História ThE NExT - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 1
Palavras 1.940
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - An Old Acquaintance


Mileena corre para o quarto dos avós de Gustavo e tenta fechar a porta, mas o assassino impede colocando o braço. Ela começa a se desesperar e tenta encontrar alguma forma de fecha-la. O assassino empurra cada vez mais pois é mais forte que ela. De repente, Mileena encontra uma tesoura no canto da cama e decide pega-la, ela sabe que será arriscado, mas é a única forma para impedir a entrada do assassino.
    Eloíse chega em sua casa acompanhada de dois policiais. Logo que Célia vê sua filha ensanguentada, fica assustada. Um dos policiais diz que Eloíse terá que ser acompanhada até a delegacia por alguém que seja responsável por ela. Almendes aparece e avisa que acompanhará sua filha. De repente Eloíse começa a chorar e gritar desesperadamente. Célia resolve abraçar sua filha, mas é ignorada.
   Na casa de Gustavo, Mileena conta até três, corre, pega a tesoura, o assassino entra, ela enfia a tesoura no ombro dele e o empurra para fora do quarto. O assassino dá uma breve gemida de dor e vai atrás dela novamente, porém Mileena é mais rápida e tranca a porta.
    Dentro da viatura, Eloíse coloca a cabeça no ombro de seu pai e conta tudo que aconteceu. Almendes se emociona e logo questiona a um dos policiais se sua filha poderá ficar presa pelo que fez. Esse mesmo policial  diz que ela só irá conversar e contar tudo que aconteceu, mas não ficará presa. Eloíse pede perdão por ter matado o garoto e diz que não era essa a intenção.
    Mais tarde na casa de Gustavo. Alberto termina de procurar o assassino e avisa a Mileena que ele não está mais lá, ela agradece e diz que precisara de um acompanhante até que Gustavo volte. Alberto concorda e diz que mandará um colega de trabalho ficar de vigia. Ela abraça o policial e pede que ele passe a noite lá. Alberto abre um pequeno sorriso no rosto e diz que tem outras coisas para resolver. Mileena cruza os braços e agradece um pouco emburrada.
    Na delegacia, Eloíse termina de relatar o que aconteceu e é liberada. Almendes olha para sua filha e pergunta se ela precisa de algo. Eloíse com aquele olhar triste diz que prefere não voltar pra casa. Almendes entende, mas não poderá fazer isso pois Célia está preocupada.
    Na manhã do dia seguinte, Thalia chega na praça aonde marcou um encontro com algumas de suas amigas. Não demora muito e a primeira delas chega. Lanna é uma garota com a pele morena, cabelos longos e escuros, unhas compridas e é uma pessoa bastante amável. Thalia logo que a vê,  da um grito de alegria que chama a atenção de quem está perto e vai correndo abraçar sua amiga. A saudade é tanta que Thalia até se emociona.
    Gustavo e Murilo mal chegam do hospital e já encontram Adriene sentada na calçada, esperando seu novo e talvez melhor amigo, Murilo. Gustavo desce do carro e cumprimenta a garota a chamado de cunhadinha. Murilo fecha a cara para seu irmão e logo é surpreendido com um abraço de Adriene.
    No condomínio, Maelí chega da casa de seu amigo e vê sua irmã sentada no sofá parecendo uma lesada, ela até pensa em provocá-la mais fica um pouco assustada na situação em que Eloíse se encontra. Almedes aparece e vai conversar com sua filha que está sentada no sofá olhando para a televisão que está desligada. Ele segura na mão de sua caçula e pede que ela saía para conversar com seus amigos, pois se ficar assim o dia inteiro vai acabar adoecendo ou coisa pior. Eloíse balança a cabeça concordando com seu pai e levanta do sofá para ir mandar mensagem a seu amigo.
