História The Neighbourhood - Do preto ao branco - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Neighbourhood
Personagens Jeremy Freedman, Jesse Rutherford, Mikey Margott, Zach Abels
Visualizações 22
Palavras 2.060
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AH, COMO É BOM ATUALIZAR ESSA COISINHA LINDA !!!!!!!!

Vocês lembram que eu tinha dito algo sobre o cap 13? Bem, o cap que eu me referia era sobre o bryan, mas vou deixar esse papo pra frente porque dai já engato pro final da historia.

Agora sobre o cap. Eu poderia da spoiler, mas não vou, só tenho que avisar que tem fortes acontecimentos aqui e no próximo....

Aproveitem e boa leitura x_x

Capítulo 13 - We need talking


Fanfic / Fanfiction The Neighbourhood - Do preto ao branco - Capítulo 13 - We need talking

Após a saída de Jeremy e Bryan, Zach encostou suas costas na pia e seu corpo foi deslizando pra baixo, Abels já se encontrava sentado no chão com as mãos na cabeça e com seus olhos voltados pro chão. Mikey ainda estava na cozinha e ele não estava tão diferente de Zach, a única diferença que ele estava de pé do outro lado do balcão com as mãos em seus olhos e com os dedos entrelaçados.

- Feliz? Você tá feliz agora, Mike? - disse Zach em tom tão baixo que parecia um sussurro.

- Por favor, não diga nada. Por favor. - respondeu Mike.

- Eu perguntei se você tá feliz? Responda ! - disse Zach autoritário.

- EU NÃO SEI. EU JURO QUE NÃO SEI. - gritou mikey.

- Eu tô muito fudido, muito, mas muito fudido mesmo. Eu... Caralho mano, você não tem noção.

- Desculpa Zeeko, mas... Eu não consigo fazer isso. Me desculpe.

Mikey saiu da cozinha e voltou até onde os instrumentos estavam pra pegar seu celular, na volta pra sala ele escuta um barulho abafado de choro vindo da cozinha, ele sabia de quem era, mesmo com um grande aperto no coração, Margott saiu sem olhar para trás ou ao menos se despedir de Abels.

Zach ouviu a porta batendo e nem se deu ao prazer de ir trancar a porta, ele apenas permaneceu sentado e deixando suas lagrimas de frustração escorrer pelo seu rosto. Sua frustração não era apenas por Jesse ter suspeita dele e de Mikey, e sim dele não saber pra onde correr, ele estava no meio de problemas que nem o mesmo sabe como as coisas tomaram tamanha proporção. Uma hora ele estava na festa de Rutherford onde foi surpreendido por Emily o beijando; depois transando com mikey no quarto de Jesse; em menos de semana ele estava ficando com a prima de seu melhor amigo, e quando pensou que nada poderia piorar, Jesse chega jogando uma bomba dizendo que que gostava dele. 

Seus pensamentos estavam tão vivos que tirou Abels de total atenção ao mundo e o impedindo de ouvir seu celular que estava tocando em seus bolso, Zach pegou o aparelho e viu que quem estava ligando era a namorada de Jesse, Abels se recompôs e atendeu a garota.

- Oi, Annie.

- Oi Zeeko. Vocês ainda estão ensaiando?

- Não. Terminamos mais cedo hoje, todo mundo já foi.

- Sabe me dizer onde o Jess foi?

- Não sei, ele foi o primeiro a sair e nem se despediu de nós.

- Entendi. Vou tentar ligar pra ele de novo e ver onde ele se meteu. Obrigado Zach.

- De nada

A ligação terminou, Zach colocou seu celular ao seu lado e tentando raciocinar onde o louco do Jesse se meteu pra que a namorada dele ligasse o procurando. A dúvida que Abels estava tendo não era tão importante quando as idéias que estava tendo sobre tentar concertar as coisas, ou 1/3 delas.

/ / / / / / / / /

Dirigir atordoado não estava fazendo bem pra Jesse, ele parou o carro, desligou, debruçou-se sobre o volante e ficou pensando em que parte da amizade faltou confiança. Será que ele realmente esteja certo de pensar que Zach e Mikey estejam em um tipo de relacionamento, ou, de que tiveram algo e que agora com Mikey namorando eles não poderiam mais manter esse "lance"? Se certo, Jesse não teria estomago pra conviver ao lado de seus amigos.

