História The New Boy - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally Brooke, Camren, Camren G!p, Norminah, Semi
Visualizações 512
Palavras 1.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hellou

Capítulo 8 - Oitavo capítulo


Fanfic / Fanfiction The New Boy - Capítulo 8 - Oitavo capítulo

Pov Lawrence.

*Miami, dia 17 de julho de 2017 às 13:50 da tarde*

Puta merda, eu tô animado e com medo ao mesmo tempo, vou almoçar na casa dos Cabello's e o seu Alejandro vai estar lá, com certeza ele vai querer me matar ou sei lá. Camila mandou eu ficar tranquilo, só que eu não consigo, dirijo até a casa dela e ajudo ela descer da moto e tiro seu capacete sorrindo, vejo ela sorri e ajeitar os cabelos, com certeza eu tô sorrindo feito trouxa.

-"Preparado para conhecer meus pais?". Camila pergunta e segura minha mão, ajeito as mochilas nos ombros e seguro o capacete com a mão livre.

-"Sim.. Não.. Talvez". Falo meio confuso e nervoso.

-"Se acalma, Lawr". Ela fala rindo.

-"Cabello, para de rir de mim". Falo 'Cabello' com sotaque cubano, eu sou cubano-americando e acho que a Camila não sabia disso, só pela cara dela.

-"Pera aí, repete o meu sobrenome". Camila para na minha frente.

-"Cabello, Cabello". Brinco falando de maneira sensual, vi os pelos no braço de Camila levantarem, ela se arrepiou só comigo falando 'Cabello' de uma maneira meio escrota? É ela se arrepiou e deu uma tremida.

-"Você tem sotaque cubano". Ela sorri e volta a andar e finalmente paramos de frente para a porta de sua casa.

-"Sim, meus avós eram de lá, sei falar espanhol". Falo e ela bota a chave no buraco da porta.

-"Que surpresa maravilhosa essa". Camila olha para mim mordendo o lábio.

-"É? Porque ?" Pergunto e ela destrava a porta e me puxa para dentro da casa.

-"Sempre quis namorar um latino". Camila pisca para mim.-"MAMA, CHEGAMOS". Ela grita me assustando.

-"Preciso grita?" Pergunto meio assustado, ela ri e me dá um selinho, fazendo-me relaxar.

-"Precisava, vem vamos deixar as coisas no meu quarto". Camz fala me puxando pelo braço, antes de chegarmos nas escada, escuto uma voz grossa perto da gente e eu logo arregalo os olhos.

-"¿Hija, quién es ese ?". Viro vendo o pai de Camila.

-"Papa, ese es Lawrence, mi novio". Camila fala em um espanhol perfeito, e pera novio é namorado, peraaa ela me apresentou como namorado? Gzuis vou surtar aqui.

-"¿Novio, espera allí, novio?". Escuto seu Alejandro fala e eu tranco o cú.

-"Si, novio, señor Cabello pido disculpas por no haber venido a pedir permiso para enamorar a su hija, sólo que sucedió de la nada". Arrisco no meu espanhol basicamente pedindo desculpas por não ter pedido permissão para namorar Camila.

-"Olha, o garoto fala espanhol.. Camila esse sim é perfeito para você". Ele fala com a voz meio alta e feliz.-"Bem vindo a família rapaz". Alejandro aperta minha mão e sacode levemente.

-"Obrigado senhor Cabello, fico feliz em ouvir isso" Sorrio para ele, que faz isso também e entra na cozinha.

-"Precisava ficar com esse medo todo? E você fica sexy falando em espanhol". Camila fala e entra no seu quarto, sento na cama e ela fecha a porta, jogo as mochilas no canto da cama e deixo o capacete no criado mudo.

-"Não fico sexy". Puxo Camila para mim, fazendo ela sentar em meu colo.

-"Para de falar e me beija logo, Jauregui". Camila fala botando a nos meus cabelos enrolados e segurando eles pela raiz.

-"É o que eu mais quero agora". Colo nossas bocas, em um beijo quente demais, minhas mãos que sustentavam meu corpo, que estava meio inclinado na cama, vão direto até a sua bunda, segurando aqueles dois montes.