    Thalia e Lanna estão sentadas nos balanços da praça, quando as duas que aparecem. Uma delas é Barbara, uma menina de pele morena, cabelos curtos e negros, gordinha e uma pessoa super carismática. A outra é Ákilla, uma menina de pele clara, cabelos ondulados e negros, melhor amiga de Thalia e uma pessoa com a paciência curta até demais. Thalia abraça ambas e logo percebe que uma ainda não chegou. Barbara diz que Thaynara não virá pois precisou ir ao médico, Lanna pergunta se é algo grave e ela diz que não. Thalia levanta os braços dando outro grito e diz que sabe de uma sorveteria ótima onde podem conversar. Ákilla sorri e pergunta se tem meninos bonitos lá. Thalia da uma pequena risada e diz que se ela quiser, tem um menino que trabalha lá.
    Na casa de Gustavo. Mileena conta a seu primo sobre a tentativa de assassinato. De repente o policial que estava cuidando dela aparece e avisa que está indo embora. Mileena agradece e diz que não ficará muito tempo no setor. O policial balança a cabeça concordando e diz que é o melhor a se fazer. Gustavo aperta a mão de sua prima e diz que sentirá saudades dela. Mileena pede desculpa por não ter impedido que os amigos dela jogassem Gustavo em um buraco quando ainda eram crianças. Gustavo a abraça e promete visitá-la quando o assassino for preso. Mileena passa suas mãos em seu rosto limpando as lágrimas e vai arrumar suas coisas para ir embora.
    Um pouco mais tarde na praça perto do condomínio. Eloíse deita de baixo de uma das árvores e começa a pensar no que aconteceu noite passada, não demora muito e Geovane chega, ele pede desculpa por ter demorado e senta ao lado dela. Eloíse o ignora e continua olhando para as folhas balançando. Geovane percebe que sua amiga está triste e questiona a ela o que aconteceu. Eloíse ainda o ignora. Ele cutuca ela e pede para que não o ignore. Eloíse olha para seu amigo e pede para que ele deite ao lado dela pois a única coisa que precisa é de uma companhia.
    Na casa de Gustavo. Mileena termina de arrumar suas coisas e começa a se despedir de seu primo. Murilo e Adriene esperam do lado de fora juntamente com o taxista. Gustavo se emociona e começa a se chamar de bobo pois sabe que isso não é um adeus. Mileena diz que tinha planos para mais tempo lá, não esperava que sua passagem seria tão rápida. Gustavo diz que entende ela e sabe que é o melhor. Adriene coloca sua cabeça sobre o ombro direito de Murilo e observa a despedida. Pouco depois Mileena acena se despedindo e entra no táxi.
    Thalia, Lanna e Barbara saem da sorveteria dando gargalhadas. Ákilla está muito nervosa com o menino que a rejeitou, Ákilla ameaça suas amigas se elas não se controlarem. Thalia pede desculpa e diz que não espera que fosse acontecer aquilo. Lanna encerra o assunto perguntando se alguém quer ir vistitar Gustavo. Thalia rapidamente levanta o braço direito dizendo que está morrendo de saudades dele. Barbara diz que o viu semana passada dentro de um carro, Ákilla olha para sua amiga e questiona se alguém a perguntou. Barbara pede desculpa e diz que só comentou.
    A tarde, Andrew chega na casa de Gustavo e começa a bater no portão. Murilo se levanta do sofá e avisa que irá ver quem é, Adriene logo o impede dizendo que irá no lugar dele pois ele pode se machucar mais. Da cozinha Gustavo observa os dois e dá uma breve risada. Adriene abre o portão e pergunta a Andrew o que ele quer. Andrew diz que está fazendo uma visita a Gustavo, ela então o deixa entrar e lhe mostra o caminho até a cozinha.
    Na praça perto do condomínio, Geovane sugere a sua amiga para fazerem uma visita a Gustavo, a mesma diz que no momento prefere não. Geovane balança a cabeça concordando e diz que a decisão é dela, mas continua achando eu seria o melhor a se fazer.
