormir

Eu odeio quando você vai trabalhar

Deitar sob o sol é como um sonho

Eu odeio quando vamos ao trabalho

 

You should be

Baby baby I

(Baby baby I)

Doin' what feels right

(Doin' what feels right)

Baby baby now

(Baby baby now)

Don't tell me what you wanna say

Show me how you feelin' babe

 

Você deveria estar

Baby baby eu

(Baby baby eu)

Fazendo o que parece certo

(Fazendo o que parece certo)

Baby baby agora

(Baby baby agora)

Me diga o que você quer dizer

Me mostre como você se sente baby

 

Show me how you

(Show me how you)

Show me how you feelin' babe

 

Me mostre como você

(Me mostre como você)

Me mostre como você se sente baby

 

You've been looking for a reason

To have me in your arms where I wanna be

Give you what you need and no more

Glad to have you right where you wanna be

 

Você esteve procurando uma razão

Para me ter em seus braços onde eu quero estar

Te dar o que você precisa e não mais

Fico feliz em te você exatamente onde você quer estar

 

Talk until the mornin' we don't need any sleep

I hate it when you go to work

Laying till the sun damn near feel like a dream

I hate it when we go to work

 

Conversar até de manhã, nós não precisamos dormir

Eu odeio quando você vai trabalhar

Deitar sob o sol é como um sonho

Eu odeio quando vamos ao trabalho

 

You should be

Baby baby I

(Baby baby I)

Doin' what feels right

(Doin' what feels right)

Baby baby now

(Baby baby now)

Tell me what you wanna say

Show me how you feelin' babe

 

Você deveria estar

Baby baby eu

(Baby baby eu)

Fazendo o que parece certo

(Fazendo o que parece certo)

Baby baby agora

(Baby baby agora)

Me diga o que você quer dizer

Me mostre como você se sente baby

 

You know this ain't rocket science

Get what you got comin' to you

I know what you like

You know that i'mma keep it comin' uh

Something 'bout this Moet got you in the mood

Say you got a situation

Tell the other guy to move

Easy

I may have to call in work girl

I'm pushin' late to work girl

This shit way is too good to function

I'mma enjoy it when it's a crunch time

Yeah I know but when it's lunch time

I'mma get up about your way girl

But only if you're spending some time sometimes

 

Você sabe que isso não é tão complicado
Pegue o que tem vindo para você
Eu sei o que você gosta
Você sabe que eu vou continuar vindo uh
Alguma coisa sobre este Moet te deixou no clima
Digamos que você tenha uma situação
Diga o outro cara para se afastar
Fácil
Eu posso ter que te chamar no trabalho, garota
Estou atrasado para o trabalho, garota
Essa merda é boa demais para funcionar
Eu vou apreciar isto quando for tempo de crise
Sim, eu sei, mas quando é hora de almoço
Eu vou me levantar sobre seu caminho, garota
Mas só se você estiver gastando algum tempo, as vezes

Baby baby I

(Baby baby I)

Doin' what feels right

(Doin' what feels right)

Baby baby now

(Baby baby now)

Tell me what you wanna say

Show me how you feelin' babe

 

Baby baby eu

(Baby eu Baby)

Fazendo o que parece certo

(Fazendo o que parece certo)

Baby baby agora

(Baby baby agora)

Me diga o que você quer dizer

Me mostre como você se sente baby

 

Show me how you feelin' babe

Show me how you feelin' babe

 

Me mostre como você se sente baby

Me mostre como você se sente baby

 

Kris Wu- July

 

 

"Wa! Meu deus!" A garota fala batendo palmas. 

 

"Ficou bom?" Ele pergunta e ela concorda.

 

"Quem é a garota?" Ela pergunta mexendo nos seus dedos nervosa e Luhan abre a porta rindo. 

 

"Aaaaa eu falei com ela!" Ele diz todo feliz sentando na cama batendo seus pés feliz. 

 

"E o que ela falou?" Kris pergunta e (s/n) fica com cara de peixe. 

 

"Ela quem gente?" Ela pergunta, sua esquizofrenia fazer ela esquecer algumas coisas recentes, mas logo ela se lembrava. 

 

"Jeonginnie." Luhan fala e ela se lembra. 

 

"Tá gamada?" Ela pergunta rindo. 

 

"Wa ela é tão... " ela não completa a frase bagunçando seus cabelos. 

 

"Aí eu sabia! Viu se não fosse por mim vocês nem se falaria." Ela fala sentando do lado do lado do garoto que a abraça. 

 

"Obrigado, sério (s/a), obrigado, muito obrigado mesmo." Ele fala a abraçando que lhe abraça também rindo. 

 

"O que vocês conversaram?" Kris pergunta curioso. Um tanto cabisbaixo por seu amigo ter estragado o clima, mas feliz por ele. 

 

"Ela foi contratada, ela fez uma audição em Osaska, e a nossa empresa chamou ela, ela chega em duas semanas, aí eu tô tão feliz, talvez ela fique aqui já que os outros dormitórios estão cheios e não tem nenhum vazio." Ele fala batendo palmas alegre. E os seus amigos riem abraçando ele. 

 

"Pode se casar a gente já está na idade." Ela fala enquanto Luhan sorria "quantos anos ela tem? Se ela for menor esquece." 

 

"Ela tem 23." Ele fala com os olhos brilhando fazendo Kris rir. 

 

"Essa dias semanas vai passar rápido. Eu espero que passe, você tá na seca Lu" Kris fala fazendo a garota rir e ali o olhar raivoso mas seu olhar se suavizar e ele corre até seu caderno e volta. 

 

"Vamos fazer minha música juntos. Eu preciso dos seus beats e a sua voz, e (S/a) eu preciso que você fale..." ele fala escrevendo "'Luh', tipo tem que ser sexy. E o Kris não tem essa habilidade sabe, Kris você fala 'On the Moon?'" Ele fala e todos concordam. 

 

Eles começam a gravar as vozes, decidiram que a garota faria as vozes de fundo e Kris ajudaria em alguns Ooh, e no On the moon? Eles criaram a batida e mandaram para o CEO que adorou, eles estavam muito inspirados naquele dia.


Notas Finais


*CEO- dono da empresa que eles trabalham



É isso gente, não sei quando vão ser as atualizações, provavelmente uma vez por semana, não tem dia definido ainda, bom esclarecendo mais duas coisas.

A Jeong faz parte de outra historia, que na realidade não é minha, e sim da minha amiga, mas diferente dessa Fic ela não pe do Exo, é do Got7, se vocês quiserem ler aqui esta o link, eu recomendo muito, a nossa (S/n) seria a Vickye na historia. e deixamos no ar, Vickye e Jeong existem na vida real? Fica no ar, eu recomendo muito, vocês vão rir muito.

Link da Historia-> https://spiritfanfics.com/historia/eu-elas-e-o-got7-8504923

Outra coisa, a (s/n) sera vizualmente como a garota da capa(esqueci o nome dela hihihi) e cantara como a Taeyeon(SNSD), já a Jeong será vizualmente como a Moon Hyuna e cantara como a Hyuna.

A historia é passado em 2015, com as idades que tinham na epoca.

Acho que é apenas isso, obrigada por ler

<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...