História The Obsession - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexandra Daddario, Chaz Somers, Christian Beadles, Emma Stone, Justin Bieber, Magcon, Ryan Butler, Shawn Mendes, Zayn Malik
Personagens Alexandra Daddario, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Chaz Somers, Christian Beadles, Emma Stone, Jack Gilinsky, Justin Bieber, Matthew Espinosa, Nash Grier, Ryan Butler, Shawn Mendes, Zayn Malik
Tags Drama, Obsessão, Psicologia, Psicopata, Romance, Sexo, Terror, Violencia
Visualizações 864
Palavras 2.471
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


> Olá pessoas, sentiram minha falta?! Eu sei que não...

> 450 favoritos em?! Amo tanto vocês que palavras não bastam para explicar meu amor e gratidão!!!

> Sinceramente?! Já não aguento mais pedir desculpas por causa da minha demora, eu só espero que entendam que não está sendo fácil continuar essa fanfic ou as outras... Parece que eu perdi o gosto de escrever sabe?! Não tenho mais toda aquela afobação para escrever um capítulo, e eu acho, não tenho certeza ainda, mas The Obsession pode ser a ultima fanfic que irei escrever... Mas podem ficar tranquilos, nem que eu demore mil anos, mas eu irei concluir TO!!!

> Eu só queria deixar beeeem claro que, ESSE NÃO É NEM DE LONGE O ULTIMO CAPÍTULO DA FANFIC!!! Sabe a novela das nove?! Que tem duas fases?! Pois bem, aqui é tipo isso, no caso é segunda fase irá começar no próximo capítulo.

- Mas Tia Milly, por que você não faz uma segunda temporada?!

Simplesmente porque da muito trabalho, tenho que ajeitar tudo da fanfic, sinopse, capa, banners, enredo e etc... Espero que gostem, eu me esforcei bastante nesse capítulo, mesmo eu não tendo gostado tanto assim dele!!!

> ATENÇÃO!!! ATENÇÃO!!! A maioria das coisas que estiverem em negrito e itálico, vão ser de grande importância para a segunda fase da fanfic, então decorem tudo o que achar necessário!!!

> O capítulo até agora não tem banner, fiz o pedido ontem e ainda não chegou, mas eu não a culpo afinal isso é apenas um favor que ela faz para mim!!! Te amo Mari Goxtosa!!!

> Sobre os comentários que caíram bastante, não vou falar nada até porque ninguém aqui é obrigado a comentar, isso é uma escolha sua!!!

> Gente, me digam se eu tiver esquecido de colocar alguém no grupo é porque eu posto e respondo os comentários pelo notebook e nem sempre eu estou com o celular por perto para poder anotar os números que deixam já que minha mãe se apossa do meu celular para jogar Candy Crush (completamente viciada)

> Usem o style da fanfic, link nas notas finais!!!

> Continuem comentando viu?! Amo saber o que vocês estão achando da fanfic!!!

> The Obsession também está no Wattpad, meu user é panodeshawn

> Quem quiser entrar no grupo do WhatsApp, por favor deixe seu número + DDD e o seu nome nos comentários!!!

> Me desculpe se estou mandando mensagem de divulgação a quem já ler fanfic, são muitos users e eu não consigo decorar.

> Sejam bem vindos leitores novos, já amo vocês!!!

" Sido você "

Boa Leitura 💖

Capítulo 34 - Been You


Fanfic / Fanfiction The Obsession - Capítulo 34 - Been You

Sentindo as lembranças, entendi depois que ocorreu 
Num piscar de olhos, sem despedida 
Eu tinha uma noção tão profunda quanto o oceano 
Azul como o céu, oh minha nossa

— Alô?

— Mendes? - perguntou Chaz para ter certeza.

— Sim sou eu, quem fala?

— Não é com você que eu quero falar, passe para a ruiva - disse Chaz autoritário fazendo Shawn ficar irritado.

— Não sem antes me dizer quem é você.

— Chaz - desdenhou ele - agora passe para a ruiva.

— O que você quer com ela?

— Passe logo para a droga da ruiva porra - disse Chaz já irritado com a desconfiança de Shawn.

— Me dê aqui - disse a ruiva pedindo o celular, o áudio era alto então ela estava conseguindo entender tudo. Shawn entregou o celular relutante - o que você quer Charles?

— Chaz - corrigiu ele com arrogância, odiava seu nome - adivinha quem está ao meu lado.

— Você não...

— Sim! - exclamou ele com falsa alegria - Eu peguei a minha morena.

— Filho da puta!

— Tô ligado - desdenhou ele - filho de puta, puto é - ironizou ele - sabe, tá dando uma pena estragar esse lindo rosto da Alex, mas eu fico muito contente em saber que você irá sofrer.

