História The North Remembers - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Arya Stark, Brandon "Bran" Stark, Brienne de Tarth, Cersei Lannister, Daenerys Targaryen, Gendry, Jaime Lannister, Jon Snow, Jorah Mormont, Melisandre, Personagens Originais, Petyr Baelish, Samwell Tarly, Sansa Stark, Theon Greyjoy, Tyrion Lannister, Yara Greyjoy
Tags Drama, Got, Luta, Revelaçoes
Visualizações 59
Palavras 613
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Haha, não me matem. Eu fiquei sem internet todo esse tempo!

Capítulo 4 - Home sweet Home


Fanfic / Fanfiction The North Remembers - Capítulo 4 - Home sweet Home

No caminho de Winterfell, Tyrion estava um pouco assustado no Dragão. Daenerys planejava atacar os soldados Lannister, já que os Dothraki estavam perto de Jardim de Cima. Quando Naturre vê o castelo de Winterfell, pousa no chão, e vai no rio mais próximo depois de deixar eles lá no portão. Jon, Tyrion e Davos entram no castelo, bem a tempo de ver Arya treinando com Brienne, e ganhando para ser sincera. Arya se vira, interrompe um golpe da espada de Brienne e corre para abraçar Jon. O mesmo retorna o abraço.

- Eu sabia de Bran, mas você Arya? - Jon fala ainda abraçado enquanto Tyrion pigarreou.

- Arya, esse é sor Davos e Tyrion Lannister. Onde está Naturre? - Bran se aproxima na cadeira nova dele.

- Ali atrás de vocês. - ele aponta.

- Esta é Naturre Targaryen.

- Jon, onde você foi se meter? Lannisters e Targaryens? - ela fala de olhos arregalados.

- Prazer... - Naturre se aproxima e estende a mão que é apertada por Arya. Jon e Naturre veem Sansa cumprimentando alguns lordes, e saindo do caminho. Arya grita do nada.

- Sansa!! Jon está de volta!!! - ela grita correndo até Sansa, e a puxando rapidamente para lá, praticamente jogando Sansa em cima de Jon, que a abraça assim como Sansa que retribuiu o abraço. Ela nem sequer vê os convidados e puxa Jon para dentro de  casa. Naturre arqueia as sobrancelhas. - O trabalho de gente chata ficou para mim.

Bufa, pensando em uma maneira de deixar os convidados em seus quartos sem precisar ser a "guia" deles. Naturre, sendo bondosa, logo interrompe seus pensamentos.

- Caso estiver muito ocupada, eu e Tyrion podemos nos virar. - Arya acena.

- Okay, mas haja um sinal de traição e vocês são mortos em um segundo, estamos claros? - Naturre ainda de um jeito doce assente, e ao ver a curiosidade dos lordes ao verem seus cabelos cor de prata, puxa o capuz, fazendo cobrir sua cabeça até a boca, de um jeito muito charmoso. Ela viu Arya se afastando correndo, e fez um sinal para Tyrion a seguir. Conhecia esse castelo pois gravou em suas memórias quando passou apenas por duas vezes aquelas escadarias. Ela se dirigiu para uma torre e foi subindo. Pensando e pensando, encontra dois quartos, cada um dizendo com uma plaquinha, "quarto de hóspedes". Entrou no quarto e fechou a porta. Se surpreendeu ao ver algumas cartas sem serem escritas, ainda mais ao ver o selo de lobo dos Starks. Fechou as janelas e cortinas, trancou sua porta e tirou finalmente o capuz. Se deitou na cama olhando para o teto. No Sul, provavelmente seria morta pelo Montanha... mas no Norte, inimigo agora do Sul, ela não teria um crânio esmagado. Talvez ficasse prisioneira, mas como se agora saberiam que ela é irmã de Jon, prima dos Starks? Sorriu e se olhou no espelho. Finalmente arregaçou as mangas, vendo pequenos hematomas em sua pele, muitos vermelhos e alguns roxos. Olhou seu rosto pálido e magro, escovou seus cabelos e fez várias tranças prateadas no cabelo. Suspirou ao lembrar que não faria diferença já que ficaria escondido no capuz o dia inteiro. Ouve uma batida na porta e a atende. Viu uma criada com uma bandeja, que paralisou ao ver uma criança, pela estatura, com o rosto coberto pelo capuz, apenas descobrindo dos lábios para baixo.

- Obrigada. - Naturre diz essa simples palavra, pegou a bandeja, fechou a porta, a trancando novamente. Tirou o capuz do rosto, se sentou numa mesinha e comeu seu café da manhã. Suspirou ao ter que colocar o capuz de volta e estremeceu quando pensou em quando decidiu não usar ele. Foi o pior erro de sua vida.


Notas Finais


Hehehe, bem levezinho, no proximo vai contar a história de Naturre, ela narrando para o Bran (spoilers)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...