História The Natura Elements High - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Agua, Eletricidade, Fogo, Magia, Magia Elemental, Planta, Sombras, Terra, The Natura Elements High, Vento, Yumi Hannachi
Exibições 30
Palavras 825
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpa a demora, mas é que eu tenho muitas fanfics (adoooroo!) e não pude postar neste final de semana.

Boa leitura, pessoal!

♧ Dicionário ♧
Raiden: luz do trovão; raio.
Kagaku: ciência.
Yūki: coragem.

Capítulo 4 - Minha primeira aula! E um safari (ou quase)!


Fanfic / Fanfiction The Natura Elements High - Capítulo 4 - Minha primeira aula! E um safari (ou quase)!

                        P.O.V. Yumi Hannachi

   Eu e Hanny acordamos bem cedo com um alarme que parecia ter soado e acordado a escola inteira.

   Nós nos arrumamos e fomos até um painel, no qual estavam escritas as aulas de cada dia.

   - Aula de artes! - disse uma garota toda feliz ao meu lado.

   - Aula de ciências! Viva! - eu disse com ironia.

   Fomos até a sala dez e nos sentamos em carteiras que continham três cadeiras e nossos nomes.

   - Você, eu e Raiden? Quem é Raiden? - perguntou Hanny.

   Nos sentamos uma do lado da outra e esperamos pela professora e pelo garoto com nome de trovão.

   - Bom dia pessoal! - uma mulher entrou na sala e disse. - Eu sou Kagaku, a professora de ciências e meu Elemento Chave é o Animal.

   - Ela tem o mesmo Elemento Chave que a Dobutso! - Hanny disse baixinho.

   Kagaku era uma mulher não tão alta e usava um macacão jeans marrom, seus cabelos e olhos eram da mesma cor e ela também tinha uma blusa verde por baixo do macacão.

   A professora começou a fazer a chama. Eu e Hanny respondemos na nossa vez, mas o tal do Raiden parecia ter faltado.

   - Reiden? - Kagaku tornou a dizer.

   Foi quando um vulto amarelo passou correndo e parou ao meu lado.

   - Presente, professora! - Raiden disse ao levantar a mão direita.

   Ele era um garoto alto de pele meio amarelada. Tinha uma bermuda beje até os joelhos e uma camiseta amarela, a qual tinha a mesma cor de seu cabelo espetado.

   - Você se atrasou! E pra isso não tem desculpas! O povo da Tribo Elétrica são os mais rápidos do mundo! - Kagaku disse, irritada.

   - Mas eu não me atrasei! - ele respondeu e apontou para o relógio acima do quadro negro.

   Eram 07:00 em ponto, mas no relógio de pulso dourado de Hanny eram quase oito horas.

   "Mas como?" Eu pensei.

   Essa pergunta se desfez na minha cabeça quando eu vi o garoto da fileira esquerda piscar um olho para Reiden e este fazer o mesmo.

   - Vocês armaram isso? - Perguntei a ele.
  
   - Isso mesmo! - Reiden disse e sorriu de orelha a orelha.

   - Ainda não entendi.

   - Damatso controla o tempo.

   - Ah, entendi.

   Damatso fez com que o tempo voltasse ao normal e, quando Kagaku viu, disse que a aula acabaria logo e mandou todos nós irmos para a floresta atrás do jardim onde vi Hanny e Dobutso treinarem ontem.

   - O que estamos fazendo aqui, professora? - Perguntou uma menina.

   - Classe, estamos todos aqui para que vocês recebam seus Animas Elementares! - explicou Kagaku. - Vocês vão fazer um tipo de sinalizador com seus elementos para poderem atrair algum animal da floresta mágica.

   Todos ficaram muito ansiosos para terem seus animais e mostrarem seus poderes uns para os outros. Eu também estava, mas o que faria se ainda não tinha meu Elemento Chave?

   Hanny estendeu seus braços e fez movimentos circulares com eles. A medida que ela girava-os, um fino redemoinho de pó de fada cor-de-rosa se fazia presente.

   - Muito bem, Hanny! - a professora elogiou-a.

   Quando Hanny parou com os movimentos, algo se mexeu atrás de uma moita e saiu da mesma, indo até ela.
  
   - Oh meu Deus! É uma coelhinha! Vou dar o nome de Puny! - Hanny disse e abraçou o fofo e peludo animal branco de olhos cor-de-rosa e um lacinho da mesma cor em sua orelha direita.

   Logo foi a vez de Reiden. O garoto levantou seu braço direito para cima e invocou um relâmpago luminoso que acabou atraindo uma raposa do deserto macho.

   - Você vai se chamar Léo! - disse o garoto amarelo.

   Na vez de Dobutso, ela apenas fechou seus olhos e esperou. Uma tigresa saiu de trás das árvores e foi até ela, a qual pegou-a no colo e roçou seu nariz com o da animal listrada.

   - Seu nome será Yūki! - disse Dobutso.

   Aquele tal de Damatso, não sei como, mas conseguiu uma coruja de igreja e deu o nome a ela de Lua.

   Vários alunos conseguiram seus animais e a única que sobrou fui eu.

   - Yumi! - a professora me chamou e eu fui até ela.

   - Sim? - perguntei.

   - Seu pai contou para a diretora e os outros que você ainda não tem seu Elemento Chave, então ele me pediu para te dar um animal especial!

   - E qual seria?

   Ela não me respondeu, apenas me entregou um monte de raízes e folhas pesadas em forma de ovo. O que será que iria sair dali? Eu simplesmente não fazia idéia.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!

Alguns nomes (como Damatso, Léo e Lupy) fui eu que inventei, então talvez não tenham algum significado específico.

Obrigada por lerem!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...