— Se você fizer alguma coisa com ela eu juro que eu mesma te mato! - ameaçou a ruiva fazendo Chaz soltar uma gargalhada estrondosa.

— Nossa que medinho da senhora Bieber, ops, esqueci que é senhora Mendes, não espere, é senhora dou pra todos - rebateu ele fazendo Emilly revirar os olhos - escute aqui sua piveta, não se meta comigo pois eu sou muito pior que o Bieber.

— Eu não tenho medo de você seu crápula!

— Pois deveria já que não tem mais o Bieber para te defender e logo mais não terá o Mendes também.

Dito essas palavras ele encerrou a chamada fazendo um calafrio se instalar pelo corpo de Emilly.

— Precisamos ir atrás de Alex.

Foi a única coisa que Emilly disse, Shawn apenas assentiu apreensivo, ele moveria céus e terra para salvar as pessoas que ama.

Emilly saiu do carro junto a Shawn, não estava nem preocupada com a sua roupa parcialmente úmida. Shawn foi até a garagem pegar seu carro enquanto Emilly esperava-o na beira da estrada.

A ruiva aproveitou que estava só e com o celular de Mendes em mãos e começou a pesquisar várias coisas do mesmo tipo no Google. Anotou vários números na agenda do moreno e só se deu conta de que ele já estava ali com o carro quando ele buzinou tirando ela de seu pequeno transe.

— Para onde vamos? - perguntou Shawn enquanto dava a partida com o carro.

— Provavelmente Chaz deve estar em sua casa, já que ele não teme nada e não tem medo de mim para sair de sua casa - disse a ruiva suspirando e Shawn apenas assentiu com a cabeça.

— Certo - disse o moreno mudando o carro de direção.

— Shawn, eu vou fazer uma coisa que pode fazer o Justin me odiar pelo resto da vida - disse a ruiva com medo do que iria fazer.

— E o que você vai fazer Emilly? - perguntou Mendes curioso e preocupado.

A ruiva não o respondeu, apenas pegou o celular dele e ligou para o quinto número que anotou, em fração de segundos a chamada foi atendida.

— Hospital Psiquiátrico Pinel, o que deseja?

* * *

Enquanto isso do outro lado da cidade, Chaz injetava um líquido em seu corpo com ajuda de uma seringa. Em questão de minutos os efeitos colaterais tomariam conta de seu corpo.

— O que você está fazendo Dude? - perguntou Christian ao chegar no quarto do amigo.

— Nada de mais - respondeu ele dando de ombros - e a vadiazinha? Ainda não chegou?

— Nenhum sinal dela até agora.

— E Justin?

— Está quase enlouquecendo!

— Esse é o preço por ele ter me batido várias vezes por eu ter xingado aquela vadia! Deixe ele morrer sentado naquela cadeira.

— E se a ruiva trazer a polícia, afinal o pai dela é delegado - disse Chris pensativo.

— Aí eu mato o Bieber e fujo... Fugimos - disse Chaz com sorriso sádico no rosto.

— Me larguem seus filhos da puta! Bando de traíra! - Justin gritava várias vezes, ele estava furioso, não entendia o porquê de seus amigos estarem fazendo isso com ele.

— E que tal brincarmos um pouco com Bieber? - sugeriu Chaz ajeitando as mangas de sua camisa.

— Você vai mata-lo? - perguntou Chris um pouco surpreso.

— Não por hora - respondeu o moreno - vamos?

Os dois morenos desceram as escadas e se depararam com Justin amarrado em uma cadeira, seu rosto estava vermelho, suas veias estavam saltadas, suas mãos estavam fechadas prontas para socar alguém, mas não podia já que estava amarrado a uma cadeira.

— Ora, ora, ora - blefou Chaz com um sorriso sarcástico estampado no rosto - parece que o jogo virou não é mesmo?

— Seu filho da puta, por que está fazendo isso? - perguntou o loiro revoltado.

— Cansei de seguir suas ordens, cansei de ser a sua sombra, cansei daquela sua ruiva idiota!

— Não meta Emilly no meio disso! - disse o loiro tentando inutilmente sair da cadeira e quebrar as amarras que lhe prendiam.

— Quero ver se você ainda defenderá aquela vadia depois de saber que enquanto você estava se acabando de bêbado na sua cama, ela estava na cama do Mendes - disse o moreno afiado esperando um ataque de raiva vindo do loiro, mas tudo o que recebeu foi um silêncio agoniante - não vai falar nada seu merda?

— Não pode ser, você está mentindo! Emilly me ama, eu a amo! - disse o loiro em um tom baixo de decepção. Seu coração estava doendo como nunca doeu, mas não era uma for física, era uma dor sentimental, aquela era a sua primeira decepção amorosa, não sabia lidar com aquilo. E ele não tinha nem voz para contrariar Chaz pois lá no fundo ele sabia que isso podia ser verdade.