Perdido em tantos pensamentos, Jesse não reparou que seu celular estava tocando já tinha alguns minutos, de relance Rutherford olhos pro banco do carona, pegou o celular, viu quem estava ligando e mesmo sem ânimo pra entende, atendeu.

- Alô

- Jess, você ainda tá no ensaio?

- Não. O que foi Annie? Aconteceu alguma coisa?

- Não, só queria realmente saber onde você tá, porque liguei pra casa do Zeeko procurando você e ele tinha dito que você saiu de lá sem falar nada.

Jesse respirou fundo pensando no que ia falar ou se falaria que teve um desentendimento com os garotos.

- Olha, estarei em casa daqui a pouco. Tá bom?

- Tá bom. Te amo

- Também te amo.

Depois daquela ligação tudo que Jesse queria era realmente estar em casa relaxando, Rutherford abriu o porta-luvas e de lá tirou um cigarro e um esqueiro, acendeu o cigarro e com apenas um trago seu estado de calma estava de volta.

Passado algumas horas, Jesse estava com a cabeça mais fria e raciocinando direito sobre as coisas, Anabel viu que seu namorado estava um pouco distante, resolveu tentar descobrir perguntando:

- Jesse, aconteceu alguma coisa durante o ensaio?

- Não, na verdade aconteceu sim.

- E eu poderia saber?

- Tudo que posso dizer é que, corações serão partidos e sonhos destruídos. Apenas isso.

- Você não está nesse meio, não né?

- Claro que não, e espero não ficar em meio a isso. 

- Quer saber de uma coisa? Vamos sair. Quero tinha tirar essa sua cara e jeito de desanimado, você não é assim e eu não gosto de te ver pra baixo.

- Você tá certa. Vamos sair.

Jesse puxou Annie pra perto de si fazendo a garota cair sentada em seu colo, a loira o encarou por alguns segundos, passou a mão sobre a tatuagem que tem seu apelido e deu um pequeno sorriso ao lembrar do dia que Jesse fez aquela tatuagem pra simbolizar o seu por ela que ele tem desde que eles eram adolescentes. Jesse passou a mão pelo pescoço de sua namorada até sua mão se fixar na nuca, com calma Jesse o beijou e deu um pequeno chupão, isso porque ele não gostaria de deixar nenhuma marca antes de sair.

Os dois pararam de se pegar quando Anabel lembrou que eles iriam sair, Jesse fez uma cara de frustração que fez sua namorada rir e o até ele mesmo rir também.

Rutherford levantou e foi até seu quarto arrumar a roupa que iria usar. Em dez minutos Jesse já estava pronto e estava apenas esperando sua namorada.

- Vamos? - disse Annie.

- Vamos. - disse Jesse.

Anabel pegou a chave de seu carro e as chaves de casa.

O lugar que Annie escolheu pra ir foi o shopping. Durante o caminho os dois iam conversando, cantando e Jesse gravando vídeos pro seu snap.

O casal estava feliz por estarem se divertindo juntos e esquecendo das brigas que tiveram antes de terminar, mas pra que pensar nos problemas quando se está feliz?
Jesse e Annie sentaram em uma mesa da praça de alimentação e ficaram conversando sobre os shows e viagens que iriam fazer, e coincidentemente os dois iriam pra Rússia, só que em dia diferentes, mas eles tinham dois dias em comum.

A tarde passou voando, Annie deixou Jesse em casa e avisou que não dormiria na casa dele, Jesse até pensou em insistir, mas ele pensou bem e deixou pra lá. 

- Você não vai ficar chateado?

- Não. Eu preciso fazer umas coisas hoje a noite e conversar com um amigo sobre essa tour.

- Você não tá mentindo pra mim, não né?

-  Annie, sou incapaz de mentir pra você. Você sabe.

- Tudo bem então. Se cuida e não tente fazer nenhuma besteira.

- Tudo bem. Te amo.

- Também te amo.

Annie se despediu de Jesse e saiu. Rutherford trancou a porta da sala e foi tomar um outro banho pra tirar o suor, mas antes de ir pro banho, Jesse ligou pro Matt perguntando se ele poderia vim até sua casa, Matt respondeu que sim, Rutherford marcou a hora e Healy concordou.

/ / / / / / / / /

Zach depois de ter tomado um banho quente pra relaxa, comer alguma coisa depois de fumar seu cigarro - geralmente ele fumava pra tirar a tensão. - ele estava deitado no sofá assistindo filme.
A tarde passou e Zach acabou pegando no sono enquanto assistia tv. Abels pegou o controle da televisão e desligou a TV, pegou seu celular no chão e olhou as horas, 17:35, embaixo das horas mostrava uma notificação de mensagem e era de seu irmão, Hunter.