Eu só sabia apertar e tentar colar mais nossos corpos, essa latina é minha perdição, puta merda, ela me enlouquece apenas com um beijo, subo minhas mãos com receio de Alejandro aparecer aqui, deixo as mãos na cintura, debaixo do meu moletom, que Camila pegou novamente de mim.

-"Kaki, a mama.. ops atrapalho algo?". Escuto a porta abri e a voz de uma criança invadir o quarto.-"A mama tá chamando para almoçar".

-"Ai que merda de susto, Sofia, você não viu nada, fala para a mama que já estamos indo". Senti meu rosto esquentar e sorrio tímido.

-"Desculpa se atrapalhei". Sofia sai rindo um pouco e eu tampo meu rosto.

-"Aí que vergonha". Falo meio abafado.

-"Vem, vamos logo antes que minha mãe venha aqui". Camila fala e ajeita os meus cabelos e o "seu"/meu moletom.

Descemos de mãos dadas e vejo Alejandro, Sofia e uma mulher meio baixa com cabelos curtos e óculos, sorrio para eles.

-"Vamos comer, tô morrendo de fome". Camila chega falando, me fazendo rir.

-"Camz, quando você não tá com fome?". Brinco e logo levo um leve tapa, rio sendo acompanhado por todos menos Camila, que fica emburrada, beijo seu nariz e testa e ela sorri.

-"Vemos que alguém encantou mi hija de maneira inexplicável". A mulher falar.

-"Nem eu acredito que encantei ela, até por que eu sempre gostei dela". Falo sorrio que nem idiota.

-"Sinuhe mas pode me chamar de Sinuh". A senhora cabelo fala.

-"Lawrence Jauregui mas prefiro Lawr ou Mich". Sorrio para ela.

-"Finalmente está namorando alguém simpático, não suportava o Mendes". Alejandro fala e se senta.

Todos se serviram, óbvio que a Camila botou para mim, não queria ter uma impressão ruim com os pais dela, brigaram, zoaram, agora eu sei de onde Camila puxou as piadas ruins, óbvio que eu ri, são tão idiotas que me fazem rir.

-"Acho melhor eu ir para casa, já está tarde". Falo e levanto do sofá.

-"Ah não Lolo, fica mais um pouco". Camila faz manha e me aperta nos braços.

Estávamos sozinhos na sala, os pais dela foram para o quarto e Sofia foi na casa da vizinha brincar, já era mais ou menos 17h e daqui a pouco eu teria que ir embora.

-"Amor, para de manha, amanhã a gente vai se ver, pode ser?". Falo beijando o pescoço dela.

Foco na curiosidade que eu vou citar, não fizemos mais nada depois da nossa primeira vez, apenas beijos, Camila não toca no assunto então eu prefiro esperar ela.

-"Lolo, só mais uma hora, fala com seu pai, por favorzinho Lolo". Ela fala tudo com um bico.

-"Para com isso, a gente pode ir para praia e levar a Sofi". Me ajeito em cima dela, e continuo os beijos no pescoço.

-"Uhm.. okay, amanhã vamos para praia assim que a Sofia sair da escola". Camila solta um suspiro e passa as mãos levemente nas minhas costas.

-"Tenho que ir, Camz". Falo subindo os beijos até sua boca.

-"Não vai.. Fica mais um pouco". Camila fala e me beija, acho que posso ficar mais meia hora.

-"A gente sai por vinte minutos e vocês já tão assim?". Escuto aquela voz e saio de cima da Camila, com certeza vermelho.

-"Foi mal seu Alejandro, sua filha tá de manha e eu não resisti". Falo sincero, é assim que eu tenho que ser, melhor do que mentir.

-"Tudo bem rapaz, pelo menos foi sincero". Ele bate nas minhas costas,1x0 Lawrence contra a vida, isso.

Acabo passando a noite na casa dos Cabello's, se reunimos no jardim e ficamos conversando, Sofia corria e eu conversava sobre basquete com Alejandro, e por coincidência ou não, ele também torce para os Lakers, fizemos o grito da torcida, arrancando risos da Camila e da dona Sinuh.

*Continua*


Notas Finais


Tô cumprindo minha promessa e tô voltando aos poucos, eu tô com o jovem aprendiz aqui e tô para entrar num estágio em um hospital, não sei os dias que poderia postar.
Desculpa qualquer erro, amo ocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...