— Parece que o seu amor não foi o suficiente, ou ela seja apenas uma vadia querendo dar - disse Chaz desdenhando - a minha proposta é a seguinte: você me ajuda a matar ela e Shawn, depois cada um segue seu caminho, que tal? - mas a verdade não era bem essa, Chaz queria ter um pouco da confiança de Justin para que no final de tudo ele o matasse.

Ele queria que Justin sofresse até depois de sua morte.

— Não! - disse o loiro seriamente.

— Como não? - perguntou Chaz surpreso, Chris apenas se mantinha calado, só observando.

— Não! Eu não vou matar ela! Se algum dia ela morrer, não será pelas minhas mãos - Justin estava irrelevante, estava firme como uma rocha com a sua decisão, era a primeira vez que escutava seu coração envés da sua mente sádica.

— Por que seu merda? Corno do caralho! Virou uma Mariquinha foi? - disse Chaz já exaltado.

— Nada do que você disser vai me fazer mudar de ideia - disse Justin tentando manter a calma - eu posso me controlar, eu posso! - sussurrava ele para si mesmo.

— Tudo bem então! Eu não preciso de você mesmo - disse Chaz puxando a arma da cintura e mirando na cabeça de Justin - quais suas últimas palavras?

— Eu te amo, Emilly...

Uma lágrima caiu do olho direito de Justin, aquele seria seu fim?

E quando o dedo de Chaz já estava prestes a apertar o gatilho, a porta da frente da casa se abriu em meio a um estrondo e um grito foi ouvido.

— Para!

Era Emilly, Shawn estava ao seu lado.

— Olha só quem chegou! - exclamou Chaz em deboche - Agora o show está completo, vou matar três coelhos com uma cajadada só!

— Cadê a Alex seu filho da puta? - perguntou Shawn quase que gritando.

— Deve estar por aí... - desdenhou ele - entrem, se juntem a nós - Emilly e Shawn se entreolharam, mas nada fizeram - pra cá agora porra - disse o moreno perdendo o resto de sua paciência e disparando a arma que acertou um tiro de raspão no braço de Shawn que gruniu alto.

— Shawn! - gritou Emilly de olhos arregalados, tamanho foi o susto que levara.

— Eu estou bem, calma - disse o moreno fazendo uma careta devido ao ferimento.

— Ryan! - gritou Chaz e logo o loiro de olhos azuis apareceu um pouco relutante, ele não estava de acordo com aquilo.

— O que é? - perguntou ele tentando parecer natural diante de toda aquela situação.

— Prende o Shawn em uma cadeira, Chris você prende a vadiazinha - Chris e Ryan se entreolharam por uma momento, mas fizeram o que Chaz mandou.

Shawn e Emilly não relutaram pois sabiam que isso seria pior, apenas sentaram nas cadeiras e esperaram que Chris e Ryan o amarrassem. Ryan até olhou com pena para Emilly, mas ele nada podia fazer, afinal Chaz estava com uma arma apontada para eles pronto para atirar em quem o contrariasse. Mas o que Chaz não sabia era que o loiro de olhos azuis tinha deixado as cordas frouxas que prendiam Shawn.

— Vamos lá - disse Chaz quando Chris e Ryan se afastaram - ah, já ia me esquecendo da morena! Droga, Chris e Ryan saíram, mas como vocês estão amarrados não tem muito o que fazerem certo? - debochou ele saindo da sala e indo para o porão onde Alex estava presa e amordaçada - seus amiguinhos chegaram querida - gargalhou ele após ver uma lágrima escorrendo do olho esquerdo da morena - vamos brincar um pouquinho - disse o moreno desamarrando os braços e pernas de Alex - se tentar alguma gracinha eu mato seus amiguinhos de bosta! - Chaz voltou para sala com um braço em volta da cintura de Alex enquanto sua outra mão segurava a arma que estava apontada para a cabeça dela.

— Alex! - exclamou Emilly ao ver sua amiga acabada e amordaçada.

— Emilly, me desculpe, eu fui uma idiota! - disse a morena abafado, pois sua boca ainda estava amordaçada.

— Você não tem culpa de nada... - disse a ruiva um pouco baixo - eu que tenho!

— Agora isso aqui está ficando interessante - disse Chaz - mas para ficar melhor ainda por que você não diz o que estava fazendo noite passada Emilly? Conte para o seu namoradinho - Emilly se manteu calada assim como Justin estava desde que ela chegou - vamos porra, fala que você passou chifre nesse idiota! Confessa sua vadiazinha de merda!

— Filho da puta! - disse Justin se descontrolando e conseguindo quebrar a corda logo em seguida partindo para cima de Chaz deixando ele sem reação.