- O que será que quer? Se for dinheiro, não tenho, não aqui comigo. - disse Zach pra si e rindo.

Deslizada a notificação pro lado e logo o conteúdo da mensagem apareceu.

"Zeeko, posso passar a noite ai com você? Bem, na verdade quero que você me ajude a terminar de zerar um jogo. "

Zach estava com um pensamento fixo de sair mais tarde e ao mesmo tempo queria ajudar seu irmão a terminar o jogo. Então Zach respondeu:

"Beleza, vou te ajudar a terminar o jogo, mas eu vou sair hoje a noite e não sei vou voltar. "

A resposta foi dada na hora que Zeeko enviou a mensagem. Abels colocou o celular onde estava, bocejou, passou a mãos por todo o rosto, e assim que tomou coragem pra levantar, Abels caminhou até seu quarto enquanto cantarolava Hot Dreans do Timber Timbre. 

Assim como uma moeda ou uma cédula tem dois lados, de um lado estava Zach recebendo seu irmão mais velho pra passar a noite jogando, e do outro lado, Jesse recebendo Matt pra conversar. Tanto de um lado como do outro, o pensamento de Zach e Jesse era o mesmo de "preciso da um jeito em tudo isso e vai ser hoje."
As horas que antes estavam passando rápido agora estavam se arrastando, mas isso tinha um lado razoavelmente bom. O lado bom era de que independente do que fosse acontecer e quem fosse fazer, teria que ser bem feito.

Oito e meia, essa é a hora exata que Matt estava saindo da casa do Jesse, mas antes Healy aconselhou seu amigo pra não tentar fazer nenhuma besteira já que durante a conversa deles Rutherford acabou dizendo que tentaria pôr as coisas em seu devido lugar. De que forma seria isso? Só Jesse sabe como e com quem seria.

Os irmãos Abels estavam jogando video game já havia meia-hora e eles pareciam não ter perdido aquela "competitividade" entre eles e isso era bom, já que havia algum tempo que os dois não ficavam tanto tempo juntos;

Zach estava tão concentrado no jogo que por algum tempinho esqueceu do que ia fazer, ele pausou o jogo, olhou as hora e faltava cinco minutos pras nove.
- Vou me arrumar pra sair.

- Pra onde que você tá indo?

- Vou resolver um assunto ai. Não se preocupa que posso voltar ainda hoje ou amanhã de manhã.

- Tem que ser logo hoje?

- Sim.

- Então tá. Vai lá

Zach saiu da sala deixando seu irmão jogando e foi pro seu quarto se arrumar, uma calça jeans preta e uma camisa branca era isso que ele tinha escolhido, vestiu-se, calçou seu tênis, colocou sua jaqueta, penteou rapidamente o cabelo, pegou o celula no quarto, trancou a porta de seu quarto e voltou pra sala.

- tô saindo, se alguem vim aqui atrás de mim, diz que não estou.

- Tudo bem.

Zeeko saiu de casa, entrou em seu carro, ligou-o e em seguida ligou o radio, conectou seu celular no radio e a primeira musica que começou a tocar foi Sewes Blues, um pequeno sorriso apareceu no rosto de zach. Abels arrancou com o carro rumo a sua missão.
No primeiro sinal vermelho que zach parou, seu celular acendeu com uma notificação de mensagem, zach olhou de quem era e teve a grande certeza de quem não era o único com o pensamento de colocar tudo em ordem.

Depois de alguns minutos zach estaca na frente da casa da pessoa, ele desligou o radio, o carro, tomou sua ultima dose de coragem, tirou a chave do contato, abriu a porta e saiu. Cada passo que era dado zach só conseguia pensar em uma parte da musica de sua banda e era esse trecho que resumia tudo. Abels estava frente a porta, na hora que ele pensou em bater, a mesma foi aberta e seu pensamento foi alto.

- Maybe you're right, maybe this is all that l be - disse zach

- But what if it's you, and it wasn't me? - disse Jesse 

- What do you want from me? - completou Abels 


Notas Finais


Gostaram? FALEM POR AMOR DE DEUS !!!!!!!!!!!!!!!!!
FAVORITA AI, COMENTA AQUI E ACOMPANHE SEMPRE
Segue eu no twiter @hoodlumkill


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...