História The new word - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Akasuna No Sasori, Haruno Sakura, Kakashi, Naruhina, Saiino, Sasusaku, Uchiha Madara, Uchiha Sasuke
Exibições 13
Palavras 1.812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Ecchi, Esporte, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Comentem e me digam o que querem! :3

Capítulo 5 - Protection


Fanfic / Fanfiction The new word - Capítulo 5 - Protection

Sakura abriu os olhos lentamente e com o máximo de cuidado se afastou de Sasuke, nem se dera conta e por causa da sua inocência não percebeu o constrangimento que passou noite passada, andou até a janela e se agachou, a chuva caia muito rápido, o barulho lá fora era ensurdecedor e amedrontador, seu corpo estava bem cansado, dias de viajem para nada, apenas para chorar igual uma criança,ela não queria ser assim, apertava sua mão com tanta força que acabou por se cortar e nem isso se importou. Seus olhos imersos na escuridão do outro lado da Janela, seus lábios sedentos por água, tão pálidos e não mais avermelhados, ao total Sakura  parecia totalmente abatida, seus pensamentos voavam para longe de seu corpo

O quarto era somente iluminado pela luz da lua que entrava pela janela, os móveis eram antigos, dando um ar rústico ao quarto, tudo cheirava a madeira e ao ar livre, ali se sentia confortável, aquele ar inalado, aquele clima que tanto amava dando um ar sombrio e calmo ao mesmo tempo, era como se sentisse a leve brisa e tudo o que acontecia lá fora, a chuva no seu rosto caindo aos poucos pelo seu corpo, seu vestido grudado no seu corpo e o balançar suave das árvores. Ela sim queria viver dessa forma, livre, totalmente livre e sem nada que lhe acorrentasse, apenas isso ela imaginava

 

-Sakura?

 

-Ah, sim Sasuke?

 

Sasuke a observou silenciosamente, seu olhar passou pela toda extensão do corpo de Sakura, analisando cada traço, cada segundo perto dela fazia ele se sentir mais vivo, seus olhos se encontraram e uma corrente elétrica percorreu Sakura que estava levemente ruborizada, como podia tal criatura ficar linda mesmo após dias sem descanso, seus cabelos curtos ao ar,tão rosas e suaves e por fim sua respiração ritmada, Sasuke ouvia tudo, até mesmo seu coração.

Tentou se afastar desses pensamentos e constatou que Sakura iria precisar de alguns segundos para se recuperar. Levantou-se em passos lentos e deu um tempo para inalar o ar daquele quarto, seus olhos se fecharam e abriram rapidamente ainda desnorteados por essa situação, ao mesmo tempo era observado por dois olhos, estava sem blusa e com sua parte superior exposta e assim o frio gelado batia em seu peito fazendo com que arrepios leves surgissem e seu corpo se contraísse, precisava sair de lá imediatamente

 

-Sasuke?- Sakura estava cada vez mais constrangida com essa situação, não entendia o por que de Sasuke mexer tanto com ela ,não entendia o por que de não parar de olhar para ele

Sem dizer nada ele saiu do quarto assim a assustando com o barulho e o vento da porta ao ser batida de forma tão brusca 

 

.........................................................................................................................................................

 

De longe poderiam ser ouvidos gritos de dor, árvores sendo quebradas, ali acontecia a punição do dragão, se Sakura soubesse o que Sasuke tinha que aguentar, por suprimir por alguns dias a sua transformação, seu corpo queimava, seus olhos agora estavam pretos, dando lugar a pequenas escamas por sua pele, o sangue jazia em si, não era uma coisa que não conhecia, sua punição iria vir cedo ou tarde, a cada ordem desobedecida um dia de dor e morte, era um ser imortal, e essa “morte” seria o ápice de dor que aguentaria

Ao segundo estágio a dor passava e correntes prendiam o mesmo,  a fase em que seus poderes de regeneração não funcionavam, sua carne queimada ficava assim por horas até que aprendesse a nunca mais suprimir, seus braços esticados, sua cabeça erguida e seus olhos que queimavam, seus gritos ecoavam por todo lugar até que seu último gripo por fim veio, desmaiou sem forças alguma, sua transformação agora estava feito, sua forma de dragão por algumas horas, mas totalmente indefeso

 

.........................................................................................................................................................

