História The Network of Murders - Camren - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~Blueynha

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Lauren Jauregui
Exibições 136
Palavras 683
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, FemmeSlash, Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Cheguei com um capítulo novinho
Amem a tia Kah por ter escrevido bem rápido ♥
Boa leitura

Capítulo 5 - - I was weak


Camila POV


Quando estava na cozinha preparando o almoço, resolvi que aquela era a hora perfeita, cuidadosamente abri a gaveta das facas e botei uma delas em minha bolsa

Afinal, quando mais cedo eu me livrasse dessa garota, melhor.

Então ouvi um pequeno choramingo e arqueei uma sobrancelha, ela estava chorando?

Voltei pra sala onde Lauren abraçava os joelhos, com a cabeça entre eles

- Voltei, Esta tudo bem ai? - A olhei enquanto ela parecia tentar limpar as lágrimas desesperadamente - Lauren o que aconteceu? 

- Nada.. eu só.. - Ela gaguejou baixo e em seguida suspirou - Hoje é um dia muito difícil pra mim, sabe?

Eu assenti, me sentando ao lado dela calmamente e pondo a mão em seu ombro, ela olhou pra minha mão com uma sobrancelha arqueada, acho que não estava acostumada a ser tocada

- Eu sei que nada que eu falar vai mudar o fato de que ela está morta. - Ela assentiu uma vez com a cabeça e limpou o rosto com a palma da mão - Mas ela não iria querer te ver assim, eu conheço Taylor e ela nunca gostou de causar tristeza a ninguém

- Eu sei mas.. - Ela sorriu de leve olhando pro nada, aquela era a minha chance, coloquei a mão dentro de minha bolsa e toquei o metal gelado da faca, ela estava distraida e aquilo seria muito facil - A Taylor era tão boa pra mim, ela era a única pilastra que me mantia forte e erguida, sem ela, eu estou desabando, Camila, eu estou caindo aos poucos e ninguém percebe, sou só eu.. agora - Eu sorri fraco como resposta, apertando a faca tão forte em minha mão que senti um ponto de ardência ali, me machuquei. - E eu me lembro de todas as vezes em que Taylor e eu praticamente conquistavamos o mundo juntas, brincavamos e sorrimos.. e agora eu não tenho mais ninguém..

- Eu sei que nos conhecemos agora, mas você pode contar comigo - Murmurei e ela me olhou com os olhos brilhando, vi uma centelha de um humor quase negro neles

- Jura? Como posso saber se não vai tentar me matar? 

- É sempre uma possibilidade - Eu ri baixo e soltei a faca de dentro da bolsa quando ela levantou

- Eu tenho que ir - Acenou - Obrigada pelo que fez por mim hoje, pouca gente faria

- De nada.. - Acenei de volta com a outra mão e vi ela sair, olhando a mão de dentro da bolsa e arregalando os olhos

- Que merda é essa? - Corri até a pia para lavar a minha mão, mordi o lábio pela ardência e estanquei o sangue com um papel, o que diabos eu estava fazendo? eu deveria ter matado ela quando tive chance!

Mas algo em mim, todas as minhas entranhas me diziam que eu não deveria fazer aquilo, então eu não fiz, sou um pedaço de carne inútil! eu vou precisar a matar cedo ou tarde, e deixei a hora perfeita escapar e ainda me machuquei. 

Como tanta tristeza pode caber em uma pessoa só? Lauren não tinha motivo algum para viver, e isso só me fez querer poupar sua vida, para encontrar um motivo para viver

- Mamãe? - Jason saiu de dentro do quarto de pijama coçando os olhos, minha mãe deve ter o trazido e eu nem reparei

- Oi meu amor - Murmurei e passei a mão nos cabelos em busca de controle

- Quem era a moça que estava aqui? 

- Lauren.. - Falei baixo - Lauren Jauregui. 

- Ela é muito bonita, mamma - Ele disse, os pequenos olhinhos castanhos piscando e eu sorri, assentindo

- Sim, meu amor, ela é muito bonita - Concordei e ele abaixou o olhar correndo até mim e segurando minha mão cortada

- O que aconteceu com a sua mão, mamma? - A voz preucupada de meu menino perguntou e eu dei de ombros

- Só um corte, mamãe ja cuidou disso - Olhei novamente para minha mão, sabendo que aquilo ali não era só um corte.

Era uma marca de fraqueza. 

Eu, Camila Cabello, Fui fraca pela primeira vez em toda minha vida.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...