História The new guy - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens JB
Tags Drama, Got7, Jaebum, Romance
Visualizações 3
Palavras 924
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Quem é?


Eve se olha no espelho enquanto se arruma para ir à faculdade. Mesmo sendo uma garota com belos olhos, um cabelo macio e um corpo bem delineado, ela não se vê assim. Não que ela tenha baixa auto estima, apenas não se acha tão linda como todos dizem. Depois de passar meia hora procurando algo para vestir, ela decide usar uma camisa preta, com as mangas dobradas, uma calça de cintura alta com rasgos no joelho e um coturno. 

Ah, sempre a mesma coisa...o preto de sempre, a calça de cintura alta de sempre e o coturno de sempre, isso quando não é um all star branco. Mas fazer o que? Eu sou a mesma de sempre também.- Pensou ela enquanto ainda se olhava no espelho. 
18:45 e ela estava atrasada, a aula começa as 19:00 horas. - Drogaaaaaaaaaa e agora??? De trem vou atrasar, de ônibus nem se fala, e a pé nem chego lá - Decidiu então, pegar sua bicicleta que estava guardada há meses, se sentiu reconfortada ao ver que ainda não possuía teias de aranha nela. Pedalou tão rápido, como se sua vida dependesse disso, e dependia. As 2 primeiras aulas eram de direito penal, e ela era uma negação nisso. Precisava de nota, não podia mais ter faltas no sistema senão ela reprovaria - Ah, mano...minha vida é uma droga, não, melhor, eu que sou uma inútil - Pensava ela enquanto pedalava. 

Chegou na faculdade suada, sua maquiagem estava derretendo e seu cabelo grudando no rosto, era a pior imagem dela. Enquanto corria para a sala, bateu em cheio em alguém, e para completar sua sessão de azar do dia, caiu bem no meio do saguão, na frente de todo mundo. Ela se levantou, pegou sua mochila e disse com raiva:

- MANO, VOCÊ É CEGO OU O QUE? QUE DROGA, EU QUASE MACHUQUEI MEU PULSO PRa val...- Ela parou de falar assim que o garoto olhou para ela. Ele também não parecia feliz. Com o impacto, ele machucou sua boca. 

Ele sorri de canto, olha para cima tentando ter paciência e diz:

- Você corre feito louca, e eu sou o problema aqui? Tá bom. Vá no banheiro antes de entrar na sala, ninguém merece chegar e ver alguém como você. Faça esse favor à humanidade.

Ele virou as costas e saiu. Ela nem podia acreditar no que tinha acabado de acontecer. 

Ele é um babaca, nossa...que raiva, sério. Nem pra perguntar se eu to bem. Se bem...que eu gritei primeiro. MAS MESMO ASSIM, ahhhh...sério, eu devo ter atacado pedra na cruz. 

Ela conseguiu entrar na sala antes da primeira chamada, então não recebeu falta. Suas mãos tremiam de nervosismo, pensando no babaca que acabou de conhecer, infelizmente. Até que ela se deu conta:

Ué...mas quem é? Eu nunca o vi por aqui, e sinceramente, ele até que era bonitinho...me lembraria dele se já o tivesse visto.

E ela não se lembrava porque ele era novo na faculdade. Soube disso porque 10 minutos depois dela entrar na sala, ele também entrou. Se sentou na fileira do lado, duas carteiras para trás. Quando ela se virou, ele deu um sorrisinho e piscou. 

Ahn? Nossa, sério isso? Que idiotaaaaaaaa, eu não acredito, sério...não pode estar acontecendo uma coisa dessas comigo, não é possível. 

Ela passou a aula toda sem conseguir se concentrar, até que o intervalo chegou. Ela se levantou e estava indo direto para a biblioteca terminar seu trabalho, como sempre ela o fazia sozinha mesmo sendo um trabalho em grupo. Não que as pessoas a odiassem, na verdade, ela era bem querida por seus colegas, ela que preferia fazer as coisas sozinha. E, enquanto caminhava em direção a porta, ouviu seu professor a chamar.

- O QUE??? COM ELE? PORQUE? - Ela estava incrédula. Dentre todas as pessoas, ela tinha que fazer dupla justo com ele?

- Porque sim, Eve. Ele é aluno novo, os grupos já estão fechados e você está fazendo sozinha. Acho que é bom para você tentar se socializar um pouco com seus colegas, além do mais, você pode ajudar Jaebum com as coisas da faculdade. Ele é estrangeiro e mora aqui há alguns anos, mas mesmo assim, você sabe que não é fácil se acostumar. 

É, eu sei. Nasci aqui e ainda não me acostumei com esse inferno.- Ela estava indignada. 

- E então? O que acha? Aceita o fazer o trabalho com ele? Aliás, você não tem que aceitar. Você apenas irá e acabou. A menos que você queira menos 10 décimos.

- Agh...tudo bem. MAS JÁ AVISO QUE SE ELE NÃO COOPERAR VOU FAZER SOZINHA, SIM. 

Então, os dois seguiram para a biblioteca. 

Enquanto caminhavam ele sorria ironicamente, até que disse:

- Que coisa, né? Você me recepcionou muito bem no meu primeiro dia, ganhei até corte na boca e tudo mais. Mas nem imaginei que seria da sua sala, ainda mais que teria que fazer trabalho com você..puff, a vida é mesmo uma ironia. 

- Olha, sério mesmo, dá pra calar a boquinha? Eu sei que você não queria isso, imagine eu. É tão ruim pra você quanto é pra mim. Então, vamos deixar a situação menos pior? Você não fala nada comigo que não seja sobre o trabalho e vice-versa. Assim ninguém se incomoda aqui.

- Ótimo, até que você não é tão burra. - Ele pega o caderno dela e entra na biblioteca. Ela vai atrás se segurando para não causar um tumulto lá dentro.

Babaca..que moleque babaca! Ah, Eve...sua azarada. 

Eles escolhem uma mesa e se sentam.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...