 

O barulho do relógio no quarto fazia com que Sakura levantasse e andasse por volta de todo o quarto, queria falar com naruto, seu coração estava na mão, suas mãos soavam e se sentia aflita, sentia que era hora de se declarar, que se exploda o resto, é agora ou nunca disse para si mesma

Saiu correndo as pressas pelo castelo, seus pés doíam, corria e corria, mas acabou por esbarrar em uma pessoa

 

-Aí, me desculpe, eu estava com pressa e tudo m-

 

-Somente olhe por ande Sakura

 

-S-Sasori?

 

-Haha, quem poderia ser Sakura?

 

-O que faz aqui?

 

-Digamos que eu entrei também pra guarda real

 

-AAh, mentira, nem me avisou nada seu...

 

Sua saudade era tão grande que não sabia o que fazer, não sabia se abraçava ele ou se batia na cabeça dele, optou por fazer os dois, primeiramente o abraçou e depois bateu na cabeça dele

 

-ITAI, Por que você fez isso?

 

-Vo-você é um idiota, nunca mais me abandone assim, eu fiquei sozinha naquele vilarejo, você sabe que eles me acusam de ser uma bruxas lágrimas já escorriam pelo seu rosto

 

-Me desculpe...

 

-Sasori, eu realmente adorei te encontrar, mas eu realmente preciso encontrar o Naruto

 

-Acho que se você for no final do corredor você encontra ele

 

-Hmm, obrigada, eu acho- passei a mão pelo meu cabelo de forma constrangida, tirei o pó do meu vestido- meu sorriso voltou ao normal

 

Me endireitei e voltei a caminhar de novo, meu sorriso não tinha sumido, minhas pernas se moviam por conta própria, ah, eu já estava pensado em como seria nosso futuro juntos, nós dois na guarda real se fosse possível, a brisa da noite levantava meus cabelos curtos me dando um ar feminino, não me arrependo de ter cortado ele, sendo assim foi uma forma de deixar o passado, um novo recomeço, apresso cada vez mais passos passando pelas grandes portas de madeiras e gigantescas janelas de vidros que davam para o jardim florido com rosas, girei meu calcanhar de volta e dei dois passos e ali eu vi ele, mas do jeito que eu sempre vejo, sempre livre, eu vejo ele conversando com uma garota, seus cabelos lisos e olhos perolados, parecia uma boneca, estava tudo normal até eles se beijarem e profetizarem que se amam, acho que meu mundo desabou, a iludida e perdida nos mundos do sonhos estava tentando arrancar ele de uma garota como aquela, ela tinha chance? Era mais homem do que mulher.

 

 Seu pensamentos vagaram para as palavras de Sasuke “Se você realmente o ama e já fez de tudo o que você pode fazer?, a felicidade dele é a sua” , “A felicidade dele” essas palavras ecoavam em sua mente, ela realmente deveria desistir dele? Afinal se interferisse estaria apenas atrapalhando algo, não queria que alguém fizesse isso com ela se fosse o contrário, não é? Sua cabeça estava tão confusa que nem percebeu que o casal a sua frente tinha ido embora, provavelmente foram para o jardim, era isso o que acreditava

 

Correu e correu como se não houvesse o amanhã, mesmo que não tivesse chance iria se declarar, iria fazer isso para não ter arrependimentos futuros, queria ser ela mesma e foda-se o que os outros achavam, ela era ela, ela era única da sua maneira e assim riu com seus próprios pensamentos, quando chegou ao jardim seus olhos vagavam para todo lado, entretanto o que somente achou eram flores e árvores. Seu animo tinha caído de novo, ao girar seu corpo para retornar ao quarto, escuta um grunhido vindo da floresta, com passos lentos começou a caminhar para dentro da mesma, algo dizia que ela deveria entrar lá

 

Depois de alguns minutos caminhando sem rumo, ela se depara com um dragão de escamas pretas e seriamente machucado, ela tinha se lembrado de Sasuke, mas o que tinha acontecido aqui?