    Gustavo diz a Andrew que aproveitará a visita dele para ir a um senhor. Andrew fica um pouco confuso, mas aceita ir mesmo assim. Gustavo diz a Andrew que o morador mais velho do setor ainda está vivo e que se aconteceu algo no passado que fez alguém querer vingança, ele é a pessoa ideal para lhes contar. Murilo escuta seu irmão e avisa que irá com eles. Gustavo não permite e manda Adriene cuidar dele.
    Quando Andrew e Gustavo estão saindo da casa, Lanna, Thalia, Ákilla e Barbara aparecem. Gustavo fica feliz ao vê-las novamente, mas precisa fazer algo, então não poderá falar com elas agora. Lanna pede a chave que irá espera-lo chegar para conversarem. Thalia se oferece para acompanhar os dois. Gustavo sorri e entrega a chave dizendo que quando chegar irá fazer um jantar pra celebrar o reencontro. Barbara e Lanna ficam extremamente felizes. Gustavo olha para sua amiga Thalia e diz que será ótimo a companhia dela.
   Gustavo, Thalia e Andrew demoram alguns minutos para chegarem na casa de Joaquim, um senhor de setenta e três anos, com a pele clara, cabelos grisalhos e muito amável. Joaquim logo reconhece Gustavo e o cumprimenta. O senhor sorri e nota que Gustavo cresceu bastante desde a ultima vez que o viu. Gustavo abre um enorme sorriso e diz que são praticamente dez anos, pois foi quando Joaquim ainda cuidava dele. Andrew cutuca seu amigo e manda ele ir direto ao assunto. Gustavo pede desculpa por não ter vindo visita-lo antes e agora precisa resolver algo. Joaquim diz que ajudará seu amigo no que puder. Gustavo agradece e pergunta se ele sabe de algo que aconteceu no passado, qualquer coisa. Joaquim pensa um pouco e logo diz que o setor sempre foi muito calmo, mas em mil novecentos e noventa e oito aconteceu um ataque a uma casa tendo duas vítimas. Thalia pergunta se ele sabe os nomes de quem morreu. Joaquim balança a cabeça dando uma resposta negativa. Gustavo pede qualquer informação sobre o acontecimento, algo que ligue aos assassinatos na festa e aos ataques na casa dele, Joaquim manda seu amigo ir até uma fazenda abandonada na rua de baixo que lá ele deve ter acesso a casa das vítimas.
    Na casa de Gustavo. Lanna e Barbara começam a cozinhar, para adiantarem tudo. Ákilla retoca sua maquiagem no banheiro para depois ajudar suas amigas e Murilo só observa elas cozinharem junto a Adriene.
   Já a noite, Gustavo e seus amigos chegam na fazenda. Thalia pisa na cabeça de uma boneca velha e dá um grito pensando que fosse um bicho peçonhento. Andrew liga a lanterna de seu celular e se separa dos dois para fácilitar a procura por algo. Thalia segura no braço de seu amigo e pergunta o que aconteceu para ele querer procurar algo nessa fazenda esquisita. Gustavo decide contar sobre os ataques do assassino enquanto procura a entrada para a casa.
    Joaquim está sentado na área de sua casa olhando para as roupas balançando com o vento, de repente o assassino aparece e aponta o facão para ele. Joaquim sorri e diz que sabia que uma outra ou outra ele começaria a agir, mas que também alguém iria querer investigar para prendê-lo. O assassino tira a sua máscara de gás e começa a bater palma. Joaquim se levanta da cadeira de balanço e o encara.
   Na fazenda, Gustavo e Thalia não conseguem encontrar a entrada que Joaquim disse, mas encontra uma foto no meio de um monte de folhas no chão. Thalia pega a foto e mostra para Gustavo. Ele olha bem para o rosto do casal na foto, mas não reconhece.
    O assassino que esconde o rosto na escuridão da noite possui em seu corpo o sangue e na mão a cabeça de Joaquim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...