Chaz devido a surpresa, jogou Alex no chão e tentou disparar a arma o que foi uma atitude completamente falha já que o loiro conseguiu ser mais rápido e dar um soco no rosto de Chaz dando logo em seguida uma joelhada em seu estômago. O loiro estava sedento de sangue, avistou um abajur ao seu lado e o tacou contra a cabeça de Chaz fazendo com que muito sangue jorrasse. Chaz agarrou a blusa de Justin e tentou enforca-lo, mas estava muito fraco para tal coisa. Justin bateu a cabeça de Chaz no chão forrado a cerâmica branca que a essas horas já estava completamente sujo de sangue.

Shawn conseguiu se desamarrar da cadeira e ajudou Alex a ficar de pé logo soltando Emilly também. Justin continuava a bater em Chaz e o moreno não conseguia lutar contra o ódio do loiro que estava completamente furioso, ninguém nunca o vira assim antes.

Justin só parou de espancar Chaz quando o mesmo já estava inconsciente, Justin pensou que ele tinha apenas desmaiado, mas logo concluiu outra coisa ao perceber que os batimentos cardíacos do moreno tinham parado. Justin caiu de joelhos no chão logo avistando a arma de Chaz no chão, o loiro pegou a arma a analisando e encarando Shawn e Emilly juntos.

— Justin... - disse Emilly em um sussurro, ela tinha tanta coisa para falar, mas as palavras simplesmente não saíam. O que ela estava sentindo, não podia ser explicados com meras palavras toscas que só iriam fazer o loiro se enfurecer mais.

O coração do loiro batia rápido, sua respiração estava descontrolada, suas mãos formigavam, seu sangue estava quente por causa de toda aquela adrenalina.

Aquilo era o começo de uma de suas crises de bipolaridade.

— Por que? - perguntou ele encarando profundamente os olhos azuis de Emilly, era como se ele pudesse ver sua alma, todos os seus pecados, todos os seus sentimentos, até os mais escondidos. A ruiva permaneceu em silêncio - Por que Emilly? O que eu fiz?

— Não é você...

— Não é você, sou eu e blá blá blá - disse o loiro impaciente - o meu amor não foi suficiente? E-eu te amo... - sussurrou ele e logo em seguida a porta foi aberta novamente com um estrondo, era a polícia.

— Largue a arma, mãos para o alto - disse o policial com uma arma apontada para Justin. O loiro mais uma vez encarou Shawn e Emilly, mas largou a arma, ele não era mais o mesmo, talvez ele tivesse vencido a sua doença, mas só talvez - prendam ele - disse o policial e logo Justin foi algemado por outro policial.

— Eu também te amo... - disse a ruiva sem emitir som algum, apenas movimentou os lábios, mas Justin conseguiu compreender muito bem, infelizmente aquilo não foi suficiente, por mais que ele não quisesse admitir, Emilly escolheu Shawn e não ele.

Alex soltou um suspiro ao olhar para o corpo desacordado de Chaz, seu coração deu um aperto, por mais que ele fosse ruim e louco, todos merecem uma segunda chance. Agora a morena queria tomar um rumo melhor em sua vida, queria ser feliz, se sentir livre e tudo que tivesse direito sem ninguém para impedir isso.

— Vai ficar tudo bem - disse Shawn abraçando Emilly e Alex, o moreno agora estava mais calmo, estava com as pessoas que amava e esperava ficar assim por um bom tempo. Ele agora só queria amar e ser amado, ele queria ser feliz ao lado da sua ruiva.

Durante todo o trajeto da casa até o carro da polícia, Justin ficou encarando os olhos de Emilly, até que a ruiva viu uma sombra preta em seu olhar, ela sabia que aquela não seria a última vez que o veria, longe disso. Ela sabia que mesmo não querendo Justin ficaria guardado em sua memória e em seu coração, afinal ela pertencia a ele, de corpo e alma.

Três anos depois...

Como um mancha permanente, desejando que eu pudesse lavá-la, lavá-la 
Rezei para que nosso amor não fosse em vão 
Quem é o culpado por tanta dor? Por tanta dor?
- Been You - Justin Bieber.


Notas Finais


STYLE DA FANFIC: https://spiritfanfics.com/personalizar/style/emma-stone-the-obsession-fanfic-6134239

LEIAM MINHA OUTRA FANFIC: https://spiritfanfics.com/fanfics/historia/fanfiction-demi-lovato-i-hate-you-dont-leave-me-5024531

FANFIC DA ~GeekStop com minha parceria: https://spiritfanfics.com/historia/dumb-love-6563170

FANFIC DA ~thaisa520: http://socialspir.it/6069072

Kisses de Nutella da Tia Milly 💖💕😀😚💘😏❤💜😘😍☺😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...