 

-S-Sasuke?-Disse em fio de voz-Suas mãos tremiam e estavam-se apertando uma a outra

 

-Olha, eu não vou te machucar, eu juro, o que aconteceu?

 

-Sasuke?

 

Novamente os olhos se encontraram e Sakura sabia que esse era Sasuke, conhecia bem aqueles olhos e sabia que ele não iria fazer mal algum a ela, ela tentou se aproximar e tocá-lo, porém ele se afastou

Eu sentia que ele estava assim por causa do seu passado, afinal o que eu poderia fazer para conquistar a confiança dele nesse momento? Apesar dos barulhos assustadores que ele fazia para tentar me afastar, eu não sairia dali sem ele, encostei nele, praticamente o abracei e apenas comecei a sentir o meu corpo bem quente por causa da sua pele, eu não queria deixar ele assim, ele estava agonizando, eu precisava recorrer a alguém, sou realmente patética por chorar nesses momentos

 

-Me perdoe, eu deveria estar aqui com você- Disse passando a mão em meu rosto, eu prometo que irei cuidar de você, comecei a colocar a minha mão sobre o seu corpo e quando olhei de novo minha mão estava com uma cor diferente e meu colar brilhava

 

Em alguns segundos o corpo de Sasuke foi todo coberto por uma luz verde e branca, meus pensamentos estavam tão atordoados que quando voltei ao normal, encontro Sasuke em sua forma humana deitado no chão, eu apenas corri até o mesmo e tentei levantá-lo, mas eu não conseguia, ele era pesado demais, se esses poderes realmente existem então por que caralhos eles não me dão uma ajuda?

 

-Funcione-Eu estava gritando, eu segurava ele e meu colar brilhava muito até que senti que conseguia carrega-lo de forma normal, eu andei com ele até a porta do quarto, abri e coloquei ele na cama, por sorte ele estava apenas desmaiado, por sorte

Eu não conseguia parar de olhar para ele, queria me colocar no lugar dele e sentir tudo o que ele passou, queria entende-lo, eu somente queria ajudar o mesmo, eu sentia sua dor, eu sentia sua tristeza e felicidade, eu estava interligada a ele de uma forma que não sabia explicar, eu queria cuidar dele, era uma pessoa importante na minha vida, a única que eu tinha no momento

 

Em apenas um momento uma memória me veio na cabeça, uma mulher de cabelos pretos azulados, e olhos da mesma cor acariciando o cabelo de um pequeno garoto, mas esse garoto não estava no quarto dele e sim em uma prisão, ele estava chorando e ela lhe passava calma e conforto, essas memórias somente podem ser de Sasuke, há quanto tempo ele ficou assim, sozinho e solitário, e como diabos ele veio parar em outro planeta?

 

Essas perguntam apareciam do nada e nada de nenhuma reposta

 

-M-Mikoto, não me deixe

 

-Sasuke?- Ele sentia falta da sua mãe?-Me levantei do chão e fui para cama, sentei no seu lado e comecei a mexer no seu cabelo, ele parou de se mexer e virou de lado como se estivesse no automático

 

-PFF, nunca pensei que veria Uchiha Sasuke dessa forma, tão fofo- Acabei por deitar e abraça-lo, nem pensei nesse ato no momento, ele precisava de mim e ali eu estava, era minha vez de retribuir, por tudo o que ele fez

 

 

 


Notas Finais


Beijos!! :3

Me falem algo que querem para que eu possa colocar ao longo da história, qualquer coisa que for do agrado de vocês!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...