História The North Remembers - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Arya Stark, Brandon "Bran" Stark, Brienne de Tarth, Cersei Lannister, Daenerys Targaryen, Gendry, Jaime Lannister, Jon Snow, Jorah Mormont, Melisandre, Personagens Originais, Petyr Baelish, Samwell Tarly, Sansa Stark, Theon Greyjoy, Tyrion Lannister, Yara Greyjoy
Tags Drama, Got, Luta, Revelaçoes
Visualizações 45
Palavras 572
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hehehe, aproveitem esse capítulo!

Capítulo 5 - Mistake


Fanfic / Fanfiction The North Remembers - Capítulo 5 - Mistake

Ela se levanta e saí de capuz, e vai até a floresta, olhando em volta antes de tirar seus capuz costumeiro. Bran a vê e ela se senta de seu lado. 

- Por que você nunca tira seu capuz Naturre? - ela dá um sorriso bem triste.

- Se eu contar minha história, provavelmente vai estragar seu dia. - ele faz um sinal para continuar.

/////HY\\\\\\\

Teve uma época, em que eu nasci. Eu, infelizmente, perdi a mãe no mesmo dia. Meu pai, foi morto também. Um homem dos Baratheon entrou no quarto, e me encontrou nos braços de uma mulher morta e ensanguentada. Ele no início pensou em me entregar para Robert, como um presente, para o mesmo matar. Mas, ao ver que eu era apenas um bebê, decidiu me entregar ao Castelo, como um bebê adotivo de Cersei e Robert, algo que como você vê, não pode ter dado muito bem. Os dois me aceitaram pois Eddard falou que seria muito bom para a rainha, que ganharia mais amor do povo. Mas eu herdei os cabelos prateados do meu pai. Depois, quando eu tinha um ano, Eddard me entregou esse capuz ao notar meu cabelo da cor costumeira dos Targaryen. Eu um dia, muito boba, fui perto de Cersei. A mesma, me abraçou lentamente, e falou que esse capuz não combinava comigo. Isso foi com três anos. Eu o retirei e voltei o abraço, mas ela me empurrou, apontou para mim e falou bem alto: "É uma Targaryen! Mate-a!" E eu corri. Eu nunca tinha corrido, mas eu corri. Eu cai algumas vezes, mas tinha criados.que me ajudavam. Até que eu caí na frente do rei. Ele me levantou, olhou em meu cabelo, eu derramarei algumas lágrimas  e sussurrei um "por favor" ele, falou para me aprisionarem. Uma criada, que foi morta depois, me ajudou e se jogou em cima do rei, liberando caminho para mim. Eu saí finalmente do Castelo, e escalei os portões. É, eu sei, uma criança de 3 anos, mas é verdade! Eu passei depois disso, muito tempo me escondendo. A busca dos guardas era diferente da busca da população. A população faz você sofrer mais. Eu sabia que os guardas queriam me achar, então, aproveitei que uma criança pediu suicídio, apunhalei seu coração e a joguei na rua, raspado seus cabelos, os olhos verdes dela e com.um capuz, bem na frente dos guardas. Aquele dia, vi o que aconteceria comigo. Eles entregaram a menina de 3 anos em volta com o lençol dos Baratheon, oferecendo o corpo morto de "Naturre" para eles. Lorde Eddard saiu de cena, enquanto Cersei sorria e Robert observava frio e relação a mim. Com 5 anos, me esqueci de usar o capuz. Andei pelas ruas, mas alguns homens viram e me espancaram e... você sabe. Eu já estava muito ferida quando eles me deixaram, então fiquei deitada lá, e dessa vez, o capuz cobrindo minha cabeça. Enfim, no mesmo dia fui a Braavos, e entrei no templo. Eles tentaram me treinar, no início. Mas quando percebi que Waif atacava a menina cega por vontade,  eu... Eu fugi depois de tentar defender Arya ao máximo. Eu nunca tirei meu capuz depois de tudo isso. 

///HY\\\

- Wow... - a única palavra que Bran profere.

- Mas, eu estou aqui agora, então né... - ele assente. Ela olhou para lua refletindo sobre sua vida inteira, e o que viria amanhã, na próxima lua, ou nos próximos anos...


Notas Finais


Hehehe, a história da Natu tá todinha aí ksksks. O prox Cap sai ou 00h, ou no dia seguinte rsrs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...